Pandemia força famílias procurarem empréstimo no RN

Airton Bulhões,

   Segundo pesquisa do PNAD COVID19 para o mês de outubro desde o início da pandemia até o mês de outubro, em 76 mil domicílios potiguares algum morador conseguiu um empréstimo.

  Em setembro, moradores de 69 mil lares do estado haviam conseguido crédito. Isso representa um crescimento de 10% em um mês.

  No Nordeste, moradores de 1,3 milhão de domicílios pediram dinheiro emprestado desde o início da pandemia.

  No Brasil, esse número é de 5,2 milhões de domicílios. Ambos apresentaram crescimento de cerca de 11% em outubro.

  Os bancos e financeiras foram a principal fonte dos empréstimos no estado potiguar: 86% dos domicílios recorreram a essas instituições. Em 12% dos lares, pessoas conseguiram dinheiro emprestado de parente ou amigo. Por fim, a fonte “outro local ou pessoa” emprestou dinheiro para 2% dos lares onde alguém solicitou.

DADOS SOBRE A COVID NO RN

 No Rio Grande do Norte 11,8% da população realizou teste para diagnosticar a covid-19. Isso representa 419 mil pessoas.

  Na região Nordeste, o Rio Grande do Norte praticamente divide terceiro lugar com a Bahia (12,1%) e Paraíba (12,1%). Piauí (19%) e Sergipe (13,4%) lideram a testagem da população testada na região.


A+ A-