Volante Edson renova com o Bahia e será incorporado ao elenco principal

Edmo Sinedino,

edsonBA_09Matéria do Correio, portal baiano sobre a ampliação de contrato do potiguar Edson (na foto conversando com o treinador Roger Machado), revelado pelo Alecrim. Espero que esse garoto consiga realizar seus sonhos, ele é muito bom jogador. Se fica em Natal, talvez ninguém o notasse.

Veja abaixo:

Volante Edson renova com o Bahia e será incorporado ao elenco principal

O Bahia ampliou o vínculo com mais um atleta que estava na equipe de aspirantes. O volante Edson teve o contrato renovado e vai permanecer no Esquadrão

O novo contrato do jogador foi publicado no Boletim Informativo Diário da CBF (BID). Com o fim da equipe de aspirantes por conta dos prejuízos causados pela pandemia do novo coronavírus, Edson vai ser integrado ao elenco principal quando as atividades forem retomadas.

Aos 22 anos, Edson é natural de Natal, no Rio Grande do Norte, e começou a carreira no Alecrim-RN. Ele chegou ao Bahia no ano passado para fazer parte da equipe de aspirantes, após ter disputado o Campeonato Potiguar com a camisa do Globo-RN.

O bom desempenho no time de aspirantes durante o Brasileirão da categoria rendeu a Edson um lugar no elenco principal do Bahia. No ano passado, o volante foi relacionado por Roger Machado em 15 partidas da Série A. O jogador, no entanto, ficou como opção entre os reservas em todos os jogos e não entrou em campo.

Esse ano, Edson voltou para o time de aspirantes e vinha sendo titular da equipe de Dado Cavalcanti durante a disputa do Campeonato Baiano. Ele esteve em campo em todos os sete jogos do time, que era líder do estadual até a pausa no calendário.

Com a incorporação de Edson ao time principal, Roger passa a contar com um leque maior de opções. Atualmente o Esquadrão conta para o setor com: Gregore, Flávio, Elton, Ronaldo e Jádson. Também oriundos do sub-23, Ramon e Yuri vão seguir o mesmo caminho de Edson.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia



A decepção norueguesa

Edmo Sinedino,

Talvez eu seja muito chato e exigente quando o assunto é futebol da Europa. Vi os melhores momentos de Borússia Dortmund, em casa, perdendo de 1 a 0 para o Bayern, eventual campeão, gol de Kimmich, falha do goleirão Bürki, adiantado e "mão de repolho".

Um jogo truncado, sem belos lances, muita troca de passe, quase chutes, o que mostra o quesito de domínio de bola bem acentuado. Sim, nada de profundidade, alargamento, quase tudo concentrado no meio, muita marcação e ajuntamento. Um futebol feio.

Tive a curiosidade de ver em ação a "maravilha" chamada Haaland, norueguês nascido no Reino Unido, em Leeds. Decepção. Vejo sempre um colega jornalista falar tantas maravilhas que fiquei pasmo. 

O galegão teve duas chances claras de gol, mas mostrou qualidade nenhum, nem de arremate, visão de gol ou técnica apurada. Evidente que um jogo só é muito pouco, mas prometo ver outros e rever meu conceito, se for o caso.

Lembrei de Fred, sim, Fred, que está fazendo lobby de todo jeito para continuar jogando, agora pelo Flu (e vai conseguir). Lembrei dele porque uma coisa é você marcar muitos gols e brilhar contra "minhocas", outra bem diferente é enfrentar equipes e marcadores de bom nível.

Haaland saiu machucado aos 27 minutos do segundo tempo. Nada fez. No futebol do mundo temos muitos exemplos desse tipo de jogador, cito sempre um que, tenho certeza, muita gente fica irritada comigo, o nosso Daniel Alves, que costuma dar show de bola contra equipes fracas e passar vergonha contra equipes que têm jogo forte na extrema.

Sorte de Daniel e muitos outros é que a grande maioria que acompanha futebol é cega, e, claro, seu mérito em ter conseguido muitos títulos é incontesti. Assim é o subjetivo futebol, onde Telê e Zico numa ganharam uma Copa do Mundo, mas Parreira, Felipão, Zinho e Mauro Silva, sim.



Rio de Janeiro volta ao futebol em pleno pico da pandemia

Edmo Sinedino,

O próprio comitê científico da Prefeitura reconhece que o Rio vive o momento de pico da pandemia. Fico me perguntando, não tenho resposta, como esses irresponsáveis dirigentes pretendem fazer voltar o futebol nesse momento?

