STTU interdita ruas no entorno do Hotel Reis Magos nesta segunda

Bloqueio no trânsito acontece por temor de desabamento do prédio.

Da redação ,
A Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) de Natal, começou nesta segunda-feira (11), a interdição de parte das ruas que se localizam nas laterais e por trás do Hotel Reis Magos, na praia do Meio, para o trânsito de veículos e pedestres. O temor das autoridades é que o prédio desabe devido ao processo de desgaste da estrutura de sustentação do local.

A STTU informa que a interdição estreita, em seis metros, o trecho da avenida 25 de Dezembro, a partir do muro do hotel, até o término da primeira faixa de rolamento de veículos do lado esquerdo da via, estendendo-se por 126 metros. A passagem de pedestres pelo local não é permitida. No caso da rua Mascarenhas Homem, o local será estreitado em cinco metros no trecho do muro do hotel até o término da primeira faixa de rolamento do lado esquerdo da via, estendendo-se por 69 metros.

A posição do hotel em relação ao terreno garante uma área de segurança em relação a outras ruas que circundam o local. Por isso, de acordo com a STTU, não haverá intervenções na avenida Presidente Café Filho, nem na rua Feliciano Coelho. A secretaria também informa que, por não haver interdições completas nas vias, os itinerários nas linhas de ônibus que passam pela área permanecem inalteradas.

A STTU alerta a motoristas e pedestres para obedecer a sinalização, que será composta por defensas provisórias e placas de sinalização indicando os locais interditados. O órgão informou que não existe prazo para liberação da área.

Os problemas graves na estrutura do Hotel Reis Magos foram encontrados em uma perícia realizada pela empresa Petrus Engenharia, de Pernambuco, ainda em 2016. De lá para cá, o Município, que entende ser necessária a demolição, tem aguardado o fim de um processo de tombamento que tramita no Governo do Estado há seis anos.

O secretário de Obras de Natal, Tomaz Neto, afirma que a perícia, assinada pelo engenheiro da Petrus, Luiz Fernando Dernhoest, não deixa dúvidas quanto ao risco de desabamento do antigo hotel. Segundo o secretário, o estudo aponta que alguns pilares de sustentação já estão com mais de 50% da capacidade de sustentação comprometidos. Um desses pilares, que fica na área da antiga boate Royal Salute, que funcionou no Reis Magos, na década de 80, já teria ruído, revelou Neto.

A Semov realizou um serviço para a colocação de tapumes no entorno do hotel, atendendo a um pedido da Procuradoria Geral do Município - PGM. De acordo com informações da secretaria, a intenção seria evitar que, caso pedaços menores da estrutura venham a se desprender, esses sejam contidos antes que atinjam as ruas ou o passeio público.

Tags: Trânsito
A+ A-