Petrobras lança em agosto nova gasolina com maior proteção aos motores de veículos

Airton Bulhões,

    Os proprietários de veículos no País terão a partir de agosto nova gasolina atendendo à regulamentação da Agência Nacional de Petróleo, através da Petrobras.

   A qualidade intrínseca da gasolina vai aumentar em termos de octanagem  e massa específica, o que significa um combustível mais eficiente e melhor proteção aos motores dos veículos. Isso vai permitir uma redução no consumo de gasolina por quilômetro rodado, afirma a diretora de Refino e Gás Natural da Petrobras, Anelise Lara.

   A nova especificação é bem-vinda e vai aproximar a qualidade do combustível comercializado no Brasil ao  do mercado americano e europeu.

  A nova especificação (Resolução ANP 807/20) entrará em vigor em duas fases: a primeira em agosto de 2020 e a segunda em janeiro de 2022.

  A resolução estabelece que a gasolina comum, tanto a produzida no Brasil como a importada, tenha uma massa específica mínima de  715 kg/m³. Atualmente não existe requisito de massa mínima para a gasolina comercializada no Brasil. Além disso, a nova especificação também estabelece a necessidade de octanagem mínima de 92 pela metodologia de RON, mais adequada às novas tecnologias de motores que já estão sendo introduzidas no país.

SAIBA MAIS

  A diretora Anelise Lara também destacou os benefícios para o Brasil com a adoção do diesel parafínico renovável (HVO), conhecido também como Diesel Verde.

   O  novo combustível poderá atender, em conjunto com o Biodiesel já existente, a parcela de biocombustível que deve ser misturada ao diesel comercializado nos postos.

   A adoção do HVO melhora o desempenho dos motores, evitando problemas como entupimentos de filtros, bombas e bicos injetores que vem sendo observados na medida em que o teor de biodiesel que compõe o diesel comercializado ao consumidor final aumenta.

foto: clickpetroleoegas.com.br
A+ A-