BNB libera R$ 143 milhões para o RN com maior destinação para construção de Shopping em Emaús

Airton Bulhões,

  Foram contratados pelo Banco do Nordeste mais de R$ 143 milhões no período de janeiro a setembro deste ano no Rio Grande do Norte em créditos para empreendimentos relacionados ao segmento turístico em sua área de atuação. A nível regional o desembolso do BNB chegou a R$  488,6 milhões. 

  O principal projeto é a construção do Shopping Praça das Dunas (foto), na margem da BR 101, no bairro de Emaús, em Parnamirim. Os recursos para levantar a obra foram contratados no Banco do Nordeste, com juros atrativos, no âmbito do Programa de Apoio ao Turismo Regional - FNE Proatur. A linha tem como objetivo integrar e fortalecer a cadeia produtiva do turismo, ensejando o aumento da oferta de empregos e o aproveitamento das potencialidades turísticas da Região, em bases sustentáveis.iWk6bi5.jpg

   As operações de crédito estão sendo contratadas prioritariamente nos municípios identificados pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) como prioritários para o desenvolvimento do turismo no País e aqueles integrantes dos polos turísticos definidos pelo BNB.

Também são apoiados os corredores turísticos, que correspondem às conexões entre os diferentes espaços turísticos de uma região e que se caracterizam, principalmente, por possuírem infraestrutura turística básica (estradas, transportes, comunicações, potencial turístico natural ou artificial, equipamentos de lazer etc.) e servirem de apoio a excursões realizadas por turistas.   

   São passíveis de financiamento a aquisição de bens de capital e a implantação, modernização, reforma, relocalização ou ampliação de empreendimentos do setor de turismo, inclusive aqueles relacionados à economia da cultura. 

SAIBA MAIS

O Proatur destina-se a pessoas jurídicas de direito privado e empresários registrados na junta comercial que realizem atividades produtivas nos seguintes segmentos: agências de turismo, meios de hospedagem, transportadoras turísticas, organizadoras de eventos, parques temáticos, acampamentos turísticos, guias de turismo, centros ou locais destinados a convenções, feiras, exposições e similares, equipamentos de entretenimentos e lazer, casas de espetáculos, shows e equipamentos de animação turística além de locadoras de veículos para turistas.

Também podem ser financiados a capacitação de mão de obra necessária ao empreendimento já financiado ou em análise pelo Banco; bem como a implantação de sistemas de gestão de qualidade, a aquisição de meios de hospedagem já construídos ou em construção, e ainda empreendimentos destinados à prestação de serviços de alimentação e que, por suas condições de localização ou tipicidade, podem ser considerados de interesse turístico.



Álvaro Dias vai à Justiça contra Proedi que faz Natal perder R$ 24 milhões

Airton Bulhões,
Fladson Soares/Arquivo/Nominuto
Prefeito de Natal, Álvaro Dias, acredita que o Programa de Estímulo à Indústria traz grande impacto financeiro nos cofres municipais.

O prefeito Álvaro Dias já bateu o martelo e disse em entrevista a FM 98 que caso a Assembleia Legislativa não derrube esse decreto do governo estadual sobre o impacto financeiro do Programa de Estímulo à Indústria (Proedi) nos cofres municipais, com a diminuição do repasse de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) vai judicializar essa questão.

Nesse Proedi, a Prefeitura de Natal deixa de arrecadar por mês R$ 2 milhões e no ano bate os R$ 24 milhões. Para o prefeito, dinheiro que deixa de ser aplicado em obras e outras demandas do município.

O deputado estadual Tomba Farias é outro que é contra o Proed disse que seis ou sete prefeitos rezam o que o governo pede, mas ele defende que seja enviado para a Assembleia Legislativa um projeto de lei para tratar do incentivo às indústrias.

O deputado ressaltou ainda que os empresários que defendem o modelo do Proedi propostos pelo governo estadual são os mesmos que, em nenhum momento, se reuniram com a governadora Fátima Bezerra para aconselhá-la a fazer a reforma da previdência.

O parlamentar ainda deixa claro que não concorda com a implantação de um programa de incentivo que penalize e subtraia recursos dos municípios. “Só tem uma solução para esse Proedi, que é tirando recursos dos municípios?”, questionou.

Para Tomba, a isenção que a governadora está dando sob o argumento de tratar-se de incentivo para a indústria, está sendo feita “com o chapéu alheio, com um dinheiro que não é dela”.


UFRN apresenta aos seus gestores linha mestra do Parque Científico Tecnológico do RN

Airton Bulhões,

   A assessora e coordenadora do projeto do Parque Científico Tecnológico do Rio Grande do Norte Augusto Severo (PAX), Ângela Maria Paiva Cruz e o diretor da Agência de Inovação (AGIR) da UFRN, Daniel Pontes detalharam nesta terça-feira aos gestores da Universidade os diversos aspectos gerenciais e de viabilidade do Parque, bem como situaram de que forma a iniciativa está alinhada com as diretrizes institucionais da instituição.

  Ângela Paiva  ex-reitora acrescentou que “o aspecto de utilização de, por exemplo, tecnologias para o semiárido foi uma das observações da equipe do Banco Mundial como fator de relevância do projeto para a nossa região”.

   O Parque Científico e Tecnológico do Rio Grande do Norte Augusto Severo (PAX) está localizado na cidade de Macaíba/RN e uma área prevista de 50 hectares integra o projeto de inovação proveniente da parceria entre Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs), Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Federação das Indústrias, Federação do Comércio, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e prefeituras da Região Metropolitana de Natal.

  O PAX tem vocação inicial nas áreas de energias, reabilitação em saúde e tecnologia de informação com ampla oferta de espaços e serviços para as entidades apoiadoras e empresas.

  O Parque Científico e Tecnológico Augusto Severo contará também, em seu ecossistema, com incubadora e aceleradora de empresas, oferta de serviços de propriedade intelectual por meio da Agência de Inovação da UFRN e de diversos laboratórios de pesquisa e inovação das ICTs associadas.



Natal vai receber na próxima semana 13º Encontro Brasileiro de criadores de Búfalos

Airton Bulhões,

   Será realizado em Natal no período de 23 a 26 de outubro o 13º  Encontro Brasileiro de Babalinocultores, no Hotel Ocean Palace Beach Resort, com a expectativa de 300 participantes nos quatro dias de evento.

