As "novidades" do ABC

Edmo Sinedino,

Eu não costumo fazer esse tipo de coisa, mas não vou perder essa chance. Essas informações do ABC - a volta de João Paulo e saídas do volante Wesley, o goleiro Erivelton e o atacante Núbio Flávio - eu já tinha noticiado aqui no blog e no Jornal 96 tem pelo menos uns quinze dias.

Esclarecendo para que não haja má fé. O DM do Náutico vetou a contratação de João Paulo por lesão, mas essa contusão foi contraída aqui, no ABC, em partida, se não me engano, contra o Vitória.

O DM do ABC afiançou a volta do meia, que deve precisar de uns 15 dias para se recuperar, o que já deve ter acontecido pelo tempo de seu retorno.

Sim, e tem também as novas aquisições que já divulguei aqui, mas ainda não foram oficializadas: o goleiro Lucas Passarelei, o atacante Elcarlos, um dia antes, já havia anunciado o Danúbio, também atacante.

Só para registro.



Riscos e riscos

Edmo Sinedino,

Normalmente não falo sobre Covid-19, só mais comumente para criticar quem emite opinião sem ter condição de fazê-lo, como recentemente critiquei o técnico Roberto Fernandes do América que chegou ao ponto de falar em abrir portões dos estádios ao público para  10% de sua capacidade.

Agora, sejamos justos, não omissos,  diante do que vi nas imagens do suposto treino do ABC, 12 jogadores (todos devidamente testados) num espaço aberto, enorme, devo dizer, sem medo de errar: as aglomerações no comércio do Alecrim, nas agências da CEF e até mesmo em supermercados trazem muito mais risco de propagação da doença.

Quero dizer com isso que sou favorável ao treino do ABC? Ou ao jogo-treino do América contra o Retrô?  Não. Todos estão errados. Prefeitura de Natal, Governo do Estado e todos gestores do Estado, pois, sem exceção deveriam se unir para o cumprimento, radical, das medidas de prevenção.

Podem ter certeza: ABC, América, e principalmente o comércio do Alecrim, o comércio de Natal, a "conta" vai chegar. Infelizmente, atingindo até mesmo quem não desrespeitou o isolamento.

Mais errado e absurdo ainda estará a Federação, seu presidente José Vanildo da Silva se conseguir a liberação para o retorno de nosso Campeonato Potiguar se ele não providenciar para os seis clubes filiados os mesmos testes realizados por ABC e América. Sim , ele, entidade, tem sim a obrigação de tornar possível.



As polêmicas e a má fé

Edmo Sinedino,

O mundo do futebol é muito vasto. Antigamente, com a troca de informações entre atletas, ex-colegas, parentes e amigos já era difícil manter algo em segredo, imaginem hoje com as redes sociais.

 Não quero mais pôs lenha na fogueira, entendo a posição do presidente do América, Leonardo Bezerra, por quem tenho respeito e, posso dizer, amizade, desde os tempos em que ele cuidava, e muito bem, das bases rubras; não conheço o presidente do Retrô, mas informações de pernambucanos amigos garantem que hoje sim o danado do jogo treino, e que o América perdeu de 2 a 0.

O impedimento das autoridades seria o motivo da negação, só não acho que as redes sociais, torcedores, desportistas e, claro, os sem vergonha na cara, aqueles que, despeitados, invejosos, ficam esperando uma chance de atacar jornalistas sérios, como meu colega Mállyk Nagib, deveriam merecer atenção ou crédito. 

Sim, e para ter a certeza de que aconteceu esse jogo-treino nem precisaria dos meus amigos informantes de Recife e Camaragibe, ex-colegas de clube, a postagem de do Nagib já me bastava.

Depois veio o episódio do ABC. Não é preciso pesquisar muito para saber que o ABC treinou sim. Tentou manter espaços, distância entre atletas, mas sempre prevalece o descuido, basta dar uma passeada pelas ruas de Natal. O povo tem sim sua parcela de culpa por tudo que vivemos.

Sei também que houve filmagens, as pessoas do ABC acreditam terem sido de má intenção, não duvido; aconteceu denúncia e a Polícia Militar esteve mesmo no CT e Frasqueirão do alvinegro para investigar. 

O que fiquei sabendo, não chequei com os policiais, não tive como, é que o oficial que estava no comando não viu nada demais no trabalho. Bom, são essas as versões.

O que fica nisso tudo é que o América encontrou uma maneira de sair na frente. O ABC, sua diretoria não se mexe, e quando a bola começar a rolar vão cobrar, da mesma maneira, mas do técnico e jogadores, não do dirigente. É sempre assim.



ABC contrata o goleiro Lucas Passareli e o atacante Elcarlos

Edmo Sinedino,

O ABC ainda não tem um planejamento definido para voltar aos treinos, tudo ainda depende das autoridades de saúde do Estado. Hoje, mais dois jogadores tiveram suas contratações confirmadas por fontes seguras do clube, o goleiro Lucas Passareli, e do atacante Elcarlos, ex-Juazeirense.

