Quem não usa espiões que atire a primeira pedra

Edmo Sinedino,

É o futebol. E esse tipo de coisa, se treinadores, jogadores, dirigentes não estiverem preparados é porque são inocentes demais ou adeptos do estilo Zagallo de não ter preocupação com o adversário.

Acho até que é uma situação em que foi exposta uma pessoa que mora em Natal e que pode sofrer rataliações a partir de agora, com riscos de ter sua integridade física, e de sua família, ameaçada. O cara da filmagem é o presidente do Caxias, no papel dele.

Tenho certeza que dirigentes do ABC, o treinador Moacir Júnior, qualquer pessoa envolvida no futebol hoje em dia usa desse tipo de artifício. Não vejo crime, agora, vejo sim, repito, risco caso seja identificado a outra pessoa que mora em Natal.

A equipe do Caxias, como já foi noticiado, está em Recife, treinou no CT do Náutico (não entendi) e viajam para Natal depois do almoço deste sábado.

O time já está praticamente definido pelo treinador Rafael Jaques (a não ser que ele esteja enganando a todos) e deve começar com Marcelo Pitol, Erik, Rafael Lima e Thiago Sales; Lucas Carvalho, Marlon, Karl e e Bruno Ré; Matheuzinho; Kelvin e Michel.

PS: em respeito à integridade física das pessoas envolvidas não republico a foto.


CBF libera aumento de público no Fasqueirão para 55% da capacidade; prefeito se aproveita e emite novo decreto

Edmo Sinedino,

Informnação no twitter da FNF: A  CBF_Futebol encaminhou, na data de hoje, o Ofício 4128/2021, onde informa que o ABC poderá utilizar até 55% da capacidade do Estádio Frasqueirão, desde que autorizado pelas autoridades sanitárias e forças de Segurança locais.

Se aproveitando do ofício, ignorando o decreto da governadora, como sempre vem fazendo, o prefeito Álvarto Dias emite um novo, que deve ser publicado nesta sexta-feira (15), ampliando o número de pessoas no estádio Frasqueirão no jogo do ano. Bem capaz de merecer, da mídia, mais destaque que o Governdo do Estado que praticamente salvou nosso futebol da bancarrota em 2021.

O prefeito que prometeu ajudar os clubes e se escondeu, evitou os dirigentes, faz essa jogada claramente eleitoreira. Esse é o modo Álvaro Dias de agir. Mas ainda cabe a cobrança pela ajuda financeira que ele prometeu e não cumpriu.



Gustavo Henrique é liberado e deve jogar contra o Caxias

Edmo Sinedino,

No ABC, a notícia mais animadora diz respeito à liberação do atacante Gustavo Henrique. Ele treinou normalmente e poderá ser escalado pelo treinador Moacir Júnior. Até acho que ele deve ser escalado, o alvinegro precisa de toda força à frente.

O técnico Moacir Júnior não dá indicação dos jogadores que vão ocupar a vaga de Suéliton e Valderrma, suspensos. Provavelmente Felipe Manoel seja escalado no meio-campo, na defesa a dúvida entre Alexandre ou o Ramon.

Jacuipense

O ABC conheceu na noite de ontem,  quarta-feira (13), o seu adversário para a 2ª fase da Pré-Copa do Nordeste 2022. O Alvinegro irá encarar o Jacuipense/BA, que venceu o Atlético/CE por 1 a 0 na 1ª fase da competição.

A 2ª fase será disputada também em partida única. Melhor ranqueado, o Alvinegro tem a vantagem de atuar em seus domínios. O jogo decisivo contra o Jacuipense/BA está marcado para a próxima quarta-feira (20), às 19h30, no Estádio Frasqueirão.

Caso o confronto termine empatado no tempo normal, a decisão do classificado à 3ª fase sairá da disputa de pênaltis.



Brasil vence com um show de Raphinha que "roubou a cena" de Neymar

Edmo Sinedino,

Olha só minha gente, até que enfim! Grande atuação da seleção de Tite, goleada de 4 a 1 sobre o Uruguai. Show, sem exageros desse garoto Raphinha. Não é fogo de palha não, o menino é bom mesmo,  vai para cima como deve ser. Jogou muito bem o Paquetá, foi bem o Neymar e todo o time. 

Brasil triunfou diante de quase 14 mil torcedores na Arena da Amazônia, festa linda de uma torcida querendo ser feliz, e foi, nesta quinta-feira (14). Que coisa boa para os irmãos que tanto sofreram com essa pandemia.

Os gols do jogo foram marcados por Neymar, Raphinha (2) e Gabigol, Luizito Suarez descontou, cobrando falta.

O menino Raphinha, além de fazer gols, marcou duas vezes, deu passe de gol, mostrou versatilidade dos dois lados de campo. Quem anda precisando de um banho de sal grosso é o Gabriel Jesus. Que pena! Gosto dele. O Brasil ideal precisa de um ala esquerdo bem melhor e a volta de Casemiro. Me pergunto sempre o que esse Fabinho faz para merecer ser destaque na Inglaterra, de confiança de Guardiola? Coisas loucas do futebol.