  Para debater mais sobre o mercado o evento terá conta com público de criadores de búfalos, professores universitários, estudantes de veterinária e do agronegócio, além  e produtores de toda cadeia da carne e do leite.

  De acordo com o criador, Francisco de Assis Velos, criador de búfalos desde o ano 2000 e presidente da comissão organizadora do Encontro de Bubalinos,  sua criação mostra que é um mercado que está em franca expansão. 

  Diversos assuntos serão abordados, dentre eles, a qualidade da carne bubalina, mercado de exportação para carne de búfalos e seus derivados e novas alternativas para o mercado do leite bubalino,

  Serão realizadas palestras com abordagens sobre a criação de búfalos  e uma visita a Fazenda Tapuio para conhecimento dos sistemas de pastejo rotacionado de sequeiro, incluindo os sistemas de cria e ordenha em carrossel sem ocitocina e sem bezerro.

  Na oportunidade, acontecerá entrega dos prêmios “Mérito Criador”, “Mérito Empresa” e “Mérito Científico”.

SAIBA MAIS

  O rebanho brasileiro de búfalos, com cerca 1.371.000 animais em 2016, é o maior do Ocidente..

  Sua exploração comercial é realizadas no Brasil em 16 mil fazendas empregando mais de 80 mil pessoas no campo e vem apresentando desde 2011 crescimento significativamente superior ao observado em bovinos, suínos, ovinos ou frangos.

  O Rio Grande do Norte também vem tendo desempenho na produção de carne, leite e queijo de leite de búfalos e tem um dos maiores rebanhos do país, com 1.400 búfalos. A fazenda Tapuio é modelo na criação e produção de produtos para exportação.

 Em 2017, o faturamento dos criadores e indústrias no Brasil chegou a um R$ 1,1 bilhão.

O búfalo fornece carne e leite. O leite de búfala tem mais gordura do que o de vaca, e está na muçarela, no queijo frescal, na ricota e na burrata.

  O índice de gordura da carne de búfalo é muito menor do que o da carne bovina, permitindo uma carne magra e saudável.

  No Brasil, são comuns quatro raças de búfalo: uma de origem italiana, a Mediterrâneo; duas indianas, a Murrah e a Jafarabadi. E a Carabao, de origem filipina, a única adaptada às regiões pantanosas.

  No Brasil ela é encontrada na ilha de Marajó, no Pará, local onde os búfalos foram introduzidos no país no final do século XIX

Mais informações sobre o evento e inscrições   pelo site: http://encontrodebubalinocultores.com.br/

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO:

Dia 23: coquetel de recepção e apresentação de atração local. Na oportunidade, lançamento do livro “Mozzarella de Búfala”, no Ocean Palace do escritor e criador de búfalos Ângelo Citro, com 30 anos de experiência no Brasil.

Dia 24: dia da carne – 09 as 13h00 - 4 palestras de 40 minutos e mesa de discussão por 1 hora. Tarde livre.

✓ Ricardo Pessoa (UFRPE) – Qualidade da carne bubalina

✓ Nestore (BUBRAS) – Mercado da carne bubalina no Brasil

✓ Armando Cadoppi (ARG) – Mercado de exportação para carne de búfalos e seus derivados

✓ André Jorge (UNESP) – Exigências nutricionais de bubalinos em condições tropicais

Dia 25: dia do leite - 09 as 13h00 - 4 palestras de 40 minutos e mesa de discussão por 1 hora. Tarde livre.

✓ Adriano Rangel (UFRN) – Qualidade do leite bubalino

✓ João Rosseto (Agrodinâmica) – Custos de produção de leite bubalino a pasto

✓ Rodrigo Vasconcelos (Bufalus Agropecuaria Ltda) – Bubalinocultura leiteira como opção econômica para a Zona da Mata Sul de PE

✓ Otávio Bernardes (Fazenda Paineiras da Ingaí) – Novas alternativas para o mercado do leite bubalino

Dia 26:

Búfalo Tour – 09 as 16h00

✓ visita a Fazenda Tapuio para conhecimento dos sistemas de pastejo rotacionado de sequeiro, incluindo os sistemas de cria e ordenha em carrossel sem ocitocina e sem bezerro

✓ Utilização das culturas da Palma e Pornunça em sistema de pastejo direto

✓ Happy hour com degustação de queijos e búfalo inteiro no rolete

✓ Entrega dos prêmios Mérito Criador, Mérito Empresa e Mérito Científico



Bilhete aéreo cai 16,85% e empresas “low cost” vão acirrar concorrência

Airton Bulhões,

  Pesquisa Mensal do Comércio, divulgada nesta sexta-feira  pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado de janeiro a setembro deste ano, o preço do bilhete teve uma queda de 16,85%, item não-alimentício com a maior redução para o consumidor brasileiro.

O Ministério do Turismo criou um grupo de trabalho que buscará reduzir o preço das passagens aéreas, além de aumentar o número de rotas para atender diversos destinos turísticos do país. Um dos objetivos será buscar o equilíbrio entre oferta e demanda com políticas públicas mais eficazes para tornar os modais de transporte mais integrados e estruturados.

Melhorias de infraestrutura dos aeroportos, conectividade e atração de investimentos são algumas das iniciativas a serem desenvolvidas.

A chegada das empresas “low cost” devem representar ainda uma importante ferramenta para melhorar o preço das passagens aéreas para os brasileiros.

  Ao todo, cinco empresas já demonstraram interesse em operar no país: a Air Europa, que já demonstrou interesse em atuar no mercado doméstico; a Sky e a Norwegian, que já estão realizando voos internacionais; a Flybondi, que começará a operar nesta sexta-feira (11/10), e a JetSmart, que voará no país a partir de dezembro.

SAIBA MAIS

O Brasil tem mais uma empresa aérea low cost operando para o país. A companhia argentina Flybondi realizou seu voo inaugural nesta sexta-feira saindo de Buenos Aires e chegando ao Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

  Autorizada a operar pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) em julho, a Flybondi é a terceira low cost estrangeira a voar para o Brasil.



