O que existe sobre o jogador Jobson e o América...

Edmo Sinedino,

Foto:site do Bahia

jobson2_09Conversei hoje pela manhã com o presidente do América, Alex Padang.

Quis tirar a limpo essa história do interesse por Jobson.

Jobson, aquele Jobson de Botafogo, de Bahia, de casos de doping, de agressão a mulheres, coisas e tal.

Alex me disse que esse assunto é antigo já, tem mais de 50 dias.

E que o atacante foi mesmo oferecido.

Roberto Fernandes treinou ele no Brasiliense, acha-o um excelente atacante, eu também acho, claro, e levantou a possibilidade.

Dizem que o rapaz está recuperado, já fez dois exames que nada constou, se reconciliou com a mulher que ele agrediu, anda com a mãe a tira-colo, bem, todos os sinais de recuperação.

Alex Padang disse que poderia ver o assunto, mas queria uma conversa com o jogador, “olho no olho”.

Falou com o empresário,  e até agendou para essa ida a São Paulo, que ele acabou não pudendo ir por conta de outros compromissos.

Paulinho Freire ficaria com a incumbência de ter essa conversa e passar a impressão.

Até o o momento ele não tinha recebido retorno, até porque, ao contrário do que faz sempre, onde não conversou com Roberto Fernandes e nem com Paulinho depois do jogo.

De qualquer forma, ele disse que a história não é boato, tem fundamento, mas acha remota a possibilidade de acerto.

E na reunião que vai acontecer na tarde desta quarta-feira, o assunto vai estar em pauta.

Essa seria sim uma contratação de risco, de grande risco.

Jobson, de rescisão com o São Caetano, não é mais bem-vindo no Botafogo e outros clubes que já vetaram seu retorno, busca seu nono clube em sete anos.

Será o América?



O ABC de Waldemar Lemos para enfrentar o Goiás

Edmo Sinedino,

Muito diferente.

Um ABC completamente diferente do que vimos na Taça Ecohouse deve entrar em campo nesta quarta-feira.

O técnico Waldemar Lemos vai no esquema 4-5-1 ou 3-6-1 (depende do posicionamento de Bileu), com apenas um atacante na frente – Felipe Alves.

Pelo menos foi assim que o time treinou ontem.

As dúvidas, me parece, persistem na ala, entre Thiaguinho e Renato; Lino ou Vinícius como companheiro de Boaventura.

A equipe que treinou foi formada desta forma: Lopes, Tiaguinho, Flávio Boaventura, Lino e Guto; Leandro Santos, Bileu, Edson e Tony; Erik Flores e Felipe Alves.

Depois entraram Renato no lugar de Thiaguinho e Vinícius no lugar de Lino.

As novidades ficaram por conta do aproveitamento dos dois recém-contratados Tony e Erick Flores.

Meu pitaco: abriria mão de um dos volantes e jogaria sim com um terceiro zagueiro de ofício que seria o Lino.

Outra coisa, não escalaria Guto para a partida.



Gilcimar: o novo reforço do ABC

Edmo Sinedino,

gilcimar_09

O que dizer sobre Gicimar (foto), o novo reforço do ABC?

Já vi jogar. Bom atacante, mas o que importa é como ele está agora, física e tecnicamente.

Vi no You Tube.

Gols de todo o jeito.

Perna direita, perna esquerda, de cabeça, de dentro e fora da área, em sobra do goleiro, e de oportunismo.

Mostra, nos gols, ser rápido, e até ter uma certa habilidade, se que lances de condução e jogadas são poucos.

Cobrador de pênalti eficaz.

E como quase sempre acontece nas contratações do ABC, não se sabe quem avalia, quem pediu e indicou.

Foi mesmo o Waldemar Lemos?

Não dá para fazer outra coisa a não ser esperar.

Gilcimar disputou o Carioca deste ano pelo Boavista e marcou um gol contra o Botafogo.

Esse eu vi.

Aurtor de outros cinco gols, Gicimar terminou o Carioca valorizado e elogiado.

