Adepol entrega sugestões de projetos ao governo nesta sexta-feira

Ato de entrega acontece na sede da associação, na Via Costeira, ao meio-dia.

Da redação,

Adepol-pA Associação de Delegados da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Adepol) entregará ao Governo do Estado, nesta sexta-feira (25), um conjunto de projetos idealizados para otimizar os serviços prestados pelos policiais civis. Esta semana a polícia judiciária completou 38 anos e a associação aproveita a data para oferecer à população novas ideias que devem - caso aprovadas - melhorar o trabalho da Polícia Civil substancialmente.

O ato de entrega acontece na sede da associação, na Via Costeira, ao meio-dia. Foram convidados representantes da classe política, secretários de estado, membros de instituições como a Ordem dos Advogados do Brasil e Ministério Público. Também estarão presentes os professores da UFRN que promoveram a pesquisa pública em parceria com a Adepol chamada “Eu decido a segurança do RN”, em agosto do ano passado. O estudo foi transformado em dissertação de mestrado e aprovado recentemente pelo corpo docente da universidade.

"A Adepol honrará um compromisso firmado no ano passado, quando entregou a pesquisa pública à governadora, então candidata, Fátima Bezerra. Na ocasião, nos comprometemos em contribuir com ações e projetos capazes de aperfeiçoar a prestação do serviço de segurança pública”, disse a presidente da Adepol, delegada Paoulla Maués.

Segundo o professor Felipe Zumba, que defendeu a dissertação de mestrado, é interessante que o governo invista em inteligência policial voltada a combater o tráfico de drogas, roubos e homicídios, crimes que despertam maior clamor social.

“De modo geral, deve-se levar em consideração a necessidade de interiorizar a atuação da inteligência policial, essa demanda está demonstrada no fato da opção tráfico de drogas está mais presente na  população da Mesorregião Agreste e Central.

A pesquisa também levantou os principais problemas enfrentados nas demais localidades, na mesorregião Leste foi identificado que a problemática se concentra nos elevados níveis de roubo e homicídio, já na mesorregião Oeste os crimes mais citados foram roubo e tráfico de drogas. Além disso, a população elegeu como prioridades: aumento do efetivo policial e políticas públicas preventivas”, concluiu o professor Zumba.

Entre os projetos propostos pela Adepol está a ampliação da inteligência policial, através da criação dos núcleos no interior do estado, e a premiação às equipes policiais que aumentarem a resolutividade desses crimes.

Tags: Adepol entrega de projetos Governo do Estado
A+ A-