Contribuinte pode quitar dívidas com a Prefeitura até o final do mês

Airton Bulhões,

O contribuinte que não quiser sofrer transtornos em 2020 por contas de dívidas com o tesouro municipal, não pode perde essa última chance que a Prefeitura do Natal, através da secretaria municipal de Tributação está dando para aqueles que desejam regularizar sua situação fiscal..

  Quem não negociar dívidas atrasadas agora, perdeu. Esta é a vez dos contribuintes quitarem seus débitos em regime especial, uma vez que essa modalidade não será adotada em 2020, pois será um ano eleitoral e não terá negociação.

Nesta segunda fase do regime especial que vai até 31 de outubro quem pagar à vista terá um desconto de 50% em juros e multa de mora. 

Os descontos serão decrescentes de acordo com o número de parcelas selecionado: em 06 parcelas, o desconto é de 40% nos juros e multa; entre 7 e 12 parcelas – 30% de desconto nos juros e multa; entre 8 e 18 parcelas – 20% de desconto nos juros e multa; entre 19 e 24 parcelas – 10% de desconto nos juros e multa; entre 25 e 30 parcelas – 5% de desconto nos juros e multa.

O parcelamento também pode ser feito em até 60 meses, com entrada de 10% do valor da dívida, ou há ainda a opção por um parcelamento menor, em até 24 meses com entrada de 5%. Lembrando que o valor da entrada não poderá ser inferior ao valor das demais parcelas.

O secretário municipal de Tributação, Ludenilson Lopes, informou que esse regime especial acontecerá até o final do ano e será a última oportunidade que a Prefeitura vai oferecer para os contribuintes este ano, em 2010 não será possível.

  Os interessados podem requerer a quitação dos débitos por meio do site oficial da Secretaria Municipal de Tributação ou podem também procurar os boxes de atendimento da secretaria situados nas Centrais do Cidadão do Alecrim e da Zona Norte (Shopping Estação).

 Como também podem solicitar atendimento pelo whatsapp da Semut (98786-8208); e ainda têm a possibilidade de entrar em contato pelos números: 3232-8882/3232-9169/3232-8884 ou 3232-8881.

   Se preferir, o contribuinte pode se dirigir à sede do órgão, que está localizado no endereço: Rua Açu, 394 - Tirol (Próximo à Catedral Metropolitana).



Natal vai sediar evento com mentorias e treinamento para interessados em Startups

Airton Bulhões,

     

     Com promoção da Associação Brasileira  de Startups em parceria com o Google for Startup  Natal  terá nesta sexta-feira  no Sebrae RN evento StartupOn, totalmente gratuito.

   A iniciativa busca fortalecer e conectar as diversas comunidades fora do eixo das grandes capitais do Brasil como continuar o trabalho de mapeamento dos atores do ecossistema de startup.

  Serão realizadas palestras, painéis e sessões de mentorias para todas as startups e interessados com duração de um dia, com especialistas que passarão alguns insights de suas experiências e vivências no setor.

Participam a co-fundadora e a CTO da aceleradora B2Mamy, Micheli Junco; o diretor geral da iDexo By Totvs, Vítor Andrade; o CEO da startup de marketing digital para concessionária Autoforce, Tiago Fernandes e o CEO da startup de entrega Bee Delivery, Thales Patreze entre outros convidados.

"Sabemos das dores que todos os empreendedores passam no dia a dia para conduzir seu negócio e elas vão desde a necessidade de obter conteúdo de qualidade até a interação com outros profissionais do mesmo nível para trocar experiências. Por isso, nosso principal objetivo é fazer uma imersão sobre o ecossistema, oferecer interação e acesso a informações relevantes", afirma o diretor executivo da Abstartups, Rafael Ribeiro.

  Para o Google for Startups, a parceria cria a possibilidade de fornecer condições para que empreendedores em quaisquer regiões do país tenham reais oportunidades de crescer e prosperar através do acesso aos seus produtos, expertise e conexões.

SAIBA MAIS

  Fundada em 2011, a Associação Brasileira de Startups (Abstartups) é uma entidade sem fins lucrativos, que possui mais de 12 mil startups em sua base de dados e tem como missão promover o ecossistema brasileiro de startups nacionalmente e internacionalmente, fornecendo informações de mercado e ativando os agentes relevantes para aumentar a competitividade das startups brasileiras

































     Com promoção da Associação Brasileira  de Startups em parceria com o Google for Startup  Natal  terá nesta sexta-feira  no Sebrae RN evento StartupOn, totalmente gratuito.

   A iniciativa busca fortalecer e conectar as diversas comunidades fora do eixo das grandes capitais do Brasil como continuar o trabalho de mapeamento dos atores do ecossistema de startup.

  Serão realizadas palestras, painéis e sessões de mentorias para todas as startups e interessados com duração de um dia, com especialistas que passarão alguns insights de suas experiências e vivências no setor.

Participam a co-fundadora e a CTO da aceleradora B2Mamy, Micheli Junco; o diretor geral da iDexo By Totvs, Vítor Andrade; o CEO da startup de marketing digital para concessionária Autoforce, Tiago Fernandes e o CEO da startup de entrega Bee Delivery, Thales Patreze entre outros convidados.

"Sabemos das dores que todos os empreendedores passam no dia a dia para conduzir seu negócio e elas vão desde a necessidade de obter conteúdo de qualidade até a interação com outros profissionais do mesmo nível para trocar experiências. Por isso, nosso principal objetivo é fazer uma imersão sobre o ecossistema, oferecer interação e acesso a informações relevantes", afirma o diretor executivo da Abstartups, Rafael Ribeiro.

  Para o Google for Startups, a parceria cria a possibilidade de fornecer condições para que empreendedores em quaisquer regiões do país tenham reais oportunidades de crescer e prosperar através do acesso aos seus produtos, expertise e conexões.

SAIBA MAIS

  Fundada em 2011, a Associação Brasileira de Startups (Abstartups) é uma entidade sem fins lucrativos, que possui mais de 12 mil startups em sua base de dados e tem como missão promover o ecossistema brasileiro de startups nacionalmente e internacionalmente, fornecendo informações de mercado e ativando os agentes relevantes para aumentar a competitividade das startups brasileiras

















“Natal & Parnamirim Fields na Segunda Guerra” tem portal do Sebrae

Airton Bulhões,

  

    O Sebrae RN está abraçando um projeto que precisava ser resgatado e que agora entra firme com o objetivo de apresentar a importância de Natal durante a Segunda Guerra, onde os americanos construíram a maior base militar fora dos Estados Unidos.

