Natal recebe primeira competição de volei do país liberada para o público

Edmo Sinedino,

Natal recebe primeira competição de volei do país com público, desde o início da pandemia

Unimed/Aero é um dos potiguares na Superliga C, que vai trazer grandes nomes do volei à capital potiguar

Começa nesta terça-feira (13) e  vai até sábado (17), uma das etapas regionais da Superliga C de volei masculino. A competição acontece no ginásio do Sesi, e marca a volta do público às competições esportivas. Uma força a mais para o time Unimed/Aero. “A gente vai jogar em casa, com o apoio de família, patrocinadores, do pessoal que esteve todo dia com a gente durante o período de preparação. A vibração do ginásio vai fazer toda a diferença”, comemora Italo Barbosa, levantador e capitão do time.

A disputa marca também o retorno das competições de quadra organizadas pela CBV – Confederação Brasileira de Voleibol. Tudo cercado de muitos cuidados e regras. “Além dos participantes, árbitros e organização, terão acesso ao ginásio os convidados da Federação de Voleibol do RN, e com limitação de 30% da capacidade do local”, explica Igor Ribeiro Dantas, presidente da FNV.

O ginásio do Sesi Clube foi todo sinalizado para garantir o distanciamento social e a segurança de todos. Além disso, os organizadores se comprometeram a seguir um rígido protocolo de biossegurança, que inclui a disponibilização de álcool gel 70% em locais de fácil acesso, aferição de temperatura dos presentes, uso obrigatório de máscaras, higienização e desinfecção constante do ambiente e equipamentos de contato, entre outras medidas.

Entre os convidados da Federação, estão dois grandes nomes do voleibol brasileiro: Radamés Lattari, diretor executivo da CBV; e Renan Dal Zotto, um dos maiores jogadores de todos os tempos e atual treinador da seleção brasileira adulta masculina. A presença dos dois mostra a importância que o volei do Nordeste vem ganhando.

A etapa Natal tem 7 times, todos do Nordeste. Apenas o campeão garante o acesso à Superliga B 2021. “Voltamos a movimentar o voleibol adulto no Estado de uma forma fantástica. Trouxemos atletas experientes, de Estados como São Paulo, Minas, Paraná. Mas não queremos contar com sorte. Treinamos muito e confiamos que o trabalho vai culminar num grande resultado”, diz Carlos Eduardo Pessoa, técnico do Unimed/Aero.

Superliga C de Volei Masculino
Ginásio do Sesi Clube

RODADA DE ESTREIA, 13/10

15h – Volei Unip/Fortaleza (CE) x Sport Club do Recife (PE)
17h – Desportivo Rio Grande-APAB (RN) x Santa Cruz Volei Clube (PE)
19h – Clube do Volei Multisports (CE) x Nosso Clube/SRV (PE)

PS: Unimed/Aero, nosso outro representante, estreia na quarta-feira (14).



América treina duro visando compromisso contra o Guarany de Sobral

Edmo Sinedino,

arenasmeca_09O trabalho do América pegou embalo? Acho que sim. Por isso, agora, o objetivo principal continua sendo uma das quatro vagas ao final das 14 rodadas, mas não custa nada lutar para se manter em primeiro lugar.

O América tem oito pontos, mesma soma do Floresta, que recebe o Globo, e do Salgueiro, que duela fora contra o Campinense, mas tem um jogo a menos. Por isso, fundamental se torna somar mais essa vitória dentro de seus domínios.

Veja abaixo:
De olho na manutenção da liderança do Grupo A3 do Brasileirão, o comandante Paulinho Kobayashi  trabalhou a equipe técnico e taticamente na Arena América, na tarde desta segunda (12).

A movimentação e posse de bola foram praticadas na primeira parte do treino. Depois, os atletas fizeram um trabalho tático em campo reduzido.

Nesta terca-feira (13) os rubros realizarão o último treino antes do jogo contra o Guarany (CE) e em seguida, iniciarão o regime de concentração.

Foto: Canindé Pereira/AFC

Informações em itálico/AFC


ABC oficializa a contratação do já anunciado meia Héricles

Edmo Sinedino,

AoficialHe_09A diretoria oficializou nesta segunda-feira (12), a contratação do meia-atacante Héricles, que chega por empréstimo da equipe do Retrô/PE. O jogador assinou o contrato e fechou até o final da disputa da Série D.

A notícia já havia sido divulgada, inclusive vi vídeos do jogador, bom meia canhoto, habilidoso, mas sempre fica a desconfiança, pois normalmente jogadores com essa característica participam menos do jogo, têm menos intensidade, basta ver o exemplo de Ganso, Rafael Veiga, Thiago Neves, entre outros.

O ABC precisa urgente de boas peças de reposição. O treinador Francisco Diá enfrentou problemas nas últimas duas partidas. Se faz urgente também a contratação de um centroavante que possa ser referência.


Atlético Mineiro se mantém na liderança; Corinthians se complica

Edmo Sinedino,

 A rodada do Brasileiro. Ontem, nem comentei, muita coisa acumulada, preferi dar destaque ao nosso futebol. O Flamengo bateu o Vasco de virada. Mesmo levando em consideração os desfalques, e tudo, devo dizer que o rubro-negro não é sombra da equipe do ano passado. Quem sabe ainda se ajuste mais um pouco.

