Fiart é oficialmente aberta com expectativa de mais de R$ 7 milhões em vendas

Feira Internacional de Artesanato segue até o dia 2 de fevereiro com exposição de trabalhos de mais de 600 artesãos.

Da redação, Governo do Estado,
Demis Roussos/Governo do Estado
Governadora Fátima Bezerra disse que a Fiart tem um papel importante na promoção do artesanato para o desenvolvimento da economia e geração de renda.

A governadora Fátima Bezerra abriu oficialmente a 25ª Fiart - Feira Internacional de Artesanato no Centro de Convenções de Natal, na Via Costeira, em Ponta Negra. O evento acontece até o dia 2 de fevereiro.

O Governo do Rio Grande do Norte investiu na participação de 661 artesãos, direta e indiretamente. Destes, 230 são artesãos individuais e entidades, dos quais 180 foram selecionados através de edital de chamamento público e 50 foram convidados por serem membros de povos tradicionais (quilombolas, ciganos, de terreiros e indígenas) e de territórios. 

O Governo do RN ampliou a participação dos artesãos potiguares trazendo representações de 26 municípios, beneficiados no programa de territórios da cidadania promovido pela Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), além de artesãos de vários estados brasileiros e de pelo menos onze países.

A governadora destacou o papel da Fiart enquanto espaço de valorização e promoção do artesanato para o desenvolvimento da economia e geração de renda. "Temos um compromisso com este setor para promover e avançar em políticas públicas para os artesãos do nosso Estado. Instalamos o Conselho do Programa do artesanato do RN, que conta com a participação dos produtores e artesãos, pois compreendemos o papel do artesanato para o turismo e para toda esta cadeia produtiva. Fruto deste trabalho, em 2019, o artesanato faturou mais de R$ 1 milhão em 18 feiras realizadas no Estado e também em outros eventos nacionais, nos quais o Governo garantiu a presença dos nossos artesãos", disse. 

Nesta edição, a Fiart homenageou treze Mestres Artesãos como patrimônio cultural do Estado do Rio Grande do Norte. Os artistas receberam da governadora e de outras autoridades uma comenda em reconhecimento ao seu trabalho para a cultura e história potiguar. O Mestre Artesão é o título conferido àqueles que se destacam em seu ofício, reconhecidos pela comunidade e pela academia, e são responsáveis também por repassar os conhecimentos fundamentais da sua atividade para as novas gerações. "O artesanato é uma das maiores expressões da cultura, expressa a identidade de um povo. É importante parabenizar e reconhecer aqueles que com tantas dificuldades fazem o artesanato potiguar e são responsáveis por manter viva a nossa história", expressou a secretária do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social, Íris Oliveira. 

Sobre a programação, o organizador do evento, Neiwaldo Guedes,  disse que "o palco cultural terá mais de 450 artistas, sendo mais uma opção de lazer e valorização da cultura para os turistas e potiguares. A nossa luta em defesa do artesanato é de longa data e a governadora sempre esteve ao lado dos artistas e artesãos, foi grande defensora para a aprovação da lei do artesão”. 

A Fiart terá programação cultural diversificada e com mostra folclórica, seminário, cortejos, oficinas e shows. Na praça de alimentação, itens da culinária nordestina e opções para degustação de cervejarias artesanais. Os visitantes podem ver e comprar o que há de melhor no artesanato do Rio Grande do Norte, do Brasil e países como a Colômbia, Dubai, Paquistão, Quênia, Senegal, Egito, Coreia, Indonésia, Japão, Tailândia e Peru.

Após a solenidade, a governadora visitou a feira, como costuma fazer todos os anos, conversando com expositores. Entre eles, estava Dona Maria de Lourdes, rendeira da Vila de Ponta Negra, de 86 anos de idade e que participa desde a primeira edição da Fiart fazendo renda de bilro.  O evento é um incentivo para que a idosa permaneça ativa. Já o artesão Claudio da Silva, do Paço da Pátria, trabalha com argila e criou, em minutos, um casal de pássaros para presentear a governadora.

Acompanharam a governadora o vice-governador, Antenor Roberto, os gestores estaduais Íris Oliveira (Sethas), Jaime Calado (Desenvolvimento Econômico), Crispiniano Neto e Fábio Henrique Lima (Fundação José Augusto), Karla Veruska e Joseane Dias (Sethas). Também estiveram no local o prefeito de Macau, Túlio Lemos, o superintendente do Sebrae, José Carlos Melo, e o diretor técnico do Sebrae-RN João Hélio, além de empresários e representantes do trade turístico.

Tags: Fiart
A+ A-