  Nesta quarta-feira, às 19h na Casa da Ribeira só para convidados será lançado o projeto “Natal & Parnamirim Field na Segunda Guerra”.gMNYA9A.jpg

  Durante o evento que terá espetáculos teatral e sinfônico, será apresentado o mapeamento feito pelo projeto com pontos de interesse histórico e cultural importantes da participação das duas cidades na segunda Grande Guerra.

Todo o levantamento está reunido em um portal em quatro idiomas (Inglês, Francês, Espanhol e Português), que além do mapeamento dos pontos históricos, traz também personagens e fatos curiosos relacionados ao tema, como o caso do açúcar nos tanques de combustível, o rasante no desfile de 7 de setembro e do espião preso em Jacumã.

  Além desse levantamento, feito por historiadores da Fundação Rampa e do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, o projeto criou governança ao chamar os principais interessados no tema para debater o assunto e desenvolveu os estudos de viabilidade técnica e econômica do aeroporto Augusto Severo, que será transformado em um Centro Cultural, e do Museu da Rampa.

  Além disso, vai utilizar a tecnologia de realidade aumentada para criar mais atrativos nos principais equipamentos turísticos ligados à participação na Segunda Guerra. Monumentos, como a rampa, terão pontos de realidade aumentada em que o turista ao apontar a câmera do smartphone poderá fazer fotos em meio a jipe e soldados virtuais.

“A proposta do projeto é apresentar esses pontos de interesse cultural e histórico das duas cidades, que até então têm sido pouco explorados e passem a ser trabalhados por empresas de receptivo para atrair mais turistas e interessados no assunto”, explica o gestor do projeto, Yves Guerra.

  O Sebrae também inseriu a temática no edital de economia criativa, que apoiou financeiramente projetos culturais, como o espetáculo ‘Bye, Bye Natal’ e a coleção de três livros ‘A Participação do RN na Segunda Guerra Mundial‘, entre outras iniciativas.

SAIBA MAIS

  “O projeto Natal & Parnamirim Field”  já vinha sendo trabalhado há cerca de dois anos e, atualmente, faz parte das ações do programa Investe Turismo, que é promovido pelo Sebrae, Ministério do Turismo, Embratur e Secretaria Estadual de Turismo (Setur).

  Um dos objetivos do programa é diversificar a oferta turística que vá além do turismo de mar. Por isso, o projeto tomou a participação do RN na Grande Guerra como forma de atrair turistas ao estimular entre o trade turísticos e entes governamentais a criação bem estruturada de um roteiro turístico histórico e cultural em volta da temática.qXWeAjl.jpg


Turismo brasileiro tem geração recorde de empregos e faturamento

Airton Bulhões,

  Segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) nos primeiros sete meses de 2019, a geração de mais empregos e o crescimento do turismo no Brasil gerou um faturamento de R$ 136,7 bilhões, o maior registrado nos últimos quatro anos. Em um cenário de evolução, o turismo faturou R$ 20,4 bilhões em julho deste ano e teve um saldo positivo de 25 mil empregos gerados nos últimos 12 meses.1pA720N.jpg

Na área de geração de empregos, o bom resultado divulgado pela CNC se deveu principalmente ao bom desempenho dos segmentos de hospedagem e alimentação e cultura e lazer.

  Nos últimos 12 meses (julho de 2018 a julho de 2019), todas as regiões do país tiveram saldo positivo de empregos. Foram 12 mil novas vagas no Sudeste; 6,1 mil no Centro-Oeste; 3,3 mil no Sul; 2,3 mil no Nordeste e 1,2 mil no Norte.

  Em termos de faturamento, os R$ 20,478 bilhões registrados pela pesquisa da CNC em julho demonstram o crescimento do turismo no Brasil. Em relação a junho de 2019, o crescimento foi de 9%.

  Já levando em consideração o mês de julho de 2018, o faturamento cresceu 1,5%. Os segmentos que mais se destacaram foram Restaurantes e similares, com faturamento de R$ 10,8 bilhões (alta de 3,9% em relação a junho), e transporte de passageiros, com R$ 5,6 bilhões (alta de 20,2%).

“O crescimento do faturamento mensal dá indicativos de alta para os próximos meses, em sintonia com a performance esperada para a economia neste segundo semestre, principalmente em função das possibilidades de gastos dos consumidores”, avaliou José Roberto Tadros, presidente da CNC.

Por região do Brasil, o Sudeste apresentou o maior volume de faturamento em julho, com R$ 12,5 bilhões. A título de comparação, o Sul, segunda região de maior expressão, registrou R$ 3,33 bilhões no mês de julho. Já entre os estados, destaque para São Paulo, com 41,1% das vendas nacionais das empresas ligadas ao turismo, seguido por Rio de Janeiro (10,4%), Minas Gerais (8%) e Paraná (6%).

“O país vem respondendo positivamente às ações do Ministério do Turismo e do governo federal, demonstrando todo o potencial que nossas belezas e atrativos têm e conquistando a confiança de empreendedores e investidores em nossa economia”, destacou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

SAIBA MAIS

Os números são obtidos por meio do Índice Cielo de Vendas do Turismo da CNC, que tem como parâmetros a Pesquisa Anual de Serviços (PAS), o Índice de Atividades Turísticas (Iatur) e a Pesquisa do Turismo, do IBGE, e as taxas de variação da pesquisa Cielo/CNC (ICV-Tur).

   



RN pode economizar R$ 9 bilhões se aderir a nova Previdência

Airton Bulhões,

    Uma coalização que reúne mais de 80 instituições que trabalha a favor da reforma previdenciária a Rede Apoie a Reforma está chamando a atenção dos governadores que insistem em ficar de fora da Reforma da Previdência.  A Rede Apoie a Reforma tem nos seus quadros organizações como CLP – Liderança entre outros.

   Rio Grande do Norte, Alagoas, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Sergipe têm projeções catastróficas em suas finanças caso não quebrem lança para se inserir na reforma da Previdência.