Chegou a sonhar em jogar no Vasco, seu time do coração.

Revelou propostas de clubes de Santa Catarina e São Paulo.

Isso foi no mês de abril, e nesse período até agora não sei o que o atleta estava fazendo nesse hiato de dois meses.

E no começo do mês de maio era dado como quase certo com o Fortaleza.

E por que ao final de um bom campeonato carioca ele não se empregou imediatamente?



Os poucos destaques do América

Edmo Sinedino,

Andrey, Márcio Passos e Vinícius Pacheco, os destaques do América na partida.

E olha que foi uma partida de poucos destaques.

E hoje me veio a impressão de que a preparação física do América não está no ponto.

Me pergunto como uma equipe de tantos bons jogadores não aproveita tantos espaços oferecidos?

Ou será que Roberto Fernandes não armou o time para isso?

Não entendo de preparação física, falo porque acho que quase toda bola dividida o adversário ganhou...por isso.

Bom, voltemos aos destaques.

Andrey realizou defesas fáceis e difíceis, e deu tranqüilidade em horas de dificuldade.

Márcio Passos fechou o lado esquerdo, dificultou a realização da melhor jogada de ataque do Braga, com o Diego Macedo.

E quando retomava a bola não desperdiçava como o Daniel e o Mazinho, por exemplo.

Vinícius Pacheco marcou o gol da vitória e foi o único atacante, mesmo jogando numa faixa intermediária, que levou algum perigo.

Zé Antônio também merece um registro positivo por ter tentado e conseguido colocar a bola no chão algumas vezes.

Fica evidente que o América ainda precisa melhorar bem.



Roberto Fernandes cita versículo da Bíblia para explicar a vitória

Edmo Sinedino,

Foto: blogdomecao

roberto_09Em entrevista à imprensa após a partida, o técnico Roberto Fernandes, do América, citou versículoa da Bíblia Sagrada para explicar a vitória diante do Bragantino.,

Veja abaixo:

"Sem demagogia eu quero usar um versículo bíblico, que diz: Quando sou fraco é que sou forte. Na hora que tudo era contra, o América não tinha vencido aqui, eu nunca havia vencido aqui, um árbitro que o América nunca havia vencido quando ele apitava, nós viemos e conseguimos o resultado. Isso mostra um trabalho com honestidade, com seriedade e acreditamos muito na força do trabalho e sobretudo em Deus''.

Mais vale um pássaro...

"A pressão era normal. Quando o Bragantino ficou com dois zagueiros era o momento que nós poderíamos matar o jogo. Não conseguimos, então chegou um determinado momento que o placar tava bom, aquela velha frase 'mais vale um pássaro na mão do que dois voando'. O grupo merecia isso, essa vitória, agora é trabalhar porque temos um jogo dificílimo contra o Sport pela frente'', encerrou.



Mesmo abdicando do ataque, o América consegue a primeira vitória

Edmo Sinedino,

Numa partida em que praticamente abriu mão de atacar durante todo o tempo, o América conseguiu sua primeira vitória.

Coisas do futebol.

O América começou a partida contra o Bragantino numa formação defensiva, mas com alas que marcavam mal – Chiquinho e Raí – corria riscos e era envolvido pelo time da casa.

Roberto Fernandes percebendo o sufoco que estava passando mudou a marcação.

Fechou a porta de Diego Macedo pelo lado esquerdo de sua defesa, colocando Márcio Passos no setor, quase como um terceiro zagueiro, e trouxe Raí para o meio-campo.

O perigo continuava rondando, mas o time rubro pelo menos conseguia já articular algumas jogadas de ataque.

E também já não era tão atacado pelo Massa Bruta. O domínio que era total, arrefeceu.

Num lance de sorte e criatividade, Raí deu de calcanhar para Vinícius Pacheco, o atacante avançou e chutou a meia altura, forte, sem chances de defesa para o goleiro Rafael Dedendi.

Depois do gol, de forma errada, perigosa, e que quase nunca dá certo, o América se encolheu.