A surpresa? O Fred. Nunca o tinha visto jogar tão bem. Não pelo passe, lançamento belísimo para Neymar no primeiro gol, pelo jogo todo. Pela simplicidade de fazer, como volante-meia, a bola andar, sempre com toques precisos e com categoria. Ele fez, exatamente, o que achei que seria a função ideal para o Gerson.

Pena que não vi, de novo, com mais tempo, o Vinícius Júnior. Imaginei no segundo tempo ele de um lado e Raphinha do outro. Espero que essa chanche ainda lhe seja ddade. Palavras do Tite: "quero entrar 2022 classificado para fazer todos os testes que preciso". Ceramente se refere a essa meninada que deu uma revigorada no jogo da seleção.

Ressalva

Não apaga o bom jogo do Brasil, mas confesso que nunca tinha visto uma Celeste Olímpica tão apática, tão a marca registrada uruguaia, a sua garra. Ele tomaram de 3 a 0 da Argentina, um dado que comprova isso, e fizeram apenas cinco faltas no total. O Braisl hoje poderia ter vencido de muito mais.

 seleção brasileira volta a jogar no dia 11 de novembro, em casa, contra a Colômbia pelas eliminatórias.

Na mesma data, o Uruguai recebe a seleção da Argentina.

Ficha técnica

Brasil 4 x 1 Uruguai

GOLS: Neymar, Raphinha 2x, Gabigol (BRA); Suárez (URU)

Uruguai: Muslera; Nandez (Cáceres), Coates, Godín e Viña (Piquerez); Valverde, Bentancur, Vecino (Torres), De La Cruz (Torreira); Suárez, Cavani Técnico: Oscar Tabarez

Brasil: Ederson; Emerson, Veríssimo, Thiago Silva e Alex Sandro; Fabinho (Douglas Luiz), Fred (Edenílson) e Paquetá (Antony); Gabriel Jesus (Gabigol), Neymar e Raphinha (Everton Ribeiro). Técnico: Tite.

*Foto: Lucas Figueiredo/CBF

raphinha2_09


CBF escala árbitros do "primeiro time" para os jogos de América e ABC na Série D

Edmo Sinedino,

Coincidência. Vi uma atuação do jovem paranaense Paulo Roberto Alves (primeira foto abaixo),  escalado para dirigir Campinense x América, domingo, no Amigão, e não gostei. Fluminense 0 x 2 Fortaleza, e até comentei no meu blog a violência de Fred, agressão no meia Ronald, que ele e a imprensa fizeram vista grossa. De qualquer forma é um árbitro, hoje, quase do primeiro time da CBF.

Entre os jogos mais importantes que dirigiu, e não foram poucos, está o clássico Atlético Mineiro 2 x 1 Flamengo, 10ª rodada do Brasileiro. Foi o árbitro da partida desta quarta-feira (13), Atlético Mineiro 3 x 1 Santos, tendo dirigido também na Série A os jogos Flamengo 0 x 4 Internacional, Sport 0 x 1 São Paulo, Chape 0 x 2 Palmeiras, além da partida do Flu e Fortaleza que já comentei.

Ao todo foram onze jogos do Basilleirão e 2 da Copa do Brasil. Números muito parecidos com o árbitro escalado para o duelo do ABC, no Frasqueirão. Ele apita pela primeira vez na Série D.

Ele terá como  assistentes Victor Hugo Imazu dos Santos e Sidmar dos Santos Meurer. O quarto árbitro é Leonardo Sigari Zanon. O quinto árbitro, como é de praxe, é da casa, Schumacher Marques Gomes.

O árbitro de vídeo Adriano Milczvski e o Assistente Var, Luciano Roggenbaum, também são da Federação Paranaense. O Observador VAR é o mineiro Renato Cardoso da Conceição.

ABC x Caxias

ABC x Caxias, no domingo no Frasqueirão, novamente com arbitragem do Distrito Federal, repetido a ida em Caxias do Sul.

Savio Pereira Sampaio (segunda foto abaixo) é o árbitro, o homem que decide, tendo como assistentes, antigamente chamávamos de bandeirinhas, Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior. O 4º árbitro é Rafael Martins Diniz. O 5º árbitro é potiguar, Reinaldo de Souza Moura.

O árbitro de vídeo é da Paulista, Márcio Henrique de Gois, assim como o Assistente Var, Fábio Rogerio Baesteiro e o Observador Var, Emerson Augusto de Carvalo. O Analista de Campo para este jogo no Amigão, é o potiguar Luiz Carlos Camara Bezerra.

O Sampaio é ainda mais calejado e conhecido que o árbitro do jogo do América.Ele tem um irmão mais famoso, o Wilton Pereira Sampaio, que já tem mais tempo de estrada, disciplinador, chato, ele tem uma lista de 14 jogos nesta temporada, 11 jogos do Brasileiro, um da Série B e 2 da Copa do Brasil. 
Também é a primeira vez que atua em jogos da Quarta Divisão.