No sábado, véspera da reunião, o estado bateu o recorde de mortes causadas pelo novo coronavírus, com 248 em um dia. Será possível que não vai existir ninguém para colocar um freio nos insanos de clubes, da federação do Rio e do governo do genocida Bolsonaro?

Se fosse um país, vejam só que comparação, o Rio de Janeiro seria o 17º com mais mortes no mundo, o que provoca a questão: como é o planejamento de retorno do futebol nas nações mais afetadas pela pandemia?

Além do Brasil, outros cinco países registraram mais de 20 mil mortes: Estados Unidos, Reino Unido, Itália, França e Espanha. A França ainda não tem previsão de volta, imaginem. O retorno aos treinos em grupo nos demais locais levou, em média, 42 dias entre o pico de mortes e a volta.

42 dias até a volta e, vocês sabem, com todas as precauções tomadas que, a gente sabe, no Brasil, no Rio, não dá para confiar. Mesmo assim eles, dementes sem noção, estão fazendo voltar em pleno aumento de casos de contaminação e óbitos.



Projeto do Coronel Azevedo classifica de essencial atividades físicas em clubes e academias

Edmo Sinedino,

Atividades físicas em academias e clubes essenciais? Nunca, ainda mais em tempo de pandemia desenfreada que vivemos. O deputado Coronel Azevedo  apresentou na quinta passada um projeto de lei que coloca academia e clubes como atividade essencial. Debate e votação do projeto ainda vão acontecer na AL.

Depois da publicação da matéria muitas pessoas se manifestaram nas redes sociais, a grande maioria se posicionando contra o projeto do deputado. "Irresponsabilidade" e "oportunismo" foram os adjetivos mais repetidos.

"Não tem condições de abrir academias agora! O número de casos só cresce e falo isso sentindo no bolso,mas não quero ver mortes porque ouve uma contaminação em massa nas academias. A partir do momento em que os casos começarem a diminuir aí dar para abrir assim como outros países", retirei esse comentário de um educador físico, só para exemplificar.

A atitude do educador físico foi muito elogiada pelos seguidores. 



Árbitros locais cobram da FNF mesma ajuda que entidade concedeu aos colegas da CBF

Edmo Sinedino,

Árbitros do quadro local reclamam que não estão recebendo apoio da Federação, notícia que também repercuto do microblog do Mállyk. Os que têm mais recebem mais, parece que essa é uma lei brasileira. Os do quadro da CBF já receberam a segunda parcela, os locais apenas uma.

O presidente disse que está em estudo a ajuda, mas sem garantia. Incrível esse tipo de comportamento de um presidente de federação. Ele acrescentou em sua defesa que a sua FNF foi uma das poucas do Nordeste a ajudar o quadro local. Será? Vamos conferir.

José Vanildo, é bom lembrar, além do que ele recebe mês a mês, e claro que não houve interrupção, e assim como ABC, América, Globo e Potiguar de Mossoró, foi contemplada com mais R$ 120 mil. Só que ainda não especificou onde aplicou. Na prestação de contas vamos cobrar.

Ainda também para refrescar a memória, a colega de Vanildo, Michelle Ramalho, presidente da Federação Paraibana, nossa vizinha, assim que teve o mesmo valor à disposição o distribuiu entre os clubes, todos, participantes do Estadual. Diferenças!



Clubes do RN têm que agilizar plano de transmissão de seus jogos

Edmo Sinedino,

Vi, como sempre acompanho, no twitter do meu colega de tevê Assembleia, Mállyk Nagib o assunto transmissão dos jogos. Entendo que essa será a grande sacada, aliás, a única, para a volta do futebol. Não é possível que FNF de Vanildo queira monopolizar ou mesmo atrapalhar os clubes.

É claro que os jogos só poderão voltar, num primeiro momento, com os portões fechados, portanto, os clubes têm que começar a se organizarem nesse sentido. Essa seria uma receita muito bem-vinda.



A decadência de Vasco e Botafogo

Edmo Sinedino,

Yaya Touré é um símbolo da decadência de Botafogo e Vasco. A manchete de uma potagem de Paulo Vinícius Coelho, comentarista e blogueiro da Globo.  Ele acrescenta:  não é de veteranos ausentes do futebol de alto nível há quase dois anos que os gigantes do Rio precisam. É de descobertas de novos talentos, como sempre fizeram.

