Estado de alerta no STF

Carlos Alberto,

“Embargos infringentes” podem mudar condenação de 12 réus, inclusive Dirceu, diz o jornalista Merval pereira no Globo


Sindjorn convoca assembleia para discutir eleição da nova diretoria

Carlos Alberto,

O Sindjorn (Sindicato dos Jornalistas do RN) realiza nesta terça-feira, a partir das 19h, Assembleia Geral para discutir a eleição da Junta Eleitoral objetivando o processo eleitoral da nova diretoria da entidade e de seu Conselho Fiscal para o triênio 2013/1016, bem como a aprovação do calendário eleitoral.



Assembleia realiza Sessão Solene em homenagem ao Dia do Jornalista

Carlos Alberto,

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PMN), promove, nesta quarta-feira, às 9h30, uma sessão solene em homenagem do Dia do Jornalista, celebrado no último dia 7 de abril. Na ocasião, os seguintes profissionais da imprensa potiguar serão homenageados: Paulo Macêdo, Oliveira Wanderley, Albimar Furtado, Joaquim Pinheiro, Eliana Lima, Aglair Abreu, Jânio Vidal, Angélica Hipólito, Wilma Wanderley, Hilneth Correia, Aluísio Lacerda e in memoriam João Ururahy e Rubens Lemos.



Ou se toma providências ou os estádios ficarão vazios

Carlos Alberto,

Às vésperas de uma Copa do Mundo é inconcebível que o “país do futebol” conviva ainda com a violência entre torcedores fora dos estádios. Natal, mesmo, uma das 12 cidades selecionadas para receber jogos do mundial de futebol vive esse drama há anos e não se verificam providências eficazes para coibir isso. Ainda ontem, em rede social, pude verificar e cheguei a registrar na minha coluna no portal de notíciasNominuto.com(cliqueaquipara ver) uma denúncia que após o jogo entre ABC e América, ocorrido no estádio do ABC, pelo menos dez estampidos de tiros foram ouvidos próximo ao local do jogo com o helicóptero da polícia sobrevoando a área.

O colega Edmo Sinedino também registra no seu blogNo Ataque(Nominuto.com) o fato, e diz que se trata de “bandidos travestidos de torcedores”. E tem razão Sinedino, Isso não pode ser coisa de torcedor que vai ao estádio para torcer única e exclusivamente para o seu time. O desabafo do torcedor é só com xingamentos, muitas das vezes sobra para o juiz. E só! Acontece que no caso de ontem houveram tiros. Isso é coisa de marginal não de torcedor.

Ou as autoridades (in) competentes tomam providências ou os estádios ficarão vazios. Eu, por exemplo, que gosto de futebol, já deixei de ir há muito a um estádio de futebol. Prefiro ficar em casa e ver pela televisão. Pena que um clássico do nosso futebol como ABC e América venha perdendo público. E não se diga que é pelo futebol ruim não. É pelo fato de não se ter mais segurança dentro e fora dos estádios. Onde está o policiamento que deveria guarnecer as ruas de acesso e próximas aos estádios antes e depois dos jogos? Relatos de Edmo Sinedino dão conta de que não se viu policiais próximo de onde teriam ocorrido os tiros. Lamentável que isso tenha ocorrido.

Segurança, governadora, tem que ser uma das prioridades juntamente com a saúde e a educação, coisa que não está acontecendo em seu governo. Sediar uma Copa do Mundo é coisa de alta responsabilidade. É verdade que tropas nacionais estarão aqui em 2014 quando da realização do evento. Mas, e depois? Portanto, é hora de repensar o tipo de segurança pública que está sendo oferecido ao cidadão potiguar. E aí não falo só de nós natalenses não. Falo também da falta de segurança que o norte-riograndense vem sofrendo no interior do estado. Dia sim outro sim se tem notícias de caixas eletrônicos arrombados, bancos e correios assaltados, casas comerciais tomadas de assaltos, enfim, até clínicas médicas a bandidagem não está deixando escapar. A quem apelar? Ao papa Feancisco?

