Taxa de ocupação hoteleira do mês de abril cresce em Natal e Pipa

Para ABIH números são animadores e frutos de trabalhos focados na promoção e divulgação do destino.

Da redação, ABIH,

O turismo do Rio Grande do Norte vem dando sinais de recuperação nos últimos meses. Natal e Pipa apresentaram, em abril, taxas de ocupação na rede hoteleira com números superiores ao mesmo período do ano passado.

Segundo o último levantamento feito pela Associação Brasileira de Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH), a taxa de ocupação entre os seus associados em Natal, durante o último mês de abril foi de 60%, contra 55% em 2017. Em Pipa houve uma leve alta, de 49% para 50% em 2018.

Para o presidente da ABIH, José Odécio Junior, os números são bem animadores e frutos de trabalhos focados na promoção e divulgação do destino. “Apesar de estarmos na baixa estação, os números de abril de 2018 foram positivos em relação a 2017. Isso é fruto do nosso trabalho de promoção e divulgação, dos esforços dos hotéis e da parceria com o governo do Estado", ressaltou.

Porém, afirmou José Odécio, é preciso mais união entre os órgãos públicos e a iniciativa privada para aumentar os investimentos em promoção e divulgação do destino. "Essa é a única forma de aumentarmos nossa ocupação e trazer divisas para o estado. Outra forma é também incentivar a realização de grandes eventos, especialmente na baixa estação. Para isso, a conclusão das obras do Centro de Convenções é fundamental. Investimento, união e trabalho são os elementos necessários ao crescimento do nosso turismo”, destacou.

Tags: ABIH Pipa rede hoteleira taxas de ocupação
A+ A-