Flamengo bate o Corinthians de goleada; Internacional assume liderança provisória

Edmo Sinedino,

O Brasileiro da Série A teve sequência hoje e a vitória do Flamengo, 5 a 1, sobre o Corinthians, sem dúvida tem, e merece, o maior destaque. Crítico e cético quanto ao rendimento do time rubro-negro, achei que o primeiro tempo foi muito mal, dos dois lados, e que no segundo tempo o quesito qualidade técnica individual de alguns jogadores da equipe carioca decidiram e explicam o placar elástico.

Claro que as manchetes estão cheias de adjetivos exagerados, isso é absolutamente normal no futebol, mas esperem as próximas rodadas e analisem o rendimento sob o comando de Dome Torrent.

Coitado do Vasco. Oito jogos sem vitória. Esse castigo só pode ser coisa de capetas que passaram para o "outro lado" e perseguem o time. O Inter, novo líder, pelo menos até amanhã, marcou os dois gols no primeiro tempo - Edenilson e Galhardo, artilheiro da competição, de pênalti. Antes da estreia, o Pinto já deve estar sentindo o tamanho da pressão que vai sofrer.

Com treinadores que jogam na retranca não tem jeito, a melhora é só no começo, não passa disso.  É o que aconteceu com o Sport comandado por Jair Ventura. No encontro de dois times em má fase, o dono da casa Bragantino se deu melhor sobre o Leão e venceu por 2 a 0, na noite deste domingo, no Nabi Abi Chedid.

O resultado fez a equipe paulista voltar a vencer após cinco rodadas, ao mesmo tempo em que rendeu a quarta derrota consecutiva para o Leão. Ricardo Ryller e Claudinho marcaram os gols da partida.

Ótima vitória do Fortaleza no seu aniversário de 102 anos. O resultado coloca o Leão na sétima colocação, com 24 pontos, apenas três abaixo do G-4. O bom momento acontece em um período decisivo da temporada: o time faz a final do Campeonato Cearense, contra o Ceará, quarta-feira, às 21h30, no Castelão. No domingo, encara o São Paulo, às 20h30, no Morumbi, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Os gols da vitória de 2 a 0 sobre o Palmeiras foram marcados por David. O time completa dez jogos de invencibilidade, nove do Brasileiro e um da Copa do Brasil.

A rodada se completa nesta segunda-feira, quando se enfrentam Botafogo x Goiás e Bahia x Atlético Mineiro.



ABC e América vencem no encerramento do "primeiro turno" da Série D

Edmo Sinedino,

kesley123_09ABC e América venceram na rodada do Brasileiro da Série D. O time rubro conseguiu sua quarta vitória consecutiva, já o alvinegro, para alívio da torcida, voltou a vencer depois de três jogos sem marcar um gol, dois empates e uma derrota. O Globo empatou com o Campinense, em casa, enquanto o Potiguar de Mossoró foi goleado pelo Itabaiana, lá em Sergipe.

O lado muito positivo na vitória do ABC, magra, apenas 1 a 0, foi o fato da equipe ter voltado, de verdade, a jogar bem. Pelo menos foi o que vi. E o motivo disso ter acontecido é muito simples de entender: as grandes atuações de Berguinho, mesmo tendo perdido chances claras de gol, e João Paulo, que também desperdiçou as suas.

O ABC praticamente mandou a partida inteira, tendo no goleiro Rafael um quase espectador da partida. E mesmo quando atacado, o que raramente acontecia, tirava proveito da subida do adversário e armava contra-ataques rápidos, comandados por Valderrama, Berguinho ou João Paulo.

No primeiro tempo, Kesley e João Paulo tiveram as primeiras oportunidades de marcar, obrigado o goleiro Igor aparecer. Logo aos 19 minutos, o gol de Kesley (foto), um indicativo, pelo volume apresentado, que viria goleada. Berguinho teria a chance mais clara, entrando de cara, tirando do goleiro, mas parando na trave. 

Aconteceram outras situações de gols, mas o primeiro tempo ficou nisso. No segundo tempo, os jogadores do ABC voltaram a perder , diria, gols quase certos, com Berguinho, novamente, Kesley, Héricles e João Paulo, além de um chutaço do volante Wenderson, que entrou bem na partida.

O ABC volta a campo contra o mesmo Frei Paulistano, quarta-feira, às 20h, no estádio Titão.

-------

wallacePP_09

O América venceu o Atlético de Cajazeiras por 2 a 1, mas o domínio do time rubro não foi tão evidente. O Trovão Azul tirava aproveitou do fato de jogar no calor de 37 graus na cidade do sertão paraibano, e teve boas situações de gols e uma boa chance e dominava no primeiro tempo. 

Paulinho Kobayashi entrou com o esquema 3-5-2, o que talvez explique o rendimento abaixo do esperado no começo da partida.

Porém, foi o América abriu o placar em jogada pela direita, Anderson Paraíba lançou Wallace Pernambucano (foto) que foi derrubado pelo goleiro, ele mesmo cobrou e marcou. Pouco depois, novamente pela direita, desta vez com Everton Silva, cruzamento na área, falha do goleiro azulino e lá estava Wallace para fazer o segundo gol.

No segundo tempo, pecado, o América só se defendeu, o que não é boa tática para ninguém. Aos cinco minutos, o treinador tira um criador, Rondinelly para a entrada de um volante lento, o César Sampaio. Aos 18, o Trovão Azul empatou, gol de Bruno.

O ataque do time da casa apresentava um repertório pobre de jogadas, quase sempre apostando no jogo aéreo quase sem risco para a defesa dos visitantes, que facilitou a confirmação da quarta vitória seguida do América na competição e manutenção da liderança.

O jogador Marcelo Henrique acabou expulso na partida e é a baixa para o próximo compromisso, contra o próprio Atlético/PB, quarta-feira, na Arena das Dunas.

O América jogou com Vítor Paiva, Edimar, Marcelo e Brand; Ewerton Silva, Xaves, Renan Luís, Anderson Paraíba e Rondinelly; Augusto e Wallace Pernambucano. Entraram César Samapio, Dione, Elias, Dico e Carlos Renato que em nada alteraram a atuação do time.

--------

Numa partida em que atuou muito abaixo do que vinha apresentando, o Potiguar de Mossoró perdeu de 4 a 1 para o Itabaiana, perdendo o jogo e a chance de figurar na parte de cima da tabela. Carlos Henrique, Caetano, Wilian e Birungueta, tendo Alyson descontado para o time do RN.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira às 15h30, na Arena das Dunas, em Natal, pela 8ª rodada do Grupo 4.O

Potiguar vai disputar neste "segundo turno" vai jogar três vezes em seus domínios - Arena das Dunas ou Barrettão - e quatro como visitante.

-------

Ruim também para o Globo. O time de Ceará- Mirim foi melhor o tempo inteiro que o fraco Campinense, abriu o placar, de pênalti, com Gabriel Silva, desperdiçou outras chances, mas foi castigado no final, o gol de empate foi marcado por Rômulo. A maior chance do jogo foi perdida pelo bom atacante Edson Kappa, cara a cara com o goleiro paraibano, perdeu.