Não governadora. A segurança é competência de governo, afinal o cidadão paga seus altos impostos para ter também segurança. Não precisa um aparato policial igual ao qual o governador (a) da hora tem, mas que pelo menos policiais nas ruas dia e noite noite e dia para pelo menos diminuir as  ações dos bandidos. O ideal seria que se banisse de vez a bandidagem, mas como isso é utopia, que ao menos iniba os marginais.

Ou vamos precisar chegar ao ocorrido na semana passada em São Paulo, quando a filha e o neto do vice-governador, Domingos Affif, foram assaltados ao saírem de casa e aí Afif pediu “tolerância zero” com a bandidagem?

O vazio dos estádios não é à toa!



Salão de Turismo Rota 101 NE trará grandes operadoras à Natal

Carlos Alberto,

O Salão de Turismo Rota 101 Nordeste, que se realizará de 4 a 6 de julho no Centro de Convenções de Ponta Negra, trará à Natal as principais operadoras de turismo nacionais, como CVC, Trend, Flytour, Visual, All Brazil, Schultz e outras, assim como operadoras com sedes no Nordeste, como Tambaú, Noronha Brasil, Maxitour e Foco (esta com sede na capital potiguar).

Segundo a organização do evento, será uma oportunidade rara, já que são as operadoras que ditam praticamente as regras e as tendências do mercado nacional e, consequentemente, regional. Diretores das duas empresas que estão realizando o Salão (Espacial Eventos e Argus Eventos de Turismo) estiveram recentemente em Salvador, onde na Brazil National Tourism Mart (BNTM) ampliaram o número de expositores e consolidaram parcerias com os estados do Nordeste. 



Land Rover faz Feirão com carros tomados pela Justiça: Dos 200 carros, 56 eram do RN

Carlos Alberto,

Impressionante como tem gente em Natal que prefere ter - ou tinha - um carrão na garagem e muitas vezes não tem nada na geladeira, só pra ter status. Veja o que disse hoje no twitter o jornalista Cristiano Félix:

A Land Rover fez no final de semana, em São Paulo, um feirão com carros tomados pela justiça. Só 56 dos 200 recolhidos no Brasil eram do RN. 


Um exemplo a ser seguido

Carlos Alberto,

Leio no Estadão que a prefeitura de São Paulo vai criar agência para atrair Parcerias Público-Privadas (PPPs) e investimentos para a cidade, afirma o secretário de Finanças, Marcos de Barros Cruz, a Artur Rodrigues e Leandro Modé. A aposta será em PPPs de saúde, educação e infraestrutura. “O foco é o grande investidor”, disse. A agência seguirá modelo de Londres e Nova York.


Lamentável: Tiros foram ouvidos próximo ao Frasqueirão após jogo ABC e América

Carlos Alberto,

No twitter informações de que houve tiros após o jogo deste domingo entre ABC e América. Segundo as informações, pelo menos dez estampidos foram ouvidos e o helicóptero da Polícia sobrevoava a área.


Cição e sua `carcaça´ molesta muita gente

Carlos Alberto,

Impressionante o número de acessos que obteve um texto assinado pelo presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos e Cidadania do Rio Grande do Norte, Marcos Dionísio, publicado noBlog do Ivenio Hermes,e reproduzido no meu blog. Opost sob o título “O AI-5 de Rosalba – Cição e as carcaças que precisam ser mostradas” se detém mais na “repressão” do único governo do DEM no país a qualquer tipo de manifestação contrária e, claro, relata o caso do agricultor Cição preso em Caicó, região Seridó do estado, simplesmente por está fazendo um protesto contra o descaso dos governos – federal e estadual – no que se refere ao tratamento dado aos pequenos agricultores com relação aos problemas gerados pela estiagem. Cição mostra a carcaça de um animal na frente de um órgão governamental. E só por isso a polícia foi acionada e levaram o homem preso. Pobre Cição!