  O resultado dos regimes próprios estaduais passou de um déficit de R$ 60 bilhões em 2015 para mais de R$ 128 bilhões em 2018, respondendo por mais de 60% do déficit de todos os regimes  

  No do Rio Grande do Norte segundo dados da Rede Apoie Reforma, o déficit da Previdência é R$ 1,7 bilhão entre 2016 e 2017, o que corresponde a 18,9% das Receitas Correntes Líquidas da Unidade da Federação.

  Com um benefício médio acima de R$ 4.700 mensais, os servidores inativos do Estado recebem cerca de 4% a mais do que os ativos, o que leva uma piora considerável do gasto com pessoal. Principalmente porque, atualmente, o RN gasta cerca de 72% das receitas correntes líquidas com o pagamento da folha.

  Tendo em vista a idade média de 47 anos, analisada em 2017, dos servidores ativos, nos próximos anos, um percentual considerável destes irá se aposentar e pressionar ainda mais os gastos públicos. No entanto, com a inclusão dos Estados e Municípios na Reforma, estima-se que nesse período a economia do Governo Estadual do Rio Grande do Norte seja de R$ 9 bilhões, um montante absolutamente necessário para a manutenção da máquina pública.

  A rede Apoie a Reforma tem como objetivo uma reforma da Previdência que torne o Brasil mais justo, sustentável e com geração de emprego.

  “Trabalhamos com uma frente de mobilização, comunicação e ação com parlamentares. Queremos impulsionar a mobilização da sociedade e dos parlamentares por meio de mudanças no atual sistema previdenciário no país”, sustenta os organizadores da Rede Apoie a Reforma.

  O posicionamento da rede é que estados e municípios devem ser incluídos na reforma da Previdência. A situação fiscal tanto de estados quanto de municípios (em especial, os de grande porte) é bem frágil.

   Atualmente somente quatro estados da União apresentam superávit em seus regimes previdenciários: Amapá, Rondônia, Roraima e Tocantins. Sem reformas estruturais no gasto com pessoal, estados e municípios terão cada vez mais dificuldade em fornecer serviços básicos para a população, além de enfrentarem dificuldades para pagar aposentadorias, pensões e outros benefícios para o funcionalismo.

  A Rede Apoie colocou um time de profissionais  para esclarecer possíveis dúvidas formado por Luana Tavares, diretora executiva da CLP; Ana Marina de Castro, responsável pela articulação da Rede Apoie a Reforma e Ana Maria de Castro Daniel Duque  coordenador da pesquisa e dados da Rede Apoie.

MAIS INFORMAÇÕES

Laís Cavassana
(11) 2391-5005 / (11) 97677-2967
[email protected]

Thais Segalla
(11) 2391-5005
[email protected]



Metrópole Digital abre 600 vagas para novas turmas dos cursos técnicos

Airton Bulhões,

  O Instituto Metrópole Digital, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (IMD/UFRN) está selecionado seu portfólio para novas as turmas de 2020 dos cursos técnicos em Tecnologia da Informação (TI).

  São oferecidas  600 vagas para Natal (RN) e as inscrições começam na segunda-feira (7) com prazo final até o dia 30 de outubro.

  As provas serão realizadas dia 24 de novembro, é aberta a toda a comunidade, não sendo necessário estar matriculado em algum programa de ensino da UFRN para participar. O pré-requisito é que os concorrentes tenham  concluído o Ensino Fundamental.

  Das 600 vagas oferecidas na seleção, 70% são destinadas a pessoas que cursaram integralmente o Ensino Fundamental em escolas públicas. Além disso, desse quantitativo, metade é reservada para candidatos cujas famílias contam com renda bruta igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita.

  O curso  são oferecidos na modalidade semipresencial – Ensino a Distância (EAD) e encontros presenciais semanais – os cursos técnicos do IMD contam com cinco ênfases diferentes.

  Para as turmas de 2020, serão oferecidas três delas, a saber: Eletrônica, Informática para Internet e Rede de Computadores.

Os cursos contam com uma grade curricular com carga horária variável, entre 1 mil e 1,2 mil horas, organizadas nos eixos de informação e comunicação.

SAIBA MAIS

  O processo de inscrição pode ser feito mediante preenchimento de formulário online – que será disponibilizado no site da Comperve a partir do dia 7. A taxa é de R$ 30,00 – que deverá ser paga até o dia 1º de novembro – sendo possível a isenção, conforme os requisitos previstos no edital, que pode ser acessado no seguinte  www.imd.ufrn.br

  .



Micro representam 27% do PIB nacional e Sebrae comemora Dia da Micro e Pequena Empresa

Airton Bulhões,

   No Brasil, os pequenos negócios representam 99% do total de empresas privadas, ou seja, 14 milhões de empreendimentos. Esses negócios empregam 55% do total de trabalhadores com carteira assinada e são responsáveis por 27% do PIB.

   Os números mostram a força das micro e pequenas empresas (MPE) para o desenvolvimento econômico e social do país. Diante do cenário, no dia 3 de outubro, o Sebrae realiza uma ação para celebrar o Dia da Micro e Pequena Empresa (instituído em  5 de outubro de 1999).

  Segundo análise feita pelo Sebrae nacional de cada 10 empregos gerados no país em agosto deste ano, oito foram nos pequenos negócios. Esse é o dado foi revelado em com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

  De acordo com o levantamento, as micro e pequenas empresas (MPE) criaram 95.587 vagas de trabalho formais celetistas no país, no mês passado, enquanto as médias e grandes corporações geraram um quarto desse saldo.

  Incorporando ao total de contratações feitas pela administração pública, o número de novos postos de trabalho foi de 121.387, com os pequenos negócios respondendo por quase 80% desse total, o melhor saldo do mês de agosto dos últimos cinco anos.

  “Os pequenos negócios, que hoje representam 99% das empresas do país, mostram que o segmento é o futuro do Brasil, já que estão gerando empregos e renda a todo mês, como demonstra os últimos levantamentos do Ministério da Economia. Empreender está na alma do brasileiro”, afirma o presidente do Sebrae, Carlos Melles. 

  No acumulado de janeiro a agosto, os pequenos negócios geraram 541,7 mil empregos, saldo 15 vezes maior que o registrado pelas médias e grandes empresas, tendo superado, ainda, em 6% o registrado pelos pequenos negócios no mesmo período do ano passado.

