Governo reúne Poderes para apresentar situação do sistema prisional

Governadora Fátima disse que cada instituição tem seu papel na segurança pública.

Da redação, Governo do Estado,
Cedida/Governo do Estado
Representantes dos órgãos que fazem parte do Gabinete de Gestão Integrada estiveram reunidos na Governadora nesta quinta-feira.

A governadora Fátima Bezerra se reuniu, nesta quinta-feira (6), na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), com representantes dos órgãos que fazem parte do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) para detalhar as medidas que foram tomadas nos últimos dias em relação ao sistema prisional do Estado e a segurança pública e mobilizar todas as instituições de maneira preventiva.

“Deixamos claro para a sociedade a responsabilidade de chamar os demais poderes e instituições para que juntos cada um possa fazer seu papel para garantir a tranquilidade e a segurança do povo do Rio Grande do Norte”, afirmou a governadora Fátima Bezerra.

Sobre a situação atual das prisões no Estado, o secretário de Segurança Pública, coronel Francisco Araújo, informou que o sistema de segurança pública e o sistema de administração penitenciária estão acompanhando todas as ações. “Nós estamos acompanhando tudo e fazendo o controle de todo o sistema. Estamos agindo de forma integrada, a segurança e o sistema prisional”, falou.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira, destacou que o Governo do Estado tem mostrado capacidade para enfrentar os problemas da segurança pública. “Pudemos observar o espírito de equipe que todos os órgãos demonstraram. Graças a isso a segurança pública do Estado pode passar a tranquilidade necessária para a população, mesmo com a ameaça constante do crime organizado”.

Já para o vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Virgílio Macêdo Júnior, a sociedade é quem mais ganha com o trabalho em conjunto entre os poderes. “Estivemos aqui para tratar da segurança pública, que é um dos assuntos mais delicados para a população. Essa integração traz um benefício muito grande para a sociedade”.
 
Para o procurador geral de Justiça, promotor Eudo Rodrigues Leite, o fato da reunião ter ocorrido de forma preventiva irá auxiliar nos próximos passos da segurança pública. “O efeito mais importante é estabelecer protocolos de atuação, de como será gerido se alguma crise venha a acontecer. Esperamos que possa acontecer cada vez mais e cada instituição possa ajudar de alguma forma”.
 
Estiveram presentes na reunião o vice-governador, Antenor Roberto, secretários de Estado, integrantes das forças de segurança do Estado, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Ministério Público Estadual, Tribunal de Justiça do Estado, Defensoria Pública do Estado, Exército Brasileiro e Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Ordem dos Advogados do Brasil.

Tags: Governo do Estado Segurança Pública Sistema prisional
A+ A-