*Fotos: Divulação/CBF

paulorob_09

sampaio_09


Wesley Smith reforça o América no jogo da volta em Campina Grande

Edmo Sinedino,

A quarta-feira foi de treino tático comandado pelo treinador Renatinho Potiguar, visando a partida da volta, sábado, em Campina Grande. Finalizações e penalidades também estão sendo trabalhadas á exaustão nos trabalhos deste semana.

Para o jogo da volta Renatinho Potiguar contará com o retorno do atacante Weslley Smith (foto), que cumpriu suspensão automática no primeiro confronto, na Arena das Dunas.

Em entrevista concedida nesta quarta-feira (13), o atleta revelou a angústia em não poder ajudar os companheiros no primeiro jogo e já pensa na decisão do final de semana.

Copa do Nordeste

O América reencontrará o Moto Club-MA ainda em 2021, mas de olho em 2022. O Alvirrubro fará mais um jogo decisivo contra a equipe maranhense, desta vez pela primeira eliminatória da Copa do Nordeste do próximo ano, em jogo único a ser disputado na Arena das Dunas, no dia 21/10, às 19h.

Na Série D do Campeonato Brasileiro, o time do técnico Renatinho Potiguar venceu o Moto nos dois confrontos válidos pelas oitavas de final da competição, 1 a 0 em Natal/RN e 4 a 2 em São Luís/MA.

Fechado

Diferente do que está sendo anunciado nas redes sociais, o treinamento desta quinta-feira(14) não será aberto para a torcida devido a obrigatoriedade do clube de seguir com o protocolo sanitário regido pela Secretaria Estadual de Saúde, FNF e CBF.

smith_09

Foto e informações: Canidé Pereira/AFC


Potyguar vence o Riachuelo e está de volta à elite do futebol do RN

Edmo Sinedino,

O Potygaur de Currais Novos está de volta à elite do futebol do Rio Grande do Norte depois de nove anos. É o terceiro título - 2007, 2012 e 2021-  da equipe tricolor da terra da shelita na Segunda Divisão. 1 a 0, gol do zagueiro Igor, de cabeça, aos 32 minutos do segundo, final disputada na tarde desta terça-feira, no Frasqueirão, diante do Riachuelo.

Vale o registro importante de que é esse o quarto título do treinador Hígor César na Segunda Divisão, recordista absoluto. Ele era auxiliar no Globo en 2013, com a saída do treinador assumiu na final e venceu,. Campeão com o Santa Cruz, 2016 e com o Força e Luz, em 2017, e agora com o Potyguar. Três destes títulos foram de forma invicta - 2013, 2017 e 2021 - ressaltando que emn 2016 com o Santa Cruz perdeu somente uma partida. A campanha desta temporada foi inpecável, com oito vitórias e um empate.

Destaque maior da equipe dentro de campo, claro, o meia Thiago Potiguar. Jogador com uma história belíssima, idolatrado no Pará, tendo brilhado também no América de Natal, mas prejudicado, diria até perseguido por um treinador que o "limou" do time rubro. Thiago mostra, prova, aos 36 anos, que ainda joga em grande estilo. Foi artilheiro do Campeonato com sete gols, além das assistências e total comando das principais jogadas de criatividade. 

O meia chorou muito emocionado na final, ele que teve que sair ainda no primeiro tempo, machucado. A emoção tem uma explicação, claro, é que ele está trazendo de volta à elite do futebol potiguar o time de sua terra Currais Novos. Todo o time do Potyguar foi bem, aplausos, mas Thiago Potiguar, Jadson, ex-América, Histone, que veio de Fortaleza e o atacante Piauí foram os pilares, em campo, desta conquista.

Apito

Destaco também a arbitragem segura, serena, de Alciney Santos, sem dúvida, o melhor árbitro da nova safra da FNF. Uma partida difícil que ele fez ficar fácil e a conduziu em paz até o final. Parabéns!

RAC

É preciso ressaltar a atuação, a campanha do Riachuelo Atlético Clube, que deu lições de organização e mostrou um futebol atraente, qualificado, também digno de figurar em nosso certame principal. O técnico Mirabô Rocha mostrou competência, assim como a diretoria de futebol,  capitaneada por Waldir Duarte, com o apoio do empresário Fernando Suassuna. Pena que falte sensibilidade ao presidente da FNF, pois ganharíamos todos se tivéssemos um campeonato com dez participantes, ao invés de um quase torneio com apenas oito.

*Foto: reprodução da internet

festapoty_09

*Foto: fnf/troféu de campeão da Segundona

trofeu_09


Como seria bom para o Palmeiras se o Felipe Melo não jogasse a final da Libertadores

Edmo Sinedino,

Felipe Melo pode ser preso no Uruguai e não jogar a final. Essa seria a melhor coisa para o time do Palmeiras e treinador, cego, Abel Ferreira. Até quando esse perna de pau, que parece um jogador de "totó" ao contrário, tod duro, só serve para dar cabeçadas, literalmente. Por essas e outras que o futebol do Brasil, da América do Sul, está nesta fase triste. Murrinhas que não têm mais espaço na Europa, nem mesmo mesmo na Europa sem visibilidade, caso dele, vêm para o Brasil e assinam contratos ganhandos salários absurdos. Felipe Melo não tem bola para jogar a segunda divisão do futebol brasileiro. Qualquer time da Segundona tem um volante, na pior das hipóteses, igual a ele. Estou com o torcedor do Flamengo.