No clássico, o São Paulo bateu o Palmeiras de Luxemburgo de 2 a 0, quebrando um tabu que durava oito jogos, pela primeira vez o tricolor triunfou sobre o rival em seu campo. Bom para Diniz, ruim para Luxemba.

O Fortaleza conseguiu manter a invencibilidade, agora são oito jogos, cinco empates e três vitórias, ao ficar no zero diante do Coritiba, no Couto Pereira, por, talvez, possa ser considerado um bom resultado. Primeiro tempo de um, Fortaleza, segundo tempo do outro, Coxa. Ataques desperdiçaram boas chances, tudo igual, sem gols.

Ainda no sábado, dificilmente veríamos um filme diferente, jogando em casa, o Galo passou fácil pelo Goiás, 3 a 0, somando agora 30 pontos e se mantendo na liderança isolada do Brasileiro.

No domingo, o Fluminense, com um gol de pênalti, revisado pelo VAR, bateu o Bahia de 1 a 0, gol de Nenê. O treinador Mano Menezes reclamou muito da arbitragem, assim como seus jogadores.

O Santos venceu o Grêmio na Vila com dois gols de pênalti, ambos cobrados pelo destaque do time, o atacante Marinho. Diego Souza descontou para o Imortal.

Numa partida em que esteve com um homem a menos desde os sete minutos do segundo tempo, o Botafogo venceu o Sport de Recife, na Ilha, confirmando o que parece ser o início de boa recuperação. Honda e Caio Alexandre marcaram para o Fogão,  Thiago Neves descontou.

O Atlético de Wagner Mancini (deve acertar com o Corinthians), que considero um dos melhores treinadores do Brasil, após sequência ruim de cinco jogos, voltou a vencer. 2 a 1 sobre o Bragantino, atuando em seus domínios. Janderson e Matheusinho, nos acréscimos, marcaram para o Dragão, Claudinho descontou para o Massa Bruta.

O Inter venceu, às duras penas, passando sufoco até o final, a equipe do Athletico/PR, 2 a 1, gols  de Thiago Galhardo e Abel Hernandéz. Renato Kayzer descontou. A maior figura em campo foi o goleiro Marcelo Lomba.

Em falhas dos goleiros, Pras no primeiro tempo, gol de Leo Natel,  Cássio no segundo tempo, cometendo pênalti após saída errada, além do gol contra do zagueiro Gil, o Timão perdeu para Ceará de 2 a1, vê sua situação se complicar chegando perto da zona de rebaixamento.

Atlético Mineiro, Internacional, Flamengo e São Paulo são os quatro primeiros. Fluminense e Santos completam a zona de Libertadores. Na zona de degola, Bahia, Coritiba, Bragantino e Goiás.



Desfalcado de jogadores de criação, ABC fica no empate diante do Potiguar

Edmo Sinedino,


O ABC ficou no empate sem gols diante do Potiguar, no duelo realizado na tarde deste domingo, no estádio Barrettão, mando do time de Mossoró, já que o Nogueirão está interditado por ação da Justiça. Com o resultado o alvinegro de Natal chega a nove ponto e se mantém na liderança do Grupo 4. O Time Macho permanece na quinta posição, agora com seis pontos.

Ficou evidente que o ABC sentiu, e muito, a ausência de seus principais criadores - Jailson, negociado, João Paulo, suspenso, e Berguinho, machucado. O poder de criação da equipe caiu muito e ficou na dependência de Lelê e dos volantes Valderrama e Tibiri, que saem um pouco mais para o jogo. Isso, evidente, comprometeu também a passagem dos alas.

As bolas chegaram pouco trabalhadas na frente e o ataque formado pela dupla Hiago e Kesley não mostrou competência. No segundo tempo, Francisco Diá fez entrar Ivanaldo, meia, para dar mais qualidade ao meio-campo, no lugar de Bruno Souza, além de trocar a dupla da frente, entraram Felipe Alves e Thyago, no entanto, nada aconteceu.

As melhores situações de gols foram criadas pelo ABC, em jogadas individuais, uma delas do zagueiro Vinícius Leandro, em outra o Ivanaldo, mas foi muito pouco.

O técnico Francisco Diá admitiu que a equipe não rendeu o esperado:  "ABC não foi bem. No primeiro tempo, o adversaíro congestionava o meio-campo e marcava a passagem dos alas bem atrás. O nosso time, sem criatividade, pouco fez. No segundo tempo melhorou, mas não o bastante, ainda conseguimos criar duas boas oportunidades de gols, e foi só", disse

O treinador falou sobre a perda de peças. "Ah, o time sentiu demais as ausências de João Paulo e Berguinho, sem falar em Jailson e Paulo Sérgio, quando a gente conseguia criar uma verdadeira avalanche. Vamos vez contra o Coruripe, se conseguimos melhorar com a volta do dois dois - JP e Berg", encerrou.

O ABC jogou com Rafael, Pedro Costa, Richardson, Vinicius Leandro e Dieyson; Sousa Tibiri, Valderrama, Bruno Souza (Ivanaldo) e Lelê; Hiago (Felipe Alves) e Kesley (Thyago).