As duas equipes voltam a se enfrentar quarta-feira, às 20h, no estádio Amigão, em Campina Grande.

O Globo fará, no "segundo turno" quatro partida em casa e três fora. Uma dessas fora de casa, sem viagem longa, contra o América, na Arena das Dunas.
*Foto: Rennê Carvalho/ABC FC
*Foto: Canindé Pereira/AFC



O melhor "emprego" do mundo - especial de domingo

Edmo Sinedino,
agrana_09Eu comprei essa cadeira por R$ 150 mil. Na época, apesar de já fazer parte dos esquemas, eu precisei de uma força de um compadre. Pense num investimento seguro. Mas comprar um emprego, um cargo por R$ 150 mil??? Devem me questionar vocês. Inocentes. Em seis meses esse meu investimento rendeu o inimaginável. Agora, pensem aí, tentem somar o quanto eu já não ganhei, mês a mês, em mais de uma década? Não chega a um Messi..., mas.

Claro, cheguei botando banca. Apresentando propostas, disposição de trabalhar, prometendo mundos e fundos - organização, transparência, legitimidade, seriedade e modernidade, vocês sabem né, prometer é a coisa mais fácil do mundo. Disse até, quando penso dá vontade de rir, que iria moralizar e acabar com a corrupção que imperou tantos anos.

Depois foi ter o cuidado de identificar os potenciais parceiros da imprensa (super importante), jogar a isca, muita conversa mole, me fingindo de amigo do peito deste, elogiando a qualidade daquele, inflando o ego do outro, no fim, todos vão cair como patinhos. Alguns por inocência, por acreditar, torcer para que dê certo, outros, ah!, os outros, esse vêm no interesse, "macacos velhos", que sabem das vantagens da "parceria".

Ao longo do tempo, claro, aqueles, os honestos, sonhadores, utópicos,  que acreditavam no meu projeto (projeto, dá vontade de rir de novo dos inocentes!!!) se desencantam. Se desligam mesmo e cobram, se tornam pedras no sapato. Esses me preocupam, me açoitam quase todos os dias, não nego, me fazem ficar furioso muitas e muitas vezes, chego a perder as estribeiras, esculhambo mesmo.

Faço eles saber e tenho a claque na minha sala todo santo dia para me aplaudir e dar risadas das minhas piadas sem graça e até bater palmas de minhas imitações chinfrins, além de se encarregar, eles, de atacar repetidamente meus desafetos. Essa maioria faz o que mando, rezam na minha cartilha e  falam bem da minha gestão todos os dias, basta uma ligação.

Sei, sei, sei, se tivesse uma eleição direta, se fosse o povo que escolhesse eu tava lascado, defenestrado do comando e correndo o risco de ser preso, bastava entrar um camarada arrochado e honesto que fizesse uma devassa nas contas, mas meu cargo, graças, é quase vitalício. Saio quando quiser, boto no meu lugar quem eu confiar e, não duvidem vou continuar mandando e mamando.

O que deu errado até hoje jogo a culpa nos outros - gestores passados, os públicos e gestores particulares que minha entidade comanda, e está tudo bem. Tenho muito mais tempo de mídia. Essa crítica do povão,  a opinião de quem não tem voto, pouco me interessa. Podem me esculhambar nas redes sociais, nem ligo, o importante é que todo mês minha conta está recheada. Pago uns "preguinhos", adoço a boca de minha turma e está tudo bem.

Sim, claro, meu cargo me dar força. Ainda arranco um dinheirinho de "viúvas" fingindo parceria de sucesso, se der errado, repito,  volto a colocar a culpa neles. Consigo parceiros da iniciativa privada, esses também não têm me aperreado pedindo comprovação de aplicação do "investimento", nem mesmo me chateiam quando cobram balancetes mês a mês, e quando irritam, me forçando a imitar os gestores que fazem o dever direitinho, publicando seus balancetes honestos todo mês, me reúno com uma turma boa, publico qualquer coisa, meus parceiros aprovam, minha rapaziada da mídia elogia e está tudo bem de novo.

Meu inimigos me incomodam, sim, reconheço. No entanto, o que eu puder fazer, com quem eu tiver acesso para falar, para tirar, afastar, diminuir o espaço, podem ter certeza, faço na maior, prejudico mesmo e sem pena. Dia desses expulsei um de minha festa, falava mal de mim e queria vir beber de meu uísque? Bebe não, botei pra fora. Foi triste, repercutiu mal, mas fiz e faço de novo. Não quero filho da puta nenhum tendo espaço para meter o pau no meu trabalho. Mas isso pouco se me dá.

Se muito, a turma do contra, da inveja tem esse que expulsei da festa e mais dois ou três. No mais,  calo um aqui, outro acolá, peço a benção a quem ainda pode acreditar na minha honestidade, sim, tem desses também, aí o cara bota uma nota, faz uma matéria eu encho ele de elogios onde vou, reproduzo o que ele disse e ganho mais uma sobrevida entre incautos.

Tá ficando insustentável? Reconheço, tá sim. Onde chego os caras me olham atravessado. Ando com medo de levar vaia em locais de aglomeração que, graças à pandemia, não está tendo.  Cada dia que passa fica mais difícil fingir, vestir a capa de honesto e trabalhador, preocupado com as coisas que são de responsabilidade de minha entidade.Admito, tenho que pensar na sucessão. O bom é que não vou ter que pagar nada, pois vou colocar um amigo, talvez ele até não se incomode se eu continuar a receber dos chefões maiores uma "laminha" por mês.

Aqui pra nós, muito pra nós, nessa altura penso somente é na perda das mordomias, das facilidades, viagens, mulheres, uísques de não sei quantos anos, hotéis de luxo, porque, graças a meu bom Deus deu para juntar um bom dinheirinho.Tudo garantido para o sustento de minhas futuras gerações, além de Aps reformados, carros, muitos, granjas, casas de praia, lanchas quase iates, enfim, uma vida de lorde, garanto a vocês, nem mesmo o "céu" do Senado Federal é melhor que esse meu emprego.

Lá, eles sofrem com o olhão da grande e poderosa mídia, aqui, já coloquei acima, poucos me incomodam, repito e reconheço, mas não tem comparação. Confesso encerrando, queria que esse meu emprego fosse para sempre. Infelizmente, tudo tem começo, meio e fim.




O imprevisível e medíocre Brasileirão

Edmo Sinedino,

Duvido que alguém consiga fazer uma previsão segura do que vai acontecer numa partida de futebol de nossa elite. Se isso normalmente já é missão quase impossível, imaginem agora com esse show de mediocridade.

Esses treinadores mereciam a prisão. Perdoem o exagero, diria a geladeira. Depois do jogão contra o Galo, o Maionese voltou com Fred (que ficou até o final da partida), Nenê e depois Ganso. Resultado, conseguiu empatar aos 45 minutos do segundo tempo. Podem esperar, ainda vão dar o mérito ao ex-Fred por ter dado o passe ao Danilo Barcelos.