Nos últimos dias, Danúbio, também atacante, já havia acertado seu ingresso no time alvinegro.O goleiro Lucas Passarelli, 24 anos, teve toda sua formação no Guarani de Campinas, local onde nasceu. Foi emprestado para o Botafogo/PB e seu último clube foi o Iporá, de Goiás.

Já o atacante Elcarlos, 25 anos, tem um currículo vastíssimo e seu último clube foi a Juazeirense. Atuou também no Moto Clube/MA, Iporá/GO, Brasiliense/DF, Uberaba/MG, entre muitas passagens.



CBF define início das séries A,B e C, mas não se posiciona sobre a 4ª divisão e estaduais

Edmo Sinedino,

A princípio havia uma definição somente para as séries A e B do Brasileiro, mas em entrevista ao Jornal O Globo, o presidente da CBF, Rogério Caboclo confirmou também o início da terceira divisão, dia 8 de agosto. Infelizmente, com relação à Série D, onde estão inclusos os representantes potiguares, não existe definição.

- Demandam um operacional um pouco mais complexo. As equipes precisam de maior reestruturação para voltar e também uma logística maior - disse o cartola.

Esse cenário diferente e adverso se dá porque a competição tem 68 participantes e 61 cidades envolvidas, não existindo a mesma flexibilização e até opções para a realização de partidas em outras praças.

Sobre os estaduais, apesar de elogiar bastante, não poderia ser diferente, pois os presidentes são favoráveis e são eles que votam, Caboclo foi mais evasivo ainda, admitindo que a entidade não tem resposta e isso se configura dentro dos limites de cada estado.

O início da Série A do Brasileiro em 9 de agosto é algo definido. É o que diz o presidente da CBF, Rogério Caboclo. Em termos de calendário, as Séries B e C devem começar um dia antes (8), enquanto a Copa do Brasil retorna em 26 de agosto.



América realiza coletivo e promoção "Ingresso Solidário" supera as expectativas

Edmo Sinedino,

Um trabalho com muitos entraves, paralisações, orientações do treinador Roberto Fernandes, um gol somente, enfim, não foi uma movimentação boa de se ver, mas absolutamente normal para uma equipe que não pegava em bola a quase cem dias. 

No primeiro coletivo (no sábado aconteceu um jogo-treino contra o Retrô, o América perdeu de 2 a 0) na volta aos trabalhos, realizado n o CT Retrô, em Camaragibe, o time considerado titular do América venceu de 1 a 0, gol do recém-contratado Rogerinho.

O treinamento foi transmitido pela tevê do clube em live que fazia parte de uma promoção denominada de "Ingresso Solidário" e que, até antes mesmo do final da transmissão já tinha arrecadado R$ 25 mil, ultrapassando as três metas estabelecidas pela direção.

O time armado para ser titular contou com as novidades dos volantes César Sampaio e Wallace Rato, recuperados de contusão, com Leandro Melo e Romarinho na equipe reserva, além do aproveitamento dos novos atacantes Rogerinho, autor do gol, e Elias, ao lado de Wallace Pernambucano. 

A baixa na prática foi o meia atacante Dione, que sofreu lesão no dedo do pé (parece que quinto metatarso e vai se submeter a exame mais completo) ainda na primeira metade dos trabalhos duraram cerca de 30 minutos cada tempo. Felipe Guedes e Felipe Cordeiro treinaram à parte com os preparadores físicos.

A equipe titular formou com Ewerton, André Krobel, Edimar, Edson e Michael; César Sampaio, Wallace Rato e Lelê; Rogerinho, Elias e Wallace Pernambucano. Os reservam entraram em campo com Vitor Paiva, Juninho, Adriano Alves, Geninho e Renan Luís; Leandro Melo, Leilson, Romarinho e Dione, depois Beto; Adílio e Tito.



Direção do América festeja sucesso da promoção "Ingresso solidário"

Edmo Sinedino,

Sem maiores detalhes, não mais informações nos portais, nem mesmo nos twitters dos clubes, mas o América realizou jogo-treino contra o Retrô, lá em Camaragibe, perdeu de 2 a 0. Isso nem conta, diante das boas novas, batimentos de metas e mais metas para a live de amanhã, coletivo oficial e ingresso solidário, campanha super vitoriosa do marketing rubro.

De novidade no time rubro, a presença de Felipe Guedes, cuja saída causou um certo disse que disse na imprensa de Pelotas, mas nenhum impedimento de sua saída para o América, mesmo que o contrato só o liberaria para clubes das Séries B e A.

Não fizeram muita questão da permanência do volante, aliá que, faz tempo, vem numa fase oscilante. Guarani, Paysandu e Pelotas. Dei uma pesquisada e me parece que o Guedes não foi destaque em nenhuma das equipes. Até mesmo suas últimas participações no alvinegro não foram boas, tomara que volte a jogar bem no América.

Roberto Fernandes disse que a contratação do atleta visava uma melhoria na transição de seu meio-campo do meio-campo para o ataque.



O futebol de volta, tudo bem, e quem vai bancar testes dos outros clubes do Estadual?

Edmo Sinedino,

Vamos algumas novidades da federação. Será que tem?  O presidente da FNF, José Vanildo participou de videoconferência com o secretário estadual de saúde, Cipriano Maia. O assunto, claro, o retorno do futebol. Uma nova reunião foi marcada, quem sabe, segunda-feira, e uma data possa ser definida.