A notícia

Advogados do Palmeiras precisam correr contra o tempo para que Felipe Melo possa jogar a final da Libertadores. O otimismo é grande de que tudo seja resolvido, mas se o jogador entrasse hoje no Uruguai correria o risco de ser preso ainda por aquela briga do jogo contra o Peñarol.

Torcedor do Flamengo

Espero que os advogados do Flamengo também corram para garantir que o Felipe Melo esteja em campo na final.



Senador Romário, um grande representante do "time Bolsonaro"

Edmo Sinedino,

O idiota do Romário, que os "eleitores" ignorantes do Rio de Janeiro elegeram para o Senado Federalr, mas não quiseram prefeito, nunca me enganou. Certa vez ele disse que o "Pelé calado era um poeta". Apesar de nunca ter sido fã das posições do rei do futebol, diria que politicamente ele nunca agiu como um biltre ao nível do ex-centroavante e se falasse por duas horas seguidas não seria tão infeliz quanto o boçal senador.

Pelé, como gente, como atleta nem precisa dizer, apesar de seus erros na vida particular, nunca desceu tão baixo quanto Romário, esse envolvido em vários escândalos ao longo de sua carreira, denunciado por recebimento de propinas pelo ex-governador Sérgio Cabral, já foi investigado por movimentações suspeitas na conta de uma irmã, e por suposto uso idevido de verda destinada à atividade parlamentar e vários outras coisas protegidas pelo fato de ser senador da república.

Em acordo de delação premiada com a Polícia Federal, o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, relatou que o PMDB (hoje MDB) teria pago, de forma indevida, o então senador Romário (Podemos) — na época do PSB — para que ele, supostamente, apoiasse a candidatura de Luiz Fernando Pezão, no segundo turno das eleições de 2014, para o governo do Rio.

Não mais se falou, mas o ex-jogador foi, ou ainda está sendo investigado pelo Ministério da Fazenda por movimentações financeiras suspeitas na conta de sua irmã, Zoraidi de Souza Faria que viu seu plano previdenciário aumentar numa conta do Banco do Brasil de R$ 700,00 para R$ 4,8 milhões após um empréstimo de Romário. Não bastasse isso, entre os anos de 2015 e 2016 Zoraidi recebeu um empréstimo de R$ 6 milhões da RSF Empreendimentos, empresa que tem a mãe do senador Romário como sócia.

Aí ele vai para um programa de idiotices e afirma que o govermo Bolsonaro é melhor que o do PT. Uma "merda do caralho", foi o que falou o boca suja, diante da crise em que o país atravessa por conta de apoio de políticos desclassificados como ele. No governo do PT talvez ele estivesse preso, quem sabe...

O Romário, não poderia ser diferente, faz parte do time do antibrasileiros estrelados, que formam um time de analfabetos políticos ou aproveitadores, capitaneados por ele que tem Meymar, Felipe Melo, Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo Nazário, Bebeto, Marcos e tantos outros insanos que pouco estão se importanto com o desemprego, fome e inflação que domina o cenário do Brasil no governo do genocida.

Normal, então, que ele defenda o time da Rachadinha, da familícia e de tudo que eles representam: mandos dos donos do poder, misoginia, homofobia, racismo, desmatamento, boicote à educação e cultura e entrega das riquezas e empresas do Brasil ao capital estrangeiro. Enfi

Enfim, esse Romário "exemplo" já foi preso por atrassar pensão dos filhos, já se envolveu em briga com companheiros de clube, deu cabeçada num companheiro durante uma partida da seleção e nunca foi um profissional que pudesse ser apontado como exemplo de coisas postiivas, muito pelo contrário, sempre. Sem dúvida nenhuma, um grande representante do "time Bolsonaro".

*Foto: reprodução/Gazeta Esportiva

verme123_09



Prefeito pretende emitir novo decreto e aumentar número de torcedores no Amigão

Edmo Sinedino,

Noticiário de Campina Grande - NE45 - informa que o prefeito da cidade pretende emitir novo decreto e dar mais público ao Campinense na decisão de sábado. A FNF se posiciona contra, mas não é um direito do mandatário. Aqui também não houve o aumento de capacidade?

Novo decreto ampliará capacidade de público em Campina Grande

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, publicará um novo decreto para ampliar a capacidade de público nos estádios do município. Com isso, a tendência é de que o Campinense enfrente o América-RN, sábado (16), às 17h30, no Amigão, pelo mata-mata do acesso na Série D com mais torcedores.

Atualmente, o decreto autoriza eventos esportivos com até 20% da capacidade total das praças esportivas. O novo limite ainda não foi definido, mas a solicitação já foi realizada.

A Prefeitura de Campina Grande pediu um estudo à Secretaria de Esportes do Município e à Vigilância Sanitária para o aumento de público. Assim, ainda nesta semana, o novo decreto será publicado.

No jogo de ida, em Natal, o Campinense ficou no empate por 0x0 com o América-RN. Na volta, a Raposa precisa vencer para conquistar o acesso à Série C. Em caso de novo empate, a decisão será nos pênaltis.

