Consumidores fiquem alerta ao fazerem compras online no Black Friday contra golpes

Airton Bulhões,

  A Black Friday está chegando e aquela oportunidade para adiantar as compras de Natal gastando menos pode esconder alguns perigos.

   Criminosos aproveitam o momento de entusiasmo com o elevado volume de ofertas para intensificar suas ações e aplicar golpes que causam grande prejuízo.

   Eles usam, especialmente, a tática da engenharia social - técnica usada por bandidos que induz o usuário a fornecer informações confidenciais.

Segundo o presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) Isaac Sideni para evitar ser vítima dessas artimanhas, a principal dica é só realizar pagamentos via Pix para empresas conhecidas e conferir todos os dados do beneficiário antes de concluir as transações.

  "Se houver alguma divergência ou dado estranho, não realize o pagamento e entre em contato com um canal oficial de atendimento ao consumidor para esclarecer a situação."

Outros golpes muito comuns nessa época do ano são:

Boletos de pagamentos falsos;• Páginas falsas que simulam e-commerce;
E-mails, SMS e Mensagens Instantâneas com promoções falsas;
• Ofertas muito vantajosas nas redes sociais com valores muito abaixo de outros lugares;
• Perfis falsos que investem em mídia pra aparecer nos stories.I5mw33J.png

  Em algumas dessas páginas falsas, os consumidores precisam preencher um formulário com dados pessoais para ter acesso às promoções.

  Em outras, ao clicar no anúncio, o cliente já é direcionado para uma área de compra e convidado a digitar os dados do cartão de crédito.

  A forma mais eficaz de não cair nesse tipo de golpe é realizar as compras por meio do site oficial das lojas, em vez de usar páginas promocionais e anúncios publicados no Google ou em redes sociais.

   "Se você, consumidor, se interessou por uma oferta que apareceu no seu e-mail ou rede social, não clique", recomenda Adriano Volpini, diretor da Comissão Executiva de Prevenção a Fraudes da FEBRABAN.

  "Digite a URL do site no seu navegador de internet e confira se a mesma promoção está mesmo no site oficial da loja."

   As quadrilhas têm se especializado nesse tipo de ação baseado na captura de dados pessoais, após conquistar a confiança de clientes desavisados. "Hoje, 70% dos golpes feitos no mundo digital estão relacionados a engenharia social", alerta Volpini.



Lojistas que operam em aeroportos podem fechar as portas definitivamente

Airton Bulhões,

   A Associação Nacional de Concessionárias de Aeroportos do Brasil (ANCAB), entidade que reúne lojistas que operam em aeroportos do País lança, neste mês de novembro, a campanha: "APERTEM OS CINTOS.... O PASSAGEIRO SUMIU”.

  O objetivo principal da campanha é estabelecer um canal de negociação e diálogo entre os lojistas de aeroportos, representados pela ANCAB, com a direção da INFRAERO, no sentido de preservar a continuidade das atividades de comércios e serviços nos terminais, de manter empregos e de possibilitar a retomada ao crédito.

  Segundo a entidade desde o início da pandemia, o movimento dos aeroportos brasileiros despencou e os lojistas tentam, sem sucesso, um viável acordo com a INFRAERO para renegociar o pagamento da concessão, que também engloba o rateio de despesas para uso das lojas.

  Comparando setembro de 2019 com o mesmo período de 2020, a redução do fluxo de passageiros que embarcaram, se considerarmos como exemplo o Aeroporto de Congonhas/SP, foi de 89,4%.

  Em setembro do ano passado, 1.865.226 viajantes passaram pelo terminal contra apenas 197.735 no mesmo período deste ano.

  Considerando os meses de abril e maio de 2020, no pico da pandemia, a queda foi de 99,8%.

Após o decreto de calamidade pública e a interrupção das atividades dos lojistas em março, por determinação dos decretos locais, a INFRAERO propôs o pagamento de 50% dos valores da concessão entre abril e agosto, com o diferimento dos outros 50% a partir de setembro, e   redução de 30% para os valores das concessões, para os meses de setembro e outubro e 20% em novembro e dezembro de 2020, acrescidos de multas e juros.TYzSBUt.jpg

  Com os caixas zerados devido à ausência de passageiros, os lojistas não conseguem arcar com o valor estabelecido e muitos encerrarão suas atividades de forma definitiva, gerando desemprego e prejudicando os passageiros que não mais terão opções de consumo no interior dos aeroportos.

  Apesar da flexibilização, o atual faturamento das lojas não chega a 20% do que era antes da pandemia.

Mesmo contando com outras fontes de receitas, a INFRAERO segue irredutível, não abrindo mão de receber as concessões em atraso, apesar da queda abrupta de passageiros.

  A INFRAERO desrespeitou os contratos, que preveem revisão dos preços em caso de força maior, e apenas ofereceu descontos temporários que estão longe de preservar o equilíbrio econômico-financeiro dos lojistas.

  Diferente da estatal, a ANAC está revendo os contratos e negociando com os concessionários privatizados o equilíbrio econômico-financeiro.

Segundo Mario Portela, presidente da Ancab, a situação deu início a um ciclo recessivo que impacta em vários setores da cadeia de negócios e sinaliza um risco de colapso iminente.

  “A cobrança dos aluguéis, mesmo com o desconto oferecido àqueles que aderissem à proposta da Infraero, provavelmente é o maior problema para a continuidade dos negócios dos lojistas dos aeroportos neste momento”

   Com uma redução de passageiros domésticos em média de abril a setembro de praticamente 90%, é impossível arcar com estes custos sem enormes prejuízos financeiros.

SAIBA MAIS

  Para Portela no seu entendimento, o justo seria a suspensão destes aluguéis ou, no máximo, a cobrança apenas do percentual variável sobre o faturamento real ou desconto proporcional de acordo com a variação dos passageiros, até que a situação se normalize ao patamar pré-pandemia.