É sobre isso que quero me deter. Cição deveria ter levado a carcaça do animal para a frente da Assembleia Legislativa. Pra ser preso melhor que fosse na frente de um Poder. Bom seria mesmo que pudesse levá-la ao Congresso Nacional para mostrar aos nossos parlamentares que o convívio com a seca não se resolve apenas com discursos em Plenário ou reuniões fechadas em gabinetes com ar-condicionado. Aliás, o protesto de Cição não foi pioneiro. Dias atrás, no interior da Paraíba, um grupo de produtores rurais já havia feito esse mesmo protesto, só que com várias carcaças de bovinos na frente de uma agência do Banco do Nordeste. Só que lá, os produtores não foram presos não. Aqui, Cição teve que entrar num camburão.

Como disse Marcos Dionísio, a humilhação tentada contra Cição é um retrato da falência múltipla das políticas públicas no Rio Grande do Norte. É verdade que neste final de semana choveu pontualmente no estado, mas a vaca do Cição já morreu, não vai mais poder beber a água da chuva num pequeno barreiro, se é que ainda existe. A carcaça do Cição nem mais couro tinha. 

A seca é uma tragédia anunciada no Nordeste. Entra governo e sai governo e a situação permanece a mesma há 50 anos, última grande estiagem de acordo com os estudiosos no assunto. O senador, hoje ministro de Estado, Garibaldi Alves Filho, quando governador, colocou em prática um complexo de adutoras para abastecer municípios que frequentemente sofriam com a falta d`água no Rio Grande do Norte. Parece não resolveu o problema. A falta d`água continua. E o pior: Alguns espertos fazem gato para tirar água das adutoras levando-a às suas fazendas. E Cição, como não é grande proprietário de terra, vai preso apenas por mostrar a carcaça de um animal que perdeu com a seca e pela falta de políticas públicas que pudesse levar o homem do campo a conviver com o fenômeno.

A “carcaça” do Cição diz muito mais do que qualquer reunião em plenários com homens de gravata e sob o ar-refrigerado. Tenho dito!



Um novo partidão

Carlos Alberto,

Está na Folha

Na semana passada, quando assumiu a presidência da recém-criada Mobilização Democrática, o deputado federal Roberto Freire (SP) repetiu uma proeza que já realizara duas outras vezes nos últimos 23 anos: trocou de partido sem sair de onde estava.

A façanha levou o homem que comandou o antigo Partido Comunista Brasileiro e depois se aliou aos liberais do DEM em duas eleições presidenciais a promover agora uma fusão com o inexpressivo PMN. Tudo em nome da “esquerda democrática”.



Comitê pela Verdade do RN se reúne sexta-feira

Carlos Alberto,

Integrantes do Comitê pela Verdade, Memória e Justiça do RN farão sua reunião ordinária mensal na próxima sexta-feira, às 18h, no auditório do IFRN, na Cidade Alta, em Natal. O tema da reunião será “Jornalismo e Repressão no RN na Ditadura Militar”.



Casa do Bem entre as 10 instituições selecionadas ao Brind Solidário BMG

Carlos Alberto,

A Casa do Bem, mantida com esforço e dedicação pelo colega e amigo Flávio Rezende, está entre as dez instituições selecionadas que vão concorrer ao Brind Solidário BMG para apoio à terceira idade e de assistência à crianças e adolescentes. 


Noblat leva ao Face relato do ex-deputado Ney Lopes sobre o susto da filha em vôo da Avianca

Carlos Alberto,

O jornalista Ricardo Noblat levou à rede social, neste sábado, o relato do ex-deputado Ney Lopes sobre o susto que a sua filha e o seu neto tomaram em vôo da Avianca saindo de Natal com destino à Brasília no último dia 4.

Eís o que disse Ney Lopes que também teve o seu relato postado no Portal Contato Radar:

Ontem, 4, um avião da “Avianca” decolou por volta de 15.30 horas de Natal para Brasília. Voo direto. Previsão de chegada ao DF às 18.30 hs.

