Num governo fadado ao fracasso até 'guru' diz que Bolsonaro prevaricou

Carlos Alberto,

O governo do Messias está mesmo fadado ao fracasso. Ainda no último sábado (6) o seu "guru", filósofo Olavo de Carvalho, gravou um vídeo levado as redes sociais onde rompe com Jair Messias Bolsonaro e seu governo.

Olavo de Carvalho fez ameaças explícitas ao presidente da República. "Se as pessoas não conseguem derrubar o seu governo, eu derrubo. Continue inativo, continue covarde, eu derrubo essa merda desse seu governo".

E mais: o "guru" bolsonarista disse que "o gabinete do ódio foi inventado contra mim, não contra o Bolsonaro. Se você não é capaz de me defender dessa gente toda, você não foi meu amigo. Só tira proveito".

Para tentar contornar a merda que Olavo de Carvalho jogou no ventilador,
um dia após receber críticas abertas do filósofo, o presidente Jair Bolsonaro promoveu um dos representantes da chamada ala ideológica do governo, Felipe Martins, de 31 anos. Ele ocupava o cargo de assessor-adjunto na Assessoria de Assuntos Internacionais, atualmente ligada à Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE). Com a mudança de status, divulgada nesta segunda-feira (8), Martins passou para assessor-chefe da pasta.

Mas o estrago já estava feito. Olavo de Carvalho, um dos mentores desse governo fascista, chegou até a usar de palavriado chulo mandando o presidente Jair Bolsonaro enfiar uma condecoração que lhe foi atribuída "no cu" e tachou de prevaricação o que Bolsonaro vem fazendo contra crimes que estão sendo praticados no seu governo e não são apurados e ainda disse que o governo é "acobertado por generais covardes ou vendidos".

O guru de Bolsonaro ainda ofendeu Luciano Hang, o dono da Havan, que, segundo ele é um “palhaço”, que se veste de Zé Carioca, em alusão ao terno verde do empresário. Ele disse que Hang é “gente que não tem cultura e não gosta de quem tem”.

E sem a menor cerimônia, em resposta ao ataque, o dono da Havan também divulgou um vídeo para dizer que o guru bolsonarista fez apenas um desabafo, chutou o pau da barraca e que tem razão.

O empresário ainda pediu apoio financeiro ao filósofo para ajudá-lo a lutar pela direita no Brasil. Hang nega que tenha solicitado ajuda em dinheiro. Diz que só pediu para os apoiadores da direita comprarem livros do guru e se inscreverem nos cursos. O dono da Havan também sugere que advogados defendam Olavo gratuitamente.

Empresários apoiadores de Bolsonaro dizem que não vão dar dinheiro para ajudar o guru do presidente, Olavo de Carvalho, que foi multado em R$ 2,8 milhões por uma acusação de pedofilia contra o cantor e compositor Caetano Veloso.

Flávio Rocha (Riachuelo), Sebastião Bomfim (Centauro), Edgard Corona (SmartFit) e Washington Cinel (Gocil), que circulam no entorno do presidente, negaram intenção de participar da ajuda financeira.

Caetano Veloso botou quente no "guru" bolsonarista, que agora se vê numa situação vexatória atrás de dinheiro para pagar a multa imposta pela Justiça por injúria e difamação. Este é o governo do Messias que alguns incautos ainda insistem em defender.

Clique aqui para ver o vídeo

Acesse o blogdobarbosa, 12 anos no ar sempre em defesa da democracia e da liberdade de expressão, clicando no link http://www.blogdobarbosa.jor.br

Tags: guru
A+ A-