Não pode ser. Volto a bater na mesma tecla: os outros clubes - Força e Luz, Potiguar de Mossoró, Globo, ASSU, Santa Cruz e Palmeira de Goianinha. Quem vai bancar os testes e e a manutenção de do confinamento dos atletas pós testes?

A FNF garante? Se não, como pensar em volta do futebol potiguar. Falou de forma absurda no mês de julho, ainda, final, como, me pergunto? Quem foi testado ou será que os clubes que citei acima não vão precisar cumprir os protocolos?

Muito parecido com o que acontece no Rio de Janeiro. E não sei até quando a governadora Fátima Bezerra, que já perdeu a "guerra" para empresários e comerciantes, vai se sair nessa nova contenda. O América já a culpa por não ter podido treinar em Natal...



Botafogo e Fluminense protestam contra a FERJ e seus desmandos

Edmo Sinedino,

O futebol do Brasil precisa da criação de ligas, fortes, atuantes, confiáveis e tirar as mãos dos presidentes de federações, quase todos envolvidos em denúncias de má administração, assim como a madrasta CBF. O que se testemunha no Rio de Janeiro faz envergonhar o país no mundo todo, num direcionamento claro para beneficiar um grupo em detrimento de outro. 

A vergonhosa posição e decisões da FERJ, assim como a do Flamengo, clube de maior torcida do Brasil. Ao Botafogo e Fluminense, suas direções, o apoio que deveria ser de todo o país do futebol. As duas equipes, em conjunto, divulgaram nota à imprensa e ao mundo do esporte.

Leia a nota completa:

"Em respeito às tradições seculares e suas conquistas históricas no futebol brasileiro, Botafogo de Futebol e Regatas e o Fluminense Football Club se unem neste manifesto. Primeiramente para reafirmar seu compromisso e sua determinação em cumprir com nosso dever social de pregar a estrita observância das normas recomendadas para a proteção da população. Respeitamos o próximo, no que este termo tem de mais precioso, que é a integridade da saúde e a preservação da vida.

Todos os brasileiros sabem que nossa construção como nação passa pelo futebol, que tem uma responsabilidade social enorme por ser forte fator de influência sobre atitudes e comportamentos da população. O futebol, em sua essência, traz o espírito de solidariedade, a empatia e o respeito ao adversário, sem o qual não há jogo possível. Sem o qual não há ludicidade e, a partir daí, a vida perde um pouco de seu sentido.

Honrados em mantermos nossa posição e nossos princípios é que protestamos contra o que se está vendo do atual cenário do futebol do Rio de Janeiro. Uma cena triste cujo pano de fundo é este momento tão difícil da história nacional, quando vidas estão sendo ceifadas não apenas pela pandemia, mas também a golpes de insensatez e de falta de empatia. O que todos estão assistindo em primeiro plano nesse show de horrores é o espetáculo de desmandos e desrespeito com que os clubes e seus torcedores vêm sendo tratados.

Listamos abaixo os pontos mais tristes desse roteiro desolador:

- Botafogo e Fluminense foram obrigados a sair de seus domínios, em várias ocasiões, para jogar em estádios precários, em condições de risco e de exaustão, enquanto outros clubes, mais alinhados, mandaram todos os seus jogos em seus estádios; Apesar de dizer que os jogos do retorno seriam apenas em três estádios – Maracanã, São Januário e Nilton Santos, a Ferj fez o Botafogo jogar na Ilha do Governador e o Fluminense em Bacaxá, sem poder se concentrar, ou seja, tendo que viajar duas horas de ônibus no dia do jogo;

- Botafogo e Fluminense tiveram que lutar para não serem obrigados a jogar após apenas um ou dois dias de treinamento, colocando em risco a saúde e a integridade física de seus atletas. E tudo isso sob o argumento pueril de que treinamentos estariam liberados, quando o índice de contaminação explodia e vidas estavam sendo perdidas em filas de hospital. Quando serviços muito mais importantes estavam ainda proibidos de funcionar por razões tão óbvias que dispensariam discussões. Muito menos retaliações.

- Em atitude que em tudo contraria o espírito democrático e a liberdade de expressão, o treinador Paulo Autuori foi punido na véspera do primeiro jogo em razão de declarações em entrevista em que brilhou pela sensatez. Em sinal de protesto, Autuori não comandou a equipe na partida, mas suas palavras estavam em campo, para nos representar. A todos os que professam a empatia, o respeito ao próximo;

- O Botafogo foi punido ainda com perda de mando porque contestou a conta absurda e astronômica para a operação do Estádio Nilton Santos, dez vezes mais cara do que a que outros clubes pagaram para jogar no... Maracanã! Uma clara atitude de retaliação por seu posicionamento a favor da vida. Somente de nossos clubes foram cobrados valores exorbitantes por despesas operacionais. A mesma cobrança exorbitante ocorreu com Fluminense, ao jogar no estádio Nilton Santos e em... Bacaxá!