O ciclo recessivo identificado pela ANCAB, além de registar a queda acentuada de público e de receita, constata um corte no número de postos de trabalho, além do impacto nos fornecedores que também foram prejudicados com as reduções de pedidos e consequente diminuição de seus quadros funcionais.

  O ciclo aponta ainda que as dívidas dos lojistas com a INFRAERO foram inclusas nos cadastros negativos, como CADIN e Serasa, impossibilitando a obtenção de recursos no mercado financeiro, bem como negociar acertos de pagamentos atrasados e de honrar a folha salarial.

foto:tripadvisor.com.br

Mesmo com pandemia mais de 77 mil trabalhadores foram efetivados no país até outubro

Airton Bulhões,

   A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (ASSERTTEM) confirma que nos meses de setembro e outubro registrou-se uma taxa média de efetivação de temporários de 22%. Além disso, 18% dos contratos temporários foram alongados na Indústria por mais 30 dias, passando de três para quatro meses.

"Esse cenário otimista de efetivação, com um volume tão alto, não é detectado desde 2014", afirma o presidente da associação, Marcos de Abreu. "Nos meses de setembro e outubro foram geradas 351.600 vagas temporárias, o que representa mais de 77 mil trabalhadores efetivados", completa.

  Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em setembro, o Brasil registrou mais de 13,5 milhões de desempregados. Neste contexto, os trabalhadores devem ficar atentos às vagas temporárias disponíveis, pois estas são excelentes oportunidades de garantir renda e de conquistar uma eventual efetivação.

  Para Marcos de Abreu o  principal fator que tem impulsionado às efetivações: a facilidade é que muitas empresas estão com seus quadros de pessoal reduzidos e enxergam na modalidade temporária uma excelente alternativa para atender suas demandas.

   E, quando esse temporário presta um bom trabalho, a empresa vê uma facilidade em sua efetivação, já que este está alinhado com sua função e as diretrizes da empresa.

SAIBA MAIS

  Abreu reforça que quem está fora do mercado de trabalho deve buscar as vagas temporárias disponíveis.

 "Para o ano de 2020, a ASSERTTEM estima mais de 1,9 milhão de contratações temporárias, sendo mais de 220 mil para os meses de novembro e dezembro. As boas oportunidades estão aí e o trabalhador deve ir atrás delas", enfatiza.

  Nesse ano de pandemia, o Trabalho Temporário deve ser visto como a melhor e mais eficiente porta de entrada para o mercado de trabalho e futura chance de alcançar uma efetivação.

JrfldHQ.jpg

Middas única cachaça do mundo com flocos de ouro é atração do Black Friday

Airton Bulhões,

   A Middas Cachaça conhecida por ser a única  com flocos de ouro no mundo traz uma proposta inovadora acompanhada de um frasco com ouro comestível de 23 quilates, importado da Alemanha e que possui certificado de qualidade da União Européia.

  A mistura do ouro ao produto dá a ele o máximo da sofisticação e requinte que uma bebida com padrões internacionais de excelência pode proporcionar aos mais exigentes paladares.

O desconto ficará disponível entre os dias 23 até o dia 29 de novembro. Para comprar basta acessar o site www.middascachaca.com.br taí uma boa sugestão para o presente de Natal para quem aprecia a branquinha.

A Middas está disponível em duas versões:

 A Middas Reserva dos Proprietários é uma edição exclusiva de apenas 1.000 garrafas anuais, numeradas e assinadas. O novo blend de número 4 traz em sua garrafa

  Cachaças envelhecidas por 5 anos em barris de primeiro uso de Carvalho Americano, Castanheira, Jatobá, Amburana e um toque de Acácia. Todas as garrafas vêm acompanhadas de um frasco de ouro de 23 quilates.

Preço original: R$437

Preço Black Friday: R$197

Middas Clássica

Os flocos de ouro de 23 quilates que acompanham a Middas Clássica tornam esta Cachaça uma experiência única. A Middas Clássica é uma cachaça exclusiva, armazenada em tonéis de madeira de amendoim do campo por um período de 2 anos.

Preço original: R$327

Preço Black Friday: R$147

MIDDAS CLÁSSICA

Os flocos de ouro de 23 quilates que acompanham a Middas Clássica tornam esta Cachaça uma experiência única.

Você vai fazer o seu toque de ouro e beber como se fosse um rei.

 A Middas Clássica é uma cachaça exclusiva, armazenada em tonéis de madeira de amendoim do campo por um período de 2 anos.

Preço original: R$327

Preço Black Friday: R$147


SAIBA MAIS SOBRE A MIDDAS

  A formula Middas resulta em um sabor único e especial da bebida, de baixa acidez e de intensa sensação olfativa. Tal como a arte, a Middas possui um toque especial.

  A inovadora proposta traz uma cachaça acompanhada de um frasco com ouro comestível de 23 quilates, importado da Alemanha e que possui certificado de qualidade da União Européia.

  A mistura do ouro ao produto dá a ele o máximo da sofisticação e do requinte que uma bebida com padrões internacionais de excelência pode proporcionar aos mais exigentes paladares. Saiba mais em www.middascachaca.com.br



Começa a maior feira de imóveis online do Brasil com oferta de 16 mil casas e apartamentos

Airton Bulhões,

  Começa nesta sexta-feira e vai até o dia 28 de novembro  a primeira Feira de Imóveis Online, realizada pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC),  com mais de 16 mil imóveis em centenas de cidades brasileiras condições especiais, disponíveis somente durante o evento .

  Por meio de uma plataforma será possível acessar casas e apartamentos em todo o Brasil, com valores que vão de R$ 100 mil a R$ 1 milhão.

  Muitas construtoras levam para o evento condições bastante especiais. O comprador poderá encontrar empresas que oferecem ITBI, registro do imóvel ou condomínio gratuitos, churrasqueira, pia e gabinete nas varandas e até uma cozinha completa.