  Já o saldo de vagas nas corporações de maior porte foi de 35,1 mil contratações com carteira assinada, nesse mesmo período. O resultado é 58% menor do que elas haviam registrado em 2018. O volume de postos de trabalho gerados pelas MPE no mês passado superou em 117% o saldo de julho e em 14,5% o resultado do mesmo mês em 2018.Kl40qwU.jpg

SAIBA MAIS

Os pequenos negócios da área de Serviços continuam liderando a geração de empregos no país, tendo sido responsáveis por 48,1 mil novos postos de trabalho, em agosto deste ano.

Isso corresponde à metade de todas as vagas criadas por esse nicho de empresas no oitavo mês de 2019. Destacaram-se nesse setor, as micro e pequenas empresas que atuam no ramo imobiliário (na comercialização e administração de imóveis), com a criação de 17,8 mil novas vagas, e as empresas do ramo de ensino, com mais 9,8 mil empregos.

  As MPE desse setor também estão à frente das contratações com carteira assinada realizadas no acumulado de 2019, com 325 mil pessoas empregadas, seguidas pela Construção civil, com mais de 90 mil. Isso sinaliza, também, uma retomada do crescimento econômico, uma vez que o setor da construção está diretamente relacionado a investimentos em infraestrutura.



Contas digitais pela rede bancária serão facilitadas a partir de 1º janeiro 2020

Airton Bulhões,

 O Conselho Monetário Nacional (CMN), simplificando as regras para abertura, manutenção e encerramento de contas de depósitos  que entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 2020.

  A Febraban - Federação Brasileira de Bancos participou das discussões que tinham como objetivo modernizar o processo. As novas regras revogam 10 normas relacionadas ao assunto que determinavam, entre outros itens, que os bancos pedissem documentos e comprovantes físicos na abertura de contas, já dispensados, atualmente, nas contas em instituições de pagamento.

  Agora, as instituições bancárias poderão determinar, segundo suas próprias políticas de negócios e de acordo com o perfil de cada cliente, quais documentos o cliente terá de enviar para começar seu relacionamento com cada banco.º

  "Com a nova resolução, o processo de abertura de relacionamento em canais digitais ficará mais amigável e conveniente para os clientes", afirma Leandro Vilain, diretor de Negócios e Operações da FEBRABAN, que vê vantagens, também, para a população atualmente excluída do sistema bancário.

   "A maior flexibilidade para pedir diferentes documentos também irá melhorar a experiência do usuário, no processo da abertura da conta digital, o que facilitará a inclusão financeira e o uso de canais digitais."

  Para Vilain, o processo também ganhou maior sofisticação, porque permitirá o uso de mais fatores de autenticação dos usuários e das operações, como georreferenciamento e a consulta de dados em outras bases públicas ou privadas de informação.

Os bancos também poderão encerrar contas nas quais identificarem irregularidades consideradas graves em informações prestadas. Além disso, o cliente, agora, poderá indicar qual será a destinação de eventual saldo credor na conta: poderá transferir recursos em conta na própria instituição, ou até indicar outro banco para a destinação do saldo.



Crediamigo no RN supera este ano 14,6% sobre a marca financiada no passado

Airton Bulhões,

 O Crediamigo programa de microcrédito do Banco do Nordeste superou a marca de R$ 7 bilhões em empréstimos realizados em 2019, com mais de 3,1 milhões de operações. Os resultados representam crescimento de 14,3% e de 6,1%, respectivamente, na comparação com igual período do ano passado.

No Rio Grande do Norte, já foram aplicados R$ 402 milhões no ano. O montante está distribuído em 164 mil operações de microcrédito, aumenta de 14,6% nos valores aplicados e de 7,7% na quantidade de operações em relação a 2018.

O Crediamigo possui mais de 20 anos de atuação e oferece crédito rápido e orientado para mais de 2 milhões de microempreendedores. Atualmente realiza 17,6 mil operações de microcrédito por dia, com média de R$ 2,2 mil de valor por empréstimo.

Recentemente, o programa reduziu para 0,99% ao mês as taxas de juros nas operações voltadas para a melhoria da infraestrutura e aquisição de pequenas ferramentas.

O Crediamigo facilita o acesso ao crédito a empreendedores dos setores informal ou formal da economia. Associado ao crédito, o programa disponibiliza acompanhamento e orientação para melhor aplicação do recurso.



Ministério do Turismo quer incentivar construção de terminais turísticos para cruzeiristas

Airton Bulhões,

  O Ministério do Turismo entrou com força para estimular a  construção  de terminais de  passageiros exclusivos para cruzeiristas.

  Natal tem seu terminal, mas infelizmente ficou pela metade porque a ponte Newton Navarro não permite a entrada de navios de passageiros de grande porte.

  Gastaram uma grana preta para subutilização das nossas ótimas instalações. Seria a hora de o governo estadual entrar para conseguir construir um terminal desses para permitir receber navios de turismo de grande porte. Local, tem ao lado da ponte Newton Navarro na Redinha (foto)

  O Ministério da Infraestrutura assinou o contrato de adesão em Terminais de Uso Privado (UTPs) que permite a construção do porto de Balneário Camboriú (Santa Catarina) pela empresa PDBS.

  O porto de Balneário Camboriú é o primeiro passo de um projeto que pretende construir 15 instalações voltadas para o turismo marítimo em todo o Brasil.

  A expectativa é de atrair mais empresas do setor de cruzeiros, mais navios para a costa brasileira, e aumentar significativamente o número de turistas e o impacto econômico do setor.

  Segundo dados da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Brasil), o país recebeu sete navios e teve 462,3 mil cruzeiristas na temporada 2018/2019, o que gerou uma movimentação de R$ 2,083 bilhões.

  Foram oferecidos quase 500 mil leitos no período, número 15% superior ao da temporada passada, e os navios registraram 100% de ocupação.

  Os turistas tiveram um tempo médio de permanência de 5,5 dias e um gasto médio de R$ 2.929. Em cada cidade de escala, o impacto econômico médio gerado pelos cruzeiristas foi de R$ 581,35.

Em termos de empregos, a temporada 2018/2019 gerou 31,9 mil postos de trabalho na economia brasileira, resultado 15,3% superior ao número alcançado em 2017/2018.

Deste total, 2,1 mil foram de tripulantes dos navios e 29,8 mil de empregos diversos. Foi o melhor resultado das últimas quatro temporadas.

