'Esperamos uma redução nos índices de violência', diz coronel Alarico

Comandante-geral da PM afirma que isolamento social também contribui para segurança pública.

Rafael Araújo,
Fladson Soares/Nominuto
Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, falou sobre a atuação da PM em meio à pandemia do novo coronavírus.
A pandemia do coronavírus (Covid-19) tem alterado o cotidiano das pessoas e forçando boa parte da população a ficar em casa, em isolamento social. Apesar dessa situação de emergência para conter a proliferação do vírus ter efeitos nocivos, principalmente a economia, há um lado positivo. De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, isso pode provocar uma redução nos índices de violência no Estado.

“O decreto de isolamento social, que determinou fechamento de vários estabelecimentos, entrou em vigor no último sábado. E, por isso ainda não temos como apontar se essa situação tem provocado redução nos índices de criminalidade. Contudo, uma coisa é certa, se tem menos pessoas circulando nas ruas, há uma disponibilidade menor para que os infratores cometam crimes. Por isso, esperamos sim uma redução nos índices de violência”, destacou o comandante da PM.

O coronel destacou ainda que, neste momento, além do serviço ostensivo contra a criminalidade, a Polícia Militar também tem atuado para garantir que os estabelecimentos mantenha as portas fechadas para evitar a proliferação do vírus, assim como determina o decreto do Governo do Estado.

“Muitas pessoas tem ligado para denunciar estabelecimentos que estão abrindo. E com isso, a PM está indo até o local e orientando que o comércio seja fechado em cumprimento ao decreto. Até o momento todos os comerciantes têm atendido a ordem só com a passagem da viatura”, frisou Alarico Azevedo, destacando que os policias militares ainda não precisaram usar a força policial para conduzir pessoas à delegacia por desobediência. 

A reportagem também procurou a Polícia Civil para falar sobre a situação da Segurança Pública em meio à crise causada pela pandemia do coronavírus, no entanto, a entidade não quis se pronunciar por não estar em posse de dados estatísticos.

Tags: Coronavírus Isolamento social Polícia Militar Quarentena Segurança Pública
A+ A-