Como chovia torrencialmente em Brasília, o avião sobrevoou a cidade mais de uma hora.

Em seguida colocou os passageiros em pânico, ao avisar que o combustível disponível somente daria para chegar em Anápolis.

Não havia combustível para Goiana, que fica, mais ou menos na mesma distância.

Trocando em miúdos: se não fosse possível aterrissar em Anápolis, o avião cairia, por falta de combustível!!!!

Finalmente, o avião aterrissou na base militar de Anápolis, da FAB.

Ao desligar os motores, os passageiros foram avisados de que não poderiam descer. A base aérea não dispunha de escadas para aviões maiores, como o Air Bus da Avianca.

Todos os passageiros ficaram a bordo, com risco de asfixia. Pânico geral. Crianças queriam beber água e começou a faltar.

Circula a notícia de que na Base Militar de Anápolis não seria possível abastecer o avião, por inexistir posto de venda e a FAB não forneceria o combustível, em razão de ter sido adquirido para uso próprio, através de licitação.

O que fazer?

22 horas e nada se resolvia.

Os passageiros que saíram de Natal estavam a bordo e fechados, a mais de 7 horas.

Finalmente, após verdadeira via crucis, o aviso de que fora autorizado o abastecimento do avião, que seguiu para Brasília, lá chegando depois de 23 horas.



E não é que pode vir mais um partido político por aí

Carlos Alberto,

Não bastassem as recentes criações do PSD de Gilberto Kassab e do MD, fruto da fusão do PPS com o PMN, o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força Sindical, está lutando nas instâncias da Justiça para também emplacar o “Solidariedade”.

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), é o relator do mandado de segurança apresentado por Paulinho da Força, contra o projeto que limita os direitos de novos partidos ao Fundo Partidário e ao tempo de propaganda eleitoral no rádio e na TV.

Há duas semanas, os deputados tentam votar o projeto e o texto-base foi aprovado na noite da última quarta-feira, mas ainda existem destaques ao texto a serem apreciados. . Paulinho da Força será prejudicado se o projeto for aprovado porque coleta assinaturas para a criação do Solidariedade. O mandado tem pedido de liminar, para tentar suspender a votação.



Conad já debate descriminalização do uso de drogas

Carlos Alberto,

O Conad (Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas), vinculado ao Ministério da Justiça, discute a possibilidade de descriminalização do uso de drogas no Brasil, em especial a liberação da maconha com finalidade médica, como no caso de tratamento de dependentes do crack. Um grupo de trabalho foi constituído no ano passado e busca um consenso sobre a melhor alternativa para a legislação referente ao assunto.



O encontro de Henrique com Carlos Eduardo Alves. Diria melhor: o reencontro

Carlos Alberto,

Para muitos uma reunião de trabalho, digamos. Para mim um reencontro político. Esse o retrato que faço do (re) encontro acontecido nesta sexta-feira (19) entre o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT) e o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves. Aliás, bom que se diga, Henrique se antecipou a esse reeneocntro.

Ontem mesmo a jornalista Laurita Arruda postou em seuTerritório Livre, o seguinte:

-O prefeito de Natal Carlos Eduardo Alvessolicitou audiência com o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves.

Visita institucional, que a princípio seria na próxima quarta-feira, quando o prefeito tem agenda em Brasília.

Já em Natal, Henrique se ofereceu para ir até a Prefeitura hoje à tarde. Agendas afinadas; o encontro será às 17h30min no Palácio Felipe Camarão.

Pois muito bem: Todos sabem, as torcidas do ABC, do América e de todos os times do interior do Rio Grande do Norte juntas, que Henrique e Carlos Eduardo Alves não se afinavam há anos, desde que o prefeito rompeu com a família e se filiou na época ao PSB, da atual vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria. Mas agora há um reencontro histórico.

O prefeito Carlos Eduardo Alves talvez até tenha sido pego de surpresa com a visita de Henrique, já que a reunião seria uma reunião institucional, em Brasília, no gabinete da presidência da Câmara, para tratar de assuntos relacionados a prefeitura do Natal, naturalmente.