  Um carro 0 km será sorteado entre os compradores de imóveis disponíveis na feira. Também vão concorrer os clientes que avançarem na intenção de compra.

  A Caixa Econômica Federal é o banco oficial da Feira e participará acelerando o processo de análise de condições de financiamento imobiliário para os consumidores.

  "Há duas semanas, projetávamos 5 mil imóveis. Esse número mais que triplicou, reforçando o movimento de recuperação do setor. Até o início da Feira de Imóveis Online e mesmo durante a sua realização, acreditamos que mais imóveis entrarão em oferta no evento”, analisa o presidente da Abrainc, Luiz Antonio França.

  Na avaliação da CBIC a feira é uma grande oportunidade para empresas e consumidores.

  "A adesão de mais de 130 construtoras ao evento mostra a capacidade do nosso setor de responder às necessidades de moradia do país, que tem um déficit habitacional de 8 milhões de residências”, explica o presidente da CBIC, José Carlos Martins.

  A Feira de Imóveis Online terá oportunidades tanto para compradores de baixa renda em busca do primeiro imóvel, quanto para os que procuram casas ou apartamentos maiores para morar ou investir.

  Haverá, portanto, condições propícias para clientes e empresas. A Feira deve atingir cerca de 10 milhões de brasileiros e gerar mais de 1 milhão de interações entre consumidores e empresas.

A maior concentração de imóveis está nas regiões sudeste, com destaque para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e nordeste, onde o maior número de imóveis está no Ceará, em Sergipe e no Maranhão. Há ofertas também em Teresina (PI), Palmas (TO) e Macapá (AP).

 O evento 100% digital também dará a oportunidade para o comprador economizar tempo na hora de tomar decisões e pesquisar imóveis mais adequados para suas necessidade. Além disso, o comprador participa de qualquer lugar, compra em diferentes regiões do Brasil, e em segurança, sem aglomerações

  A plataforma para pesquisa e compra será aberta na sexta-feira.

foto: abecip.org.br

Turismo nacional toma prejuízo de R$ 41,6 bilhões e não dá sinais de retomada

Airton Bulhões,

  Segundo levantamento da Federação do Comércio de São Paulo (FecomércioSP) o turismo nacional já perdeu R$ 41,6 bilhões em faturamento entre os meses de março e setembro de 2020, período da pandemia de covid-19 no País.

O montante representa uma queda de 44% em comparação ao mesmo período do ano passado.

  Só em setembro, o faturamento das empresas do setor (R$ 8,6 bilhões) foi 37,6% menor do que o mesmo mês de 2019 – o que significa um rombo de R$ 5,2 bilhões É o pior resultado do turismo para setembro desde o início da série histórica, em 2011.

  A retração é porcentualmente semelhante ao acumulado do ano, em que o turismo nacional já viu cair em 34,1% seu faturamento.

  O mais preocupante, para a FecomercioSP, é que, ao contrário de setores como o comércio e os serviços, em recuperação desde o início do segundo semestre do ano, o turismo não apresenta sinais de retomada.

  Até por isso a necessidade, segundo a Federação, de uma expansão da oferta de crédito para as empresas do setor, principalmente por meio de ajuda de programas do governo.

COMPANHIAS AÉREAS PUXAM QUEDA


  A retração do turismo em setembro foi encabeçada pelo setor de transporte aéreo, que faturou 64,6% a menos do que no mesmo mês de 2019.

  Apesar do número expressivo, ele fornece algum otimismo, já que teve quedas maiores em agosto (68,8%) e julho (78,1%). Isso se explica não apenas pela baixa demanda, mas pela redução da oferta em 54,5% dos assentos no período, segundo a Agência Nacional da Aviação Civil (Anac).

  Na mesma linha, caíram drasticamente os faturamentos dos agentes de hospedagem e alimentação (-37,3%) e de atividades culturais, esportivas e recreativas (-24,4%).

 As locadoras de carros perderam 14,8% do faturamento em comparação a setembro de 2019, mas já registram dias com a totalidade dos veículos alugados em alguns fins de semana, em diferentes cidades do País.

yCXbu4Y.jpg

foto:sincovat.org.br







Hotel Mirador reabre suas portas com divulgação regional e apostando nos clientes fiéis

Airton Bulhões,

   Mais um hotel localizado na paradisíaca praia de Ponta Negra reabre suas portas, boa notícia porque preserva os empregos e traz mais opções para os bons hotéis existentes naquela praia.

   Segundo o diretor geral,  o italiano Enrico Cariani (foto) o Mirador volta para atender seu público fiel , com todo o conforto e segurança, obedecendo os critérios  da Organização Mundial de Saúde e  órgãos de saúde do estado do RN.  

  O empresário pretende divulgar mais o empreendimento nas cidades vizinhas , atendendo inicialmente ao turismo regional . Para isso, o Mirador oferecerá  condições e tarifas especiais para atender ao seu público.

   Mirador Praia Hotel dispõe de área de lazer com solarium, 02 piscinas (uma no térreo e outra na área de lazer), restaurante climatizado e bar.  O hotel disponibiliza 29 apartamentos.

DICAS PARA OS EMPRESÁRIOS DO TURISMO

  Apesar das regras ainda vigentes do isolamento social e do temor de muitas pessoas em investir em viagens neste momento, o futuro próximo pode ser promissor.

 Dados de uma pesquisa da FecomercioSP apontam que quase um terço das pessoas (31%) querem viajar depois que a pandemia acabar – o que indica uma demanda reprimida à espera de condições para se realizar.

  Por isso, é importante que os empresários mantenham os canais digitais ativos desde já, não apenas para ofertar pacotes e destinos, mas também para os que clientes tenham uma comunicação clara dos novos protocolos de segurança do turismo.