Sem dúvida. Sempre preguei isso por aqui desde que me tornei jornalista esportivo. E sempre combati um antigo narrador esportivo, que já não está mais entre nós nesse plano, que vivia de defender suas "contratações bombásticas" para encher os estádios.

O Botafogo queria Yaya Touré, primeiro, o Vasco se meteu depois e, por intermédio de um candidato, saiu ganhando na disputa. O Vasco que, useiro e vezeiro de ex-jogadores em atividade em sua equipe, assim como tantos clubes do Brasil.

O Botafogo falou na contratação de Roben, holandês que, inclusive, já pendurou as chuteiras. Enfim, são os nossos dirigentes, os mesmos que contrataram Honda achando que ele vaai obrar milagres para o time da Estrela Solitária. Do japonês, pelo menos, como já demonstrou, teremos lições de profissionalismo e decência, coisa que os jogadores brasileiro tanto precisam aprender.

Tudo, segundo eles, cartolas, em nome do marketing. E encerrou essa postagem concordando com outra afirmação do PVC: o que leva torcida aos estádios, lotando-os, são os resultados, não grandes nomes. O Touré, por exemplo, 37 anos, não joga há seis meses.



A casa vai cair...

Edmo Sinedino,

casacair_09Me desculpem a falta de dados, nomes, informações precisas, provas e, enfim, tudo que norteia o jornalismo. Por enquanto, apenas um comentário, mas vem "bomba" por aí. Tem gente que se acha inatingível, mas um dia a cobrança chega e casa pode cair.

Sempre vejo-os furibundos, apopléticos nas redes sociais atropelando quem discorda de sua opinião, apontando o dedo, classificando quem tem vontade de corrupto, ladrão, desonesto, enfim. Aquele velho ditado: "macaco não olha para o rabo".

Desqualificados desonestos, que fazem tudo para subir na vida, "vencer na vida", que porra é "vencer na vida"?  Passar por cima dos outros, ser capa de revistas, jornais, portais à custa do suor e sangue de outros? Quase sempre é assim, para esse tipo de gente a vitória.

Tenho certeza que ele, o agente do mal, já esqueceu o tanto que prejudicou, que traiu se fingindo de amigo para, acreditem, depois, querer ver esse seu "amigo", "ídolo" preso, prejudicado, com a vida destroçada. É desse tipo de figura horrível humana que falo.

Quantos "amigos" deixados para trás. O cara só tinha valor mesmo enquanto estava atuando, era ídolo e destaque nas páginas de jornais, matérias de rádio, tevê e portais. Depois, nem sequer a mão estirada, apoio em campanha nesses duros tempos de pandemia mereceu.

A avalanche é nacional. Documentos já estão sendo juntados e, infelizmente, nosso futebol vai ter mais uma mancha enorme se tudo vier mesmo à tona. Nem todo mundo fica inerte quando atacado, alguns reagem com força.

Não, não tripudio sobre a desgraça de outros, mesmo de pessoas que não gosto, mas repito que a "conta o dia chega". Falcatruas e irregularidades desfraldadas.

A gente sabe, no entanto que, punição, punição mesmo de verdade, quase nunca acontece, mas pelo menos vai servir para cair a máscara, como já caíram várias aos longos desses meus anos vivendo e acompanhando nosso esporte



Atletas do crossfit em Natal doam alimentos em bela ação social

Edmo Sinedino,

crosfit_09Que linda ação, parabéns a todos os envolvidos.

Vejam:

Atletas do crossfit em Natal arrecadam e doam mais de 1.200 cestas básicas em desafio virtual solidário

Em diversos setores, as “correntes do bem" têm levado um pouco mais de conforto, alegria e esperança especialmente para famílias carentes em meio à pandemia. Em Natal, um exemplo de solidariedade partiu de atletas do crossfit da Base Natal, que fizeram um desafio envolvendo superação física e ação em prol do social e bem coletivo.

Na #CopaBaseOnline, realizada de maneira virtual, praticantes do crossfit arrecadaram cestas básicas e recursos como uma das atividades da série de exercício do dia. A arrecadação total foi de 1.267 cestas básicas, somando mais de nove toneladas de alimentos, os quais estão sendo doados para oito instituições que têm a missão de amenizar os efeitos da pandemia em diferentes grupos.