- Quando tudo parecia já grotesco, os clubes se viram punidos com a perda de um contrato essencial para sua subsistência, que é o contrato de direitos de transmissão da Globo. A emissora argumentou em sua notificação que a Ferj falhou em garantir a exclusividade na transmissão de um jogo de um dos cedentes de diretos, o que gerou a ruptura do contrato de TV e que causa prejuízos a Fluminense e Botafogo no montante estimado de 120 milhões de reais, somados o que os dois clubes têm a receber nos próximos quatro anos. Sem entrar aqui em considerações sobre a responsabilidade da emissora por sua participação na condução do episódio, sem deixar de entender a forte influência de discussões paralelas com um dos clubes, o fato é que o conjunto de agremiações se viu arrastado de roldão, embrulhado em uma confusão para a qual não contribuiu. Sequer fomos consultados em Arbitral sobre os riscos desta decisão;

- Estamos chegando ao fim de uma competição em que as verdadeiras lutas se deram fora de campo e de forma totalmente inadequada. Com reuniões às escuras, intensa atividade em práticas de bastidores, indisfarçável ligação simbiótica com outros clubes, descumprimento de contratos, chuva de liminares e um comportamento incompatível com a de uma liderança em momentos de crise. A FERJ se esforçou e conseguiu desvalorizar sobremaneira o produto pelo qual deveria trabalhar visando o sucesso, que é o Campeonato Carioca.

- Não bastasse o constrangimento de sermos obrigados a retomar o Campeonato Carioca, convivendo com registros de mais de 63 mil mortes no Brasil, com média superior a 1.200 por dia, tivemos que relembrar, em vão, esse marco fúnebre em reuniões sucessivas do Conselho Arbitral da FERJ. A insensibilidade evidenciou que os números alarmantes não passam de fria estatística àqueles que parecem não entender a função social do futebol: impactar a vida das pessoas, pautar costumes e atitudes.

- Fluminense e Botafogo foram fortemente atacados pela FERJ e por outros clubes quando tiveram posição de bom senso de preservar seus atletas e funcionários ao seguir as recomendações da quarentena. Definitivamente, retornar competições com o inexplicável açodamento - com o calendário nacional ainda indefinido - não era a melhor mensagem a se transmitir por parte de tão importantes influenciadores.

Botafogo e Fluminense entendem que este é um momento em que a solidariedade deve prevalecer. Por isso, estão unidos e pedem que seus torcedores façam o mesmo. Unidos em torno da exigência de respeito. Do tratamento digno. Da preservação da honradez nas relações. Por isso estão lançando aqui as bases de uma associação entre os dois clubes para a discussão de direitos. Quem quiser participar será bem-vindo. Importante frisar: no futebol ou na vida, ninguém joga sozinho. É tempo de solidariedade".

BOTAFOGO e FLUMINENSE



A Globo é obrigada a transmitir Fluminense x Botafogo

Edmo Sinedino,

Diante dessa loucura que se tornou a volta do futebol no Rio de Janeiro, atendendo determinação judicial, a rede Globo de televisão vai transmitir nas suas plataformas a semifinal da Taça Rio entre Fluminense e Botafogo, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Nilton Santos. 

As duas equipes entram em campo protestando contra a volta do futebol e tudo que cerca essa pantomima, um completo descaso com os mais de 60 mil mortes no Brasil, mais de mil, só no dia de ontem.

Assim, a emissora acata a decisão judicial obtida pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro que determina a exibição do jogo.

Veja a nota da Globo na íntegra:

"A Globo rescindiu essa semana o contrato para a transmissão do Campeonato Carioca pela violação dos seus direitos de exclusividade, mas recebeu ontem à noite uma ordem judicial que a obriga a transmitir os jogos sobre os quais tinha direito quando o contrato estava em vigor. A Globo vai recorrer da decisão, mas, em respeito à Justiça e aos Clubes, dos quais é parceira histórica, vai transmitir a partida de amanhã entre o Fluminense e o Botafogo pela semifinal da Taça Rio, na TV Globo, no SporTV e no Premiere. A Globo esclarece que os clubes são livres para transmitir seus jogos ou autorizar que terceiros os transmitam, uma vez que o contrato foi rescindido. Para transmitir o jogo que acontece amanhã, às 16h, no Estádio Nilton Santos, a Globo está acionando um protocolo de urgência que garanta a logística para uma transmissão com o padrão de qualidade de sempre e que resguarde a segurança e a saúde das equipes de transmissão. A Globo é parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas, entende a sua importância para clubes, jogadores, marcas e torcedores e reitera a sua crença de que o futebol só será capaz de vencer as inúmeras dificuldades com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros."



Brigas nas redes sociais expõem supostas irregularidades na administração do ABC

Edmo Sinedino,

O ABC, me parece, continua sem comando, sem norte, enfim, prejuízos dentro e fora de campo, creio. Vi uma polêmica de arrepiar, no twitter. Rodrigo Mendonça, atual diretor de marketing, respondendo a Wilton Gomes, que saiu e fez postagens criticando sua contratação e o alto salário que o Rodrigo vai receber do clube.

