Em noite ruim pra brasileiros, Mir nocauteia Pezão no UFC Porto Alegre

Artur Dantas,

Diferente do que ocorreu no UFC 183, quando todos os brasileiros venceram suas lutas, o UFC desembarcou na noite deste domingo (22) em Porto Alegre (UFC Fight Night 61) e o resultado não foi nada agradável para os tupiniquins. Dos 10 combates envolvendo lutadores da terra, oito acabaram com vitórias dos gringos. No evento principal da noite, Frank Mir nocauteou Antônio Pezão ainda no primeiro round, enquanto Edson Barboza foi superado por Michael Johnson por decisão unânime no co-evento principal da noite. Ainda no card principal, Cezar Mutante foi nocauteado por Sam Alvey. Adriano Martins salvou os brasileiros no card principal após uma apresentação sólida sobre Rustam Khabilov, e venceu por decisão dividida. Os combates foram travados no ginásio Gigantinho.

No card de baixo, Jéssica “Bate Estaca” foi finalizada por Marion Reneau, William “Patolino” Macário foi nocauteado por Matt Dwyer, mesmo resultado de Tiago Trator, superado por Mike de la Torre. As excessões da noite vieram de Douglas Silva e Ivan “Batman”, que superaram seus adversários ambos por decisão unânime. 

Leia abaixo os relatos das lutas

Após derrota, Pezão acumula três derrotas nos últimos quatro combates

Vindo de derrota e pressionado para fazer uma boa apresentação, Antônio Pezão acabou sucumbindo diante de Frank Mir, lutador que vinha de quatro reveses no UFC. Com uma aparição pouco empolgante, semelhante a que fez contra Andrei Arlovski, Pezão pecou na movimentação e abriu espaço para o jogo de Frank Mir, ex-campeão dos pesados do Ultimate. Com um cruzado de esquerda bem encaixado, o paraibano não resistiu ao golpe, sofreu um knock down e, em seguida, foi golpeado até a intervenção do árbitro.

O resultado é desanimador para Pezão que acumula derrotas para Cain Velásquez, um empate contra Mark Hunt, e um resultado negativo contra Arlovski, todas derrotas por nocaute. 

Já Frank Mir volta a respirar no UFC. O norte-americano somava quatro derrotas em sequência desde a vitória sobre Rodrigo Minotauro, um jejum que durava três anos. 

Michael Johnson impõe jogo e vence Barboza

O público presente no Gigantinho esperava outra boa apresentação de Edson Barboza, mas o resultado não veio. Michael Johnson colocou pressão no brasileiros nos primeiros minutos de combate, mas muitos cruzados acabaram passando em branco. Em contrapartida, Barboza encaixou bons chutes no corpo do oponente e tentou chutes rodados, que não atingiram Johnson. 

A partir do segundo round, Edson, apesar da boa movimentação, mostrou menos vigor físico que Michael e acabou sofrendo bons golpes, alguns frutos de sequências. Resultado, decisão unânime a favor de Johnson.

Mutante soma duas derrotas por nocaute no UFC

Cezar Mutante tentava em Porto Alegre retomar uma sequência invicta no UFC, mas parou diante de Sam Alvey. O campeão da edição 1 do TUF Brasil, que havia sido derrotado por CB Dollaway com um nocaute relâmpago no UFC Natal, despachou Andrew Craig, mas voltou a perder após uma derrapada no jogo. 

Mutante começou bem a luta, com uma movimentação intensa, chutes rodados e até meia-lua, acertou muitos chutes em Alvey que ficou acuado com o volume do brasileiro. Em um dos ataques, Mutante executou uma cotovelada semelhante a que Anderson Silva utilizou para nocautear Tony Fryklund, no Cage Rage, mas recebeu um overhand de direita seguido de um cruzado de esquerda que selaram o destino do pupilo de Vitor Belfort no octógono. 

Veja abaixou os resultados completos do UFC Porto Alegre.

UFC Fight Night 61: Pezão vs Mir

Data: 22/02/2015

Local: Ginásio Gigantinho, Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Card principal 

Frank Mir derrotou Antônio Pezão por nocaute (socos) - Round 1, 1;40;

Michael Johnson derrotou Edson Barboza por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27) ;

 Sam Alvey derrotou Cezar Ferreira por nocaute (socos) – Round 1, 3:34;

 Adriano Martins derrotou Rustam Khabilov por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28);

 Frankie Saenz derrotou Iuri Alcantara por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28);

 Santiago Ponzinibbio derrotou Sean Strickland por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27);

Card preliminar 

Marion Reneau derrotou Jéssica Andrade por finalização (triângulo) – Round 1, 1:54;

 Matt Dwyer derrotou William Macário "Patolino" por nocaute (socos) – Round 1, 3:14;

 Mike De La Torre derrotou Tiago Trator por nocaute técnico (socos) – Round 1, 2:59;

 Douglas Silva derrotou Cody Gibson por decisão unânime (29-28, 30-27, 29-28);

 Ivan "Batman" Jorge derrotou Josh Shockley por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).


Tags: Adriano Martins Antônio Pezão Edson Barboza Frank Mir Ivan Batman Michael Johnson Sam Alvey
A+ A-