São elas: lares da Vovozinha e do Ancião, os projetos Movimento Pop Rua RN, Mais uma noite sem fome, SOPA, Motivar, Amico e a Casa Espirita Bom Samaritano. 

As entregas estão sendo feitas, com todos os cuidados sanitários necessários, ao longo desta semana.

*Assessoria de imprensa


Zezé Perrela leva cusparada em eleição do Cruzeiro

Edmo Sinedino,

Assim como Eurico Miranda e sua turma são os responsáveis pela eterna crise do Vasco, em Minas, no Cruzeiro, os Perrelas, certamente, fizeram o clube chegar aonde está, endividado, corrompido, roubado e rebaixado.

O ex-dirigente  foi hostilizado durante a eleição do clube, nesta quinta-feira, no Ginásio do Bairro Preto, em Belo Horizonte. Muitos vaiaram e xingaram o antigo cartola, que ainda foi alvo de uma cusparada quando deixava o local. 

A TV Globo pegou o ato na hora. Perrela deixou o Cruzeiro nas mãos de Itair Machado, investigado por vários crimes. A pergunta é: esses bandidos que aprontam nos clubes um dia serão punidos de verdade? Acho que nunca. Por isso, o que assume encobre para desfalcar também e o futebol segue.

Zezé Perrella foi presidente do Cruzeiro de 1995 a 2002 e de 2009 a 2011. Além disso, fez parte da gestão de Alvimar de Oliveira Costa, de 2003 a 2008. Se houvesse uma devassa sérias nas contas dos clubes nesses períodos...



Na volta do futebol, ainda sem data, o ABC já vai contar com o atacante Wallysson

Edmo Sinedino,

Aproveitando o momento de parabenizá-lo pela indicação para a Academia Brasileira de Medicina de Reabilitação, conversei com o médico Roberto Vital sobre a evolução do jogador Wallyson e previsão de sua volta. As notícias são ótimas. Se o futebol voltar à normalidade, treinos, meados e fim de junho, o atacante já teria condições de participar normalmente.

Afastado, em retiro, claro, por conta da pandemia, 60 dias de consultório fechado, agoniado, esperando que esse momento difícil passe, Roberto Vital informou que o acompanhamento de Wallyson está sendo feito pelo Dr. Fábio, mas que mantém contado sobre os avanços da recuperação.

Fratura sanada, osso reforçado, confiança total nos exercícios, nenhum tipo de problema, tudo conspira para um retorno tranquilo do jogador, ainda mais quando ele demonstra, todos podem ver nos vídeos compartilhados, em retornar em grande estilo. Sem dúvida, uma boa notícia para a Frasqueira.

Jeferson

Ainda de ABC, foi concretizada a venda de mais um atleta que a torcida sequer viu vestindo a camisa do Sub-19 do ABC. Jeferson foi levado pelo Grêmio para um período de avaliação, jogou, ganhou a confiança dos gaúchos e teve 30% dos seus direitos federativos comprados pelo Imortal. O Grêmio vai pagar R$ 200 mil em quatro parcelas, e já teria liberado a primeira.



Roberto Vital é eleito para a Academia Brasileira de Medicina de Reabilitação

Edmo Sinedino,

vital123_09Compartilho aqui no blog essa notícia tão especial. Aproveito para dizer que, todas, cada homenagem recebida pelo médico Roberto Vital, que também é chefe do DM do ABC, entre outras funções no paradesporto nacional, é de absoluto merecimento. E claro,, parabenizo esse amigo de todas as horas, que sempre esteve do lado dos mais necessitados, sempre estendendo a mão. 

Parabéns, Roberto Vital!

Aos amigos venho compartilhar minha imensa alegria, ao receber ontem a comunicação que fui eleito para Academia Brasileira de Medicina de Reabilitação para a cadeira 52, que tem como Patrono Dr. Henrique Dodsworth.

​A Academia Brasileira de Medicina de Reabilitação (é constituída de 70 Cadeiras), que foi fundada em 1972 e tem sede na cidade do Rio de Janeiro, congrega os nomes de maior destaques das varias especialidades que se dedicam à causa da Medicina de Reabilitação Brasileira, de várias especialidades e de diversos estados de nosso país com finalidades cientificas e culturais, mas  concentra essencialmente sua atenção nos estudos e discussão dos assuntos envolvidos com a Medicina de Reabilitação, cujo foco são os milhões de pessoas com deficiência que compõem parte apreciável da população  brasileira.