O destino do JL - especial de domingo

Edmo Sinedino,


jlcem123_09Todas as mazelas, todos os prejuízos, clubes que abandonaram o Estadual, alguns deles tradicionalíssimos, como Coríntians de Caicó, Santa Cruz e Potyguar de Currais, grandes cidades hoje sem representatividade, o futebol do RN, equipes de tradição nacional como ABC e América, no fundo do poço de uma quarta divisão, e um outro centenário - Alecrim - amargando a segunda divisão de nosso Estadual, resistindo ao desaparecimento completo graças a ação de abnegados torcedores, e tudo de ruim que testemunhamos tem um nome, um responsável: José Vanildo da Silva, presidente da FNF, contando, evidentemente, com a omissão, não sei se deveria dizer submissão, de nossos dirigentes.

Essa semana a última pá de cal. A porrada que levamos, saudosistas, amantes do futebol, defensores da memória desse esportes, a perda do JL - Estádio Juvenal Lamartine- que, tudo indica, não vai chegar ao seu centenário em 2028, antes disso, provavelmente, dependendo de interesses, pode ter um destino muito diferente para o qual foi construído por sonhadores amantes do esporte.

Por culpa do abandono do presidente da FNF, José Vanildo, a Justiça devolveu a praça ao Governo do Estado, definindo a disputa que se arrastava na Justiça. Antes, o presidente da FNF, ao seu estilo, lançou mais um "balão de ensaio", reapresentando um projeto de modernização da praça que ele queria fosse bancado pelos poderes constituídos. Nada conseguiu.

O estadinho do Tirol foi abandonado por ele, que deixou o lixo tomar conta das dependências, tirou a administração das salas amplas, adequadas e lugar de livre e fácil acesso aos dirigentes e desportistas, mudando-se para o esconderijo de uma sede de aluguel. Certamente, a medida, de caso pensado, já foi feita para que a entidade perdesse o foco, deixasse de ser visitada por desportistas e imprensa de um modo geral.

O projeto de revitalização nunca foi devidamente apresentado, nem tenho informações de que o mandatário tenha realmente se empenhado em sua realização, se resumindo a sentar em sua cadeira de presidente e desfiar suas queixas aos seus amigos da imprensa.

Dias desses fiz uma matéria mostrando os escombros do JL, sim, pois nossa primeira praça de esporte mais parece construções atingidas por uma verdadeira guerra. No entanto, penso, é assim que os dirigentes de nosso futebol  que o mantém no cargo, vejam só, até 2022, querem. Nem sei como o futebol do RN vai chegar no fim da gestão de José Vanildo, e nem se ele não apronta um golpe para permanecer.

Espero que o Governo do Estado (sem muita esperança) cuide de nosso estádio melhor que a FNF. Mas não duvido, acreditem, que vamos ter uma praça, ou sei lá o que, um lugar para a elite de Natal fazer caminhada, e pior: de repente pode surgir uma permuta de "migué" por hospital ou coisa que o valha e no espaço (cobiçadíssimo pelas construtoras) não seja erguido mais um condomínio de alto luxo.


Edson vai jogar na Arábia Saudita e negócio rende 300 mil dólares para o Atlético/GO

Edmo Sinedino,


edsonAt_09Edson, cria do ABC, aceita proposta do Al-Qadsiah, da Arábia Saudita, salarão, sossego de aposentadoria quando chegar a hora. Mais um tapa de luva para um treinador que queria vê-lo dispensado.

Tapa de luva, doída, no rosto de dirigentes de nosso alvinegro. O negócio vai render U$ 300 mil aos cofres do Atlético/GO, algo em torno de R$ 1,6 milhão.

Vale lembrar. Vale sim. Tinha um treinador, muito festejado no ABC, que enganou por aqui clubes por muito tempo, terra de cego...que dizia que o volante Edson, zagueiro, na época, deveria ser dispensando, pois nem para emprestar servia.

Edson foi ficando, passando humilhações. Um patife empresário de futebol, depois envolvido em falcatruas, chegou a declarar que "o ABC devia mandar esse Edson embora, o cara não sabe nem andar".

Edson foi ficando e suportando tudo, trabalhando bastante. Teve algumas chances com alguns outros, mas nunca se firmou, até que Givanildo Oliveira, o Marreco, descobriu que ele ia bem de volante.

Edson foi ficando. Em 2013, jogou muita bola, fazendo parte daquele time que operou um milagre e salvou o ABC do rebaixamento. Mesmo sem o reconhecimento da imprensa local, que só tinha olhos Giovanne Augusto,  Júnior Timbó (jogaram muito) e até para o fraco Gilmar, Edson brilhou.

Chegou o fim da Série B. Finalizou o contrato de Edson, acreditem, o ABC não renovou e perdeu os direitos federativos de sua cria para o BMG.

Castigo. Edson jogou no São Bernardo/SP,  brilhou no Fluminense, onde marcou dez gols, foi injustiçado por um treinador safado, perdeu espaço, mudou para o Bahia, sempre bem, 56 jogos, quatro gols, depois Ponte Preta, 37 jogos, três gols, e agora Atlético/GO, um gol e foi capitão em algumas equipes.

Vamos somando aí mais essa. Quanto o ABC já perdeu, nos últimos tempos - Rodriguinho, Wallyson, Edson, Fessin, Matheus Matias, Tonhão, Ayrton Lucas, sem falar os que a gente nem fica sabendo.



O terceiro zagueiro em campo após o segundo gol

Edmo Sinedino,

abkoba_09Certas coisas no futebol, nunca vou entender e quando acontecem, se repetem, nunca deixo de criticar, caso contrário me sentiria omisso. Hoje, me chamou a atenção uma mexida do treinador do América, Paulinho Kobayashi.

