Marcola e 21 membros da cúpula do PCC são transferidos para presídios federais

Criminosos foram levados para unidades em Mossoró, Brasília e Porto Velho.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Paulo Liebert/Estadão
Marcos Willians Herbas Camacho, conhecido como 'Marcola', o principal líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital.

O governo de São Paulo transfere na manhã desta quarta-feira (13), o principal líder do Primeiro Comando da Capital (PCC) Marcos Willians Herbas Camacho, conhecido como 'Marcola', e outros 21 membros da cúpula da facção criminosa para presídios federais. A operação teve início na madrugada desta quarta.

Eles estão sendo levados para Mossoró, Brasília e Porto Velho. Sete foram transferidos porque haviam sido alvos da operação Echelon em 2018. Outros 15 porque fazem parte da sintonia geral final do PCC, com seu primeiro e segundo escalão. Policiais militares e agentes penitenciários da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) participaram da operação.

O Estado apurou que o plano inicial era esperar alta do presidente Jair Bolsonaro, pois se temia possíveis reações da facção em São Paulo, o que não ocorreu até agora.

Os criminosos foram transferidos por decisão do juiz Paulo Zorzi, corregedor dos presídios, e a pedido do promotor Lincoln Gakiya. "Essa é a maior operação ja feita. Esperamos desarticular momentaneamente a cúpula da facção", afirmou o promotor Gakyia, do Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado de Presidente Prudente.

Todos os presídios de Sao Paulo estão passando por blitze simultâneas para evitar tumultos. A decisão foi tomada pelo secretário da Administração Penitenciária Nivaldo Restivo. Em mais de 100 unidades prisionais do Estado, existe presença de integrantes do PCC.

O governador de São Paulo João Doria dará coletiva às 14 horas para falar sobre a transferência dos presos.

Veja lista dos transferidos:

- Lourinaldo Gomes Flor ('Lori')

- Marcos Williams Camacho ('Marcola')

- Pedro Luís da Silva ('Chacal')

- Alessandro Garcia de Jesus Rosa ('Pulft')

- Fernando Gonçalves dos Santos ('Colorido')

- Patric Velinton Salomão ('Forjado')

- Lucival de Jesus Feitosa ('Val do Bristol')

- Cláudio Barbará da Silva ('Barbará')

- Reginaldo do Nascimento ('Jatobá')

- Almir Rodrigues Ferreira ('Nenê de Simone')

- Rogério Araújo Taschini ('Taschini'/'Rogerinho')

- Daniel Vincius Canônico ('Cego')

- Márcio Luciano Neves Soares ('Pezão')

- Alexandre Cardoso da Silva ('Bradok')

- Julio Cesar Guedes de Moraes ('Julinho Carambola')

- Luis Eduardo Marcondes Machado de Barros ('Du da Bela Vista')

- Celio Marcelo da Silva ('Bin Laden')

- Cristinao Dias Gangi ('Crisão')

- José de Arimatéia Pereira Faria de Carvalho ('Pequeno')

- Alejandro Juvenal Herbas Camacho Marcola Júnior ('Marcolinha')

- Reinaldo Teixeira dos Santos ('Funchal')

- Antonio José Muller Junior ('Granada')

Tags: Marcola Mossoró PCC Presídios federais
A+ A-