Vereadora terá reunião com Fátima para debater situação de motoristas de aplicativos

Nina Souza irá se reunir com a governadora após confusão entre trabalhadores e diretor do DER.

Da redação ,
Divulgação/Redes sociais
Confusão aconteceu após diretor do DER, Manoel Marques tentar impedir motoristas por aplicativo pegarem viagens no Aeroporto de Natal.

A vereadora Nina Souza (PDT) marcou uma reunião com a governadora Fátima Bezerra (PT) nesta segunda-feira (15) para debater a situação dos motoristas de aplicativos, que foram comunicados pelo diretor do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Manoel Marques, no último sábado (13), que não poderiam ficar no entorno do Aeroporto Aluízio Alves para pegar passageiros – afirmando que os trabalhadores não poderiam realizar o ‘transporte intermunicipal’.

Em vídeo publicado nas redes sociais, é possível ver o momento em que Manoel marques afirma que só aceitou o cargo de diretor do DER com a promessa por parte da governadora Fátima Bezerra de que ele comandaria também a área de transportes. Neste momento, ele tenta impedir que os motoristas por aplicativos atuem no local, o que não foi aceito pelos profissionais e causou protesto da categoria.

Devido à ação do diretor do DER, os motoristas realizaram uma manifestação bloqueando duas faixas da via que dá acesso ao aeroporto durante 10 minutos.

Em nota divulgada ontem, o DER revelou que realizou no sábado apenas uma ‘blitz educativa’, cujo objetivo era orientar os motoristas sobre o decreto 27045 de 2017, que rege os transportes intermunicipais no âmbito estadual e que dá legalidade a quem exercia atividade profissional de maneira informal.

“Não se trata, portanto, de uma ação voltada unicamente para os motoristas do aplicativo Uber. E, embora não seja de iniciativa da atual gestão, entendemos ser esta uma iniciativa que facilita as fiscalizações, dá mais segurança a motoristas e passageiros, e faz com que esses profissionais trabalhem conforme determina a legislação”, diz a nota.

Após a confusão entre os motoristas de aplicativos e o diretor do DER, a vereadora Nina Souza (PDT) se solidarizou com a categoria e marcou para a manhã de hoje (15), uma reunião com a governadora Fátima Bezerra para discutir o assunto.

“Como representante do povo de Natal, eu vejo a importância dos aplicativos para a democratização do transporte e a geração de emprego e renda na nossa capital. Por isso, tomei a iniciativa”, explicou Nina.


Confira o vídeo:


Confira a nota do diretor do DER na íntegra

Na condição de diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagens do RN (DER/RN), venho por meio deste prestar o seguinte esclarecimento aos potiguares, sobretudo aos prestadores de serviço e usuários dos chamados transportes especiais, entre os quais os dos aplicativos uber, 99, entre outros:

Neste sábado (13), foi realizada uma ação educativa no Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, cujo objetivo era orientar os motoristas dos chamados transportes especiais sobre o decreto 27045 de 2017, que rege os transportes intermunicipais no âmbito estadual e que dá legalidade a quem exercia uma atividade profissional de maneira informal. Não se trata, portanto, de uma ação voltada unicamente para os motoristas do aplicativo Uber. E embora não seja de iniciativa da atual gestão, entendemos ser esta uma iniciativa que facilita as fiscalizações, dá mais segurança a motoristas e passageiros, e faz com que esses profissionais trabalhem conforme determina a legislação.

O decreto foi regulamento pelo DER/RN pela portaria 71 de 12 de setembro passado e estipulou um prazo de seis meses para entrar em vigor. O que isso quer dizer? que eu, enquanto gestor do DER, tenho obrigação de cumprir a legislação e por em prática a portaria.

Não é e jamais será interesse do Governo da professora Fátima Bezerra adotar iniciativas contrárias ao exercício dessa e de qualquer outra prestação de serviço regular. Ao contrário, este Governo está sempre pronto a contribuir com muito diálogo e transparência para que estes prestadores cumpram seu papel de acordo com a regulamentação em vigor.

Ademais, o vídeo editado que circulou na rede de WhatsApp não mostrou, por exemplo, o que falei aos motoristas que estavam no local, sobre a disposição do Governo em facilitar o pagamento das taxas que entrarão em vigor. E que, ao contrário do que estão disseminando, sem o compromisso com a informação verdadeira, as despesas para regularização não chegam a R$ 2 mil.

Manoel Marques

Diretor-geral do DER

Tags: Transportes
A+ A-