Terminou o primeiro tempo na defesa.

E voltou para o segundo tempo para abdicar, totalmente, de qualquer jogada de ataque.

Veio para arriscar tudo somente no sistema defensivo, claro, passou por muitos sustos, Andrey teve que fazer defesas difíceis e fáceis, os atacantes do Braga desperdiçaram algumas boas chances e, aos trancos e barrancos, o resultado da vitória aconteceu.

Não entendo, mesmo com a vitória, a opção de Roberto Fernandes.

Por incrível que possa parecer, de todas as mudanças defensivas que o treinador fez, a única que criou alternativa de ataque, pelo menos de saída de bola, foi a do zagueiro Zé Antônio.

Nem mesmo Norberto, habilidoso, e que joga de ala, usou de sua qualidade técnica para fazer seu time segurar um pouco mais a bola e não levar tanto sufoco.

Zé Antônio, com personalidade, como se fora ala direita, foi o responsável por duas das três únicas subidas que o time rubro deu ao ataque no segundo tempo.

Na partida que o adversário saía com todo mundo para o ataque, o América criou, no segundo tempo, uma única situação de gol, com Vinícius Pacheco lançando Norberto, que dominou mal e desperdiçou.

Mas, apaga tudo o que escrevi, o América venceu, conseguiu seu primeiro triunfo na competição.

Quem sabe, uma nova vida.

Isso é o futebol.



Arbitragem do jogo ABC x Goiás, hoje à noite

Edmo Sinedino,
O jogo do ABC hoje, preocupação dobrada, é o "Almeidinha" de Minas Gerais.

Vamos esperar e torcer.

Veja abaixo:

apito1_09


FNF divulga tabela e sistema de disputa da Segunda Divisão

Edmo Sinedino,

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol definiu e divulgou nesta terça-feira a  tabela da segunda divisão do Campeonato Potiguar.

Como todos já esperavam Macau, Globo Futebol Clube, Currais Novos e Atlético Potengi estão na briga pela vaga.

Apenas uma equipe, a campeã, se credencia para a disputa da Série A do Estadual e ocupa a vaga do Potyguar/CN, rebaixado.

Os jogos começam no dia 17 de agosto e o sistema de disputa será pontos corridos e com jogos de ida e volta.

Ao final das seis rodadas o time terá que colocar, no mínimo, quatro pontos sobre o segundo para ser campeão direto.

E se isso não acontecer serão realizados dois jogos decisivos entre o primeiro e o segundo colocados, com vantagem para quem estiver liderando – faz a segunda partida em casa e joga por dois resultados de saldo de gols iguais.

E acabou não se confirmando para essa temporada, a participação esperada do União de Goianinha.

1ª rodada

17.08 - 19h - Macau x Globo FC

17.08 - 20h - Currais Novos x Atlético Potengi

2ª rodada

25.08 - 15h - Globo FC x Currais Novos

25.08 - 15h - Atlético Potengi x Macau

3ª rodada

31.08 - 20h - Currais Novos x Macau

01.09 - 15h - Atlético Potengi x Globo FC

4ª rodada

07.09 - 19h - Macau x Currais Novos

08.09 - 15h - Globo FC x Atlético Potengi

5ª rodada

14.09 - 20h - Currais Novos x Globo FC

14.09 - Macau x Atlético Potengi

6ª rodada

22.09 - 15h - Atlético Potengi x Currais Novos



O esquema ideal para enfrentar o Bragantino hoje à noite

Edmo Sinedino,

Temeroso.

Muito. Espero que o América não repita o esquema 3-5-2 que o técnico Roberto Fernandes armou contra o Alecrim.

Se ele optar por Cléber, Edvânio e Edson Rocha quem será o zagueiro da saída rápida de jogo?

Não tem.

Márcio Passos, Daniel Amora e Vinícius Pacheco para encher o meio, forte do Bragantino? Muito pouco.

Quero dizer, forte do Bragantino se o Wagner Benazzi não tiver estragado esse bom time nessa parada.

