Prazo para implantar placa modelo Mercosul é adiado para janeiro de 2020

Atualmente, mais de 2 milhões de veículos circulam com o novo modelo no País.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Arquivo/Detran

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) anunciou nesta sexta-feira (28), novo prazo para implantação do padrão de placa veicular padrão Mercosul em todo o território nacional. Agora, os estados e o Distrito Federal terão até o dia 31 de janeiro de 2020 para se adaptarem ao novo padrão.

Nesta semana, o órgão revogou a resolução que previa a implementação da nova placa em todo o País até amanhã.  Outra mudança é sobre a abrangência da obrigatoriedade do novo modelo: antes, seria em todos os casos de compra ou venda de veículo. Agora, será exigido para veículos novos ou, no caso daqueles em circulação, quando houve mudança de cidade, ou ainda se a placa for furtada ou danificada.

“Nenhum cidadão que tem um veículo com a placa cinza terá a obrigação de trocar para a nova placa. Isso trará menos transtornos para a sociedade, que não vai precisar arcar com novas despesas, a não ser em casos específicos, conforme decidido pelo Contran”, afirmou o ministro substituto da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, que presidiu a reunião do conselho.

Com a alteração, de acordo com o governo federal, estima-se uma economia de aproximadamente R$ 3,4 bilhões ao consumidor final.

Segundo o Contran, a nova placa contém itens de segurança, como o QR Code, que possibilita a rastreabilidade, dificultando a sua clonagem e falsificação. O novo modelo permite mais de 450 milhões de combinações, e, considerando o padrão de crescimento da frota de veículos no Brasil, a nova combinação valerá por mais de cem anos.

Também foram definidas novas regras para credenciamento de estampadores e fabricantes, que vão possibilitar aumento da concorrência, o livre mercado, o que deverá reduzir o valor da placa. São cerca de 1.300 estampadores e 21 fabricantes para atender todo país.

O tamanho das placas Mercosul é o mesmo das atuais: 40 cm de largura por 13 cm de altura.

Atualmente, a nova placa está presente em sete estados brasileiros (AM, BA, ES, PR, RJ, RN, RS). São mais de 2 milhões de veículos circulando com o novo modelo das placas veiculares.

Tags: Placas Mercosul
A+ A-