Rodrigo nega o contrato, o salário, e lista suas ações sem nenhuma recompensa financeira, dizendo que pode provar o que afirma. Ele lista ações de marketing vitoriosas que, em três meses, colocou quase R$ 70 mil na conta do clube. 

Depois, continuando, Rodrigo atira. Diz que Wilton foi afastado por Bira Marques por acusação de esquema de "Rachadinha", afirmando que participou de reunião que definiu o desligamento do Wilton. Gravíssima acusação.

Depois critica Wilton por ter sido responsável pelo pior contrato da história do clube (não sei se foi o pior da história, mas que foi ruim, isso foi), o tal da marca própria e arremata que o mesmo dirigente foi acusado de querer ganhar dinheiro às custas do ABC.

Rodrigo diz que Wilton espalha mentiras nas redes sociais sobre ele e afirma que realizou em três meses o que Wilton não conseguiria em 30 anos. Rodrigo diz que não tem rabo preso e que vai bater de frente com o que descobrir de errado no ABC, por isso que "tirei você do ABC", afirma veemente e garante que bate de frente "seja Bira (Marques), Suassuna, Judas ou qualquer que seja...

Por fim, Rodrigo reafirma sua condição de torcedor e aconselha o ex-dirigente a "dar conta do dinheiro do bicho que ninguém sabe para onde foi...", depois sacode um "pilantra" afirma que fala tudo na cara do inimigo.

Bom, importante esse tipo de assunto vir à baila, pois num caso desses alguém pode provocar o Ministério Público para que esses desvios de conduta e de dinheirjo, se aconteceram, sejam apurados e punidos. Sim, sim, prejudica o nome do ABC a briga, mas prejudica muito mais encobrir essas irregularidades, se aconteceram, claro.

PS: peço desculpas ao Rodrigo e aos leitores, disse que ele seria gerente de marketing do ABC. Na verdade, ele é presidente do Movimento 90 e não tem cargo no clube. Feita a correção.


ABC acerta com Danúbio e renova com Jailson; volta aos treinos ainda não se define

Edmo Sinedino,

danubio_09Recebi a informação da contratação do atacante Danúbio dia 30 de junho, acho, e não vi a oficialização da contratação nos informativos do ABC. Aliás, no alvinegro tudo anda a passos de tartaruga.

Sobre o Danúbio, elogios de um treinador que trabalhou com ele, apesar de atestar que ele não é bom finalizador, nos outros quesitos tem muita qualidade - velocidade, passe, participação, movimentação...

 Ainda bem que o DM, que funciona, já está agilizando testagem e vamos ver quando a direção vai viabilizar um local seguro para treinos, assim como fez o América, afinal, o clube tem a Copa do Nordeste pela frente.

Além da contratação do Adenúbio, que afianço porque a informação foi segura, tivemos a oficialização da renovação de contrato de Jailson, um dos jogadores mais importantes na conquista do ABC na temporada.

Abaixo mais informações sobre o reforço:

Danúbio Ribeiro dos Santos

Nasc.: 25/03/1995  - 25 anos

2020: Vitoria da Conquista

2019: Estoril Praia ( Portugal )

2018: Porto B ( Portugal )

Atacante canhoto atua pelos lados do campo. Danúbio Impressiona por sua velocidade, habilidade e dinâmica de jogo.



América realiza primeiro treino em Camaragibe e torcida dá mostras de total apoio

Edmo Sinedino,

duvidaA_09Não tenho nenhuma dúvida de que a torcida do América vai dar a resposta. Só não acho que houve qualquer tipo de "trama" para que o time rubro não pudesse voltar a treinar. Simples, se liberar para o América que tem condição, até poderia garantir a segurança de seus atletas, o mesmo não se daria com outras equipes.

Domingo, já com um time base formado, Roberto Fernandes comanda o primeiro coletivo no CT Retrô, lá de Camaragibe. Vai ser mais uma demonstração de força de uma torcida, mais uma inteligente estratégia de marketing, mantendo o torcedor bem juntinho do clube, como deve ser.

Veja abaixo:

No próximo domingo (5) a #TVMecão transmitirá o primeiro treinamento coletivo da intertemporada direto do Centro de Treinamento do Retrô Futebol Clube Brasil, em Camaragibe (PE). Os custos são altíssimos e o clube precisa mais que nunca do seu torcedor neste momento de dificuldade.

Para ajudar, basta adquirir quantos ingressos solidários quiser através do site da Arena das Dunas ao preço unitário de R$ 10 que dará o direito de concorrer a uma camisa comemorativa aos 105 anos do Orgulho do RN. Basta postar o comprovante da compra no Twitter com a hashtag #VoltaMecão.

Todo o valor será revertido para as despesas do Alvirrubro na volta ao futebol com o intuito de manter o equilíbrio financeiro do América neste período de pandemia.

Acesse https://arenadunas.com.br/agenda/voltamecao/ e ajude o Mecão em mais este desafio.

QR CODE

O torcedor também poderá contribuir com o valor que puder e concorrer a outra camisa através do QR Code que ficará disponível na tela durante toda a transmissão. 



