Corpo de Bombeiros divulga balanço de atendimentos durante a Copa

Corporação registrou 1.335 atendimentos durante o período o Mundial em todo o RN.

Corpo de Bombeiros,

SELO-COPAO Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBM) intensificou, desde o início da Copa do Mundo, no dia 12 de junho, em toda região metropolitana, suas ações preventivas e de salvamentos. Visando atender as demandas deste período, o CBM manteve diariamente um efetivo de 317 militares no serviço operacional. Além de bombeiros potiguares, ao todo 187, contou ainda com o apoio de militares do Pará (06), Maranhão (12) e da Força Nacional de Segurança (112).

Até a última quarta-feira (25) o Corpo de Bombeiros registrou, na região metropolitana, 1.335 atendimentos com relação direta e indireta com a Copa. Do total de ações registradas neste período, 1.333 ocorreram no litoral, uma na BR 304 e um nas proximidades da Arena das Dunas. Das ocorrências na orla, 23 foram salvamentos aquáticos, 10 atendimentos pré-hospitalar e 2.300 ações entre preventivas e de advertências (como forma de orientação).

Considerando o quantitativo de salvamentos, em que os bombeiros tiveram que intervir para retirar banhistas do mar que estavam sendo levados por correntes marítimas, a praia do Forte liderou as estatísticas com 7 ocorrências, seguida por Pipa (4), Genipabu (3), Artistas (2), Meio(2), Tibau do Sul (2), Barra do Cunhaú (2) e Buzius (1).

Deste total, dois eram estrangeiros (um alemão e outro americano) e os demais eram residentes brasileiros. A corporação ainda registrou dois óbitos por afogamento, na praia de Areia Preta, numa área pouco frequentada por banhistas. O fato, ocorrido no dia 19 deste mês, envolveu dois irmãos adolescentes do Rio de Janeiro, um de 13 e outro de 16 anos, que estavam em férias, em Natal, visitando familiares. As buscas duraram dois dias. Os corpos dos jovens foram resgatados e transportados de volta ao Rio de Janeiro.

Ao todo 144 militares foram escalados para realizarem atividades de prevenção e resgate em situações de afogamentos. Vinte e dois postos de guarda vidas foram montados no litoral norte, urbano e sul, compreendendo uma faixa litorânea de aproximadamente 145 Km.

Os pontos fixos escolhidos foram nas praias de Barra do Rio, Genipabú, Santa Rita, Redinha, Forte, Meio, Artistas, Areia Preta, Via Costeira, Ponta Negra, Pirangi do Norte, Búzios, Arituba, Camurupim, Tibau do Sul, Pipa e Barra do Cunhaú.

Tags: copadomundo corpodebombeiros
A+ A-