Quase 90 prisões foram registradas na primeira quinzena de outubro

Desse número, 18 foram pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas, porte e posse ilegais de arma.

Rafael Araújo,
Divulgação/Sesed
Foram apreendidas 18 armas, sendo 15 revólveres e 3 pistolas; 84 munições; 10 veículos recuperados; 1,2 Kg de drogas apreendidas.

Na primeira quinzena deste mês de outubro, foram registradas 86 prisões no Rio Grande do Norte, sendo 18 pela Polícia Civil, pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas, porte e posse ilegais de armas, estelionato e crime de pirataria, sendo sua maioria envolvida com a prática ilegal do comércio de drogas.

Já a Polícia Militar prendeu 68 pessoas por roubo, furto, tráfico de drogas, porte e posse ilegais de armas e pessoas em atitude suspeita. Foram apreendidas também 18 armas, sendo 15 revólveres e três pistolas; 84 munições; 10 veículos recuperados; 1,2 Kg de drogas apreendidas e dois foragidos da justiça foram recapturados pelo Comando do Patrulhamento Metropolitano (CPM). Já o comando do Patrulhamento do Interior apreendeu (CPI) cinco armas, sendo quatro revólveres e uma pistola; além de 5,7 Kg de drogas (4,970 Kg de maconha, 60 pedras de crack e 150g de cocaína).

Este trabalho reforça a obrigação da Sesed com a Segurança da população Norte-riograndense após a realização da Operação “Brasil Integrado – Ação Nordeste”, realizada entre os dias 2 e 4 de setembro, resultando em 69 prisões e cumprimento de 86 mandados de busca e apreensão em 19 cidades do Estado, além da “Operação Mercenários”, realizada no dia 26 de setembro, que prendeu sete integrantes de uma quadrilha especializada em roubo, furto e receptação de veículos automotores, além de falsificação de documentos para adulteração de veículos e cartas de habilitação.

O secretário Eliéser Grião Monteiro também informou que a Secretaria também disponibilizou um canal para a população participar das investigações, por meio do Disk Denúncia (181), que está à disposição em tempo integral para coletar informações de possíveis casos. “Precisamos do apoio da população com as denúncias de pontos de venda de drogas, pessoas em atitude suspeita dentre outras ações. Eles terão sua identidade preservada e nós iremos trabalhar em cima das denúncias para prender os criminosos”, informou o secretário.

Eliéser informou ainda que, a Sesed passará a divulgar os dados do número de prisões e apreensões realizadas pela Polícia Civil e Polícia Militar (PM) a cada 15 dias.

A medida foi um compromisso firmado pelo secretário estadual de Segurança, Eliéser Girão Monteiro, que visa transparência acerca das ações das instituições que compõem a secretaria.

Tags: Balanço Outubro Primeira quinzena Prisões Rio Grande do Norte
A+ A-