O Santos, quinto colocado agora, que deve perder o venezuelano Soteldo, e parece que não tem mais nenhum menino para jogar, bateu o Coritiba de 2 a 1. Kaio Jorge e Soteldo, de pênalti marcaram para o Peixe, Giovanne Augusto, que o dia brilhou no ABC,  descontou.

Os dois atléticos empataram, o Dragão goiano vinha de ótimos resultados, e não deixa de ser um tropeço por ter jogado em casa., 1 a 1. O ex-time de Mancini teve dois jogadores expulsos no primeiro tempo, William Maranhão, aos 18, e Éber, aos 36, e mesmo assim conseguiu abrir o placar com Zé Roberto. Leo Citadini empatou no segundo tempo.

Nas redes sociais a torcida do Furacão chiou. Petraglia, o presidente, que se acha deus, dono e faz tudo, chiou feio acusando a torcida de nada fazer. Todos iguais. Ele disparou: "o que fizeram, além de encher o saco"?

Por fim, um jogo fraco de dois times que se esperam mais. São Paulo e Grêmio empataram sem gols e, diria, sem futebol, no Morumbi. No final, para variar, reclamações de Renato Gaúcho.



Piadas prontas; analistas e comentários dos torcedores

Edmo Sinedino,


Eu não sei de quem em dou mais risada, se do comentário do cara que disse que Richarlison foi o jogador da virada contra o Peru, mesmo tendo citado ele duas vezes na matéria, ou dos caras que comentam. Sempre puxando, cegamente, para o clube que torcem, aí tem para todos os gostos.

O Brasil contra o Peru foi um emaranhado de de jogadores sem destaque, time sem passagem de alas (ao contrário do duelo contra a Bolívia o Renan nada fez, será que Tite mandou ele não passar? Não duvido), Coutinho nulo na criação, Casemiro o mais do mesmo e essa invenção chamada Douglas Luiz, sei lá. Piada de mau gosto um cara limitado desses como titular e nenhuma chance dada ao Gabriel Menino, e convocação negada ao Patrick de Paula.

O Firmino nulo, Richarlison jogando fora da dele (ninguém me convence que ele se dá melhor do lado) e, de novo, claro, dependência de Neymar, e é do que vive a seleção, só. Nessa partida ele teve a ajuda de Richarlison, quando foi para a sua real posição e do Cebolinha que, a exemplo de Tupã, do Corinthians, entre outros, só joga bem quando entra depois (existe isso?) e, reconheço, uma certa melhora criativa com o Everton Ribeiro.

E foi assim a seleção. Sim, talvez o detalhe mais importante da vitória do Brasil. A contribuição, de novo, da mediocridade do adversário, com todo o respeito.
Comentário atrasado, provocado por uma análise que li de um comentarista da RBS TV



Unimed/Aero é campeão da Superliga C de vôlei masculino; RN sobe para a Superliga B

Edmo Sinedino,

voleicamp_09Unimed/Aero é campeão da Superliga C de vôlei masculino

Título coloca o RN pela primeira vez na segunda divisão da maior competição nacional da modalidade

Um título incontestável, depois de 4 jogos, 4 vitórias e nenhum set perdido. "Nós montamos um grupo forte, treinamos muito, é uma vitória de todo mundo que está envolvido no projeto. Colocamos o volei do RN em outro patamar, agora nos vemos muito maiores", comemora Carlos Eduardo Pessoa, técnico do Unimed/Aero.

A conquista, em cima do Vôlei Unip Fortaleza, neste sábado, no Ginásio do Sesi, deu ao time potiguar a vaga na Superliga B do ano que vem. "Não foi fácil, tivemos um mês para treinar, arrumar o time, toda hora chegando gente, mas conseguimos unir o grupo e chegar ao objetivo traçado. Agora é respirar e comemorar", diz Breno, oposto da equipe.

Vai ser a primeira vez que um time do Estado chega à Superliga B, resultado de um investimento pesado do Aeroclube e patrocinadores. "Infelizmente o esporte ainda tem pouco incentivo no RN, então é importante ressaltar e agradecer à Unimed e Brisanet, empresas que acreditaram e apoiaram nosso trabalho", destaca Matheus Moreira, gestor esportivo do Aeroclube.

A final

A decisão começou super equilibrada, sem que nenhum time conseguisse se afastar no placar. Só depois dos 12 pontos, o Unimed/Aero conseguiu abrir uma boa vantagem, que no melhor momento do time no set chegou a 7 pontos. Com bloqueios perfeitos e saques fortes, foi só administrar o placar e vencer por 25x18.

A vitória deu confiança ao time da casa, que no segundo set foi bem em todos os fundamentos, especialmente no ataque. "Durante toda a competição mostramos um ataque forte, consistente. Nosso levantador também distribuiu muito bem as bolas, dando trabalho aos adversários", diz Caio, central da equipe. À frente o tempo inteiro no placar, o Unimed/Aero deixou o adversário desestabilizado. E foi num erro de saque dos cearenses que os potiguares fecharam mais um set, pelo mesmo placar: 25x18.

O terceiro set foi bem apertado. Os cearenses tentaram uma reação e chegaram a passar à frente no placar logo no oitavo ponto. O Aero retornou a vantagem, abrindo até 4 pontos. Mas o Vôlei Unip assustou, chegando a 23x21. Os potiguares empataram, viraram e suaram para vencer pela vantagem mínima de 2 pontos, fechando o set em 27x25.

Essa foi a primeira competição do volei de quadra brasileiro com presença de público desde o início da pandemia. O ginásio do Sesi recebeu cerca de 30% de sua capacidade, e os torcedores tiveram que seguir um rígido protocolo de biossegurança.

Campanha completa

Fase classificatória

Unimed/Aero 3x0 Nosso Clube/SRV
Unimed/Aero 3x0 Clube do Vôlei Multisports

Semifinal

Unimed/Aero 3x0 Sport Recife

Final

Unimed/Aero 3x0 Vôlei Unip Fortaleza

Fotos e texto: Liziane Virgílio/Assessoria de imprensa


Sem Sandro Pimentel, como fica a CPI da Arena das Dunas?

Edmo Sinedino,

Diante do que aconteceu com Sandro Pimentel, essa absurda perda de mandato, e comparando com todos os disparares de corrupção, deputados, senadores, governadores de tornozeleiras eletrônicas, preocupado com o futebol do RN eu pergunto: qual vai ser o destino da CPI da Arena das Dunas?
Abaixo, reproduzo a nota do deputado Sandro Pimentel ao povo potiguar, em especial, a todos que acreditaram, e não se decepcionaram, quando, por intermédio do voto legítimo, o levaram à Assembleia Legislativa do RN.

Nota ao povo potiguar!

Usurparam o nosso mandato, mas não calarão a nossa voz!

