Lula vence mais uma na Justiça e se fortalece mais ainda na corrida presidencial

Carlos Alberto,

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva obteve mais uma vitória na Justiça se fortalecendo mais ainda à corrida presidencial. Agora são 17 vitórias de Lula na justiça contra acusações falsas imputadas à sua pessoa pela Lava Jato comandada pelo ex-juiz e ex-ministro da Justiça de Bolsonaro, Sérgio Moro.

A Justiça Federal, em Brasília, decidiu rejeitar o pedido de reabertura do caso inventado pela Lava Jato de Curitiba. Como resultado, por prescrição ou inexistência de provas, o ex-presidente está livre do processo, pelo qual havia sido condenado a 12 anos e 11 meses de prisão e multa pela juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal de Curitiba, em sentença confirmada em prazo recorde, por unanimidade, e ampliada para 17 anos e mês e 10 dias de prisão, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª região.

A decisão proferida neste fim de semana pela Juíza Federal Pollyanna Kelly Maciel Martins Alves, da 12ª Vara Federal de Brasília, rejeitou, de forma incensurável, o pedido do procurador da República Frederico Paiva para que fosse reiniciada uma ação penal contra o ex-presidente Lula no caso do “sítio de Atibaia”.

A decisão coloca fim a mais um caso que foi utilizado pela Lava Jato para perseguir o ex-presidente Lula e que chegou a receber uma sentença condenatória proferida por “aproveitamento” de uma decisão anterior lançada pelo ex-juiz Sergio Moro (sentença do “copia e cola”). Desde 2016 a defesa de Lula mostra que Lula foi vítima de lawfare e a decisão ora proferida reforça essa situação.

Não tenhamos dúvida, Lula tem tudo para ganhar a campanha à Presidência da República já em primeiro turno, se, claro, um novo golpe não foi tramado neste país varonil para impedir o petista de chegar pela terceira vez ao Palácio do Planalto.

Em tempo: veja e ouça o meu comentário sobre o assunto no BB News TV no blogdobarbosa e no Canal YouTube clicando aqui


A+ A-