Gente, bastou o América marcar o segundo e ele sacou um meia de ligação, bom jogador, para fazer entrar um zagueiro, passando a atuar no esquema, para mim, ultrapassado, de 3-5-2. Dessa vez não houve castigo. O Globo estava muito mal.

Não, não estou tirando o mérito da vitória do América ao dizer que o Globo foi mal, não. Só que, 2 a 0, mandando na partida, qual a necessidade de mais um zagueiro? Para soltar mais os alas? Mas não é para isso que o time entra com com dois volantes que marcam?

Porquê o América melhorou nos últimos jogos? Simples: joga com dois volantes de bom passe, e de saída, e dois meias. Completando o acerto dois atacantes, um que anda pelos lados do campo e o homem de área. Simples assim.

Com César Sampaio, com Leandro Melo (que já saiu), com outro volantão lento e pesado que tinha, evidente, residiam os problemas de falta de chega da time rubro. Não precisa de um terceiro zagueiro, talvez, sim, mais gente para fazer a bola chegar na frente e marcar mais gols.  O jogo oferecia.

*Foto: Canindé Pereira/AFC


América joga bem, vence o Globo e assume liderança do Grupo 3

Edmo Sinedino,

a3meca_09América conseguiu sua segunda vitória na Série D do Brasileiro, tomando a posição de liderança do Globo, mesmo que possa ser momentânea. Augusto e Wallace Pernambucano, um gol em cada tempo, marcaram para o time rubro que dominou quase toda a partida. A equipe de Renatinho Potiguar não foi sombra do bom rendimento dos últimos jogos.

No primeiro tempo, sem correr riscos, o América começou a partida tomando as principais ações de ataque e anulando, completamente, as jogadas de criatividade do Águia. O mandante parecia ser o time de Paulinho Kobayashi.

 O gol de Augusto, aos 15 minutos, confirmava a supremacia americana. Antes, com Rondinelly e Ewerton Silva o rubro já merecia ter marcado. Depois do gol, com Wallace Pernambucano, cabeçada na trave, teve outro ótimo momento.

No segundo tempo, quase nada de positivo tinha acontecido ainda, até o gol de Wallace Pernambucano, aos 17. Só confirmava o domínio do América e completa passividade do Globo, diferente, apático e sem poder de reação.

Depois do gol, o que me pareceu absurdo e nunca vou entender, Kobayashi tira um meia de criação-Anderson Paraíba - e coloca em campo mais um zagueiro - Alisson Brand -, passa a jogar no 3-5-2. Dessa vez, sorte dele, não teve castigo.

Pelo lado do Globo, Renatinho tentou fazer seu time "andar", trocou mais peças, mas nada aconteceu. Não era dia de Globo. O time não chegou nenhuma vez em situação real de ataque. Pelo lado do América, com Rondinelly, destaque do jogo, e Dione, que havia entrada, mais duas chances claras de gols.

Final da partida, América venceu, 2 a 0, passando a liderar, de forma momentânea, o grupo, com oito pontos. O Globo caiu para a terceira posição se mantendo com sete.

O América voltará a campo na próxima quarta (14), às 15h30, para enfrentar o Guarany de Sobral (CE), na Arena das Dunas. Enquanto que o Globo encara fora de casa a equipe do Floresta (CE).

*Foto: Canindé Pereira/AFC


Série D: a bola vai rolar neste sábado e domingo no Estádio Barrettão, em Ceará-Mirim

Edmo Sinedino,

Na tarde desta sexta-feira (9), o treinador Francisco Diá comandou um coletivo tático com o grupo encerrando os preparativos para a partida de domingo que, mudou de endereço, será no Barrettão, em Ceará-Mirim, às 15h30, mudança definida pela CBF depois que o Nogueirão foi interditado.

O técnico Francisco Diá não vai contar com o meia João Paulo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Pelo lado do Time Macho, o técnico João Paulo conta com sua força máxima e busca sua segunda vitória na competição.

A justiça negou nesta sexta-feira, 09, o agravo solicitado pelo Alvirrubro e LDM para liberação do estádio Nogueirão. Sendo assim, os próximos 2 jogos da equipe de Mossoró, contra o ABC (11/10/2020), e Jaciobá na (14/11/2020), ás 15h30min, serão disputados no Barretão, ambos ás 15h30, em Ceará-Mirim/RN.
---------
Neste sábado, também no Barrettão, Globo x América, outro duelo entre potiguares, marcado para às 15h30. O time de Ceará lidera seu grupo, enquanto o rubro, que vem de vitória, ocupa a quarta posição.

Na manhã desta sexta-feira (9) o Alvirrubro finalizou a preparação para o duelo contra o Globo e o técnico Paulinho Kobayashi destacou, em entrevista, a importância da vitória sobre a equipe que vem liderando o grupo. O volante Xaves, que já trabalhou com o treinador no Imperatriz, pode fazer sua estreia.

Pelo lado do Globo, o mistério de sempre no seu departamento de comunicação. Mas o time deve ser o mesmo que enfrentou o Salgueiro, no empate de 0 a 0 e o treinador Renatinho Potiguar espera repetir o bom desempenho.

A diretoria do Globo acertou a contratação de mais um reforço para a sequência do Campeonato Brasileiro, o atacante Marcelinho que possui passagens pelo futebol paulista e pelo futebol maltês. O atleta deve estrear na próxima rodada.