ROBERTO VITAL



Passando pelos blogs

Edmo Sinedino,

Quase todos os dias leio os blogs mais interessantes sobre o futebol do Brasil. Tá ficando difícil acompanhar meus preferidos, pois vem o impedimento da cobrança. Não dá para assinar, o salário nosso, claro, não chega para isso.

Perco de ler Juca Kfouri, Menon, Mauro Cezar, PVC (que é muito didático), e gosto mais de quem opina. E quando quero ler coisas que certamente vou combater passo a Milton Neves, Neto, e alguns enrolados da Fox.

Quem vem agindo de forma positiva, e faz tempo, é o apresentador André Rizek. Suas opiniões corajosas, coerentes têm sido um diferencial quando também  temos que escutar as bogbagens de um Caio Ribeiro, por exemplo.

Ele bateu duro no encontro de idiotas, quer dizer, de dirigentes de Vasco e Flamengo e o presidente Bolsonaro, questionando de forma dura o uso do futebol como instrumento político, o que faz abertamente o nosso genocida presidente (palavras minhas).

Contrário ao retorno da modalidade, Rizek ainda criticou a imagem passada pelos clubes cariocas à população no dia que o Brasil registrou o maior número de mortos em 24h (1.179).

Lédio Carmona

Outro comentarista do Grupo Globo, Lédio Carmona, que não está no grupo dos meus preferidos,  também criticou a reunião entre os presidentes de Flamengo e Vasco com Jair Bolsonaro, ocorrida terça, em Brasília. O jornalista afirmou que o momento para um encontro como este não poderia ser pior e sugeriu, ironicamente, a criação da 'Taça E daí?' para o retorno do futebol. Boa sacada.

Blog do Menon

No blog do Menon (não pude ler) a manchete é: Toninho Cecilio: "CBF é pífia e o Brasil é governado por ignorante". Certamente ele faz elogios ao ex-atleta e técnico (teve uma passagem decepcionante em Natal, dirigindo oABC) pelo seu posicionamento claro e democrático, além de corajoso com relação a esses dois cancros do Brasil. Menon, ultimamente, tem sido de ótima inspiração.

Luxemburgo

Luxemburgo: "Existe uma pandemia que mata. Não dá para jogar futebol". "Estou mais entocado que tatu", disse um bem-humorado Vanderlei Luxemburgo, em quarentena radical desde o começo da pandemia do novo coronavírus, que topou dar uma entrevista virtual a blogueira do Uol Marília Ruiz.

Juca

Juca Kfouri: Bolsonaro derrete a cada pesquisa, a manchete da primeira postagem. E, como já disse, fico sem poder ler o meu preferido. Mas tem outra postagem "Felipe Melo honra seu voto", com foto dele fazendo continência ao genocida, entre muitos outros. Aliás, pense numa dupla perfeita.  Juca não fala só de futebol, mas quase sempre se torna um estímulo para quem gosta de escrever, como eu.

Mauro Cezar Pereira postou: Flamengo treina sem autorização, mas Vasco espera liberação, diz presidente. Outro famoso jornalista esportivo, ele fala sobre um assunto que comento amanhã no Jornal 96 da Rádio 96 FM. 

E é isso. Hoje, para não enfeiar a coisa, não trago nada do Neto e sua turma.



Bernie Eclestone, ex-chefão da F1, foge do "Caos da Pandemia de SP", segundo jornal suíço

Edmo Sinedino,

O homem que comandou por anos a Fórmula 1 decidiu deixar o Brasil "por questões de segurança" em meio ao aumento de casos do novo coronavírus no país. Mais uma grande propaganda negativa para o governo Bolsonaro.

Segundo matéria da UOL, e de acordo com o jornal suíço "Blick", Bernie Ecclestone e a mulher, a brasileira Fabiana Flosi, que está grávida de oito meses, estavam no litoral de São Paulo, mas deixaram o local em um jatinho particular de volta à Suíça. O destino é a cidade de Gstaad onde o casal tem um chalé.

Ele teria declarado que  São Paulo tornou-se epicentro da crise da Covid-19, com aumento de mortes, hospitais superlotados e segundo ele, o filho "não poderia nesse caos brasileiro". Sobre Bolsonaro ele teria dito que ele está sobrecarregado e só agora percebendo a gravidade da situação.

Se o Bernie disse só isso sobre o patético Jair Bolsonaro, certamente, foi muito gentil, evitando crise.