  Além disso, com as incertezas da crise atual, muitos turistas procuram por locais com flexibilidade de cancelamento ou remarcação e possibilidades de reembolsos. Adaptar as reservas e os fluxos a esta especificidade do mercado representa uma vantagem significativa para agora e para o cenário pós-pandemia.

OvaPIRz.jpg



Com lojas no RN, Assaí tem faturamento recorde para um trimestre

Airton Bulhões,

O Assaí Atacadista, que opera duas lojas no Rio Grande do Norte, registrou um faturamento bruto de R$ 10,1 bilhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 33,4% na comparação anual.

  Trata-se do maior crescimento da história da bandeira para um trimestre. O recorde foi impulsionado, principalmente, pela performance das lojas inauguradas nos últimos dois anos e a abertura gradual de bares e restaurantes (food service), um dos principais públicos da rede. 

  Em teleconferência com analistas, a rede anunciou que trabalha na construção de mais 11 unidades, incluindo três na região Nordeste, em Alagoas, Bahia e Maranhão.

SOBRE O ASSAÍ

Negócio de atacado de autosserviço do GPA, um dos maiores grupos varejistas do país, o Assaí atende pequenos e médios comerciantes e consumidores em geral que buscam economia em compras de grande volume.

  Atacadista que mais cresce no Brasil, a rede está presente nas cinco regiões do País, com 169 lojas distribuídas em 21 estados e no Distrito Federal. Conta com uma plataforma própria de serviços financeiros, o Passaí, composta por cartão próprio e uma maquininha de cartão de crédito e débito.

  Anualmente, o Assaí recebe mais de 250 milhões clientes em suas unidades. Em 2019, foi eleito o atacadista mais admirado do País pelo ranking IBEVAR-FIA.

PbE77Xy.jpg

Começa nesta segunda o PIX para quem tem conta corrente na rede bancária

Airton Bulhões,

Começa nesta segunda-feira o PIX  para todas as pessoas e empresas que tenham uma conta corrente, conta poupança ou uma conta de pagamento pré-paga em uma das 762 instituições participantes do sistema de pagamentos instantâneos.

  Com o Pix será possível fazer transações financeiras por 24 horas, em todos os dias do ano, inclusive finais de semana e feriados, em até 10 segundos.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban)  avalia que o funcionamento do sistema no período de testes mostrou-se eficiente, com volumes significativos de transações.

  Desde o dia 03, início da fase de testes (intitulado soft opening), até 12 de novembro foram feitas 826 mil transações, totalizando cerca de R$ 325 milhões.

  Neste período foram cadastradas 69,5 milhões de chaves Pix, sendo 66,6  milhões de pessoas físicas. Até o momento, o tipo de chave mais cadastrada é a do CPF, com 25,4 milhões, segundo dados do Banco Central.

"Estivemos em constante processo de preparação juntamente com o Banco Central e os bancos estão bem preparados para dar vazão ao início das transações do Pix, bem como para corrigir eventuais problemas pontuais que possam ocorrer, o que é natural em qualquer grande processo de inovação tecnológica", afirma Isaac Sidney, presidente da FEBRABAN.

Isaac ressalta que os bancos brasileiros sempre estiveram na vanguarda da tecnologia bancária mundial, e faz investimentos maciços em TI, que só no ano passado totalizaram R$ 24,6 bilhões.

  Como exemplos, ele cita que o Brasil foi o primeiro país que introduziu chips em cartões de crédito, começou a fazer transferências via DOCs e TEDs antes de muitos países desenvolvidos, e foi pioneiro em adotar o internet e o mobile banking.

"O Pix se somará a outras importantes mudanças que o setor bancário já introduziu no dia a dia das pessoas ao longo dos anos, todas já incorporadas no cotidiano do cidadão", diz.

SAIBA MAIS

  Para a Febraban o Pix irá trazer inovação para o sistema financeiro e maior conveniência para milhões de brasileiros em suas operações financeiras do dia a dia. Entre outras vantagens, a Federação também destaca:

- a utilização de chaves de endereçamento (celular, e-mail ou CPF) para localizar os dados da conta do recebedor dá muita conveniência e comodidade ao cliente usuário

- o Pix tem o potencial de reduzir a necessidade do uso de dinheiro em espécie em transações comerciais, que somente de custo de logística totaliza cerca de R$ 10 bilhões ao ano

- a iniciativa deverá reduzir a necessidade de saques em espécie nas agências e nos caixas eletrônicos, o que também traz maior conveniência aos clientes bancários

- a economia tende a ganhar mais velocidade e ritmo, já que recursos entram e saem das contas de forma instantânea, 24 horas por dia, 7 dias por semana

-o Pix deverá transformar-se em uma poderosa ferramenta para impulsionar a bancarização no país



Fórum de Turismo e 6ª Feira dos Municípios Turismo serão realizados dias 26 e 27 de novembro

Airton Bulhões,

Começam a serem definidos os painéis, palestras e talk shows do 11º Fórum de Turismo do Rio Grande do Norte, que se realizará nos próximos dias 26 e 27 de novembro, paralelamente à 6ª Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN (Femptur), no pavilhão novo do Centro de Convenções de Natal.

  Os dois eventos são gratuitos mediante inscrição prévia. Os links serão disponibilizados a 15 dias do Fórum e Femptur e são promovidos pela Argus Eventos.

  "A importância do turismo regional para o Nordeste" terá um formato talk show e reunirá o presidente da Emprotur, Bruno Reis, e a presidente da PBTur, Ruth Avelino.

  A mediação será do jornalista Antonio Roberto Rocha. O bate-papo no palco vai girar em torno dos roteiros integrados que estão unindo o turismo potiguar e paraibano, fato que aquece a economia dos dois Estados e remete à empregabilidade.

  A administradora e Designer de Produto Cris Ribeiro abordará "Lugares de Charme: a arte de transformar vidas e negócios no interior potiguar".