Desde o momento de nossa eleição, enfrento uma perseguição política e jurídica contra o mandato que nos foi confiado por 19.158 eleitores. Enquanto campanhas notadamente corruptas recebem o aval da legalidade, nossa modesta campanha foi punida com os rigores e velocidade que nunca alcançariam os filhos do poder. Nossa marca tem sido a construção de mandatos de origem popular, coerentes e ao lado da classe trabalhadora. Sei o quanto isso incomoda os interesses das elites de sempre, as mesmas que deixaram o Rio Grande do Norte em estado de putrefação e falência.
Pela primeira vez na história um vigilante, filho de uma professora e um agricultor, assumiu uma cadeira na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Em pouco mais de 20 meses de mandato, fizemos a diferença em muitas áreas. Fomos nós que exigimos a auditoria nos contratos da Arena das Dunas, que apontou mais de R$ 450 milhões de prejuízo para o povo do Rio Grande do Norte. A partir da auditoria, garantimos uma CPI na Assembleia, a primeira em mais de 20 anos. Essa Investigação deixaria claro quem são os responsáveis por essa verdadeira agiotagem com o dinheiro público. A pergunta que fica é: a quem tanto interessaria o fim dessas investigações? 
Foi nosso mandato também que, depois de 12 anos, voltou a convocar um secretário de Estado a dar explicações na Assembleia. Também escolhemos lutar por aqueles que não podem falar. Nosso mandato tem levado a defesa dos animais para dentro dos parlamentos, algo inédito em nosso Estado. Citando como alguns exemplos, aprovamos dez leis estaduais sobre o tema, e foi nossa a iniciativa de criar a Coordenadoria de Cuidado, Proteção Animal e Ações Especiais (Copaae), a partir da reforma administrativa estadual. Pressionamos pela criação de estruturas públicas de atendimento veterinário, mas não ficamos apenas esperando. Nosso mandato oferecia, todos os meses, mais de 300 consultas veterinárias aos que não podem pagar por esse tipo de atenção. Tenho imenso orgulho de ser protetor dos animais e de ver quanto o nosso mandato contribuiu para o avanço dessa pauta no Rio Grande do Norte.  Esse é um legado que não se apaga e “justiça” nenhuma arrancará de nós, mas como esses inocentes ficarão daqui para frente?
Construímos um mandato necessário, presente, fiscalizador e responsável. Tivemos a maior produção legislativa e o maior número de leis aprovadas nessa legislatura. Não apenas letras mortas em um papel, mas proposições que fizeram diferença para trabalhadores civis e militares, comunidade LGBT, mulheres, negros e negras, defesa animal e para uma política mais responsável e transparente com uso do dinheiro público.
Ao povo potiguar, afirmo que a nossa luta não se encerra com a decisão fria da “justiça”, que sequer nos concedeu o direito de fazer sustentação oral na fase final do processo. Quem nos acusou de origem ilícita nos recursos de campanha, não conseguiu provar. Nós provamos que os parcos recursos pessoais vieram tão somente dos meus salários conquistados dignamente. Mesmo assim, a palavra sem provas acabou prevalecendo. Somos das ruas, não dos bastidores e das negociatas sujas do poder. Seguiremos na luta contra as desigualdades sociais, em defesa dos direitos humanos, dos animais e da classe trabalhadora. Ao contrário daqueles que a justiça protege, sou trabalhador e me orgulho de ser vigilante há quase 30 anos.
Agradeço a Deus pelo conforto e forças que têm me mantido firme, mesmo diante dessa adversidade. Aos meus familiares a certeza de que estou vivo, e pronto para seguir lutando pelo que sempre acreditei. Aos meus apoiadores, minha eterna gratidão pelas centenas de mensagens e orações que têm se transformado em lágrimas. À minha equipe, qualquer palavra será minúscula para descrever meus sentimentos, afinal, como sempre falei, somos empregados do povo e tudo que fizemos teve todo o nosso esmero. Aos colegas deputados, meus cumprimentos, inclusive pelos momentos de embates políticos.
Agora, volto de cabeça erguida para o meu posto de trabalho na UFRN. E o nosso mandato popular? Esse seguirá sempre nas ruas, lugar onde seremos resistência e de onde o podre poder nunca vai poder nos tirar.
Usurparam o nosso mandato, mas não calarão a nossa voz!


Fessin marca gol de empate do Bahia aos 49; Rodriguinho segue em tratamento

Edmo Sinedino,

 O Fessim começa a ganhar espaço no Bahia, quem sabe. O meia, cria do ABC, emprestado pelo Corinthians ao tricolor para a disputa do Brasileiro, marcou o gol de empate do Bahia diante do Goiás, nesta sexta-feira (16), em partida da 16ª rodada do Brasileiro.;

O meia avia entrado no lugar de Rossi, aos 49 minutos, final da partida, quase, recebeu passe alto perto da entrada da grande área, dominou bonito no peito, se livrou do marcador e mandou um chute de curva, o goleiro Tadeu ainda tocou na bola mas não evitou o gol.

Jogo de muitas expulsões e chances desperdiçadas, principalmente pelo Bahia, somente o volante Elias ficou de frente para o gol em três oportunidades e perdeu, a mais clara numa cabeçada dentro da pequena área.

Rodriguinho
O meia potiguar está se recuperando de contusão e ainda deve demorar pelo menos duas semanas para ganhar condição de jogar. O que disse o médico do clube: " o Rodriguinho sofreu um trauma importante no pé. Nós fizemos exame de ressonância, raio X convencional. Em um primeiro momento, não apareceu nada. Ele persistiu com a dor quando calçava a chuteira. Nós repetimos o exame de tomografia, e esse mostrou uma fissura pequena na base do terceiro metatarso do pé. E isso causa um certo desconforto ainda no uso da chuteira. Por isso vocês viram o atleta treinando de tênis normal. Ele vai precisar de um pouco mais de tempo até tirar essa dor residual que ele apresenta”, explicou.


Cezinha Nunes defende lei de incentivo para eventos esportivos em Natal

Edmo Sinedino,

Reproduzo aqui no blog mais uma proposta do candidato Cezinha Nunes que tem demonstrando, para quem ainda não sabia, sua estreia ligação com o esporte. Para mim, tudo a ver. Por isso a publicação no blog.

Cezinha Nunes defende lei de incentivo para eventos esportivos em Natal

Responsável por trazer para Natal a fase regional e nacional dos Jogos Escolares da Juventude de 2018, que reuniu cerca de 6 mil atletas e movimentou mais de R$ 11 milhões na rede de serviços da capital, o candidato a vereador Cezinha Nunes (PCdoB) defende como proposta a criação da lei de incentivo a grandes eventos esportivos.

“O poder público precisa entender que as ações esportivas também geram emprego e renda, movimentam o turismo e a economia local. A realização das etapas regional e nacional dos Jogos Escolares da Juventude em Natal movimentou nossa rede hoteleira, de transporte e gastronomia num período de baixa estação e por isso defendo a criação de uma lei de incentivo a grandes eventos esportivos em nossa capital, fomentando a economia e o desenvolvimento de nosso esporte", revelou.

