O ministro Fábio Faria e suas proezas

Carlos Alberto,

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, que luta para ser o indicado do centrão para formar chapa com o presidente Jair Bolsonaro, candidato à reeleição, está se tornando pródigo em suas proezas - ação ou dito que é usado no sentido irônico para brincar ou ser maldoso.

Depois de dizer em novembro do ano passado que a escritora Daniela Abade praticou fake news ao relatar no twitter que o ex-guru do presidente Jair Bolsonaro, Olavo de Carvalho, teria fugido do Brasil a bordo de um avião da FAB (Força Aérea Brasileira), enviado aos Estados Unidos para ser utilizado pelo ministro das Comunicações, Faria saiu-se com essa: "FAKE NEWS!! Não conheço Olavo de Carvalho, nunca o vi na vida".

Detalhe: segundo apuração realizada pela escritora Daniela Abade, evidências apontam que Olavo de Carvalho pode ter embarcado, em São Paulo, em aeronave da FAB que foi utilizada pelo ministro Fábio Faria, das Comunicações, nos Estados Unidos. A partir de dados do Flight Aware, a escritora apontou que o avião que foi utilizado por Faria teria partido da capital paulista no dia 13 de novembro, às 12h48, e feito um trajeto distinto do habitual.

A aeronave Legacy VC99B aterrissou em um aeroporto pequeno nos Estados Unidos e parte de sua rota no Brasil não pôde ser captada pelos sistemas de monitoramento.

Em vídeo publicado no dia 16 de novembro, Olavo admitiu que partiu para os EUA em um “voo repentino”. “Como eu vim parar aqui? Quando eu estava no hospital me ofereceram um voo repentino, que partiria em 15 minutos, e eu aceitei”, disse o ex-guru bolsonarista. Ele não deu mais detalhes sobre o porquê de ter tido que embarcar às pressas. A Aeronáutica negou na época.

Agora Fábio Faria, filho do ex-governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, após participar de um evento evangélico em Orlando (EUA) na última sexta-feira (7) e de um jantar ao lado do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, que está com prisão decretada pelo ministro Alexandre de Moraes, por plantar fake news ofensivas ao STF (Supremo Tribunal Federal) e é foragido da Justiça, afirmou que não tinha conhecimento da participação de Allan dos Santos no evento.

“Fui convidado para discursar num evento de um pastor de uma igreja que eu e minha família frequentamos quando estamos em Orlando. Não havia nenhuma indicação que entre os presentes estaria alguém com problemas com a Justiça brasileira. Se eu soubesse que ele iria, eu não teria comparecido”, declarou.

No entanto, nas fotos postadas na redes sociais pelos presentes, tanto no evento quanto no jantar, mostram o ministro das Comunicações, Fábio Faria, bem à vontade ao lado do blogueiro Allan dos Santos.

O que o ministro de Jair Bolsonaro, Fábio Faria, está fazendo com suas proezas em dizer que "desconhecia" os fatos narrados é um acinte ao povo brasileiro. Os dois episódios descritos acima são faltas de respeito aos brasileiros (as). Dizer que não conhece Olavo de Carvalho e que nunca o viu na vida e que desconhecia a presença de um foragido da Justiça no evento evangélico ao qual, tanto ele, como Allan dos Santos foram convidados, é querer zombar das pessoas.

Em tempo: Confira o meu comentário sobre o assunto no BB News TV no blogdobarbosa e no Canal YouTube clicando aqui


A+ A-