  A palestrante é a idealizadora do projeto "Lugares de charme", que tem como premissa o enfoque e a preservação do valor do ser humano junto à sua essência e à sua identidade cultural

 

  Ela foi responsável por ambientações que exploraram a temática regional de forma bastante exitosa, como no Mercado de Caicó, nas cidades serranas de Martins e Serra de São Bento, em São Gonçalo do Amarante, Carnaúba dos Dantas e Santa Cruz. 

Outro momento que promete suscitar caminhos e reflexões nesta atual fase do turismo potiguar será a palestra da Educadora e Consultora em Turismo e Hospitalidade, a prof. dra Juliana Vieira. que vai abordar "Hospitalidade: a chave para o sucesso". Não custa lembrar que hospitalidade é algo que o Rio Grande do Norte tem em profusão, mas precisa de melhor direcionamento. 

Projetos como o Turismo Cidadão e o Novo Roteiro de Turismo Religioso de Natal também serão apresentados no Fórum de Turismo do RN, que vai destacar, no palco, os três destinos do RN recentemente eleitos "Green Destinations": Pipa, São Miguel do Gostoso e Parnamirim

   O artesanato como objeto decorativo fundamental em meios de hospedagem e restaurantes será outro foco do Fórum de Turismo do RN.--AIoHBbj.jpg



Praia Shopping larga na frente nas comemorações do Natal com abertura teatral e Papai Noel virtual

Airton Bulhões,

  Começam as festividades para o Natal anunciadas pelos principais shoppings da capital este ano diferente por conta da pandemia de covid-19.

  O Praia Shopping vai dar início à sua programação de natalina neste sábado uma forma diferente às 16 horas, a Cia Era Uma Vez apresenta um espetáculo de abertura na arena de eventos montada na praça de alimentação.

  Também ao invés da tradicional chegada do Papai Noel, este vai trabalhar em home office, interagindo por meio de plataformas digitais com as famílias que visitarem o mal.

  Na árvore de Natal montada no shopping, um totem exibirá vídeos de “Contos de Natal” durante todo o dia, gravados diretamente do “Polo Norte”.

 Em todos os vídeos, as crianças são incentivadas a conversarem com o Papai Noel via WhatsApp, pelo número 99129-1723 que já está em funcionamento, e a enviarem suas cartinhas por aplicativo.

Os espetáculos da Cia Era Um Vez também acontecerão no dia 28 de novembro e nos dias 12 e 19 de dezembro, sempre às 16 horas. A entrada é limitada a 22 famílias, que devem doar 1kg de alimento por família, destinado ao Projeto Motivar da Vila de Ponta Negra.

  Em 2020, o Praia Shopping escolheu um tema náutico para transmitir sua mensagem aos natalenses, com elementos como bússola, timão, âncoras, boias e ursos marinheiros. O Praia convida os clientes a dominarem o barco e definirem o seu rumo, sendo marinheiros da própria vida e conduzindo a sua embarcação para onde querem ir. A esperança de um renascimento como farol para o futuro.



Ministério do Turismo lança campanha “Viaje com responsabilidade e descubra o Brasil”

Airton Bulhões,

  Com o objetivo de buscar as perdas de emprego e recuperar o turismo nacional o Ministério do Turismo lança a campanha “Viaje com responsabilidade e redescubra o Brasil”.

  A proposta é acelerar a recuperação do setor e reduzir o impacto socioeconômico da Covid-19 após a paralisação das atividades. O evento realizado no Palácio do Planalto teve a participação do presidente Jair Bolsonaro.

 A retomada do Turismo é uma aliança do setor liderada pelo Ministério do Turismo que reúne esforços dos setores público e privado, terceiro setor e Sistema S para que o turismo retome plenamente as atividades de maneira gradual e planejada, voltando a gerar emprego e renda no país.

O setor de turismo responde por cerca de 8,1% do PIB e emprega cerca de 7 milhões de pessoas direta e indiretamente no Brasil.

  As restrições impostas pela pandemia de Covid-19 fizeram com que milhares de brasileiros cancelassem suas viagens, colocando em risco a sobrevivência do setor e o emprego de quem tira da atividade o seu sustento.

  No primeiro semestre de 2020, na comparação com o mesmo período do ano passado, a Receita Cambial Turística acumulou queda de 37,2%; o saldo entre contratações e demissões na economia do turismo foi negativo em 364.044 postos de trabalho formais; e o faturamento das atividades turísticas, medido pela Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE, teve retração de 37,9%.

  Agora, o turismo brasileiro se organiza para viver sua retomada de maneira consistente e segura, contribuindo para a recuperação econômica do país.

  O presidente da República, Jair Bolsonaro, ao citar os impactos da pandemia no setor, destacou o empenho do governo federal em socorrer a cadeia produtiva que atua no segmento. “A economia é vital. Quando se destrói um setor todos sofrem. Temos que buscar mudanças. Temos como mudar o destino do Brasil”, declarou o presidente.

  Procure os estabelecimentos que contenham o Selo Turismo Responsável. São mais de 23 mil estabelecimentos em todo o Brasil obedecendo os protocolos de biossegurança e demonstrando que se preocupam verdadeiramente com a saúde do turista e com o desenvolvimento econômico do país”, destacou o ministro do Turismo, Marcelo Antônio. ao se dirigir aos turistas brasileiros.

SAIBA MAIS

 A iniciativa reúne um conjunto de programas, projetos e ações que buscam resultados efetivos até 31 de julho do próximo ano.

  As ações são organizadas em quatro eixos: preservação de empresas e empregos no setor de turismo; melhoria da estrutura e da qualificação de destinos; implantação dos protocolos de biossegurança; e promoção e incentivo às viagens.

As medidas vão desde o reforço na concessão de linhas de crédito para capitalizar empresas do setor e preservar empregos, até realização de obras de melhoria da infraestrutura dos destinos turísticos.