*Fonte: NE45


A melhor campanha é do América

Edmo Sinedino,

somata_09Só curiosidade, interessante registro, que é do América a melhor campanha, contando somente as partidas a partir do mata-mata. O desepenho do clube rubro tem sido muito positivo dentro e fora de casa.

Lembrando que não altera em nada o curso dos mandos de campo até agora. Espero que o time rubro continue assim.



É preciso garantir a integridade da delegação do América em Campina Grande

Edmo Sinedino,

Fico imaginando a situação dos jogadores e comissão técnica do América. Sim, porque Campina Grande, a impressão que me passa é que vai se transformar mnum barril de pólvora. Sinceramente, não sei o que o clube rubro deve fazer. Chegar na cidade na hora da partida, concentrar em cidade vizinha sem informar onde, sempre de forma anônima, enfim, situação delicada.

Esses vídeos impressionantes de carros e motos acompanhando o ônibus na chegada a Campina Grande Grande da delegação do Campinense. A enorme aglomeração de torcedores, o outro vídeo, entoando gritos de guerra. Quisera eu acreditar que se trata somente de apoio aos atletas pelo resultado em Natal, mas não foi um placar que mereça tanta comemoração. Fosse assim, a torcida do ABC também faria sua festa. Tem mais coisa nessa demonstração de apoio e isso me assusta.

Cabe ao América, sua diretorira, pedir ao governo da Paraíba, à prefeitura de Campina Grande, claro, suas respectivas estrututuras de segurança a garantia, a preservação da delegação rubra que, mesmo o mais reacionário torcedor, sabe que não teve nada a ver com a ação dos bandidos que agrediram os jogadores do Campinense.

Sem falar no prejuízo emocional que isso pode causar ao grupo de jogadores do América, entre eles alguns jovens valores. Um trabalho à parte ainda terá que ser feito para que a pressão acrescida que o time vai sofrer no Amigão, na cidade, não atrapalhe o rendimento da equipe. E claro, se faz necessário que o presidente da FNF aja, comunigue a CBF os riscos da partida para que possamos ter um jogo dentro da normalidade.

PS: importante. Os vídeos que citei e que postei no meu instagram foram ma nifestações de apoio aos jogadores e as imagens foram feitas na quinta-feira, na saída do  ônibus com destino à nossa cidade. Me desculpem se induzi ao pensar que já seria ameaça ao América. No entanto, nas redes sociais, chovem ameaças e promessas de "troco" dos bandidos travestidos de torcedores que existem em todos os lugares do Brasil e não seria diferente na cidade paraibana.


FNF confirma final da Segundona para esta terça-feira, 17h no Frasqueirão

Edmo Sinedino,

Os dois times, de forma merecida, chegaram à final. Uma pena que a FNF não trabalhe definitivamente, para o engrandecimento de nosso futebol. Com equipes prontas , montadas, organizadas, podendo citar Mossoró, Baraúnas e Visão Celeste, além de Alecrim, mesmo assim  apenas um clube terá o acesso, permanecendo com o pobre campeonato de oito participantes, talvez o menor do Brasil

Segundo dirigentes que ouvi, a explicação de José Vanildo, eterno na FNF, parece, as equipes não teriam estrutura para disputar a elite de nosso futebol e tudo acaba caindo nas "costas" da entidade. Aí, pergunto: e não é função da FNF ajudar os clubes, emular e fazer crescer nosso campeonato? Será que Vanildo acha que ser presidente de FNF é só para receber o salário e ajuda mensal para ficar nos cofres?

Mais de dez parceiros (patrocinadores) tem a FNF, que consegue por intermédio do prestígio dos clubes, se junta com a "mesada" da CBF e mais as porcentagens dos jogos,  preço alto de cada inscrição de jogador, taxas e mais taxas, esse dinheiro todo que entra na FNF é para fazer o quê? Não dá para dispensar as taxas de debutantes ou estreantes pelo menos no primeiro ano?

FNF CONFIRMA DECISÃO DA SEGUNDA DIVISÃO DO CAMPEONATO POTIGUAR PARA ESTA TERÇA-FEIRA NO ESTÁDIO FRASQUEIRÃO

A decisão da Série B do Campeonato Potiguar está confirmada para esta terça-feira, 12 de outubro, a partir das 17h no Estádio Frasqueirão, em Natal. Potyguar de Currais Novos e Riachuelo se enfrentam na grande final.

O vencedor fica com uma vaga na Primeira Divisão do Campeonato Potiguar de 2022 e o título de campeão da Segundona deste ano.

Os ingressos estão sendo vendidos na Loja do ABC na avenida Prudente de Morais e também na cidade de Currais Novos, com o Potyguar. O preços dos ingressos é de R$ 30 a inteira e R$ 15 a meia.