Como coordenador de esportes da extinta Secretaria de Estado do Esporte e Lazer, Cezinha deu contribuições significativas para Natal e Rio Grande do Norte, dentre as quais a expressiva ampliação dos Jogos da Juventude Escolar do RN (JUVERNs), que em cinco anos saltou de 206 escolas participantes para 643 provocando um aumento considerável no número de alunos, que pulou de 2.425 em 2015 para 9.704 em 2019.

"Esporte e educação são instrumentos capazes de promover grandes transformações sociais e entendo que Natal precisa de novas políticas públicas que promovam eventos e atividades esportivas, incentive a formação de atletas, melhore e aumente os espaços públicos para o lazer e ofereça mais qualidade de vida aos natalenses", defende Cezinha.

BOLSA-ATLETA MUNICIPAL

Outra importante promessa de campanha de Cezinha Nunes é regulamentar e sancionar o Projeto de Lei 089/2017 do Programa Bolsa-Atleta Municipal que está parado desde 2017, quando foi aprovado pela Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final. "Como pode um projeto que vai dar oportunidades aos jovens natalenses estar parado há três anos, isso é um total descaso com a sociedade e prometo trabalhar para que o Bolsa-Atleta seja instalado no nosso município", prometeu o candidato.



Na vitória contra o Bragantino, a despedida do volante Edson

Edmo Sinedino,

peledson_09Edson se despede do Atlético Goianiense para atuar no futebol árabe. A vitória contra o Red Bull Bragantino, por 2×1, marcou a despedida do volante Edson com a camisa do Atlético Goianiense.

O jogador aceitou proposta do Al-Qadisiah, da Arábia Saudita. A negociação rendeur 1,6 milhões de reais para o clube goiano.
As manchetes pós jogo diziam : "Edson se despede do Atlético-GO com mais uma atuação segura e deixa lacuna na equipe."

Titular absoluto, volante foi capitão na vitória sobre o Bragantino, sua última partida antes da transferência para a Arábia Saudita.

Com a camisa do Dragão ele fez onze jogos e marcou um gol, de cabeça, na partida contra o Grêmio de Futebol Porotalegrense.

O volante de Touros é cria do ABC de Natal, onde ficou de de 2009 até 2013, mais tempo que isso, já que esse tempo é marcado de contrato profissional. Disputou 48 jogos e marcou sete gols, isso tendo convivido com todo tipo de perseguição e discriminação.

Em 2013, ano da redenção, aos poucos foi conquistando o seu lugar na equipe principal do ABC. Com boas atuações e marcando gols, o volante ajudou na campanha que salvou o time do rebaixamento que era dado como certo,  após 22 rodadas na lanterna.

Tendo seus direitos federativos adquiridos, praticamente de graça, pelo BMG (ao final da temporada o ABC não renovou seu contrato e perdeu o atleta), Edson foi jogar no São Bernardo/SP, onde fez 9 jogos e marcou um gol; depois ficou cinco anos no Fluminense, onde marcou dez gols, emprestado ao Bahia, depois Ponte Preta e Atlético/GO.

A gente deseja boa sorte e um bom "pé de meia" para quando chegar o dia de se aposentar não enfrentar problemas financeiros.

*Foto: site do Dragão (Edson, direita na foto, recebeu homenagens dos amigos do clube na despedida).


O goleiro Everton perdeu a posição; e Kobayashi perde mais alguns pontos

Edmo Sinedino,

 Uma coisa que esqueci de comentar com relação ao América. Qual o motivo da troca do goleiro Everton pelo Vítor Paiva? Coisas incríveis que acontecem, muitas vezes passa totalmente despercebido.

Me desculpem, passei mesmo batido, engoli mosca, nem mesmo vi quando foi a última partida de Everton ou a estreia de Vitor Paiva. No entanto, nem aqui, China ou Japão o Vitor é mais goleiro que o potiguar. Mais um.

 Esse é o prêmio por ter sido a melhor figura do time rubro no Estadual, ter salvo a equipe em jogos da Copa do Brasil. Será que atribuíram ao rapaz os resultados negativos? Eu não duvido é nada.

Interessante, até mesmo eu deixei passar. Será que o Paulinho Kobayashi deu uma explicação para a troca ou recebeu "dica", ordem, sei lá o que, de alguém. Será que pelo menos deu uma satisfação ao jovem goleiro?

Esse tipo de coisa me causa ojeriza. E acontece repetidamente. Os meninos não têm chance, quando têm e provam, mesmo assim não merecem o respeito, nem da imprensa, direção ou torcida.



Com esse Dome no comando o Flamengo não chega a lugar nenhum

Edmo Sinedino,

Flamengo ficou no empate de 1 a 1 diante do fraco Bragantino. E olha que teve que correr atrás, pois o Massa Bruta abriu o placar com Claudinho, num belo gol. Lincoln empatou, de cabeça.

Engraçado que as pessoas, nem mesmo os ditos especialistas percebem o motivo do fraco rendimento do rubro-negro. O treinador, sua forma de escalar um time diferente a cada jogo. Isso é um absurdo criminoso no futebol.

O time perdeu sua criatividade, seu poder inventivo, os atletas estão inseguros, a gente nota o medo de errar, faltam triangulações, ultrapassagens e entendimento de setores. Uma lástima. Repito: nem sombra do Flamengo de Jesus.

Não tem para o Flamengo esse ano, com esse Dome, não! E os caras de uma live falando de arbitragem, de prejuízo do apito. Como tem idiota falando de futebol sem ter a mínima noção do que diz.



ABC anuncia contratação do ala esquerda César Morais; centroavante também deve acertar

Edmo Sinedino,

Reforços e reforços. Oficialmente, o departamento de comunicação do ABC anunciou a contratação do ala esquerda César Morais, ex-Bahia. Fui atás de mais informações. O jogador é cria das bases do Atlético Mineiro, onde jogou em quase todas as categorias.

Ano passado foi contratado para jogar na equipe de transição do Bahia, onde fez 14 jogos. O atleta também teve passagens pelo Tupi de Minas Gerais em 2018. Ele nasceu em Belo Horizonte e tem 23 anos, portanto, um jovem valor. Esse ano ele ainda não atuou, portanto, faz um bom tempo que está inativo, o que preocupa, claro.

Centroavante

Outro reforço ainda não anunciado, mas já dado como certo é o atacante Giva, 27 anos, cria do Vitória da Bahia e passagem pelo Santos, e que estava defendendo o Imperatriz do Maranhão.

O atleta tem uma lista enorme de times que defendeu, Coritiba, Llagosfera (Espanha), Água Santa, Ponte Preta, Joinville, Naútico, CSA, Badalona (Espanha), Goiânia e Imperatriz, último clube, onde atuou cinco vezes e marcou quatro gols.

Com seus 1.86m de altura, Giva atua como centroavante, homem de referência e que tem como ponto forte, evidente, o jogo aéreo. Ele ainda não assinou contrato.

