CBTU ainda não tem definição sobre empréstimo de composições do VLT para o DF

Superintendência de Natal tenta impedir que vagões do RN sejam emprestados ao Distrito Federal

Rafael Araújo,
Um dos Veículos Leves Sobre Trilhos (VLT) de Natal pode ser transferido para o Distrito Federal, para compor as composições que darão início a uma nova operação de transporte de passageiros em Brasília, conectando a capital federal à cidade de Valparaíso, localizada no estado de Goiás.

A medida causou polêmica em Natal – atualmente à capital conta com cinco vagões que fazem o trajeto ferroviário, em um sistema composto por 56 km, divido entre a Linha Norte (Natal/Ceará-Mirim) e a Linha Sul (Natal/Parnamirim).

Através de uma nota à imprensa, a Superintendência da CBTU em Natal informou que vem mantendo contato com Diretor-Presidente da Companhia para evitar o empréstimo da composição – uma vez que a retirada temporária de um dos VLTs da operação causará prejuízos à oferta de serviços aos usuários, considerando que a demanda de passageiros nos municípios operados pela CBTU no Rio Grande do Norte já se encontra acima da capacidade atual.

Além de uma composição de Natal, outra de João Pessoa também deve ser destinada para a capital federal.

Confira na íntegra a nota da Superintendência da CBTU em Natal

A Superintendência de Trens Urbanos de Natal vem prestar esclarecimentos a respeito das notícias que têm sido veiculadas sobre a transferência de uma das composições de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Natal para o Distrito Federal.

De acordo com informações recebidas da Administração Central desta Companhia, a CBTU dará início a uma nova operação de transporte de passageiros em Brasília, conectando a capital à cidade de Valparaíso, em Goiás. Durante os primeiros seis meses, o sistema funcionará em caráter experimental, utilizando duas composições de VLTs, uma de Natal (RN) e outra João Pessoa (PB).

Diante disso, a Superintendência Regional de Natal vem mantendo contato com o Diretor-Presidente da Companhia, uma vez que a retirada temporária de um dos VLTs da operação local causará prejuízos à oferta de serviços aos usuários, considerando que a demanda de passageiros nos municípios operados pela CBTU no Rio Grande do Norte já se encontra acima da capacidade atual.

Além disso, ainda este ano, terá início a modernização de trecho de via permanente em Natal, bem como está em tramitação projetos de ampliação da malha ferroviária, o que, consequentemente, aumentará a oferta de viagens e a demanda de passageiros.

A Administração Central da CBTU, por sua vez, informa que a Superintendência de Natal está prestes a receber cinco novos trens, já encomendados pela Companhia. No entanto, considerando o cenário atual, foi solicitado ao Diretor-Presidente que reconsidere o empréstimo do VLT desta Unidade Administrativa, cientificando-o dos riscos acima narrados.

Esta Superintendência Regional tem acompanhado de perto a solução, buscando preservar os interesses dos passageiros, bem como a qualidade do serviço prestado.

Tags: CBTU Superintendência de Natal VLT
A+ A-