ABC faz jogo morno em Caxias, mas consegue empate precioso sem gols

Edmo Sinedino,

O ABC volta para Natal com a confiança renovada e com boas chances de conseguir o acesso. Domingo (17), o time vai contar com o reforço de seu principal "jogador": a Frasqueira (foto abaixo), que volta á casa - Frasqueirão - depois de um ano e meio. No estádio Centenário, passando aperto, o que já é comum fora de casa, a equipe alvinegra sustentou o zero a zero e precisa de vitória simples em casa. 

O Caxias, não poderia ser diferente, somente se o ABC tivesse um treinador diferente, comandou as ações de ataque e criou situações de gols diante de uma equipe encolhida. Moacir Júnior armou somente contra-ataques. Em dois lances mais perigosos, o atacante Kelvin teve a chance de abrir o placar. O rastante da partida muito truncada. Fim do primeiro tempo.

O ABC passou a acreditar mais em seu potencial, mas o que podemos dizer sobre o ataque é que somente uma grande oportunidade foi criada em chute de Marcos Antônio, de fora da área. O Caxias pressionava, mas sem muita criatividade e sua maior chance foi desperdiçada pelo atacante Bruno Ré que, de carrinho, chegou um segundinho atrasado e perdeu o gol.

Final da partida, zero a zero. No jogo em Natal, no Frasqueirão, o ABC terá o apoio da torcida, assim como aconteceu com o Caxias no Estádio Centenário. Em caso de novo empate,a decisão vai para os pênaltis. Para variar, o treinador Moacir Júnior terminou a partida na serra gaúcha sem nenhum jogador de ataque.

Desfalques

O técnico Moacir Júnior perdeu dois importantes jogadores para a partida de domingo, em Natal. O zagueiro Suéliton e o meiocampista Valderrama tomaram o terceiro cartão amarelo e estão suspensos.

Dado

Uma curiosidade. As equipes dos Rios Gandes tem um bom histórico dee participação na Série C. O Caxias disputou por 16 vezes a competição, a última em 2015. O ABC esteve na terceira divisão nacional por 11 vezes, a última em 2019. A equipe potiguar inclusive tem um título da C, em 2010.

O ABC jogou com Welligton, Netinho (Allef), Alisson Cassiano, Suéliton e Felipinho (Vinícius Silva); Felipe Manoel, Diego Valderrama (João Marcos), Marcos Antônio e Allan Dias; Negueba (Vinícius Paulista) e Wallyson (Denner).Técnico: Moacir Júnior.

*Fotos: twitter oficial do ABC

welligton-09

frasqueira123_09


NOTA DE REPÚDIO DA DIREÇÃO DO AMÉRICA AOS ATOS CRIMINOSOS DE BANDIDOS

Edmo Sinedino,


Como não poderia ser diferente, a diretoria do América publicou na manhã deste domingo nota de repúdio contra o ataque de bandidos travestidos de torcedores do clube que invadiram o hotel em que os jogadores do Campinense estavam hospedados. Uma vergonha! Claro, o clube não tem nada como isso, apesar de, muito provavelmente, sofrer, espero que não, em Campina Grande, retaliações e atos de banditismo parecidos.

Vea abaixo:

NOTA DE REPÚDIO: Agressões contra a delegação do Campinense-PB

O América Futebol Clube vem a público manifestar seu total repúdio a atos promovidos por algumas pessoas envolvendo a delegação do Campinense-PB, na noite do último sábado (9), no hotel onde a equipe paraibana estava hospedada.

O clube entende que toda e qualquer rivalidade deve ter como limite o campo de jogo e que fora dele o respeito e a civilidade precisam imperar para segurança de todos e o bem da sociedade.

Práticas como essas, além de estarem em completo desalinho às normas e valores desta instituição, construídos ao longo de uma trajetória de 106 anos, não têm espaço no futebol e nem na sociedade civil.

O América Futebol Clube se solidariza com a delegação do Campinense-PB e lamenta tais ocorrências que não representam o sentimento da nossa torcida nem a hospitalidade do povo Potiguar.



Ataque de bandidos tavestidos de torcedores me fez recordar triste episódio, nos Aflitos, em 1996.

Edmo Sinedino,

O ano era 1996. Jogos decisivos entre América e Náutico, Série B do Brasileiro. Na partida em Natal, bandidos, não torcedors, cometeram crimes idênticos aos marginais desta feita, ano de 2021, partida da Série D do Brasileiro, entre América x Campinense.

Jogo seguinte, no estádio dos Aflitos. A semana toda passei condenando esses atos, denunciando esses bandidos como sempre faço. Nossa equipe foi fazer a cobertura da partida em Recife. Eu, Eduardo Maia, fotógrafo, e o motorista Vitor.

Logo na chegada ao estádio, inocentes, descemos do carro e fomos cercados por torcedores. Levamos alguns empurrões. Dentro do estádio, os canalhas (classifico assim) da Associação dos Cronistas ESportivos de lá, na época, nnegaram condições de trabalho e ainda sofremos ameaças, como se fôssemos os responsáveis pelas atitudes dos bandidos.

O América subiu, valeu a pena, mas nunca esqueci os riscos que corremos e como fomos maltratados e ameaçados. Eduardo Maia fez as fotos da Geral  (ainda existia) e eu fiquei vendo o jogo no meio da torcida.