Vejo na possibilidade dessa escalação um América com muita distância entre setores, e muitos claros em campo.

Qualquer aprendiz de treinador sabe que, no futebol de hoje, não se deve proporcionar espaços.

E Roberto Fernandes é um treinador de muita experiência.

Eu iria, sem medo de ser feliz, com um esquema de quatro jogadores atrás, cinco no meio e um no ataque.

Esquema 4-5-1 com variações.



Bragantino ainda indefinido para enfrentar o América

Edmo Sinedino,

O técnico Vágner Benazi ainda não tem definido a equipe que enfrenta o América na noite desta terça-feira.

O fraco treineiro não vai pode contar com Rafael Andrade, que viajou para resolver problemas familiares, está fora.

Elias, volante, destaque da equipe, está recuperado de lesão, mas deve ficar fora, pois está sem ritmo de jogo.

As chuvas atrapalharam o trabalho da equipe ontem e, por tabela,  a definição da equipe.

As dúvidas são Guilherme ou André Vinícius para o lugar de Rafael.

E se Elias não for para o jogo, Carlinhos pode ser o titular, mas ele briga com Serginho.

É bom lembrar que o Carlinhos foi um dos destaques do jogo em Natal contra o ABC.

Preto e Léo Jaime, que cumpriram suspensão no último jogo, estão retornando ao time titular.

O Braga é o sexto colocado na Série B, com 10 pontos, e está dois atrás do terceiro colocado, o Palmeiras.

Na última partida contra o Sport, em Recife, vitória de 2 a 0, surpreendente, o time jogou no esquema 3-5-2.

E formou com: Rafael Defendi; Raphael Andrade (Geandro), Álvaro e Kadu; Diego Macedo, Elias, Carlinhos, Bruninho (Rafael Costa) e Bruno Iotti; Magno Cruz (Serginho) e Lincom.



O caso Marinho Chagas continua em compasso de espera

Edmo Sinedino,

O prefeito de Natal acolheu com frieza o questionamento de Patrícia, ex-companheira de Marinho.

Ela não ficou com esperança de ver a situação do ex-craque resolvida pelo prefeito Carlos Eduardo.

Ele, em resposta, colocou a culpa na administração passada.

E não ele que condenava esse método...

O certo é que Carlos Eduardo prometeu ajudar Marinho Chagas e até agora, nada.

Quando chegar a Copa, quando o povo importante - ex-jogadores, treinadores, jornalistas antigos perguntarem por Marinho ele vai vai querer sair na foto...

Políticos, bah! Estão precisando sim, serem mudados, não todos, mas boa parte deles.

E ainda vi uma foto do seu primo, o presidente do CN Henrique Eduardo Alves no Maracanã.

E o patrocínio da CEF? Esqueceu, aliás, nunca lembrou.



Esporte Fino com Pantera e Ivan foi show de bola

Edmo Sinedino,

Modéstia de lado, até porque o mérito foi deles, mas o programa Esporte Fino de hoje foi show de bola.

Como já havia sido de segunda-feira passada com Bora Porra, Cláudio e Augusto Varela.

O de hoje teve Ivan, O Terrível e o zagueiro Pantera.

Descontração, bate-papo, causos engraçados e uma mesma mágoa de uma terra que não valoriza os seus.

Segunda-feira que vem eu vou tentar, ainda preciso confirmar - ex-jogadores, jovens treinadores - e penso convidar Romildo, Carlos Mota e Baíca.


A rescisão amigável de Júnior Pipoca

Edmo Sinedino,

Tevês Assembleia e Ponta Negra deram o "furo" de reportagem da saída de Júnior Pipoca.

Os repórteres entrevistaram o jogador quando ele saía da salda da direção onde tinha acabado de assinar a rescisão.

Que coisa boa!

Eu pensei que o atacante seria outro problema de difícil solução.

Ele falou que o acerto foi amigável.

E para explicar o fracasso no ABC alegou falta de sequência de jogo.