Mas….   Henrique vislumbra o governo do estado. Pode negar, como vem ocorrendo, mas vislumbra. Era um velho sonho de Aluizio Alves, seu pai, vê-lo um dia sentado na cadeira do qual ele sentou. Já disse isso em outras oportunidades, mas não custa repetir. Henrique está com o “cavalo selado” para sair candidato a governador em 2014. Pode até perder, pois que quem decide a eleição é o povo, mas que o cavalo tá selado tá. Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo tem feito o dever de casa conforme se manda.

Carlos Eduardo Alves já tem candidato a governador. O vice-governador Robinson Faria (PSD) rompido com o governo Rosalba (DEM). Mas isso é agora. Se Wilma de Faria sair candidata ao governo, por exemplo. Carlos ficaria com Robinson ou com Wilma? Outra: Carlos Eduardo Alves antes de tomar qualquer posição sempre ouve o seu pai, deputado estadual Agnelo Alves (PDT). E, neste caso, de uma reconciliação entre seu filho e Henrique, Agnelo não poderia orientá-lo a apoiar uma eventual candidatura do peemedebista à sucessão estadual? Por que não?

Fato é que Henrique Eduardo Alves vem se mexendo no tabuleiro da política. Sabe que para sair candidato a governador arestas têm que ser aparadas, a começar pelo prefeito de Natal, maior colégio eleitoral do estado.

Como 2014 só se fala em 2014, como o próprio Henrique Eduardo Alves diz, vamos aguardar. A conferir!


Barbosa é contra a PEC 37. O que já era de se esperar

Carlos Alberto,

O ministro Joaquim Barbosa presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, em visita a Natal, manifestou-se contra a PEC 37. “A sociedade brasileira está unânime contra a PEC 37, que só interessa a alguns maus políticos".

A manifestação de Barbosa já era de se esperar.

A PEC 37 (Proposta de Emenda Constitucional)) que tramita no Congresso Nacional, pretende retirar o poder investigatório do Ministério Público.



MPF denuncia “doleiro” e esposa por sonegação de impostos

Carlos Alberto,

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) denunciou à Justiça Federal o empresário Franklin do Amaral Gurgel e sua esposa, Ana Karina Guedes, por sonegação de impostos e por prestarem informações falsas, caracterizando crime contra a ordem tributária. Em 2000, o casal utilizou uma conta bancária de Ana Karina para movimentar R$ 5.146.972,69.

A movimentação financeira e a sua origem não foram declaradas e, segundo análise da Receita Federal, os recursos recebidos eram oriundos, em grande parte, de operações ilegais de câmbio, realizadas através da empresa na qual os dois eram sócios, a FK Turismo Ltda. (nome de fantasia Master Turismo).

Ao efetuarem as operações de compra e venda de moeda estrangeira, omitindo os rendimentos obtidos, eles reduziram ilegalmente os valores de diversos impostos e contribuições obrigatórias. Nesse período, a omissão de receitas resultou em um valor inicial de R$ 2.218.084,27 em tributos não pagos.



Brasil e França assinam ajuste de acordo previdenciário

Carlos Alberto,

Brasil e França assinam em Paris, na segunda-feira (22), o ajuste para aplicação do acordo de Previdência Social firmado anteriormente em Brasília. Com o início da vigência desse acordo – que se dará após a notificação da ratificação do tratado por ambos os países – serão beneficiados os mais de 80 mil brasileiros que vivem na França (incluindo os residentes na Guiana Francesa) e os 30 mil integrantes da comunidade francesa que vive no Brasil.

Todas essas pessoas poderão totalizar o somatório do tempo de contribuição nos dois países para requerer benefícios como aposentadorias por idade e por invalidez, pensão por morte, auxílio doença e salário maternidade. O documento também possibilita que trabalhadores transferidos pela empresa de um país para o outro possam continuar contribuindo no país de origem durante o prazo de 24 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período, evitando assim a dupla contribuição.