Seleção: basta uma goleada contra um "pato morto" para que o oba-oba recomece

Edmo Sinedino,

fimdejo_09Nunca muda. O time de Galvão Bueno e companhia vive de engodo. Quer dizer, eles tentando, como sempre, iludir o torcedor do Brasil. Não conseguem. Duvido que alguém acredite, faça uma aposta real na conquista de uma Copa do Mundo pelo time comandado por Tite.

Nesta sexta-feira, largada da Eliminatórias, o recomeço das tentativas. O Brasil venceu de 5 a 0. Para eles, show de bola, todo mundo jogou bem, confetes e confetes. Ilusão, até mesmo nessa fraca competição classificatória o Brasil vai enfrentar dificuldades, claro, pois vai continuar insistindo com jogadores que já provaram que não têm talento e nem mesmo espírito de seleção.

Não dá para ver o treinador insistir com Roberto Firmino, Danilo ou Phellipe Coutinho, por exemplo, e nem aceitar as "invenções", novidades de Tite a casa convocação dependendo do diz a imprensa da Europa. Desta vez ele inventou o Douglas Luiz, um jogador comum que, se estivesse atuando no Brasil nunca seria lembrado.

Uma partida de classificatória, em casa, contra uma Bolíva, eu escrevi textos parecidos antes da Copa de 2014, antes de 2018. Testes, testes, jovens reais valores tendo oportunidades, não importando se eles atuam no Brasil ou no exterior. No caso de agora, jogadores com Gabriel Menino, Patrick de Paula, Gerson, Bruno Henrique, Pedro, Vinícius Júnior, por que não Thales Magno, Caio Jorge, Gabriel Verón, já deveriam fazer parte do grupo.

O Brasil demora demais a aproveitar seus meninos. Duvido que isso aconteça em outras seleções. Não entendo essa repetição absurda de atletas que, em competições passadas já mostraram seus limites, onde não deveria haver e provocaram desilusões, parece, já esquecidas, como a partida eliminatória contra uma, arrumada, é bem verdade, mas comum Bélgica.

Fundamental que talentos raros como Marcelo, Thiago Silva, Casemiro e Neymar sejam mantidos, todos eles, como uma grande base, a chamada "espinha dorsal" suportando a carga emocional e fazendo os meninos começarem a brilhar. Receita antiga que anda em desuso no proceder dos treinadores modernos de invenções tolas, como se, para jogar futebol, o talento não fizesse mais a diferença.

O Brasil não precisa de jogadores para brilhar em partidas contra uma pobre Bolívia, não, precisamos de jogadores que sejam os mesmos, mantenham o mesmo nível elevado de rendimento mesmo quando o adversário é Argentina, Alemanha, e tanto faz que o jogo seja amistoso ou em final de Copa do Mundo.

 Esses "talentos" de Tite eu já sei o limite, infelizmente, a imprensa do Brasil, quase todo mundo, esquece, basta que aconteça uma goleada contra um "pato morto" para que o oba-oba recomece.

*Foto: twitter oficial da CBF


A nota de José Vanildo sobre o JL. Seria cômico se não fosse trágico

Edmo Sinedino,

jlabandono_09Seria cômico, se não fosse trágico. Vocês já ouviram isso mil vezes, eu sei, mas não posso deixar de repetir essa frase vendo a "nota à população" da FNF, publicada na última quarta-feira (6) sobre o caso JL. Incrível como as pessoas pensam que fazem os outros de idiota, né não?

José Vanildo é o único culpado pelo absurdo risco que corremos de perder nosso berço do futebol, mas tenta sair pela tangente, e ainda posa como se estivesse preocupado e lutando pelo nosso estadinho do Tirol.

Me respondam uma simples pergunta: quem abandonou o JL e condenou à deterioração e depósito de lixo? Todos sabem a resposta.

jlabandono2_09

Vejam a nota abaixo:

Nota à população sobre Estádio Juvenal Lamartine

A Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol (FNF) recebeu com surpresa, na manhã desta quarta-feira (30), a notícia de que a Justiça havia proferido decisão em ação judicial conferindo ao Estado do Rio Grande do Norte a propriedade do Estádio Juvenal Lamartine.

A FNF informa ainda que tão logo seja intimada e tenha conhecimento do inteiro teor da decisão proferida pelo Juízo do primeiro grau, adotará todas as medidas jurídicas cabíveis no sentido de reverter a referida decisão e resguardar o patrimônio que é de todos os clubes filiados.

O Juvenal Lamartine está localizado na região mais nobre da cidade e a Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol tem convicção de sua importância e dos interesses imobiliários que circundam a área. Vale lembrar que a praça esportiva é a que ais recebe jogos no Rio Grande do Norte, só no ano de 2020 foram mais de 140 partidas disputadas no estádio. A FNF é contra que o estádio, que tem quase 100 anos de existência e que hoje serve à pratica do esporte, sediando competições como os campeonatos de base disputados pelos clubes de futebol do RN, tenha qualquer outro tipo de destinação ou sirva de elemento para especulação imobiliária, fazendo o alerta da existência de um processo de tombamento da área, cujo o trânsito em julgado já foi certificado pelo Poder Judiciário.