Discordo, frontalmente, de quase tudo que Roberto Fernandes falou na entrevista

Edmo Sinedino,

entrevistabob_09Depois de alguns dias "enfurnado", pois a Covid-19 não é brincadeira e nos obriga a cuidados especiais e medidas preventivas nunca são demais, estou de volta, tentando atualizar vocês que me acompanham e me atualizar também, claro, sobre o que acontece no mundo do futebol.

Como sempre faço, durante o dia me abasteço de informações para comentar no final, na hora que escolhi para trabalhar, já faz tempo. Quem me conhece sabe que sou um notívago inveterado, sempre durmo muito tarde e estou aqui no batente quase sempre depois da dez, um pouco antes, um pouco depois.

Como sempre, prefiro comentar o futebol local. E vejo com alegria a volta dos treinos do América, aproveitando para comentar a live-entrevista com Roberto Fernandes, direto de Camaragibe e vou logo dizendo das minhas várias discordâncias com o treinador rubro.

Procurando não ser prolixo, não creio que o América precisasse do reforço de Felipe Guedes. Respondendo a pergunta do meu colega Mállyk Nagib ele disse que o jogador vai melhorar a transição do América. Discordo porque Romarinho e Wellington Rato fazem isso muito bem. Primeiro ponto, mas respeito a opinião dele.

Segundo ponto de discórdia. O América, precisando economizar e que já contratou, ofereceu ao Roberto muito mais que a maioria das equipes na mesma situação, não necessita de um "incentivador", alguém especializado em animar o grupo nos jogos sem torcida. Gente, isso é missão do treinador, do capitão, e de todos de um time de futebol. Todos têm que falar, se cobrar.

Por fim, o ponto mais polêmico de todos. Roberto Fernandes acha, contrariando o mundo todo, que dá para abrir um estádio com capacidade para 30 mil para entrada de 10%, 3 mil torcedores. Ele falou do espaço, citou até exemplos de supermercados e da Caixa Econômica Federal. Sim, eu pergunto: quem vai atender esses 3 mil, fiscalizar, impedir que não se juntem, não se aglomerem?

Será possível que o treinador do América não acompanha  o noticiário, não toma conhecimento das cidades que abriram e voltaram a decretar isolamento? Será possível que o treinador acha que uma estrutura falha como a Arena das Dunas, por exemplo, que em jogos médios se embanana, comete erros, deixa o torcedor esperando, comete as mancadas mais  simplórias tem essa condição de abrir para a torcida em plena pandemia? Considero irresponsável o comentário.

Por fim, a liberação para treinos. Roberto Fernandes esquece, assim como os caras do Flamengo no Rio, que o futebol não é feito somente por América ou ABC. Quem, além desses dois clubes, em Natal, no RN, tem  essa condição de testagem de manutenção de isolamento em um local seguro sem acesso de estranhos?

De onde Palmeira, Força e Luz, Assu, Santa Cruz, Potiguar, Globo, entre outros, do RN e do Brasil, vão tirar recursos e criar condições para ter a segurança que o América tem em Camaragibe, que o Flamengo tem no seu CT, e o Grêmio quando foi treinar em Santa Catarina? 

A mesma velha mania de olhar somente para o seu "umbigão" e esquecer dos outros, assim como fazem empresários, grandes comerciantes, gestores públicos e o nefasto presidente da república e todo seus staff de insanos.

Gente, encerro dizendo que não tenho nada contra o Roberto Fernandes, técnico do América, mas me assustam as suas irresponsáveis posições. É muito fácil falar em Covid-19 até com desprezo quando se tem médico, plano de saúde, amigos influentes, alimentação saudável, residências seguras, enfim, quando não tem a mínima ideia, ou não se quer ter, dos problemas enfrentados pelo povo mais humilde desse Brasil.



Live com missa e atrações para espantar a crise nos festejos de 105 anos do ABC

Edmo Sinedino,

abclive_09O ABC completa nesta segunda-feira 105 anos de história, gloriosa história. Não dá para contar os grandes nomes - atletas, treinadores, dirigentes, torcedores - que ajudaram a construir, passo a passo, tantos momentos especiais no futebol do RN.

Entretanto, talvez seja este ano a comemoração mais sombria, cercada de incertezas que, claro, o departamento de marketing, entendo, deve mesmo ignorar e só falar coisas boas. 2020 da pandemia, das crises, dívidas, incertezas inclusive da continuidade do nosso campeonato.

O futebol do RN, e o alvinegro centenário é uma de suas molas propulsoras, nunca viveu um momento tão obscuro. De qualquer forma, nossa homenagem e apelo, esperança de que as coisas possam melhorar para todos, apesar do descaso de nossa federação e da crise que atravessamos. 

Bem sei que o ABC, o futebol do RN é mais forte que tudo isso.

Veja abaixo:

Live com missa e show marca comemoração pelos 105 anos do Mais Querido

O maior clube do RN completa 105 anos no dia 29 de junho e para comemorar a data especial realizaremos a Live de Aniversário – ABC 105 Anos de Glória.

O evento acontecerá nesta segunda-feira (29), a partir das 18h, e o torcedor acompanhará tudo pela TV ABC, canal oficial do Mais Querido no YouTube.

