Encontro da executiva do PMDB deve definir presença de Bezerra na corrida eleitoral

Diógenes Dantas,

fernando_bezerra_gov_370A executiva estadual do PMDB vai se reunir amanhã (30), às 16 horas, na sede do partido no bairro do Tirol, em Natal, para formalizar a pré-candidatura de Fernando Bezerra ao governo. 

A informação foi dada pelo ministro Garibaldi Alves Filho (Previdência) na manhã desta quarta-feira (29). O ministro confirmou presença antes de seguir viagem para Apodi.

A expectativa é grande para saber se o empresário Fernando Bezerra vai comparecer ao encontro partidário. Na última sexta-feira (24), apesar de convidado, ele faltou ao encontro de mídias sociais promovido pela legenda com a presença do presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO).

Garibaldi Filho não soube dizer o real motivo da ausência de Bezerra no evento do PMDB, mas admite que o fato gerou um burburinho no momento em que ele e Henrique Eduardo Alves tentam consolidar a pré-candidatura do ex-senador dentro do partido.

A ausência de Bezerra pode ter sido motivada por dois episódios na semana passada.

O primeiro ocorreu em Mossoró. Na casa de Fafá Rosado e Leonardo Nogueira, Henrique disse aos jornalistas algo que foi interpretado como a possibilidade de ele concorrer ao governo dentro de uma forte coalização de forças partidárias.

No outro dia, em entrevista a mim no RN Acontece da Band, o tio de Garibaldi e Henrique, deputado estadual Agnelo Alves, disse com todas as letras que o candidato do PMDB, na opinião dele, é Henrique Eduardo Alves. Ele chegou a elogiar Bezerra, mas disse que estava faltando alguma coisa nessa história de candidatura do empresário porque ele (Agnelo) ainda não tinha visto um vereador, um prefeito ou deputado do PMDB defender o nome de Bezerra.

Na sequência, Henrique Eduardo me concedeu entrevista para reafirmar seu projeto à reeleição para Câmara dos Deputados e que o candidato do PMDB ao governo é Fernando Bezerra. A reunião da executiva que vai ocorrer amanhã foi marcada, justamente, para apresentar Bezerra nesta condição de pré-candidato do PMDB.

Na semana passada, Fernando Bezerra tinha motivos de sobra para faltar ao evento do PMDB. A desconfiança reinava na cabeça do empresário. Amanhã, não. 

Se Fernando Bezerra não comparecer à reunião da executiva estadual, como asseverou Henrique Eduardo Alves, será o sinal claro que ele está fora da disputa. E o PMDB terá de buscar outro nome para encabeçar a chapa majoritárias das eleições deste ano.

Como diz o sertanejo, a confusão está grande na eleição do Rio Grande do Norte "feito muriçoca em beira de penico".

A+ A-