Além das medidas jurídicas cabíveis, a FNF irá até a governadora do Estado por acreditar no seu elevado espírito público e esportivo demonstrado, para mostrar a gravidade desse fato e os prejuízos que essa decisão irá causar ao esporte do RN. Tendo sido o Governo do Estado cientificado, recentemente, acerca dos projetos que a FNF está desenvolvendo, através de parcerias, para a recuperação e plena utilização do estádio Juvenal Lamartine para a prática do futebol.

*Fotos: as duas fotos, feitas por mim, retratam bem como José Vanildo tem "cuidado" do JL (Pode ser que, após minhas publicações, algumas vezes,  ele tenha feito algo, não sei, não tive mais acesso ao estádio.


O esporte precisa de uma política de gestão, novidades e mudanças profundas

Edmo Sinedino,

cezinha123_09Quem tem proposta concreta para o esporte merece meu registro. Afinal, cobro sempre, e já tem muitos anos, mais representatividade no esporte em nossas casas legislativas, quase nunca vejo nada. O esporte de Natal e do RN precisa de uma política de gestão, definida, organizada e não só eventos sazonais.

Vej abaixo a proposta do candidato:

Cezinha Nunes defende a regulamentação do Programa Bolsa-Atleta Municipal

A falta de políticas públicas para o esporte de Natal é uma das principais preocupações do candidato a vereador Cezinha Nunes (PCdoB). Uma de suas promessas de campanha é regulamentar e sancionar o Projeto de Lei 089/2017 do Programa Bolsa-Atleta Municipal, aprovado em agosto de 2017 pela Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final. "Como pode um projeto que vai dar oportunidades aos jovens natalenses estar parado há três anos, isso é um total descaso com a sociedade e prometo trabalhar para que o Bolsa-Atleta seja instalado no nosso município", disse Cezinha.

De acordo com o candidato está na hora de criar políticas públicas que incentivem o esporte estudantil, olímpico e paralímpico, criando mecanismos que subsidiem todas as modalidades. "Precisamos urgente de uma política de apoio aos nossos atletas para que se dediquem com exclusividade ao treinamento e às competições locais, nacionais e internacionais, por meio de transferência direta de recursos financeiros aos contemplados, pois entendo que o poder público precisa encarar o esporte com olhar extremamente profissional", revelou.

Para Cezinha a regulamentação da Bolsa-Atleta Municipal deve oferecer o auxílio em valor a ser estipulado para jovens com idade mínima de 14 anos para a obtenção da Bolsa-Atleta Nacional, Atleta Internacional e Atleta Olímpico e Paraolímpico, e possuir idade mínima de 12 anos e máxima de 16 anos para a obtenção da Bolsa-Atleta Estudantil, além de estar vinculado a alguma entidade de prática desportiva e matriculado em instituição de ensino pública ou privada.

É conveniente ressaltar, no entanto, que o esporte de Natal ainda carece de uma lei de incentivo fiscal mais completa. "Foi apresentando nos últimos dias uma lei de incentivo ao esporte, mas de forma incompleta, dificultando o investimento por parte da iniciativa privada e poder público. "Essa lei só vai funcionar quando criarmos o Conselho Municipal do Esporte, o Fundo Municipal do Esporte, o cadastro e a seleção dos projetos", explica Cezinha.

*Assessoria do candidato


E o América anuncia mais um reforço: o volante Xaves

Edmo Sinedino,

xaves123_098Fico curioso com a "explicação" que acompanha cada nova contratação do América. Lógico que isso se dá, orientação da direção, por conta do amontoado de jogadores trazidos por Roberto Fernandes e Fabiano Melo nos últimos dois meses. Um absurdo!

Nesta quinta-feira, mais um volante chega para compor o elenco do treinador Paulinho Kobayashi.

Veja abaixo:

Com desfalques importantes principalmente no meio de campo, a diretoria rubra segue reforçando o elenco e o volante Xaves fortalece o Mecão no restante da temporada. O atleta se apresentou e iniciou os trabalhos no CT.

FICHA TÉCNICA
Nome completo: Clennyson Silva do Nascimento (Xaves)
Data de nascimento: 27/02/1986 (34 anos)
Naturalidade: Balsas (MA)

Peso/altura: 73kg/1,74cm
Posição: Volante
Clubes por onde passou: Paraná (PR), Athletico Paranaense, Atlético (MG), Ipatinga (MG), Ituano (SP), Avaí (SC), Boavista (RJ), Duque de Caxias (RJ), Ponte Preta (SP), Ceará, Comercial (SP), Tombense (MG), Votuporanguense (SP), Botafogo (PB), Cascavel (PR), Imperial (PR), Imperatriz (MA) e Remo (PA).


Fotos: Canindé Pereira/América FC

Caso João Paulo tem reviravolta; Botafogo não paga multa e atleta deve permanecer no ABC

Edmo Sinedino,

Reviravolta no caso João Paulo. Espero que não aconteça outra. O meia não deve deixar o ABC. O Botafogo da Paraíba não depositou o valor estipulado para a multa rescisória e o atleta permanece no alvinegro natalense.

A princípio havia informação de que essa multa seria de R$ 50 mil reais, mas, a correção, esse valor se o atleta estivesse saindo para outra equipe da Série D. Como o Belo está na terceira divisão, o valor dobra. Não houve acordo, pelo menos até agora. JP fica.