Foram signatários do Acordo da Previdência Social Brasil-França o ministro da Previdência brasileiro, Garibaldi Alves Filho, e o embaixador da França no Brasil, Yves Saint-Geours. A presidenta Dilma Rousseff foi a anfitriã do encontro, ocorrido no dia 15 de dezembro de 2012, no Palácio do Planalto. A França, além de oitavo parceiro comercial, é o quinto maior investidor no Brasil, país que é o principal destino dos investimentos franceses na América Latina. (Com informações da assessoria do ministro Garibaldi Alves)



Triste de um governo onde um auxiliar faz cobranças em público

Carlos Alberto,

Pobre Rio Grande do Norte sem sorte. Se a cultura por estas terras de Câmara Cascudo já não era valorizada a situação, parece, tende a ficar pior. Um auxiliar de governo, falo do diretor da Pinacoteca, jornalista Franklin Jorge, ter que apelar à imprensa para fazer levar à opinião pública a cobrança à sua antecessora do Relatório de Atividades e Inventário do Acervo do órgão, já é demais.

Franklin Jorge foi corajoso em tornar pública a sua insatisfação. Mas, acima de tudo mostrou que não está ocupando o cargo de diretor da Pinacoteca do estado simplesmente por ter, digamos, um bom salário para os padrões do estado.

Idealizador da Pinacoteca há 30 anos, quando integrava o quadro funcional da FJA (Fundação José Augusto), Franklin Jorge está certo em querer tomar conhecimento de como encontrou o órgão para depois, acaso venha a ser exonerado um dia, não o culpem por qualquer tipo de descaso. Infelizmente a cultura em nosso estado está relegada a segundo plano, terceiro talvez. Cultura aqui no Rio Grande do Norte é promover carnaval fora de época muitas vezes com “bandas fantasmas”.

Só pra ilustrar o que estou a dizer, me recordo que há alguns anos uma amiga do Rio que visitava Natal ficou curiosa em conhecer a Pinacoteca, pois que soube que havia um retrato de seu bisavô na galeria de governantes instalada no antigo Palácio Potengi, que na época já havia sido transformado em Pinacoteca. O seu bisavô fora interventor no Rio Grande do Norte. O retrato do bisavô dessa minha amiga estava realmente lá, mas ela ficou surpresa quando soube que ali era uma Pinacoteca, me perguntando se só tinha mesmo as fotos dos ex-governantes e interventores. Confesso que fiquei com vergonha de afirmar que sim. A nossa Pinacoteca se resumia aquilo.

Cultura meu amigo neste estado passou longe. É verdade que existem pessoas teimosas como Franklin Jorge e o também jornalista Crispiniano Neto, ex-presidente da FJA, com quem tive a grata satisfação de trabalhar na Fundação José Augusto, como assessor de imprensa, no governo Iberê. Estas pessoas lutam em fazer alguma coisa por nossa cultura, mas infelizmente suas intenções esbarram na falta de apoio dos governos da hora.

Fato é que Franklin Jorge com a sua coragem e determinação possa provocar a sua antessessora a lhe entregar os documentos a que pediu, até porque estes documentos não lhe pertencem e sim a Pinacoteca do estado. Menos mal se isso ocorrer. O que se espera, no entanto, é que não haja nenhum tipo de retaliação ao jornalista Franklin Jorge por está cobrando de público uma coisa que lhe é de direito na condição de diretor da Pinacoteca do estado. O mínimo que a secretária especial de Cultura e presidente da Fundação José Augusto, Isaura Rosado, poderia fazer é cobrar também da antiga diretora da Pinacoteca o Relatório de Atividades e Inventário do Acervo, se é que existe acervo. A conferir!

Em tempo: Pinacoteca é uma espécie de Museu onde são expostos quadros. O diferencial de um Museu comum é que na Pinacoteca deve-se reservar um espaço para artistas locais onde a mesma está localizada. 


1921-1940 de 1971