Kayke, ex-ABC, cobra na justiça dívida de R$ 800 mil ao Fluminense

Edmo Sinedino,

Esse é o retrato triste do futebol carioca. Todos com píres na mão, endividados, talvez à exceção do Flamengo. Outro jogador que passou pelo futebol potiguar, o atacante Kayke, ex-ABC, entra na justiça para receber o que lhe deve o Fluminense.

 A ação na justiça contra o tricolor  cobra R$ 800 mil do ex-clube. Atualmente no Qatar SC, atacante que esteve nas Laranjeiras em 2018 move ação com requerimento de verbas rescisórias, salários atrasados, férias, FGTS, multas e honorários. Essa é mais uma ação, entre tantas, que o clube carioca enfrenta.



Pimpão critica Botafogo por falar em contratar estrelas e cobra salários atrasados

Edmo Sinedino,

O nosso conhecido atacante, gente boa, de grande passagem pelo América, onde continua sendo ídolo da torcida, cobrou ao Botafogo dívida ao mesmo tempo que repetiu uma crítica que já fiz aqui no blog. Um time que está com salários em atraso não pode ficar falando em contratações meegalômanas (palavras minhas).

Atualmente defendendo o CSA, afirmou que ainda não recebeu tudo o que devia do Botafogo, seu antigo clube. O jogador também criticou a equipe carioca por pensar em grandes contratações - como Honda, que chegou ao clube no início do ano, e os interesses em Yaya Touré e Robben -, enquanto há jogadores sem receber.

"Saí de lá tem 6 meses e estou esperando até hoje para receber. Não acho legal o clube pensar em contratar grandes jogadores se não pagou quem trabalhou lá. Isso me deixou muito chateado. Sou grato ao Botafogo, mas estou muito chateado. Meu salário não chega nem na metade do que o deles", declarou em entrevista ao Expediente Futebol, do Fox Sports, hoje.



No IGTV do meu instagram falo da irresponsabilidade de quem prega volta do futebol

Edmo Sinedino,

Nesta quarta-feira tem comentário novo no IGTV do meu instagran, vai ao às 18h, e falo sobre a irresponsabilidade de quem prega a volta do futebol em nosso Estado. Vá lá e comente @sinedinoedmo.

 Ainda bem que teremos o médico infectologista Antônio Araújo, convidado pelo presidente da FNF, José Vanildo, para dirigir a comissão que vai direcionar o procedimento médico para a volta do futebol.

Fico imaginando o tamanho da irresponsabilidade de quem, formador de opinião, comete tamanho disparate diante de tudo que estamos vivendo. A volta às atividades nesse momento é impensável, chega a ser absurdo essa cogitação.



Dirigentes de Flamengo e Vasco se reúnem com Bolsonaro e cogitam voltar aos treinos no DF

Edmo Sinedino,

vermes_09E escalada da inconsequência do presidente Jair Bolsonaro parece não ter limites. Ele se reuniu nesta terça-feira, em Brasília, com os presidentes do Flamengo - Rodolfo Mandim - e do Vasco - Alexandre Campelo - para tentar viabilizar volta dos treinos dos clubes em Brasília.

A reunião contou, inclusive com o diretor médico do Flamengo, Márcio Tanure, num almoço em que todos os convidados sentados muito próximos uns dos outros, sem que houvesse, antes e depois, o uso de máscaras e nem a imagem de uma garrafa de álcool gel.

Chega a ser absurdo testemunhar uma situação como essa enquanto, a cada dia, aumenta o número de óbitos por conta da Covid-19. Até quando vamos assistir impassíveis esses absurdos cometidos pelo chefe da nação? Que tipo de dirigente se submete a essa pantomima?

A administração do estádio Mané Garrincha já colocou o estádio à disposição e, em Brasília, não existe impedimento, o governador Ibaneis Rocha, do DF, torcedor do Flamengo, também avaliza essa insanidade. Se for o caso, Flamengo cogita até levar família dos jogadores.

Nos comentários da matéria postada pelo Globoesporte.com a divisão, como sempre, os defensores de Bolsonaro, em menor número, e uma revolta muito grande flamenguistas em ver o presidente que consideram genocida (e eu também) vestindo a camisa do cube.