PS: lembrar que o ABC caiu para a terceira posição do Grupo 4, e o Potiguar é quarto. O time baiano do Vitória da Conquista venceu o Itabaiana de 2 a 1, em casa, e assumiu a liderança.



Galo empata com o Flu, mas continua líder do Brasileiro; Fla pode tomar a 1ª posição hoje

Edmo Sinedino,


Esse futebol do Brasil. Só não enxerga quem não quer. Os meninos do Flu enfrentando os meninos do Galo, jogão de bola, pra frente, belas jogadas, criatividades, tentativas de se jogar de forma vertical. Terminou 1 a 1, mas não foi por falta de situações de gols criadas.

Um golaço do menino Caio Paulita e Guilherme Arana para o Galo. Cada time mandou em um tempo.

O Galo continua líder, tem uma vitória a mais que o Inter, vice, que venceu o Sport de 5 a 3, no Recife.

Patrick marcou duas vezes, com direito a um golaço, e foi o artilheiro da partida. Rodrigo Moledo, Adyrellson contra e Yuri Alberto fecharam a conta para o Inter. Marquinhos, Leandro Barcia e Adyrellson, agora a favor, marcaram para o Sport. Engraçado, cinco gols e nenhum do artilheiro Thiago Galhardo, coisas do futebol.

E o Palmeiras? Perdeu a terceira em casa e desta vez para o Coritiba que estava no Z4,com a vitória é o 16º. E ninguém duvida que Luxemburgo não esteja balançando. Gabriel Veron fez dois gols, só valeu um, de bela feitura, mas pouco adiantou.

E Felipe Melo continua titular, e só olhando a bola passar. Não chega em uma. Podem reparar.

O Grêmio venceu o Botafogo de 3 a 1. Teve gol ilegal do Imortal, expulsão e gol do ex em atividade Diego Souza. Minha opinião, claro.

O Santos perdeu em casa para o surpreendente Atlético/GO que perdeu o técnico Mancini para o Corinthians, e que já estreou com vitória, fora de casa, diante do Athletico/PR. Muito bom, o Mancini é um ótimo treinador. Eu acho.

Nesta quinta tem Flamengo x Braantino e Goiás x Bahia. Os jogos desta rodada que foram adiadas e não têm data para acontecer são Vasco x Fortaleza, e Ceará x São Paulo.

Copa do Brasil
E teve a primeira partida da oitavas de final da Copa do Brasil. O Fortaleza recebeu o São Paulo e numa partida que teve de tudo - expulsão, VAR, anulação e volta a campo - as duas equipes tricolores ficaram no empate de 3 a 3, o jogo da volta, em São Paulo, Morumbi, está marcado para o dia 25 de outubro.



Unimed/Aero estreia com vitória na Superliga C de Voleibol Masculino

Edmo Sinedino,

O segundo representante do Rio Grande do Norte na Superliga C de Voleibol Masculino estreou com vitória nesta quarta-feira, no ginásio do Sesi. O Unimed/Aero venceu o Nosso Clube/RV (PE) de 3 a 0, com parciais de 28/26, 25/09 e 27/25.

O outro potiguar da disputa, Desportivo Rio Grande-APB  voltou a perder, desta vez de 3 a 0 para o Sport Club do Recife, por 3 sets a zero.

A competição segue nesta quinta-feira com jogos que marcam o encerramento da primeira fase e definem os quatro semifinalistas.

O Unimed/Aero enfrenta o Clube do Vôlei Multisports (PE) às 19h, valendo o primeiro lugar do Grupo A.

Confira a tabela completa:

1ª rodada– Terça-feira (dia 13)

 Vôlei UNIP/Fortaleza (CE) 3 x 0 Sport Club do Recife (PE) (25/22, 25/22 e 25/21)
 Desportivo Rio Grande-APAB (RN) 2 x 3 Santa Cruz Vôlei Clube (PE) (25/22, 25/21, 19/25, 19/25 e 8/15)  Clube do Vôlei Multisports (CE) 3 x 0 Nosso Clube/SRV (PE) (25/18, 28/26 e 25/23)

2ª rodada– quarta-feira (14)


 Santa Cruz Vôlei Clube (PE) 0 x 3 Vôlei UNIP/Fortaleza (CE) (26/28, 09/25 e 25/27)
 Sport Club do Recife (PE) 3 x 0 Desportivo Rio Grande-APAB (RN) (25/17, 25/13 e 25/18) Unimed/Aero (RN) 3 x 0 Nosso Clube/SRV (PE) (25/16, 25/17 e 25/21)

3ª rodada –  quinta-feira (15)

  Vôlei UNIP/Fortaleza (CE) x Desportivo Rio Grande-APAB (RN) – às 15h
  Sport Club do Recife (PE) x Santa Cruz Vôlei Clube (PE) – às 17h
  Unimed/Aero (RN) x Clube do Vôlei Multisports (PE) – às 19h

Semifinais –  sexta-feira (16)

 1° da Chave B x 2° da Chave A – às 17h
 1° da Chave A x 2° da Chave B – às 19h

 Final - sábado (17)

 Vencedor jogo  da semifinal 1 x Vencedor  da semifinal 2 – às 16h.

*Todos os jogos realizados no ginásio do Sesi e com a presença de público (30% da capacidade), respeitando, claro, todos os protocolos de segurança exigidos pela CBV - Confederação Brasileiroa de Voleibol.


ABC perde para o Coruripe e cai para a segunda posição do Grupo 4

Edmo Sinedino,

As agruras de uma Série D. O ABC perdeu a invencibilidade e a liderança do grupo 4 na partida desta quarta-feira, no Estádio Gerson Amaral.  O time de Natal foi derrotado pelo Coruripe, 1 a 0, gol marcado por William Araújo. Com o triunfo, o time alagoano assume a primeira colocação com 10 pontos.

Em viagem para Natal, já voltando, o treinador Francisco Diá, via zap, analisou a derrota do seu time. Ele falou do fraco primeiro tempo, "jogo morno", melhorando no segundo tempo, criando e desperdiçando algumas oportunidades claras de marcar.

O comandante alvinegro reclamou muito da arbitragem que, na sua opinião, inverteu faltas e não puniu o antijogo do time da casa, que fazia "cera" excessiva, dando somente quatro minutos de acréscimo, quando, no mínimo, para ele, deveria ter acrescentado uns dez.

Francisco Diá criticou também o seu time, destacando, aliás, repetindo, a falta que está fazendo homens de conclusão, atacante de área, e que a direção vem buscando contratar, mas que está difícil no mercado.

O campo ruim, a maratona de jogos, as viagens, com o grupo reduzido que tem, também foram listados como motivos da queda de rendimento da equipe. O ABC, em viagem, com chegada prevista a Natal na madrugada desta quinta-feira, volta a campo no domingo, no Frasqueirão, para enfrentar o Frei Paulistano.
------
Nos outros jogos da rodada, O Potiguar de Mossoró bateu o Jaciobá de 3 a 2, jogo realizado no Barrettão, em Ceará- Mirim. Com o resultado o Time Macho assume a terceira posição. Os gols da vitória foram marcados por Histone, Anderson e Alyson, descontando Cláudio (2) para a equipe das Alagoas.