 “Para que o turismo seja desenvolvido, precisamos de infraestrutura. O BNDES vai oferecer linhas de crédito para o financiamento de portos para receptivo de turistas”, salientou o ministro do Turismo, Âlvaro Antônio.

  Serão pelo menos 15 portos, sendo o primeiro deles o de Balneário Camboriú. Exatamente para dar condições aos navios de aportarem e conseguirem fazer com que os turistas tenham acesso às cidades na costa brasileira. Isso é fundamental para girar a economia.

SAIBA MAIS

Com a construção do primeiro terminal exclusivo de passageiros no porto de Balneário Camboriú, a estimativa é de que o impacto seja enorme no turismo marítimo brasileiro.

  De acordo com projeções, mais cinco navios seriam atraídos, colocando mais 300 mil turistas na costa brasileira, sendo 120 mil estrangeiros. Além disso, a expectativa é de criação de 1,5 mil empregos diretos e outros 10,5 mil indiretos.

  O impacto econômico seria de mais R$ 2 bilhões, um crescimento de 100% considerando os dados de 2018/2019.



Começa a 47ª ABAV 2019 maior evento do turismo nacional e prefeitura renova convênio com a Azul

Airton Bulhões,

 Com o tema “O papel de agente transformador do turismo” começa nesta quarta e vai até sexta a 47ª edição da ABAV Expo que pretende reunir mais de 30 mil participantes de diversos segmentos turísticos entre agentes de viagens e da cadeia produtiva

  O Ministério do Turismo participam com um estande de 1,1 mil m², que será compartilhado com entidades parceiras e os estados, o MTur reforça sua participação durante os três dias da maior feira do setor no país.

  O espaço é dividido em quatro temáticas: “Atendimento”, “Destinos do Brasil”, “Experiências do Brasil” e “Sabores do Brasil”.

  O objetivo é que os participantes conheçam de forma detalhada os projetos do Ministério para apoio a obras de infraestrutura, acesso a crédito e investimentos, além das parcerias público-privadas e acordos internacionais firmados ao longo dos primeiros oito meses de gestão.  Com

  Consagrada com a maior e mais importante feira de negócios turísticos do Brasil, a ABAV Expo reuniu, no ano passado, mais de 23 mil participantes e 1.100 marcas. Ainda na edição de 2018, foram realizados 74 eventos na Vila do Saber, com a presença de 121 palestrantes, totalizando 3.991 profissionais capacitados.

  Entre os expositores estão segmentos de promoção de destinos nacionais e internacionais; operadoras emissivas e receptivas; companhias aéreas; consolidadoras; hotéis e resorts; cruzeiros; fornecedoras de tecnologia e sistemas; locadoras de veículos; empresas de ecoturismo e aventura; representantes do turismo rural; entre outros.

PREFEITURA DO NATAL PARTICIPA COM RENOVAÇÃO DE CONVÊNIO E CAPTAÇÃO DE VOO

  Nesta quinta-feira durante a realização da ABAV/2019 a Prefeitura de Natal vai renovar  o convênio com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no RN (ABIH/RN) e a Azul Linhas Aéreas, para dar continuidade à campanha “Tudo começa Azul”, que, neste ano, e em 2020, tem o objetivo de fortalecer o destino Natal junto a cidades do sudeste do país.

  A prefeitura vai investir cerca de R$ 120 mil para viabilizar a iniciativa. A formalização do acordo acontecerá durante o Congresso da Associação Brasileira de Agentes de Viagem (ABAV), que já está acontecendo em Campinas (São Paulo) e terá a participação do prefeito Álvaro Dias.

  Por outro lado a Secretaria Municipal de Turismo (Setur)  durante o Congresso da Abav consolidar para Natal um voo semanal direto de Campinas, não só na alta estação, mas de forma regular, já que a cidade paulista e outros municípios da região são grandes consumidores do destino sol e mar, as principais características do turismo local.

SAIBA MAIS

  A campanha “Tudo começa Azul” prevê atingir mais de 20 cidades no Brasil, envolvendo mais de 200 agências de viagens, totalizando cerca de 4 mil agentes.

  Durante todo o período, acontecerão ações nas cidades do interior de São Paulo e Minas Gerais, além de Goiânia, Brasília, Curitiba e Porto Alegre, com diversos workshops de capacitações, blitz e treinamento em call center, rodada de negócios, distribuição de brindes e confecção de material publicitário.

  Terá também em premiação para os agentes que mais venderem o destino, com destaque para um veículo 0km para o primeiro colocado.



RN emplaca três startups no InovaAtiva Brasil 2019

Airton Bulhões,

RN emplaca três startups para participar do programa InovaAtiva Brasil 2019

  O Rio Grande do Norte emplacou três startups selecionadas entre os 110 inscritos de todo país para participar do programa InovaAtiva brasil 2019.2.

  Os selecionados foram: Luiz Gonzaga Lima Carvalho Neto (Educação); José Marconi Medeiros Filho (Serviços) e Bruno Gurgel Marinho Fernandes (Construção Civil).

  Para esta edição, foram selecionadas 112 startups de todo o Brasil, no estágio de Operação e Tração, que desenvolvem soluções tecnológicas inovadoras.

  Nos próximos três meses, essas empresas terão a oportunidade de realizar mentorias individuais, coletivas e especializadas; treinamento de pitch; e atividades online para se prepararem para o Bootcamp Nacional e Demoday InovAtiva Brasil, que ocorrem de 30 de novembro a 02 de dezembro.

  Nessa ocasião as startups participarão de um evento presencial em São Paulo no qual poderão fazer networking com outros empreendedores e terão a chance de gerar ainda mais visibilidade e conexão para o negócio. Ao final do ciclo, as startups se apresentarão para a maior banca de investidores e grandes empresas do Brasil.

   Ao término do ciclo as startups que participarem de todas as etapas do programa receberão descontos e pacotes de serviços exclusivos de empresas e entidades parceiras, como Google, Amazon Web Services, Moskit CRM, Agendor, Pipefy e Contentools. Além disso, elas continuarão recebendo suporte do programa e de parceiros estratégicos e terão ainda uma pontuação extra no Edital de Inovação para a Indústria.