*Foto: reprodução



Infectologista Antônio Araújo dirige equipe que vai definir a volta do futebol no RN

Edmo Sinedino,

O Infectologista Antônio Araújo, um dos expoentes da medicina potiguar, ex-presidente da unimed, de grande identificação com o nosso futebol , considerado "anjo da guarda" de ex-atletas, ex-membro da comissão antidopagem da CBF, foi o nome escolhido pelo presidente da FNF, José Vanildo, como presidente da comissão do protocolo médico a ser seguido pelos clubes do RN. 

Ouvido pelo repórter Mállyk Nagib da tevê Assembleia, (que gentilmente me adiantou alguns pontos), entrevista completa que vai ao ar nesta quarta-feira, 8h30, TVA, canal 51.3, TV a Cabo (16 -NET), o médico deixou claro que, pensar em volta no futebol nesse momento, fora de propósito.

No papo com Nagib, ele adiantou ter recebido convite para comandar a equipe, que terá mais dois infectologistas, e que a princípio vai ser feita uma análise do quadro local e nacional, fazendo depois uma exposição completa aos clubes filiados, atletas, técnicos e comissões.

Nesta quarta-feira (20), segundo adiantou "Toinho" Araújo, como é tratado pelos amigos, ele vai promover uma reunião com o secretário de saúde e representantes da área médica para que seja afinado, definido o plano de ação a ser mostrado.

Ao ser perguntado sobre datas de retorno do futebol, o médico foi taxativo: "não dá para fazer uma previsão, nesse momento nem pensar, mas considero a possibilidade para os meses de setembro ou outubro", disse.

Também deixou claro que essa previsão se baseia no quadro atual, que pode sofrer alteração dependendo do andamento da pandemia. Ainda bem que o pensamento de Antônio Araújo vai nessa direção, quem sabe assim, irresponsáveis parem de pregar a volta imediata do futebol.



Direção do ABC tem que, urgente, revisar contrato com a MM Manager Sport

Edmo Sinedino,

No twitter do colega Mállyk Nagib (transcrevo na íntegra para o blog) a cobrança, que já iz em postagem anterior, mas sem o detalhamento completo, da necessidade de revisão do contrato de marca própria do ABC.

Mállyk separou pontos que não estão sendo cumpridos, e me impressiona o descaso com um assunto tão sério. E olha que não foi por falta de aviso, pois sempre elogiamos a lisura, vantagem de mão dupla que havia na parceria com a ERK, empresa genuinamente potiguar.

Não dá para entender. Fico com a impressão, ao me aprofundar no que Mállyk narrou, mostrando o contrato, que o ABC não é mais do ABC, pertence a essa empresa. Já passa da hora do clube, pode parecer radical, anular esse contrato e exigir ressarcimento por todas as perdas e danos.

Veja abaixo:

Uma das prioridades do @ABCFC  durante a pandemia deveria ser a revisão do contrato da marca própria, assinada em novembro de 2019. Na prática ele não está sendo cumprido. Tive acesso ao contrato com a @mmmanagersport  e separei pontos pra que sejam analisado por todos.

1-O percentual de repasse para o @ABCFC  é de apenas 7%. Eu não sei como era com a @ERKsport , mas diante do leque de produtos e autonomia dada a empresa, lucro parece pouco. Material deveria ter sido entregue em fevereiro. Há bonificações caso haja acessos durante o contrato.

2-Além do novo material esportivo, a promessa era de que a primeira loja oficial da nova marca do @ABCFC  fosse inaugurada no dia 28/02. A empresa até emitiu um comunicado de que por causa da pandemia, a inauguração estava suspensa. Esse é mais um dos artigos não cumpridos.

3-O contrato já trata sobre uma punição financeira caso qualquer obrigação não seja cumprida. Resta saber se o @ABCFC  já notificou a empresa sobre o atraso (prazo de 30 dias) no fornecimento de material como na abertura da loja (Prudente de Morais com Amintas Barros).

4-As multas rescisórias (caso haja destrato) são altas. O @ABCFC  pagaria até R$ 1,5 milhão. O contrato é muito longo e não cabe a divulgação na íntegra. Assinaram esse contrato o ex-presidente Fernando Suassuna além de 2 testemunhas (membros da antiga Comissão Executiva).

5-Não consegui contato com o Pres. Bira Marques (não atendeu nem retornou mensagens) para saber o que o @ABCFC  vai fazer. As novas comissões criadas (para fiscalizar e acompanhar as ações do clube) devem analisar tudo pra que a promessa de retorno financeiro vire dor de cabeça.


1-20 de 10344