Brasil tem recorde de empresas abertas em 2020 alcança 20 milhões de negócios em atividade

Airton Bulhões,

   Segundo o Ministério da Economia no Mapa de Empresas o Brasil registrou, em 2020, um recorde histórico na abertura de novas empresas e encerrou o ano com quase 20 milhões de negócios ativos.

  Segundo dados do governo federal, o país criou 3,4 mil novas empresas no ano passado, o que representa um crescimento de 6% em relação a 2019. A marca inédita confirma que – apesar da pandemia – a economia brasileira tem reagido bem graças às medidas de apoio ao empreendedorismo.

  O Mapa de Empresas mostra que, ao longo de 2020, foram fechadas pouco mais de 1 milhão de empresas (queda de 11,3% quando comparado a 2019).

  Com isso, o país teve um saldo positivo de 2,3 mil empresas abertas, ao final de 2020.

  Para o secretário especial adjunto de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Gleisson Rubin, os números apresentados pelo governo espelham o resultado do trabalho feito para a melhoria do ambiente de negócios e estímulo à atividade empreendedora no Brasil.

   Segundo ele, as ações de desburocratização e simplificação conseguiram reduzir o tempo médio para abertura de empresas (no terceiro quadrimestre de 2020) para 2 dias e 13 horas, o que representa diminuição de 1 dia e 22 horas (43,0%), quando comparado ao mesmo período de 2019.

  Entre as medidas adotadas pelo governo, o secretário especial destacou o registro de empresas com biometria facial, a ampliação das atividades dispensadas de alvará para funcionamento, a revisão completa das normas de registro (simplificação e unificação de 56 normas e ampliação do registro automático), a possibilidade de coleta única para abertura de empresas e simplificação de procedimentos e a implementação do Balcão Único (projeto piloto em São Paulo).

  Entre as empresas abertas em 2020, o grande destaque foram os microempreendedores individuais (MEI). Foi verificado, pelo Ministério da Economia, o registro de 2,6 milhões de MEI em 2020, representando um aumento de 8,4% em relação ao ano de 2019. Com isso, essa categoria de empreendedores chegou ao total de 11,2 milhões de negócios ativos no país. O MEI representa hoje 56,7% das empresas em atividade no Brasil e 79,3% das empresas abertas no ano de 2020.

  Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, os dados apresentados pelo Ministério da Economia confirmam a importância das medidas adotadas pelo governo, desde o início da pandemia, no socorro aos pequenos negócios e no estímulo ao empreendedorismo. “


A+ A-