Styvenson Valentim pode trocar a Rede pelo PSL, de Jair Bolsonaro

Alexandre Cavalcanti,
Daniel Dantas/Nominuto
Eleito em um pleito majoritário, Styvenson Valentim pode trocar de partido a qualquer momento, sem risco de perder o mandato.

O senador eleito Styvenson Valentim pode ingressar no PSL, partido do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, já nos próximos dias. O seu partido, a Rede Sustentabilidade, da presidenciável Marina Silva, não atingiu as cláusulas de barreiras e já está agendando a fusão com outras legendas na mesma situação.

O capitão da Lei Seca deixaria a rede de qualquer maneira. Já durante a campanha, era difícil o diálogo entre o então candidato e o partido que lhe deu legenda. Influentes setores da Rede chegaram a pensar em anular o registro da candidatura de Styvenson.

Representantes do PSL, em nível nacional, já fizeram um primeiro contato com o capitão Styvenson. A condição de ter sido eleito em um pleito majoritário, permite que Styvenson Valentim troque de partido a qualquer momento, sem risco de perder o mandato.

Tags: Partido PSL Styvenson
A+ A-