No final, nos dirigimos, ainda assustados, nos escondendo, nos disfarçando, quase, para o carro, e quando lá chegamos nos deparamos com o veículo todo depredado, amassado, pnseu furado e até vidro trincado, que não foi quebrado porque, na hora, para nossa sorte, passou uma viatura e espantou os bandidos de lá.

Conto essa história como advertência. A delegação do América e quem for trabalhar sábado que vem em Campina Grande pode correr os mesmos riscos. Espero que o povo de Campina Grande, sempre hospitaleiro, não enxergue todo mundo como enxergaram os torcedores do Náutico em 1996.

Os atletas do América, os profissionais de imprensa do RN, nenhum, tenho certeza, apóia esse tipo de atitude criminosa cometida contra os atletas do Campinense.



Bandidos se travestem de torcedores e cometem atos criminosos contra jogadores do Campinense

Edmo Sinedino,

A FNF está certíssima em cobrar punição

 ao Ministério Público. Mas isso não deve, e nem pode, ficar somente nas notas. Não dá para conviver com esses bandidos que se infiltram nas organizadas, mancham os nomes de muitas organiações que, até, trabalham pelo engrandecimento de nosso futebol.

Também devem participar dessa "operação", se podemos chamar assim, os representantes legais das torcidas na identificação dos causadores dos crimes que se repetem e repetem. Faz tempo que essas vândalos, marginais de alta periculosidade cometem crimes, enfeiam o futebol, faz o público diminuir nos estádio sem que se tome conhecimento de uma apuração e punição que seja, se houve, não fiquei sabendo.

De uma vez por todas é preciso que esses elementos do mal sejam tratados como merecem e que se pare de classificá-los de torcedores, pois nem mesmo aspeada essa denominação deveriam ser feita. São bandidos, bandidos, bandidos!

Veja as notas

Nota de repúdio

Confira, na íntegra, a Nota de Repúdio e o Ofício encaminhado ao Ministério Público, pedindo rigor na apuração dos atos criminosos registrados na noite deste sábado, contra a delegação do Campinense.

notafnf1_09

notafnf2_09


América peca no ataque e fica no empate sem gols diante do Campinense

Edmo Sinedino,

Difícil falar sobre uma partida que decepcionou. O empate do América diante do Campinense, 0 a 0, foi frustrante. O time rubro terá que buscar o resultado sábado que vem em Campina Grande. Não sei se minha opinião é igual à maioria, mas achei o time paraibano mais efetivo nas jogadas de ataque. O duelo primeiro, desta partida de 180 minutos, foi realizada na tarde deste sábado, na Arena das Dunas.

Não foi, de novo, uma semana de preparação como um treinador gostaria. Renatinho foi atrapalhado pelas contusões. Se ressentiu da falta de Elvinho, não contou com Leozinho, ala, além de não escalar de começo dois jogadores super importantes na campanha – Guedes e Alvinho – que não estavam 100%  recuperados e prontos para jogar. Max, que não atuava desde julho, foi escalado com a 9.

O primeiro tempo fiquei meio sem entender a continuidade da insegurança, me pareceu, dos jogadores rubros. Será que foi a presença, ótima, da torcida? Não era para ser o contrário? Tanto que em nenhum momento houve vaia ou falta de apoio. Observei várias ações precipitadas, chutes sem pretensão e falta de tranquilidade na hora da criação das jogadas. Um maior domínio territorial, um pouco mais de posse de bola, nada mais. Um resumo do time na primeira etapa: falta de criatividade e efetividade no setor ofensivo.

No segundo tempo, quase a mesma pegada. Entraram Alvinho e Felipe Cruz, saíram Max e Felipinho. Se bem que, novamente, as situações , não chances de gols, quase não tivemos, foram do Campinense, o que não significa que o time de Campina Grande foi melhor. Evidente que a gente tem que levar em consideração os problemas que o Renatinho tem enfrentado, e teve que escalar Max que não jogava há três meses e o Alvinho, sem estar 100% recuperado. De novo, fico com a impressão que o time rubro potiguar é melhor, mas precisa saber transformar essa supremacia em resultado e gols.

Renatinho Potiguar

O técnico Renatinho Potiguar falou sobre a partida e, apesar do empate, afirmou ter ficado satisfeito com o rendimento dos seus comandandos, fazendo a ressalva da falta de objetividade, diria, no quesito conclusão e criação. “Falei com o Luiz Henrique, por exemplo, que precisava um pouco mais de determinação e fazer algo diferente em algumas jogadas perto do gol, e não só o previsível”, disse.

O treinador destacou o valor do adversário que joga junto deste o começo da competição e, principalmente, os problemas que tem enfrentado desde que assumiu. “Terminei a partida sem mais opção de mudar no ataque, de fazer ou tentar algo diferente”. Ele destacou Max que não vinha jogando, parado muito tempo, e Alvinho sem estar recuperado totalmente. “Estou confiante, assim é mata-mata, jogo de 180 minutos, o fato de decidir em Campina Grande é normal. Tivemos dificuldades, mas podemos e vamos melhorar”, acredita.