O ABC encerra os preparativos nesta sexta-feira visando a partida contra o Potiguar de Mossoró, neste domingo (partida ainda não tem local definido, o que deve acontecer nesta sexta-feira, 9). O treinador Francisco Diá não vai poder contar com João Paulo, suspenso com terceiro cartão amarelo.

Potiguar protesta
A assessoria jurídica do Potiguar de Mossoró protocolou um Agravo de Instrumento contra a decisão do Ministério Público que interditou o estádio Nogueirão. O clube cogita até mesmo tomar a decisão de deixar de disputar a Série D do Brasileiro, o que imagino seria o fim de mais um representante do futebol da região Oeste, pois a punição da CBF certamente seria exemplar, como sempre acontece contra os considerados pequenos, por eles, claro.

Na minha opinião, acho um absurdo essa interdição, pois basta dar uma olhada nos estádio que nossos clubes estão jogando para constatar que o Nogueirão pode, tranquilamente, sediar jogos, ainda mais quando não temos públicos nos estádios.


Felipe Melo até quando?

Edmo Sinedino,

Vendo os lances de Botafogo 2 x 1 Palmeiras fico me perguntando por quanto tempo ainda Wanderley Luxemburgo vai manter no time o Felipe Melo, o "zagueiro que observa". Já prestaram a atenção? Todos os lances ele chega atrasado e só observa. Depois, dá bronca nos companheiros.

Ele complicava no meio-campo, o jogo com ele saía lento, só cometia faltas, também chegando atrasado. Luxa colocou os meninos, o time verde cresceu, mas aí o Felipe Melo começa a comprometer lá atrás.

Ao que parece, os rivais descobriram o mapa da mina. Acredite ou não esse jogador representante do anti-jogo, dentro e fora de campo, ganha salários de R$ 800 mil. O mais incrível de tudo isso é que esse cara quando começou era um meia de toques refinados. Como alguém pode mudar tanto, e para pior?

A vitória do Botafogo, ontem, não foi injusta, muito pelo contrário. Vacilou quando vencia de 2 a 0, pois abdicou de jogar e quase toma o castigo. Mas quando as coisas estão para dar certo não tem jeito. Até o "mão de alface" Diego Cavalieri apareceu para pegar o pênalti, mal batido, mas penal.

No complemento da rodada 14, Athletico/PR 0 x 0 Ceará. Com esse resultado, o Botafogo voltou para a zona de rebaixamento. Na outra partida, Bragantino 0 x 2 Internacional. Colorado toma a vice-liderança do Flamengo e o Massa Bruta da Red Bull continua no Z4, e muito mal.


Na torcida pelo sucesso de Gabriel Veron

Edmo Sinedino,


O técnico André Jardine, da seleção brasileira sub-20, divulgou nesta noite de terça-feira a lista da primeira convocação da categoria em 2020. São 23 nomes que vão se reunir em Itu, interior de São Paulo, entre os dias 21 e 31 de outubro.  Entres os convocados, o potiguar Gabriel Veron. O Craque do Mundial Sub-17 vai disputar a Sul americaca Sub 20 e, claro, começar a segurar sua vaga para o Mundial e, quem sabe, Olimpíada de Tókio.

ABC perde na Copa do Brasil
Ainda de nossas categorias de base, a má notícia da desclassificação do ABC. A equipe fez sua estreia e despedida na Copa do Brasil Sub 20, perdendo para o Galvez, do Acre, 1 a 0, placar final. O ABC jogou com : Artur, Alisson Baba, Ryan, Yan, Marquinhos, Maranhão, Erick, Tiago Puridade, Sylas, Alisson, Walley. Treinador: Gilmar Oliveira. Comptição de um jogo só. Absurdo!

Paraibano
O Olympique de Marseille  elvou o atacante Luis Henrique, do Botafogo. Ele assinou um contrato válido até junho de 2025. Aos 18 anos de idade, o jogador nascido em João Pessoa, na Paraíba, chegou com moral ao time do sul da França, onde vestirá a camisa 11 e já figurou no banco de reservas. Ele custou 12 milhões de euros (cerca de R$ 77 milhões, pelas cotações atuais) aos cofres do clube europeu. Mais um nordestino no mundo milionário da bola.




Uma rodada em que tudo deu certo para o Flamengo; Botafogo tirou invencibilidade do Palmeiras

Edmo Sinedino,

A vitória, inesperada, do Botafogo sobre o Palmeiras. O triunfo, surpreendente, do Fortaleza sobre o Atlético Mineiro, e da maneira como foi, com um homem a menos desde os 38 do primeiro tempo, resultados que ajudaram o Flamengo a subir para a vice-liderança do Brasileiro, fuçando no cangote do Galo.

O rubro-negro venceu o Sport de 3 a 0, mas ainda pode perder essa posição, já que o Inter vai enfrentar o Bragantino, mas fora de casa. Os outros  cariocas Vasco e Fluminense também entraram em campo. Os da Cruz de Malta tiveram péssimo resultado, caindo para o Bahia em Pituaçu, 3 a 0. O tricolor triunfou sobre o Goiás, em Goiânia, 4 a 2.

Santos e Corinthians ficaram num chocho empate de 1 a 1. São Paulo venceu bem o Atlético de Goiás e aliviou a pressão sobre Diniz. O Grêmio voltou a vencer, 2 a 1 no Coritiba. A rodada se completa nesta quinta, Bragantino x Inter e Athletico/PR x Ceará.


