É preciso dividir a conta da pandemia com parlamentares da base aliada. Eles têm medo de perder o voto

Carlos Alberto,

O jornalista Xico Sá fez uma provocação em sua conta no twitter de que é preciso começar a mostrar (politicamente) cada um deputado e senador da base aliada como sócios da carnificina na crise sanitária que o Brasil enfrenta. "Quem apoia genocida também tem sangue nas mãos, escreveu", Xico Sá.

De fato o jornalista tem razão. Se o país está na situação em que está, com quase 300 mil pessoas mortas por covid-19 a culpa não é única e exclusivamente do presidente Bolsonaro. A conta tem que ser divida com a sua base de apoio no Congresso Nacional.

Um exemplo disso é que a maior parte dos nossos parlamentares votaram contra o auxílio emergencial que é pra ser dado pelo governo federal, apoiando a micropolítica do ministro Paulo Guedes. Quem é aqui do Rio Grande do Norte da bancada federal que tá fazendo o "genocídio" acontecer? Quais são os parlamentares que apoiam ou concordam com o que Bolsonaro prega? Uma pergunta que não quer calar e não é difícil responder.

O que ocorre é que o Parlamento é visto como "patinho feio" da República, e sempre uma nuvem negra paira sobre o Congresso Nacional, mas o parlamentar ou parlamentares não, porque o sistema é feito pra dar invisibilidade e poder a estes indivíduos que fazem da política um mercantilismo e, porquanto, continuar a fazer o toma lá da cá.

É preciso entender que estes políticos mercantilistas que fazem parte da base aliada do governo Bolsonaro, muitos deles do centrão, só pensam em ganhar dinheiro, mas tem medo de perder o voto, no entanto.

Portanto, é preciso focar nestes parlamentares e dizer que eles são corresponsáveis direto pelo o que Bolsonaro faz ou prega. Se não se fizer isso, estes parlamentares da base governista vão continuar assinando embaixo do que o presidente da República diz sobre a crise sanitária que o Brasil enfrenta.

A conferir!

Acesse o blogdobarbosa, 13 anos no ar sempre em defesa da democracia e da liberdade de expressão, clicando no link http://www.blogdobarbosa.jor.br

A+ A-