O jogo terminou 0 a 0, qualquer empate em Campina Grande, sábado, 16, leva a decisão para as penalidades. O treinador Renatinho Potiguar nã vai poder contar com o goleiro Samuel Pires, que tomou o terceiro cartão.

Falhou

A segurança e vigilância, que sai tão cara aos cofres dos clubes. Torcedores que compraram ingressos mais baratos pularam para outros setores sem que nada acontecesse. Administração da Arena das Dunas sempre falhando quando é mais necessária sua atuação.

Público: pagante de 7.333 e não pagante 29, total em campo 7.361 para uma renda bruta de R$ 291.565.

O América jogou com Samuel Pires, Felipinho (Felipe Cruz), Jean Pierre, Rômulo e Iranilson (Roni); Wellington César, Erick Varaã e Esquerdinha (Patrick Alan); Luiz Henrique e Max Alvinho).

*Foto: Canindé Pereira/AFC

empateafc_09


Riachuelo volta a vencer o Baraúnas e está na final da Segundona contra o Potyguar

Edmo Sinedino,

potygua234_09Com a vitória empolgante, 3 a 2, de virada, do Riachuelo  (foto abaixo) sobre o Baraúnas, na tarde desta sexta-feira, no Fraqueirão, ficamos conhecendo o segundo finalista do Campeonato Potiguar da Segunda Divisão. Potyguar de Currais Novos (foto menor do lado) x Riachuelo. Um representante da capital e um do interior decidem o título neste dia 12 (está marcado na tabela da FNF, mas deve haver alteração).

Na primeira divisão do ano vindouro, qualquer que seja o vencedor, será concretizado um retorno de um tradicionaçl clube ao nosso futebol. RAC e Potyguar, que brilharam, tiveram papéis importantes em estaduais passados voltam a figurar na elite.

O técnico Miarabô Rocha, ao final da partida, em entrevista à TV FNF falou da campanha e destacou que "o favoritismo da primeira fase era de Alecrim e Palmeira, conseguimos chegar em primeiro, nessa semifinal, o favoritismo era do Baraúnas, mas chegamos a final", disse.

Na primeira fase, o RAC obteve quatro vitórias, um empate e uma derrota (na estreia). Depois venceu os dois jogos semifinais - 2 a 1 e 3 a 2. O Potyguar teve campanha melhor. Venceu cinco jogos e empatou um na primeira fase. No duelo semifinal contra o Visão Celeste triunfou duas vezes - 2 a 1 e 3 a 0.

O técnico Mirabô Rocha vai em busca de seu primeiro título. Já Hígor César, experiente comandante do Potyguar vai em busca de seu quarto título da Segudona, onde já ganhou comandando Globo, Santa Cruz e Força e Luz.

O RAC tem como destaque a base de jogadores cedidos pelo Santa Cruz de Natal. Já o time da terra dfa shelita aposta em valores da terra, como Thiago Potiguar e Jadson, além do cearense Histone.  Uma certeza eu tenho: vi as duas equipes em ação e garanto que vamos ter uma grande final.

*Fotos: site da FNF

racelo_09



Brasil passa aperto, mas consegue vencer a Venezuela e manter 100% de aproveitamento

Edmo Sinedino,

Quando fez a aposta de jogar realmente no ataque. Quando entrou jogadores que não têm medo de levar para cima, de tentar as jogadas verticais - Raphinha e Vinícius Júnior - o Brasil venceu. Que sirva de exemplo para Tite. Ainda ficou evidente a dependência por Neymar. Que ele volte bem contra a Colômbia, domingo, mas que Tite deixe em campo jogadores verticais.

Abaixo:

O Brasil viajou até a Venezuela para manter o aproveitamento de 100% nas eliminatórias para a Copa do Mundo. Nesta quinta-feira (7), o time sofreu, mas venceu de virada por 3 a 1, com gols de Marquinhos, Gabigol e Antony.

O primeiro tempo começou com sinais de que a seleção não teria dificuldades. Aos 11 minutos, porém, Soteldo cruzou para a área, Fabinho e Marquinhos escorregaram e Eric Ramírez marcou de cabeça.

Na primeira etapa, o grande lance brasileiro veio dos pés de Everton Ribeiro, que invadiu a área pela esquerda e chutou firme, mas, com desvio, a bola parou no travessão.

No início da segunda etapa, Thiago Silva chegou a empatar o duelo de cabeça, mas um impedimento foi assinalado no lance e o gol, anulado.

Aos 25 minutos, porém, em cobrança de escanteio de Raphinha, Marquinhos subiu mais do que toda a defesa adversária para testar para o fundo da rede, empatando o duelo.

Já nos minutos finais, Raphinha e Vinicius Jr fizeram boa jogada, e Gabigol foi derrubado na área, sofrendo pênalti. O camisa 21 cobrou e converteu, virando o placar.

O Brasil chega a 27 pontos na liderança das eliminatórias. A Venezuela, por sua vez, segue na lanterna e com quatro pontos no total.

No domingo (10), as duas seleções disputam partida adiada da 5ª rodada. O Brasil visita a Colômbia, enquanto a Venezuela recebe o Equador.

*Com ESPN

1-20 de 11996