  Também estão previstas ações de qualificação dos trabalhadores e prestadores de serviços tanto na oferta de cursos para a adoção aos protocolos sanitários que garantam segurança para turistas e trabalhadores do segmento, quanto para melhoria de atendimento, considerando as tendências do mercado.

Para promover a Retomada do Turismo, a campanha “Viaje com responsabilidade e redescubra o Brasil” começa a ser veiculada em todo o país e conta com uma série de vídeos voltada à promoção dos destinos turísticos brasileiros. Serão veiculados materiais específicos de cada estado do país, além do Distrito Federal.

  A adesão à aliança Retomada do Turismo já conta com 32 entidades nacionais ligadas à cadeia produtiva do turismo.

4ZXxU8V.jpg

Consumidores podem zerar dívidas no programa “Negociar para Retomar” da Fecomércio RN

Airton Bulhões,

   Quem quiser renegociar dívidas para ficar limpo e voltar às compras a Federação do Comércio do RN em parceria em parceria com os bancos do Brasil, do Nordeste, Caixa, Itaú, Santander e Sicoob está realizando a campanha “Negociar para Retomar” até o próximo dia 13 de novembro.

  O programa oferece àqueles que têm dívidas com os bancos, em atraso ou não, uma chance de repactuá-las, com condições diferenciadas. Mais de 200 empresas e pessoas físicas potiguares já participam do programa desta iniciativa.

“Essa foi uma forma que encontramos de auxiliar os empresários e a sociedade, que devido a pandemia, acumulou dívidas, sendo uma forma de regularizar suas finanças. Renegociando as dívidas, os empreendedores podem voltar a ter capital e investir no seu negócio, e as pessoas físicas, podem voltar a consumir no nosso comércio”, analisou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. 

Se tem interesse de participar do programa Negociar para Retomar, basta acessar o site da Fecomércio RN, fecomerciorn.com.br, clicar no banner da campanha e seguir as instruções.7tVM0Ld.jpg

  A partir daí a equipe técnica da Fecomércio RN fará uma triagem e encaminhará a demanda para os bancos. As negociações serão realizadas de forma on-line diretamente pelos bancos. 



Pesquisa da Confederação do Comércio mostra que o turismo faturou R$ 12,8 bilhões

Airton Bulhões,

  O turismo segue dando sinais positivos de retomada nos últimos meses. Dados de uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em parceria com a Cielo, mostram que o setor faturou R$ 12,8 bilhões em setembro, alta de 28% em relação a agosto.

  Quando comparado a abril, pior mês para o segmento no ano de 2020, o número é três vezes maior do que o registrado no período (R$ 4,07 bilhões). Mais da metade do faturamento no mês vieram dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

  Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o número é animador e mostra que as ações coordenadas pelo Pasta junto aos demais segmentos estão no caminho certo.

  “Ficamos muito satisfeitos com essa retomada gradual, positiva e significativa de maneira gradual e responsável. Estamos mostrando, mais uma vez, que a importância do turismo para a recuperação econômica de nosso país. Continuaremos com o nosso trabalho, de colocar o turismo brasileiro de volta aos antigos patamares, gerando emprego e renda para toda a nossa população”, disse. 

  Quando analisados por segmento, os empreendimentos da área de Hospedagem e Alimentação registraram o maior volume de vendas em setembro, totalizando R$ 8,533 bilhões.

  O destaque foi para os restaurantes que movimentaram R$ 6,63 bilhões. O transporte de passageiros também registrou parcela significativa no montante total. Em setembro, o setor faturou R$ 2,76 bilhões, representando 21% de tudo o que foi arrecadado em setembro. 

 O presidente da CNC, José Roberto Tadros, destacou que o aumentou no faturamento pode ser resultado de inúmeros fatores. “A partir de maio, o faturamento do setor passou por um processo de recuperação mês a mês, devido a inúmeros fatores, como o maior número de pessoas nas ruas, o aumento da confiança dos consumidores, além das estratégias digitais adotadas pelas empresas”, afirma Tadros.

  Desde março, quando foi decretado estado de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus, o Ministério do Turismo tem trabalhado em diversas ações para dar sobrevida ao setor.

Entre elas, estão a criação da lei 14.046, que propõe regras de cancelamentos/remarcações para serviços turísticos e culturais; a MP 963, que liberou R$ 5 bilhões para o setor em linha de crédito e contribuiu para a formulação da MP 936, que manteve milhares de empregos no país.

2oxE9AC.jpg

Natal terá 20 voos exclusivos da Azul durante a alta estação de final de ano

Airton Bulhões,

 A companhia aérea Azul Viagens, operadora de turismo da Azul, deu início à temporada de voos exclusivos para atender aos Clientes nas férias de verão com segurança e comodidade e Natal é um dos destinos que mais receberá voos.

  Até janeiro de 2021, serão 20 voos diretos por semana partindo de várias cidades das regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste do país.

  .As operações serão feitas com as aeronaves modelo Airbus A320neo, com capacidade para 174 clientes, e os jatos da Embraer, que contam com 118 assentos.  Natal terá voos aos sábados e domingos, recebendo turistas de vários estados durante a alta temporada do verão. Todas as operações seguirão os protocolos de higiene e segurança adotados pela companhia desde o início da pandemia

  Os que partem do interior de São Paulo - Campinas e Ribeirão Preto - de Uberlândia e Belo Horizonte, em Minas Gerais, Recife - principal hub da Azul na região Nordeste - além das capitais São Paulo e Goiânia

"Essa é uma tradição da Azul Viagens que, em parceria com hoteleiros e  receptivos, busca oferecer mais comodidade e conveniência a seus Clientes no período do verão, destaca Daniel Bicudo, diretor da Azul Viagens.

  Para garantir as condições especiais do aéreo é necessário que a reserva seja feita incluindo a hospedagem, para caracterizar o pacote de viagens. O Cliente também tem a opção de incluir translado, passeios e ingressos das atrações para deixar a viagem ainda mais completa.

