Começa a maior feira de imóveis online do Brasil com oferta de 16 mil casas e apartamentos

Airton Bulhões,

  Começa nesta sexta-feira e vai até o dia 28 de novembro  a primeira Feira de Imóveis Online, realizada pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC),  com mais de 16 mil imóveis em centenas de cidades brasileiras condições especiais, disponíveis somente durante o evento .

  Por meio de uma plataforma será possível acessar casas e apartamentos em todo o Brasil, com valores que vão de R$ 100 mil a R$ 1 milhão.

  Muitas construtoras levam para o evento condições bastante especiais. O comprador poderá encontrar empresas que oferecem ITBI, registro do imóvel ou condomínio gratuitos, churrasqueira, pia e gabinete nas varandas e até uma cozinha completa.

  Um carro 0 km será sorteado entre os compradores de imóveis disponíveis na feira. Também vão concorrer os clientes que avançarem na intenção de compra.

  A Caixa Econômica Federal é o banco oficial da Feira e participará acelerando o processo de análise de condições de financiamento imobiliário para os consumidores.

  "Há duas semanas, projetávamos 5 mil imóveis. Esse número mais que triplicou, reforçando o movimento de recuperação do setor. Até o início da Feira de Imóveis Online e mesmo durante a sua realização, acreditamos que mais imóveis entrarão em oferta no evento”, analisa o presidente da Abrainc, Luiz Antonio França.

  Na avaliação da CBIC a feira é uma grande oportunidade para empresas e consumidores.

  "A adesão de mais de 130 construtoras ao evento mostra a capacidade do nosso setor de responder às necessidades de moradia do país, que tem um déficit habitacional de 8 milhões de residências”, explica o presidente da CBIC, José Carlos Martins.

  A Feira de Imóveis Online terá oportunidades tanto para compradores de baixa renda em busca do primeiro imóvel, quanto para os que procuram casas ou apartamentos maiores para morar ou investir.

  Haverá, portanto, condições propícias para clientes e empresas. A Feira deve atingir cerca de 10 milhões de brasileiros e gerar mais de 1 milhão de interações entre consumidores e empresas.

A maior concentração de imóveis está nas regiões sudeste, com destaque para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e nordeste, onde o maior número de imóveis está no Ceará, em Sergipe e no Maranhão. Há ofertas também em Teresina (PI), Palmas (TO) e Macapá (AP).

 O evento 100% digital também dará a oportunidade para o comprador economizar tempo na hora de tomar decisões e pesquisar imóveis mais adequados para suas necessidade. Além disso, o comprador participa de qualquer lugar, compra em diferentes regiões do Brasil, e em segurança, sem aglomerações

  A plataforma para pesquisa e compra será aberta na sexta-feira.

foto: abecip.org.br
A+ A-