  Para o Sebrae, o InovAtiva Brasil é uma excelente oportunidade de acesso a mercado. “A aceleração da startup pelo programa entrega aos empreendedores além da oportunidade de melhorar a sua empresa e o seu produto, a possibilidade real de inserção no ecossistema de inovação, conhecendo mentores, investidores, incubadoras e outros empreendedores. Isso viabiliza as conexões necessárias para que a empresa cresça e possa fechar negócio com potenciais parceiros”, explica o diretor técnico do Sebrae nacional, Bruno Quick.

SAIBA MAIS

  O InovAtiva Brasil é um programa gratuito para aceleração de negócios inovadores de qualquer setor e região do Brasil, realizado pelo Ministério da Economia e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com execução da Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI).

 O programa oferece mentorias, visibilidade às startups e conexão com investidores, grandes empresas e parceiros. Entre 2013 e 2019, mais de 2000 startups de todas as regiões do Brasil participaram do programa e 926 delas chegaram à fase de apresentar suas soluções em bancas presenciais com investidores.



Sebrae faz seminário para consumidores domésticos de energia fotovoltaica

Airton Bulhões,

     O Sebrae RN promove nesta segunda-feira em sua sede o Encontro de Negócios do Setor Fotovoltaico  destinado a consumidores domésticos e empresários de demais setores podem saber mais sobre essa tecnologia.

   . O evento vai reunir em um mesmo ambiente os agentes financeiros com linhas de crédito voltadas para essa matriz, avaliadores de viabilidade de projetos de instalação e as empresas integradoras – aquelas que fazem a instalação e manutenção dos painéis fotovoltaico – para retirar todas as dúvidas de quem pretender adotar esse sistema.

Os empresários que adotaram o sistema fotovoltaico em substituição a energia elétrica fornecida pela companhia energética não se arrependem.

 “Até agora o resultado tem sido excelente. Estou economizando 200%”, entusiasma-se Joselito Santos, proprietário da JS Silva Confecções, uma oficina que funciona há mais de cinco anos na cidade de Parelhas (distante 246 quilômetros de Natal), na região do Seridó, uma das mais áridas do estado.

  A conta de energia da empresa estava entre os principais custos e pesava nos cálculos mensais da oficina. Por isso, há pouco mais de um ano, o empresário decidiu apostar na energia solar.

Além de bancos e técnicos do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), o encontro vai reunir as empresas integradoras (Fidias Engenharia, Yellowgreen Engenharia, M&R Engenharia, Ashton Comércio e Serviços, R. P. Engenharia, SMART - Energias Renováveis, Megga Solar, Gouveia Engenharia, Fhoton, H&B Soluções (Mossoró), Servindu (Mossoró), Gerar, Solist, W.T, IT Solar, Brasolar, New Energy, Natal Sol Energy, Jopavi e Hometec Soluções Inteligentes – que vão apresentar equipamentos e os custos para instalações das células fotovoltaicas.

  Trata-se de uma oportunidade para conversar abertamente sobre a viabilidade da adoção desse tipo de energia e tirar dúvidas sobre custos e financiamentos.

SAIBA MAIS

   Para participar do encontro, basta se inscrever no site http://forumenergias.com.br/ e levar uma conta de energia.

RUwUrRv.jpg

Banco do Nordeste apresenta dotação do FNE para 2019 a empresários potiguares

Airton Bulhões,

  A superintendência estadual do Banco do Nordeste reuniu  empresários e representantes dos setores produtivos do Rio Grande do Norte para programar a alocação de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para 2020.

 A reunião foi realizada no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal e resultou no plano de destinação do crédito, que parte dos R$ 891 milhões, por setores econômicos, portes dos empreendimentos e região em que se encontram os projetos atendidos.

  Em 2018 o BNB aplicou R$ 811 milhões do FNE no Rio Grande do Norte (exceto infraestrutura), 16,7% a mais em comparação ao contratado em 2017. De janeiro a julho deste ano, os contratos realizados no Estado com recursos do Fundo somaram quase R$ 470 milhões, aumento de 10%, em relação ao mesmo período de 2018.  

  "Em todas as reuniões realizadas com os parceiros externos, tivemos uma participação muito representativa dos diversos segmentos da economia potiguar”,salientou o superintendente estadual do BNB no Rio Grande do Norte, Jorge Bagdeve.

 Tanto o setor publico quanto os parceiros institucionais e representantes do setor produtivo contribuíram efetivamente para o enriquecimento dos debates, chamando a atenção para suas peculiaridades e necessidades, oferecendo contribuições importantes para definição das nossas ações para o próximo ano.

 As reuniões são promovidas em toda a área de atuação do BNB, que inclui o Nordeste e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, e seguem diretrizes e orientações gerais do Ministério do Desenvolvimento Regional, do Conselho Deliberativo da Sudene, do Novo Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), dentre outros normativos e documentos de planejamento de referência.

  A programação leva em conta ainda preceitos legais de alocação mínima de recursos no Semiárido e nos demais espaços priorizados pela Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR) e de acordo com o porte do cliente, garantindo crédito para as regiões menos favorecidas e para os mini e pequenos empresários e produtores rurais.



Serhs Natal Grand Hotel & Resort ganha selo melhor empresa para trabalhar em 2019

Airton Bulhões,

  O Serhs Natal Grand Hotel & Resort localizado na Via Costeira comemorou na tarde desta quarta-feira (18) com seus colaboradores  o certificado  do selo GPTW-Great Place to Work- Melhores empresas para trabalhar em 2019 conferido a Serhs Hotels.

  O presidente do grupo catalão Serhs, Jordi Bago , ao lado do diretor geral Willian Lass, prestigiaram o evento brindando com todos e desejando que este prêmio se repita por maio anos.

O Serhs Natal Grand Hotel é um resort à beira-mar localizado entre as praias de Ponta Negra e Areia Preta. Este complexo oferece 4 piscinas, 3 bares, 5 restaurantes, uma variedade de refeições e bebidas e opções de entretenimento. O Wi-Fi gratuito está à sua disposição em todas as áreas.

O hotel tem 16 salas de reuniões, recepção 24 horas e um estacionamento privativo gratuito.

O hotel está situado a 4 km da Arena das Dunas e a 9 km da Praia dos Artistas. Já o Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante fica a 44 km do hotel.

N5C45Vz.jpg
41-60 de 1950