Dirigir sem cinto de segurança lidera ranking de multas em Parnamirim

Conduzir veículo sem usar o cinto de segurança é infração grave, com multa de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira.

Da redação, Prefeitura de Parnamirim,
Arquivo FD/Cidades

Dezessete anos depois de ter se tornado obrigatório nas vias urbanas, dirigir sem usar cinto de segurança ainda é uma das principais infrações flagradas pelos agentes de trânsito de Parnamirim. No ano passado, ela ocupou o topo do ranking de multas, com 2.334 autuações, o que representa 20,64% do total, segundo dados da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Setra). Esse número não incluem as multas aplicadas aos passageiros. Em segundo lugar aparece o uso de celular e em terceiro fazer conversões à esquerda em local proibido, comuns nas ruas do entorno da BR-101.

Conduzir veículo sem usar o cinto de segurança é infração grave. São R$ 127,69 de multa e cinco pontos na carteira. No caso de celular, a infração é média - quatro pontos - e a multa de R$ 85,13. No ano passado, os agentes de trânsito de Parnamirim aplicaram 11.792 multas. As estatísticas da Setra não contabilizam as multas aplicadas nas BR-101 e 304, sob responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal, nem das rodovias estaduais que cortam a cidade, como a Rota do Sol, que leva às praias de Cotovelo, Pium e Pirangi do Norte ou a Maria Lacerda, principal corredor de acesso a Nova Parnamirim. Tampouco as multas oriundas de blitze da Lei Seca.

O secretário de trânsito, Eduardo Lincoln, informa que a Setra está celebrando convênio com o Comando da Polícia Rodoviária Estadual para que haja um trabalho integrado em Parnamirim para o disciplinamento do trânsito. Ele também sugere que os proprietários de motonetas comecem a se preocupar com o estado de conversação e emplacamento deste tipo de veículo. "Estamos finalizando o processo para cumprir a lei aprovada na Câmara Municipal que trata das chamadas cinquentinhas."  

No período de transição, os proprietários terão de circular em Parnamirim portando a nota fiscal de compra do veículo. As novas já devem sair emplacadas das concessionárias. De acordo com o Detran, Parnamirim tem hoje 1.388 motonetas e 44 ciclomotores.

Os números também indicam que o motorista está mais consciente quando se trata de infrações com riscos de acidentes fatais, como avançar o sinal vermelho num cruzamento. Mas elas vêm aumentando. Em 2012 foram 40 multas, no ano passado 49 e, em oito meses deste ano, 62.

Valores, pontos e infrações mais comuns
Infrações leves
3 pontos
Valor: R$ 53,20
Estacionar veículos no passeio ou sobre a faixa de pedestre

Infrações médias
4 pontos
Valor: R$ 85,12
Situação: Parar veículo sobre a faixa de pedestre na mudança de sinal
Dirigir com fones de ouvido ou aparelho celular
Deixar de fazer o registro de transferência do veículo no prazo de 30 dias

Infrações graves
5 pontos
Valor: 127,69
Estacionar em local proibido
Não usar cinto de segurança (condutor e passageiros)
Estacionar em fila dupla
Ultrapassar pelo acostamento
Fazer conversão à esquerda em local proibido
Infrações gravíssimas

7 pontos
Valor: 191,54
Avançar o sinal vermelho do semáforo
Dirigir com carteira de habitação vencida
Dirigir sob influência de álcool
Velocidade excessiva
Fazer retorno em local proibido pela sinalização.

Tags: Parnamirim Trânsito
A+ A-