  Além disso, a Azul Viagens oferece como condição de pagamento o parcelamento em até 10x sem juros no cartão de crédito ou em até 12x sem juros no boleto bancário com entrada.

  Em outubro, a operadora de turismo da Azul atingiu 75% do patamar de vendas em relação ao mesmo período do ano passado e a expectativa da empresa é de que até o fim do ano retome a receita alcance os mesmos percentuais de 2019.

SAIBA MAIS

  A Azul S.A. (B3: AZUL4, NYSE: AZUL) é a maior companhia aérea do Brasil em número de voos e cidades atendidas, com 916 voos diários e 116 destinos. Com uma frota operacional de 140 aeronaves e mais de 13.000 funcionários, a Companhia possui 249 rotas em 31 de dezembro de 2019.

foto: airway.com.br

GOL mantém ocupação próximas a 80% na sua malha aérea durante a pandemia

Airton Bulhões,

   A GOL a maior companhia aérea doméstica do Brasil, anunciou hoje o resultado consolidado do terceiro trimestre de 2020 (3T20) e detalhou suas iniciativas contínuas em resposta à pandemia global de COVID-19.

  O terceiro trimestre de 2020 reflete um período de forte recuperação no volume de operações, comrecorde de passageiros desde o início da malha essencial em abril.

  A GOL foi a única empresa aérea no Brasil que conseguiu consistentemente manter suas taxas de ocupação no patamar próximo a 80% na sua malha aérea durante a pandemia.

  O mês de setembro foi marcado pelo crescimento de 43% nos indicadores de busca por passagens aéreas. Como reflexo desse maior interesse, a Companhia registrou um aumento nas vendas de bilhetes de 60%, em todos os seus canais, comparativamente a agosto.

  No terceiro trimestre, as vendas brutas consolidadas atingiram aproximadamente R﹩1,7 bilhão, aumento de 132% em relação ao 2T20. As vendas diárias da GOL superaram R﹩20 milhões, as quais representam mais de 50% dos níveis de venda pré-pandemia. Com os voos adicionais durante esse mês, a receita de passageiros transportados aumentou 110% sobre julho.

"Temos o imenso orgulho de ser a primeira e única empresa aérea da América do Sul a preservar os empregos dos nossos mais de 14 mil Colaboradores além de oferecer Programas Voluntários de Licença, Demissão e Aposentadoria. Paulo Kakinoff, diretor-presidente da GOL.

  Sempre atenta aos novos comportamentos de compra de seus Clientes, a GOL está lançando de forma pioneira no Brasil o uso de uma plataforma de e-commerce com a opção de pagamento instantâneo por meio do PIX e de outras carteiras digitais (e-wallets) já disponíveis no mercado.

Ip0JAOL.jpg



Clube Extra faz aniversário com ofertas e condições especiais de pagamento para clientes

Airton Bulhões,

   Quem tiver um dinheirinho guardado a mais se prepare para gastar o grupo Extra vai viabilizar durante todo mês para celebrar o aniversário do Clube Extra ofertas para todos os clientes nas lojas de todo o Brasil (Hipermercados, Mercado Extra e Mini Extra), no site (www.clubeextra.com.bre no app, além de condições de pagamento diferenciadas.

  Até 11/11, os clientes poderão parcelar as compras de Eletro em até 24 vezes sem juros nos cartões Extra ou em até 10 vezes sem juros nos demais cartões.

   Há, também, pagamento especial para os iPhones, que podem ser parcelados em até 30 vezes sem juros nos cartões Extra ou em até 10 vezes sem juros nos demais cartões.

 Seis anos, mais de 15 milhões de clientes cadastrados, 9,5 milhões de downloads do app e quase cinco milhões de prêmios distribuídos: esses são os números do Clube Extra, programa de fidelidade gratuito do Extra que comemora aniversário este mês.

 
  Hoje, mais de 60% das compras realizadas pelos diversos canais do Extra já são identificadas, ou seja, são feitas por clientes cadastrados no programa de fidelidade da rede.

  A fidelização é um dos pilares de negócio do Extra e o entendimento do comportamento de compra dos clientes é uma ferramenta importante para oferecer descontos personalizados e ofertas direcionadas.

SAIBA MAIS


O Extra, rede controlada pelo grupo varejista GPA, atua em mais de 600 pontos de venda em todas as regiões do País no conceito multiformato e multicanal, atendendo o consumidor quando e onde ele escolher com lojas nos formatos de hipermercados (Extra Hiper), supermercados (Extra Super e Mercado Extra) e vizinhança (Mini Extra), além de drogarias, postos de combustível e também e-commerce (www.clubeextra.com.br
q4JKQuy.jpg

Feira de Imóveis online vai ofertar mais de 5 mil imóveis em todo país

Airton Bulhões,

  A Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC) realizarão, entre 12 e 28 de novembro, a Feira de Imóveis Online.

  Trata-se da primeira versão virtual do evento organizado anualmente pelas entidades e, como todos os anos, planejado para oferecer oportunidades de negócios para as construtoras e facilitar a aquisição de imóveis pelos consumidores brasileiros em meio às restrições sanitárias impostas pela pandemia de Covid-19.

  Serão ofertados mais de 5.000 imóveis em todo o país.

Feira de Imóveis Online terá oportunidades tanto para compradores de baixa renda em busca o primeiro imóvel, quanto para os que procuram casas ou apartamentos maiores para morar ou investir. Haverá, portanto, condições propícias para clientes e empresas.

A expectativa das empresas é positiva tendo em vista a disposição do consumidor impulsionada pelo movimento de queda nas taxas de juros do crédito imobiliário, puxado pela redução da Selic. Contribui para isso a sinalização de investidores em fortalecer fundos imobiliários, o que motiva construtoras e incorporadoras a incrementarem os lançamentos de novos empreendimentos.