Teremos a tradicional Missa de Aniversário e uma Live Show. A festa contará com a participação de dirigentes e ex-dirigentes, jogadores e ex-jogadores, apresentação das camisas comemorativas pelos 105 anos, animação do Grupo Nulance e do MC N10, e novidades para a Frasqueira.

Prepare o Manto e se prepare para comemorar o aniversário do Clube do Povo!

FacebookTwitterWhatsAppMais...1



Depois de atuações brilhantes, Vinícius Júnior volta a ficar no banco do Real

Edmo Sinedino,

Certas coisas eu não vou entender nunca e nem concordar, mesmo quando são decisões tomadas por treinadores como Zidane. Como ele pode deixar Vinícius Júnior no banco depois de uma sequência de dois jogos espetaculares. Vini e Rodrigo entraram no segundo tempo, na vitória de 1 a 0, gol de Casemiro, sobre o Espanyol, pouco renderam.

O que Zidande fez foi uma das medidas que mais critico nos treinadores de futebol, seja qual for o motivo (único justificável seria contusão, que não foi o caso, já que ele entrou depois). Todo mundo do futebol sabe que rendimento melhora com sequência, jogos, e aumento da confiança a cada minuto a mais passado em campo.

Qual a estratégia de Zizu? Fazer Vinícius entrar e pegar defesa cansada? Isso não existe em futebol de alto rendimento, ainda mais quando o ex-Flamengo vinha arrebentando durante todo o tempo e sendo a jogada de ataque mais perigosa do time merengue. 

Talvez por isso, não duvido, uma vitória magra sobre o lanterninha. Menos mal que venceu e recuperou a liderança. O ex-craque deu uma dos retranqueiros brasileiros.

Guardadas as devidas proporções, trago para a nossa realidade. Lembro de um treineiro que passou pelo América. Tinha um centroavante em ótima fase, marcando gols, ele "descobre a pólvora" e resolve poupar o homem-gol. Quando ele voltou, dois jogos depois, tinha perdido o caminho do gol. Essa história de poupar, pra mim é a pior estratégia já criada no futebol.



Autuori punido, Ferj, MP do Flamengo, Profut, FNF, CBF; os retratos do Brasil

Edmo Sinedino,

O treinador do Botafogo foi suspenso porque  em entrevista ao Jornal "O Globo" chamou a Ferj de "federação dos espertos". 15 dias de suspensão, derrubada por liminar. Não, Autuori, eles são muito mais que "espertos", esse povo é escandalosamente mal caráter e capaz de todas as artimanhas para conseguir lucrar, financeira ou politicamente.

O futebol do Brasil é podre. Vejam o caso do Profut (que vai ser esquecido),  e artimanha do deputado sacana de Minas que tirou o benefício da FAAP que, mal ou bem, ainda ajudava a tornar mais digna, menos sofrida e vida de milhares de jogadores pelo Brasil, via AGAPs (a do RN funciona muito bem, antes não merecia confiança, mas hoje, com Edmilson Lima, sim). 

Veja o caso da 'MP do Flamengo', MP 984 do presidente Jair Bolsonaro. A parceria desses caras para beneficiar um clube. E depois ainda teve a retirada dos pagamentos de direito de arena dos sindicatos e colocados de novo sob a tutela dos malfeitores, caloteiros dos clubes. Uma vergonha atrás da outra. E ninguém pode falar nada desses exemplos de abominações.

O meia japonês Honda, que diante do que tem visto no Brasil já deve estar arrependido de  ter assinado contrato por aqui, perguntou: "Onde está o direito de se expressar?" No futebol meu caro meia, não tem. Ditadura braba. 

Os clubes pequenos, pobres, afundando, sem ter como se manter, enquanto presidentes de federações enchem as "burras" com o dinheiro que vem da "madrasta" que ajudam a eleger e manter.

O Brasil, talvez seja o lugar do mundo, onde o futebol, grande e forte, entre os líderes do mundo, tem a pior e mais contestada administração, pontuada com um histórico de falcatruas nunca apuradas ou punidas, sustentadas pela omissão de dirigentes, imprensa e uma cambada de políticos que se desdobram para manter sem punição todos os desmandos.

Aqui no RN, vivemos dilemas de uma arena de Copa cercada de denúncias de irregularidades, clubes dizimados por falta de condição, futebol empobrecido, estádios abandonados, inclusive o berço de nosso futebol - Juvenal Lamartine - que em outubro completa 100 anos, absolutamente tomado pelo lixo e interditado, apesar de tombado.

Um campeonato capenga e clubes de pires na mão enquanto a Federação, que tem como obrigação ajudar filiados, com um gestor perpetuado desde 2007, José Vanildo da Silva é seu nome, segue sem dar a mínima atenção à situação de penúria em que quase todos se encontram.

O RN é o retrato do Brasil. E por aqui, ninguém fala nada também, e acho que nem é por medo de alguma represália, sinceramente, não sei o que acontece e até quando todos vão aceitar - dirigentes, sindicatos, entidades - e nada fazer para mudar essa situação insustentável de completo afundamento de nosso esporte.