O próximo compromisso do Potiguar é contra o Itabaiana, no domingo, no Estádio Etelvino Mendonça, na cidade de Itabaiana.  
------
O Globo vem caindo de rendimento e de posições. Na tarde desta quarta-feira, jogando contra o Floresta, em Horizonte, o time potiguar foi batido pelo placar de 2 a 0 e caiu para a quinta o colocação, mantendo os sete pontos. No sábado, em casa, às 15h30, recebe o Campinense pela sétima rodada.




América chega à terceira vitória seguida e se mantém na liderança do Grupo 3

Edmo Sinedino,

amefeta_09O América encontrou o caminho do gol somente no segundo tempo, mas venceu de 3 a 0 ao Guarany de Sobral, partida realizada na tarde desta quarta-feira, na Arenas das Dunas e chega ao seu terceiro triunfo consecutivo.

O time potiguar se mantém na liderança do Grupo 3 com 11 pontos, seguido de perto por Afogados e Salgueiro, ambos com 9 pontos e um jogo a menos (os dois vão se enfrentar em jogo atrasado da primeira rodada). Os gols do time rubro foram marcados por Marcelo, Rondinelly e Carlos Renato.

 Não diria que o América foi mal no primeiro tempo. Dominou, foi vertical e criou inúmeras situações de gols, poderia ter marcado com Wallace Pernambucano, Rondinelly e até Guedes.

Apesar de ficar com a bola e criar, o gol não saiu. E foi com um placar zerado que as duas equipes foram para o vestiário. O Guarany, claro, imaginando se fechar mais e o América, evidente, abrir o placar.

No segundo tempo, por sorte e merecimento, o gol rubro saiu cedo. A equipe nem chegou a sentir a pressão da cobrança por jogar em casa. Marcelo, desviando de cabeça cobrança de escanteio de Rondinelly, abriu o placar. O time rubro teve uma sequência de chances desperdiçadas, a principal delas pelo destaque do jogo, o meia Rondinelly.
Assim que o América abriu o placar, o treinador Paulinho kobayashi fez entrar Xaves, estreante no lugar de Romarinho. Para fechar mais o time? Acho que sim, Xaves é mais marcador. Poucos depois, creio, percebendo que precisa de mais gente chegando na frente fez entrar Elias, atacante, recuperado de contusão, voltando ao time. Ele entrou para Anderson Paraíba, meia.

Apesar do domínio e de muitas chegadas, o segundo gol rubro só saiu aos 43 minutos, jogadaça individual de Rondinelly, ótima contratação. Ele, sem ângulo, no canto baixo, enganou o goleiro, depois de driblar dois marcadores. Aos 49 minutos, Carlos Renato, que havia entrado no lugar do próprio Rondinelly, desviando cruzamento de de Renan Luís, marca o terceiro.

Fim de jogo. América agora com 11 pontos, se mantendo firme na liderança com 11 pontos, mesma pontuação do Floresta, que venceu o Globo de 2 a 0, mas com saldo melhor - 6 a 4 - e números de gols  marcados maior - 9 a 7.

O próximo compromisso do time rubro será contra o Atlético de Cajazeiras, sexto colocado, com seis pontos, que perdeu para o Afogados de 3 a 2 na rodada.

Campinense e Salgueiro empataram de 0 a 0. Lembrar que o time pernambucano soma 9 pontos, mas tem um jogo a menos, assim como o Afogados.

*Foto: Canindé Pereira/AFC


Potiguares em campo na quinta rodada da Série D do Brasileiro

Edmo Sinedino,

Na manhã desta terça-feira (13) o América finalizou a preparação para o jogo desta quarta-feira (14), às 15h, na Arena das Dunas, contra o Guarany de Sobral (CE), válido pela sexta rodada da primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro.

O técnico Paulinho Kobayashi comandou um trabalho tático com atenção especial para as bolas paradas. Logo depois, o grupo entrou em regime de concentração.
Além da CBFTV, o duelo entre potiguares e cearenses será transmitido pela TV Brasil.

O treinador do América não forneceu a lista dos relacionados para a partida, muito menos a escalão da equipe, mas deve manter o mesmo grupo que começou jogando contra o Globo.
-------
O ABC também encerrou os preparativos e já está em Coruripe para a partida contra o time da casa, válida pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série D.

O treinador Francisco Diá relacionou 19 atletas para o jogo, desafio marcado para a quarta-feira (14), às 15h30, no Estádio Gerson Amaral, em Coruripe (AL).

Voltam João Paulo, que estava suspenso, e Berguinho, recuperado de contusão. Também faz parte da relação o meia-atacante Héricles, regularizado e pronto para a estreia. Não viajou o atacante Kesley.

Confira a relação completa:
Goleiros: Rafael e André Luiz;
Laterais: Pedro Costa, Bruno Souza e Dieyson;
Zagueiros: Vinicius Leandro, Richardson e Vitor Salvador;
Volantes: Sousa Tibiri, Valderrama, Fabrício Bigode e Vinicius Paulista;
Meias: Lelê, Berguinho, João Paulo e Ivanaldo;
Atacantes: Hiago, Thyago e Hericles.
---------------------
Também nesta quarta-feira (14), tem oGlobo em campo. A equipe de Ceará-Mirim vai enfrentar a equipe do Floresta no Estádio Domingão na cidade de Horizonte/CE, às 15h30,tentando vencer e voltar à liderança do grupo.
Como sempre, nas redes sociais do clube, nenhuma informação sobre relacionados ou mesmo o time que vai começar jogando.
---------------------
Já o Potiguar de Mossoró também entra em campo com a missa, vamos dizer assim, menos espinhosa, pois enfrenta o Jaciobá, último colocado do Grupo 4, e que em cinco jogos perdeu três e empatou dois.

O Time Macho é quinto colocado com seis pontos e pode entrar no G4. A partida está marcada para às 15h30, no estádio Barrettão, em Ceará-Mirim. O Nogueirão, apesar dos protestos, continua interditado.



Neymar marca três vezes, ultrapassa Ronaldo e Brasil vence o Peru de 4 a 2

Edmo Sinedino,

neylucasfig_09A seleção brasileira venceu o Peru de 4 a 2, pelo placar, claro, vocês vão ver muitos elogios, principalmente ao Neymar que marcou três gols e superou Ronaldo Nazário em gols pela seleção. O Brasil de Tite continua apresentando um futebol muito abaixo do que se espera.

Pior do que a seleção, além do Peru, somente o narrador, André Marques,  bajulador da tevê Brasil.

No primeiro tempo vendo o jogo da medíocre seleção de Tite, dos apagados em campo quando a coisa aperta - Firmino, Douglas Luiz, Danilo, Coutinho - e a dependência, de novo, de Neymar, empate de 1 a 1 no primeiro tempo, e o narrador deixa de falar do jogo para agradecer aos cartolas da CBF e mandar abraço para o genocida presidente Jair Bolsonaro.