América ainda busca mais quatro reforços

Edmo Sinedino,

luand-09A diretoria rubra, antendendo pedidos do técnico Paulinho Kobayashi, segue em busca de mais reforços para o elenco. Dois atacantes e um volante deverão ser anunciados pelo diretor de futebol, Ricardo Bezerra, por intermédio de sócios-torcedores nas redes sociuais do clube.

O treinador também requisitou mais um ala esquerda. "Não descartamos a vinda de mais um lateral esquerdo desde venha, de fato, somar ao grupo. Assim mais quatro reforços serão incorporados ao nosso elenco considerando que Luanderson já se encontra treinando com o grupo desde a última terça feira (6)", disse o presidente Ricardo Valério.

Com César Sampaio, Wallace Rato e Fabiano entregues ao Departamento Médico e sem previsão de retorno, o técnico Paulinho Kobayashi só conta com Felipe Guedes para a posição e Romarinho. Atletas com carecterísiticas diferentes e com dois cartões amarelos.

Novo reforço para a temporada, anunciado ontem,  o meiocampista Luanderson, de 31 anos, iniciou os trabalhos com o restante do grupo americano.

Quem é?
Luanderson Johnala Marques da Silva (foto) é natural de Belém de São Francisco (PE) e estava no Bnei Sakhnin, de Israel. Antes de se transferir para o o futebol árabe, o atleta esteve no Náutico (PE) onde disputou Campeonato Pernambucano, Copas do Brasil e do Nordeste.

FICHA
Nome completo: Luanderson Johnala Marques da Silva
Data de nascimento: 07/06/1989 (31 anos)
Naturalidade: Belém de São Francisco (PE)
Peso/altura: 76kg/1,87cm
Posição: Volante
Clubes por onde passou: Vitória (BA), Aimoré (RS), Alcanenense-Portugal, São Paulo (RS), Olímpia (SP), São Gabriel (RS), Barra (SC), Almirante Barroso (SC), Marcílio Dias (SC), Avaí (SC), Náutico (PE) e Bnei Sakhnin-Israel.

*Foto: Canindé Pereira/AFC


ABC perde mais um importante jogador. João Paulo deve acertar com o Botafogo/PB

Edmo Sinedino,

Jompalo_09O ABC perde mais um importante jogador. João Paulo deve acertar seu ingresso no Botafogo da Paraíba. O time da estrela vermelha vai pagar a multa rescisória, merrequinha de R$ 50 mil, e pronto. Nem quantos já saíram do time de Francisco Diá. Pelo menos uns dez, titulares absolutos, uns seis, sete - Joécio, Cedric, Wesley, Felipe Manoel, Reginaldo, Jailson, Paulo Sérgio e agora o camisa 10. Sem falar no contundido Wallyson.

Como manter uma equipe rendendo o suficiente para conseguir os resultados que a torcida espera, que a diretoria cobra e imprensa destaca? Diá, técnico, vem fazendo remendos nessa equipe deste o Campeonato Estadual e ainda hoje me pergunto como ele conseguiu conquistar esse título estadual enfrentando tantos problemas?

A pergunta que deve preocupar a torcida de agora em diante: qual vai ser o próximo? Sem falar que os reforços que estão chegando, com todo respeito que eles merecem, sem querer ser leviano em julgar o que não vi, não parecem ter, nem de longe, referências que nos façam acreditar que eles podem ajudar esse time que vinha jogando redondo manter o mesmo nível.,

Kesley, Hyago, mesmo os bons volantes Souza Tibiri e Fabrício Bigode, beneficiados pelos ótimos companheiros de equipe, o entrosamento e o bom momento, não me parecem jogadores que tenham talento para fazer manter o mesmo padrão da equipe, não mesmo. São coadjuvantes. É isso. O ABC está perdendo seus protagonistas.

Senão vejamos: Joécio, o mais regular da defesa. Foi embora. Reginaldo, promessa e arma de ataque. Wesley, vinha empolgando o técnico Diá; Felipe Manoel, cão de guarda; Cedric, volante versátil; Jailson, articulador, craque do campeonato e artilheiro; Paulo Sérgio, artilheiro nato e agora o João, em forma, inteiro, querendo jogar, o craque do time. Concordam? Se dão conta do prejuízo?

Me pergunto: o que a diretoria está fazendo para manter esse time? Não tem dinheiro? Não tem. Mas qual o time que tem, mesmo de outras séries? Para mim, desculpem, faltam habilidade, interesse, diálogo e uma movimentação maior do presidente Bira Rocha e seus assessores mais diretos para encontrar meios de segurar o plantel até o final da Série D.

Me respondam mais uma pergunta, a última: mais tarde, quando o objetivo não for alcançado, vai sobrar cobrança para quem? Todos sabem. Não vão lembrar mais do título, dos problemas enfrentados e resolvidos, vão não, vão xingar de burro, teimoso, inventor e outras coisas, até fazer coro pedindo a saída do mesmo milagreiro, hoje, Francisco Diá. É isso.

Para acabar de completar, encerrar esse texto de lamento, o zagueiro Philipe Maia chegou e antes de assinar contrato já tomou outro destino. Pobre ABC.

PS: meus amigos andei meio ausente aqui no blog por problemas técnicos no computador que trabalho. Ainda não domino escrever sem teclado e o "ratinho" do lado.

*Foto: equipe de comunicação do ABC FC

41-60 de 10800