O ABC continua sem se "mexer"

Edmo Sinedino,

O ABC, nada. O treinador Francisco Diá vem reclamando, faz tempo, da vantagem que o América vem obtendo com os treinos virtuais e hoje, certamente, depois da confirmação da testagem dos atletas rubros e treinos presenciais em Camaragibe, CT Retrô, em Pernambuco, o deixarão ainda mais sob pressão. 

A mesma pressão que vai sofrer o treinador Roberto Fernandes, do rubro, pois a ele vem sendo dado todas as condições - reforços, testagem e tempo de treino - e com isso, claro, a cobrança de todos por resultados positivos. Para o técnico rubro não vai ter desculpas.

O ABC, que tem uma partida, ainda, da fase de classificação da Copa do Nordeste, condições de passar à segunda fase - mata-mata - da competição, nada no sentido de se fazer alguma coisa para ganhar tempo. Lembrando que os adversários do ABC, possíveis e o próximo, CSA, já voltou aos treinos, justamente nesta sexta-feira.



América realiza testagem e confirma treinos no CT Retrô, em Camaragibe

Edmo Sinedino,

leodois_09A direção do América tomou a decisão acertada. Diante do que se apresenta em outros estados, o fato do rival da Copa do Brasil, Juventude, já está treinando, certamente, uma atitude dessa magnitude teria que ser tomada. A testagem é a prova da responsabilidade.

O acerto para treinamento no CT Retrô, em Camaragibe, outro grande lance de apoio e profissionalismo, mostrando realmente a preocupação do presidente Leonardo Bezerra (foto) em fazer o América voltar, em breve, ao lugar que merece, sem dúvida, a Segunda Divisão do futebol do Brasil.

Veja abaixo:

Alvirrubro realiza primeira etapa de testes para Covid-19 e define retorno ao futebol

Com as atividades oficialmente suspensas desde o dia 19 de março em razão da pandemia do coronavírus e sem jogar desde o dia 16 de março, o Alvirrubro se mobiliza para retomar os trabalhos e nesta sexta-feira (26), realizou no Centro de Treinamento Dr. Abílio Medeiros, em Parnamirim, a primeira fase de testes para Covid-19 em todo o time profissional, comissão técnica e demais profissionais envolvidos diretamente com o futebol. A segunda etapa ocorrerá na próxima segunda-feira (29).

De todos os funcionários avaliados, um atleta testou positivo e, mesmo se sintomas, seguirá isolado. Dentre os membros da comissão técnica, o resultado de um profissional mostrou que o mesmo já adquiriu anticorpos. 

- É importante porque passa muita tranquilidade pra nós saber que o companheiro também está livre desse vírus maldito que veio pra assolar o país e o mundo. Então a gente fica um pouco mais tranquilo e trabalha de uma forma um pouco mais tranquila com a confiança de que as coisas vão acontecer mais à frente. Então, é bom, interessante e passa aquilo que a diretoria vem nos propondo e colocando à disposição de nós todos, que é esse profissionalismo com que está sendo encarado essa pandemia e esse retorno ao futebol - disse o volante Leandro Melo.

Diante da impossibilidade da retomada do futebol no Rio Grande do Norte e com a grande maioria dos seus adversário nas próximas competições já treinando em outros Estados, o América viajará para Pernambuco na próxima quarta-feira, dia 1º de julho, onde reiniciará os treinamentos Centro de Treinamento do Retrô que fechou parceria com o Orgulho do RN e cederá suas instalações por dez dias, ficando à disposição do plantel campo, academia, refeitório e hotel.

*Site oficial do América


Brasileirão já tem data certa para começar

Edmo Sinedino,

O Brasileirão está definido, assim como a Série B e Copa do Brasil. Regionais, estaduais, Copa Sul Americana e Libertadores terão que ser encaixadas nesse balaio todo. E haja jogo! Os certames se estenderão até o mês de fevereiro de 2021.

O Brasileiro das Séries A e B volta nos dias 8 e 9 de agosto. A Copa do Brasil na segunda semana de agosto. Foi o que ficou definido nesta quinta-feira (25) pelos representantes da CNC - Comissão Nacional de Clubes e CBF.

A CBF vai manter as 38 rodadas do Brasileiro, das duas séries,  e também as partidas da Copa do Brasil - serão dois jogos por semana, exceção ao espaço das datas Fifas, previstas para voltarem em setembro.

A informação da data estipulada para o início da competição foi publicada primeiramente pelo portal "Uol". 

Nota da CBF

O campeonato Brasileiro da Série A poderá retornar no dia 9 de agosto, domingo. A Série B tem data prevista de recomeço para 8 de agosto.

A decisão foi tomada na noite desta quinta-feira, em reunião convocada pela CBF junto com a Comissão Nacional de Clubes (CNC) com a participação dos 40 clubes disputantes duas séries.

As datas básicas e o cronograma de retorno foram propostos pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo, e apoiadas pelos clubes.

O retorno do futebol depende da autorização das autoridades de saúde. Mas, dezenove dos vinte clubes da Série A se dispuseram a jogar fora das suas cidades, em última instância, caso até lá seus municípios não estejam liberados pelas autoridades de saúde a realizar jogos. Foi um sinal de apoio à realização da competição pela CBF.


1-20 de 10437