O outro, o comentador Márcio Guedes, achando pouco, ainda bajula mais um pouco falando dos supostos times que e presidente deles torce e cita meu Botafogo. Dureza.

O Peru marcou primeiro com Carrillo. O gol do Brasil de Neymar, o de número 62, igualando a Ronaldo Nazário foi de penalidade batida com maestria.

Aí, para completar, vem o intervalo com noticiário e lá o está o genocida tomando mais medidas para que as mortes no Brasil aumentem. O caso das carteiras de habilitação, favorecendo mais quem comete crimes no trânsito, vão tem mais tempo dirigindo e menos punições.

E não foi só isso, entra a mocinha deslumbrada com as fake news sobre as "ações" do governo para conter os incêndios. Onde vamos parar. E agora, nem o futebol tempo mais.

E veio o segundo tempo.O mesmo pobre futebol. Hoje nem Neymar. Sabe aqueles dias em que ele perde a noção da hora do passe e do drible. Foi assim, querendo resolver sozinho, muitas vezes perdendo a bola e oferecendo contra-ataques. O segundo gol do Brasil foi de Richarlison, considero até mais de Firmino.

O Peru desempatou em chute de Tapia que desviou em Rodrigo Caio e enganou o goleiro Weverton. A partida continuou de baixo nível. Tite fez mudanças, num contra-ataque, Richarlison cortou de cabeça, ganhou mais na frente e abriu o jogo para Everton, cruzamento e, de novo, pênalti. Desta vez sobre Neymar.

O terceiro gol do Brasil, o segundo de Neymar também de penalidade, o de número 63, ultrapassando a marca de Ronaldo.

Não acabou ainda. E já nos acréscimos, depois de belo chute de Everton Ribeiro, no rebote da trave, Neymar marcou o seu terceiro, somando agora 64 gols. Uma noite de gala em gols, somente.

E assim  o craque do PSG, cria do Santos, fica somente atrás do rei Pelé que marcou 77 vezes com a camisa da seleção e também foi lendário jogador do mesmo Peixe.

Atuações do Brasil


Weverton discreto, não trabalhou muito e não pode evitar os gols do Peru.

Danilo é falho no apoio e não é grande coisa na defesa. Para mim não é jogador de seleção.

Rodrigo Caio é um jogador de grande qualidade técnica, deu azar no segundo gol do Peru, a bola desviou nele e engano o goleiro do Brasil.

Thiago Silva a classe de sempre.

Renan Lodi não foi tão bem hoje. O Alex Teles a mesma coisa. Os dois não amarram a chuteira do Marcelo.

Casimiro não apareceu tanto no jogo, ainda gostaria de ver na seleção um volante de maior dinamismo.

Douglas Luiz. Uma dessas invenções que a gente não entende. Não se destaca marcando e nem no passe, saída de bola, nada. Não é jogador de seleção.

Phillipe Coutinho apagado, como sempre quando a coisa fica mais difícil. Insistência que não entendo. Everton Ribeiro entrou e foi bem melhor em menos tempo.

Neymar. Marcou três gols, todos vão fazer festa para ele que superou a marca de Ronaldo. Mas foi mal técnica e taticamente.

Richarlison. Discreto na direita, melhorou quando foi para o lugar que acho que ele rende mais.

Firmino. Nulo. Um poste onde Neymar esbarrava quando queria fazer tabela. Outro fraco jogador que continua sendo chamado. Everton entrou e melhorou um pouco.

*Foto: Lucas Figueiredo/CBF


Desportivo Rio Grande-APAB/RN vai disputar a Superliga C de voleibol

Edmo Sinedino,

riograndV_09Desportivo Rio Grande-APAB/RN vai disputar a Superliga C de voleibol

A equipe potiguar vai participar no masculino, em Natal, a partir desta terça (13), e no feminino, que terá a largada em Campina Grande, dia 21.

Aconteceu ontem, segunda-feira (12) a apresentação das equipes do Desportivo Rio Grande-APAB que irão disputar a terceira edição da Superliga C de voleibol nos naipes masculino, de 13 a 17 de outubro, em Natal, e feminino, de 21 a 25, em Campina Grande-PB. O evento marcará o retorno das competições de quadra organizadas pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

A apresentação das duas equipes do Desportivo Rio Grande será às 17h30, no ginásio do Centro Educacional Teresa de Liseux, em Nova Parnamirim. O técnico do time masculino, Arthur Sousa, contará com elenco de 16 jovens atletas prata da casa para lutar por uma vaga na Superliga B de 2021. "Nosso objetivo é colocar nossas jovens promessas do voleibol potiguar para rodar, ganhar experiência e claro lutar pela classificação", disse Arthur.

A base do time é formada por atletas que fizeram parte da seleção estadual de 2019 e um dos destaques é o ponteiro Gabriel Mesquita, de 17 anos, recentemente convocado para fazer parte da Seleção Brasileira Sub-19. O grupo também recebeu o reforço de jogadores do interior do estado, entre eles o central Alisson, de Pau dos Ferros, e os irmãos gêmeos Guilherme e Gustavo que vieram de Caicó e atuam na posição de ponteiros.

"O Desportivo Rio Grande possui atletas com perspectivas de seguir carreira profissional, pois o atleta potiguar de voleibol tem talento e é valorizado no mercado brasileiro", disse Arthur que já revelou jogadores como Caio Felipe, levantador do Sesi-SP, que disputa a Superliga, e Gabriel Souza, central do Itapetininga-SP, que atua na Superliga B.

A Superliga C naipe masculino reunirá 28 equipes divididas em cinco grupos nas sedes de Joinville (SC), Goiânia (GO), Araçatuba (SP) e Rio de Janeiro (RJ) e Natal (RN), todos na busca por uma das cinco vagas disponíveis para a Superliga B 2021. O Desportivo Rio Grande-APAB está no Grupo B ao lado do Vôlei UNIP/Fortaleza-CE, Sport Club do Recife-PE e Santa Cruz Vôlei Clube/PE.

O jogo de estreia será nesta terça-feira (13), contra o Santa Cruz, às 17h, no ginásio do Sesi Clube. Na segunda rodada, quarta (14) enfrenta o Sport Club do Recife e na última, dia 15, encara o Vôlei UNIP. Os dois melhores de cada grupo se classificam às semifinais, no dia 16. A grande final acontece no dia 17, às 16h, no Sesi Clube.
O time feminino do Desportivo Rio Grande está no Grupo A ao lado do Clube Campestre (PB) e Foz do Iguaçu/SME.

Pela fórmula de disputa, os dois melhores avançam para a fase semifinal. A decisão acontece no dia 25 de outubro e o campeão do Grupo 1 garante acesso à Superliga B 2021. A sede em Campina Grande terá na primeira rodada, no dia 21 de outubro, o duelo entre o Desportivo Rio Grande-APAB e o Foz do Iguaçu/SMEL, às 17h30.

Foto e texto: assessoria de imprensa/Fábio Pacheco

21-40 de 10800