Discordo. Ele teve chances sim, só que foi, quase sempre, muito mal.

Cada qual para o seu lado.


Rai e Norberto podem dar velocidade que o América precisa

Edmo Sinedino,

Com a regularização de Rai e a volta do ala Norberto (não sei se ele será titular) o América ganha jogada pelos lado.

O Rai é um ala de muita velocidade, e seu estilo de jogo se assemelha muito ao de Wanderson.

No entanto, o América continua sem o homem de referência no meio-campo, o da ligação.

Quem viu o América jogar contra o Alecrim ficou preocupado e chegou a uma conclusão óbvia: Zé Antônio não pode ser reserva.



América vai a Bragança sem Cascata, Renatinho e Fabinho

Edmo Sinedino,

Cascata, suspenso, e Renatinho Potiguar, vetado pelo DM, são dois desfalques do América para o confronto contra o Bragantino.

No entanto, Fabinho, um dos jogadores mais importantes do time do América, sequer foi relacionado para a viagem.

Como não consta na relação de jogadores entregues ao DM, talvez o momento ruim que atravessa seja a justificativa do não aproveitamento do meiocampista para a partida.

De novo, o América vai para campo sem opção da ligação de meio-campo, pois nenhum dos relacionados tem essa característica.

Veja:

Após a atividade recreativa comandada pelo treinador Roberto Fernandes na manhã desta segunda-feira, 19 atletas foram relacionados para a partida desta terça-feira, as 21h, em Bragança Paulista pelo Campeonato Brasileiro da Série B.

Confira a lista:

Goleiros: Andrey e Rodrigão

Laterais: Norberto, Chiquinho e Rai

Zagueiros: Edson Rocha, Cléber, Zé Antônio e Edvânio

Volantes: Ricardo Baiano, Márcio Passos, Daniel, Mazinho e Daniel Rezende

Meia: Vinícius Pacheco

Atacantes: Ebinho, Alex, Tiago Adan e Jimmy



Índio Oliveira foi pego no exame antidoping

Edmo Sinedino,

Vi no blog do mecão que o atacante Índio Oliveira foi pego no exame antidoping por uso da substância diurética Furosomida.

Segundo o Dr Maerterlinck Rêgo, a substância foi encontrada na urina do atleta após a derrota por 3 a 2, para o Figueirense, na estreia do clube pelo Campeonato Brasileiro da Série B.

A diretoria jurídica do clube está analisando o caso juntamente com o presidente Alex Padang, que já tomou conhecimento do caso.

O diurético Furosemida é responsável por aumentar de maneira intensa a excreção de urina e sódio pelo organismo.

A diretoria americana continua tentando manter contato com Índio Oliveira. Mas, no momento o jogador encontra-se incomunicável.

O jogador, seu empresário responsável, alguém tem que manter contato para que o atleta possa ao menos ser defendido.



Goiás tem dois times com vários jogadores de bom nível

Edmo Sinedino,

Diferença de estrutura é muito grande.

Enquanto o ABC se arruma como pode, terminando um torneio utilizando vários jogadores das bases, alguns deles que nunca tinham vestido camisa titular, o Goiás esbanja.

No plantel do time verde dois centrovantes que, até dias desses, eram sonho de consumo de grandes clubes – Neto Baiano e Júnior Viçosa.

Os dois, ficaram no time B e só entraram na segunda parte do jogo-treino realizado na última sexta-feira, diante do Goianésia.

O time ganhou de 3 a 1.

E sem falar dos vários destaques, nomes nacionais que compõem o elendo do esmeraldino.

Vejam abaixo os dois times utilizados por Enderson Moreira:

Time 1 - Renan; Clayton Sales, Ernando, Rodrigo, Mário Sérgio; Amaral, Dudu Cearense, Renan Oliveira, Hugo; Erik e Walter.

Time 2 - Edson; Eduardo Sasha, Valmir Lucas, Lacerda, Pedro Henrique; Juliano, Ramon, Caio; Welinton Jr., Neto Baiano e Júnior Viçosa.