  A Feira deve atingir cerca de 10 milhões de brasileiros e gerar mais de 1 milhão de interações entre consumidores e empresas. Haverá ofertas de imóveis entre R﹩ 100 e R﹩ 1,5 milhão.

"Uma das vantagens da Feira de Imóveis Online será a disposição das incorporadoras em disputar clientes num ambiente virtual saudável e seguro para a realização de negócios. Já os consumidores ganharão com a concorrência entre as empresas, que ocorrerá com poucos dias para o fechamento do negócio", avalia o presidente da ABRAINC, Luiz Antonio França.

Para o presidente da CBIC, José Carlos Martins, destaca a redução da burocracia que o eventual virtual promove. "O mercado imobiliário já vinha mudando, mas a pandemia nos mostrou que digitalização é questão de sobrevivência para as empresas. Um evento tão tradicional quanto uma feira de imóveis, realizado de maneira online, é uma oportunidade única para alcançarmos o Brasil todo. Para os clientes, além da questão da segurança, haverá menos burocracia e mais diversidade de opções."



Transposição do São Francisco só vai chegar ao RN em quatro anos

Airton Bulhões,

  No último dia 16, o Ministério de Desenvolvimento Regional abriu processo licitatório para construção do Ramal do Apodi/Salgado, que levará as águas do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco para municípios do Ceará, da Paraíba e do Rio Grande do Norte. O empreendimento está orçado em R$ 1,77 bilhão.

  Nesta primeira etapa, será realizada a licitação para contratação de empresa que executará as obras civis. A previsão é que a estrutura seja construída em quatro anos a partir da assinatura da ordem de serviço. Ao todo, 750 mil pessoas em 48 cidades serão beneficiadas.


  "O governo do presidente Bolsonaro vem realizando várias ações para garantir segurança hídrica para os moradores do Rio Grande do Norte e de outros estados do Nordeste. Um dos mais importantes é o Ramal do Apodi, que vai possibilitar ampliar em 700 mil hectares a área de produção irrigada potiguar e também na Paraíba e Ceará", afirma o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

  "Sobre os investimentos nas barragens de Oiticica e Passagem das Traíras e da Adutora do Seridó. São empreendimentos importantes que vão garantir a emancipação de nosso estado por meio da segurança hídrica. É a água do São Francisco trazendo desenvolvimento", completa.

jMX9nc9.jpg

Imagem:portalsantaterezinha.com




Com foco na retomada do turismo Azul, Itaú e Unibanco e Visa lançam o Itaucard Visa Infinite

Airton Bulhões,

   Com a retomada das viagens de turismo Azul, Itaú Unibanco e Visa lançam o Azul Itaucard Visa Infinite, um dos cartões com a melhor pontuação do mercado e benefícios para os viajantes mais exigentes - que incluem companion pass e upgrade tanto para a Azul Business quanto para a categoria Diamante TudoAzul, além da possibilidade de isenção na anuidade, entre outros.

 Para comemorar o lançamento, os clientes também podem ganhar bônus em pontos, e a Azul irá adesivar um avião modelo Airbus A320neo com a família de cartões e dar à aeronave um novo nome de batismo: Azul Infinite.

Com o Azul Itaucard Visa Infinite, passagens, pontos e demais produtos do Shopping TudoAzul, Clube TudoAzul e da Azul Viagens têm 10% de desconto.

 Em todas as compras realizadas, o cartão acumula pontos que não expiram: são 3 pontos a cada dólar gasto nas transações nacionais e 3,5 nas internacionais. E para membros do Clube TudoAzul, o acúmulo promocional é de 4,5 pontos nas transações nacionais, e 5,25 nas internacionais.

  Além disso, o plástico pode ter até 5 adicionais grátis, que se valem dessas mesmas condições e ainda ajudam o titular a conquistar a anuidade grátis, favorecendo toda a família.

A isenção no pagamento da parcela mensal da anuidade, no valor de R$ 100, se dá quando os gastos na fatura do período, considerando os efetuados por titular e dependentes, atingem R$ 20 mil ou mais.

   Se a fatura chegar a esse valor nos três primeiros meses de uso dos cartões, o cliente ganha 60 mil pontos como bônus - que, sozinhos, podem ser suficientes para custear as passagens para uma viagem na América Latina ou, em alguns casos, até aos Estados Unidos.

  Se não chegar, mas atingir R$ 10 mil ou mais, o desconto na anuidade será de 50% naquele mês.

Quanto mais gastos concentrados nos cartões, mais pontos acumulados também. Ao completar 50 mil pontos, o titular passa a ter direito ao companion pass, - a credencial para que ele leve, sem ter que comprar outra passagem, um acompanhante em viagens pelo Brasil ou ao exterior.

   A cada 12 meses, ele pode usar 2 vezes o benefício e ter passagens grátis (ida e volta) para seu acompanhante - em 1 voo nacional e 1 internacional ou em 2 viagens a localidades brasileiras.

  Com a mesma pontuação e cumulativamente ao companion pass, o titular tem a chance de ter upgrade para a Classe Azul Business e fazer uma viagem mais confortável, 2 vezes a cada 12 meses - quando houver disponibilidade de poltrona.

SAIBA MAIS

Os benefícios se estendem ao transporte das malas: o cartão dá direito ao despacho gratuito de 3 bagagens em voos domésticos, 1 bagagem em voo na América do Sul e outras 3 bagagens em voos para Europa ou Estados Unidos.

  O cartão ainda oferece como vantagens o check in e embarque prioritários, antecipação gratuita de voos, 2 acessos anuais a salas LoungeKey distribuídas por todo o mundo, utilização ilimitada do Espaço Azul e acesso às salas VIP de Congonhas (São Paulo) e Viracopos (Campinas), além de 2 diárias grátis na locação de automóveis da Unidas.

6I2HEWA.jpg
1-20 de 2218