Até quando Ezequiel vai segurar Fátima?

Alexandre Cavalcanti,

A sustentação política do governo Fátima Bezerra (PT) está por um fio. A pergunta é: até quando, o braço do deputado Ezequiel Ferreira de Souza, presidente a Assembléia e do PSDB, vai ter forças para segurá-la? Força e vontade política são duas coisas diferentes.  Na maioria das vezes, na prática, a teoria é diferente.

Ezequiel contabiliza hoje algo em torno de 16 a 18 votos, no Plenário da Assembléia. No total, são 24 deputados. Na primeira votação realmente importante, a governadora vai sentir que não tem bancada para aprovar nada. A construção da maioria vai depender da vontade política - dos interesses políticos e eleitorais -  do presidente Ezequiel.

O pior de tudo é que a insatisfação das ruas é a mesma dos deputados. A sociedade, ainda,  aguarda medidas de impacto na direção do ajuste fiscal. Até agora, nada. Os parlamentares esperam a mesma coisa. Um pouco de diálogo, também, seria bem recebido.

Tags: Ezequiel Fátima Sustentação
A+ A-