Segunda fase da reforma tributária isenta 8 milhões de contribuintes de pagarem IR

Airton Bulhões,

  A Eqüitem empresa especializada em soluções tributárias, explica as novas mudanças e oferece serviços tecnológicos para a simplificação do novo trâmite tributário analisa a  segunda fase da reforma tributária que traz novas regras do Imposto de Renda para a tributação de investimentos, pessoas físicas e jurídicas

  A alteração permite que mais de 8 milhões de brasileiros se tornem isentos, elevando o total para 16 milhões de pessoas que não recolhem o imposto.

   As medidas promoverão também a unificação das alíquotas, acabando com o   escalonamento do IR. Novo modelo altera alíquotas em todas as divisões tributária.

.  O reajuste que já estava em pauta há anos no Congresso Nacional foi apresentado a Câmara dos Deputados.

   Para que as mudanças propostas entrem em prática, o texto precisa ser aprovado ainda em 2021.

   Dentre os destaques das alterações sugeridas pelo projeto de lei, está a o aumento da faixa de isenção do IR para Pessoa Física, e a inclusão de uma alíquota de 20% dentro da categoria.

   Outra novidade importante para estes contribuintes é que aqueles que recebem até R 40 mil no ano podem optar pela declaração simplificada dos tributos.

Pessoa Jurídica

Dentro da divisão Jurídica, as empresas também terão alíquotas reduzidas de forma anual, chegando a 10% em 2023, mantendo o adicional de 10% que incide sobre os lucros mensais.


A+ A-