Coronavírus faz Costa Cruzeiros interromper operações até 3 de abril

Empresa italiana decidiu suspender voluntariamente as atividades para proteger a saúde e a segurança de hóspedes, tripulação e destinos, disse em nota.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Divulgação
Costa Cruzeiros interrompeu as operações temporariamente por causa da propagação do novo coronavírus pelo mundo, em especial na Europa.

A Costa Cruzeiros, que pertence ao Grupo Costa, uma das maiores operadoras de turismo da Itália, anunciou na sexta-feira (13) que vai interromper as operações temporariamente devido à pandemia do coronavírus.

"A empresa italiana decidiu suspender voluntariamente os cruzeiros em seus navios para proteger a saúde e a segurança de hóspedes, tripulação e destinos", diz a companhia em comunicado. A interrupção vai até 3 de abril.

"Como líder do setor, sentimos que é nossa responsabilidade estar pronto para fazer escolhas difíceis quando os tempos assim exigirem", disse Neil Palomba, presidente global da Costa Cruzeiros. "Agora que essas circunstâncias exigem ações sem precedentes, estamos prontos para desempenhar nosso papel e garantir que as pessoas em todo o mundo permaneçam saudáveis".

A companhia informa que reforçou nos últimos meses as medidas de precaução para atender as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS). "No entanto, a logística de viajar pelo mundo hoje está mais desafiadora do que nunca. Com restrições crescentes adotadas por vários países, realizar operações seguras e tranquilas se tornaram significativamente complexas", diz no comunicado.

As operações da Costa na China já estavam suspensas desde 25 de janeiro. A companhia também já havia alterado os itinerários de seus navios que desembarcam nos portos italianos até o dia 3 de abril. Segundo a empresa, os cruzeiros atualmente em operação vão terminar apenas para permitir que os hóspedes desembarquem e retornem aos seus locais de origem.

A companhia, que possui 15 navios em serviço, tem a maior frota da Europa. São 27 mil colaboradores, que trabalham em 140 itinerários diferentes, envolvendo 261 destinos e 60 portos de embarque.

Tags: coronavírus Costa Cruzeiros
A+ A-