Não é fácil comparar. Renan, goleiro, ex-Inter, e ainda tem o eterno Harley; Dudu Cearense, ex-seleção; Hugo, ex-São Paulo e Flamengo, entre outros; Araújo, de volta; Júnior Viçosa e Neto Baiano.

Muitos, muitos medalhões.Os salários de Renan, Hugo e Araújo pagam toda a folha do ABC.

Mas ainda bem que estamos falando de futebol...



Apesar de Benazzi, obtuso e sem comando, o Braga é um bom time

Edmo Sinedino,

Mesmo com um treinador obtuso – Wagner Benazzi – o Bragantino está numa boa fase.

Das equipes que vi atuar neste Brasileiro da Série foi a que mais me impressionou positivamente.

O Bragantino tem uma saída de jogo poderosa e muita rápida pelo lado direito com Diego Macedo e um controle jogo no meio-campo que é impressionante.

Destaques para o volante Elias e o meia Magno. O Elias, inclusive, está se recuperando de contusão no joelho e é dúvida para a partida desta terça-feira.

Tem um bol goleiro, uma defesa regular e atacantes que se mexem muito na frente.

O ponto pra lá de negativo do Braga é seu treinador, ele não sabe nada de futebol.

Aliás, o time, acho, nem é treinado por ele, pois no banco de reservas ficam dois ou três pitaqueiros falando o tempo.

Essa gente, longe de ser profissional, já, já começa a estragar essa bom time, mas leva tempo e é preciso o time rubro tomar cuidado.

Eles, certamente, vêm com tudo para cima.

O clube paulista atualmente ocupa a sexta colocação na classificação.

Abaixo a formação que foi utilizada contra o Sport na última partida, vitória deles, fora de casa, na Ilha, por 2 a 0.

Rafael Defendi; Raphael Andrade (Geandro), Álvaro e Kadu; Diego Macedo, Elias, Carlinhos, Bruninho (Rafael Costa) e Bruno Iotti; Magno Cruz (Serginho) e Lincom.


Presidente Rubens Guilherme quita débito com o ex-atleta Ivan

Edmo Sinedino,

Caso da dívida do Ivan foi resolvido.

O próprio presidente Rubens Guilherme Dantas quitou a dívida com o jogador.

Isso aconteceu antes da missa de ação de graças pela passagem dos 98 anos do clube, no sábado.

O dirigente ainda fez um pedido de desculpas ao ex-craque.

Ivan, O Terrível, será o entrevistado de hoje do programa Esporte Fino, da 96 FM.

O Esporte Fino, que também terá o ex-zagueiro Pantera, começa às 20h30 e vai até às 21h30.



América vai ter que pagar R$ 85 mil ao goleiro Rodolpho

Edmo Sinedino,

Mais um prejuízo causado por “bonzinhos”.

O goleiro Rodolpho já foi, um dia, o queridinho de dirigentes e de parte da torcida do América.

Depois de dispensado, o atleta entrou com uma ação trabalhista contra ao clube por diferenças de pagamentos recebidos – férias, gratificações e FGTS.

O América havia pago tudo isso sobre salários de apenas R$ 3000,00, o que não era o que ele recebia realmente.

As cópias de cheques de salários de R$ 10.500 e de R$ 12.500 referentes aos dois períodos contratuais serviram de prova.

O clube não conseguiu comprovar os vencimentos apresentados e perdeu a causa.

Acordo

O atleta e o América-RN fecharam um acordo para encerrar uma ação trabalhista. A audiência foi presidida pelo juiz Zéu Palmeira Sobriho, titular da 10ª Vara do Trabalho de Natal.

O acertado é que o América pague R$ 85 mil ao atleta, valor dividido em seis parcelas, sendo a primeira de R$ 24 mil, agora em junho, e mais quatro parcelas de R$ 9.500.

Tudo registrado no site do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região.

Mais um caso para servir de exemplo para os nossos dirigentes.


9301-9320 de 9842