17 presos de Manaus são transferidos para penitenciária federal de Mossoró

Movimentação dos detentos para o RN acontece após massacre em presídio do Amazonas.

Da redação,
Dezessete presos do Amazonas foram transferidos para presídio federal de Mossoró na noite desta quinta-feira.

Dezessete presos envolvidos no massacre de 55 detentos de presídios do Amazonas foram transferidos para a Penitenciária Federal de Mossoró na noite desta quinta-feira (30). Segundo comunicado do governo amazonense, mais de 17 apenados foram transferidos das unidades prisionais locais para penitenciárias federais.

Outros nove detentos já haviam sido transferidos de Manaus na terça (28). Três foram para a penitenciária federal de Brasília e seis para Catanduvas, no Pará. A transferência acontece após o massacre de presos em unidades de Manaus, no domingo (26) e na segunda-feira (27).

A medida atende a uma solicitação do governo do Amazonas ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. De acordo com o governo estadual, as primeiras nove transferências ocorreram na terça-feira (28) e realocaram detentos identificados como uma ameaça à ordem do sistema de segurança.

"Os locais para onde os presos serão transferidos ficam a cargo do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Para serem transferidos, os detentos devem atender a requisitos técnicos e jurídicos, somados aos dados de inteligência que comprovem a necessidade do envio dos mesmos para estabilizar o sistema", informou o portal do governo amazonense.

No último domingo (26), 15 presos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, foram mortos no interior do presídio. Na segunda-feira (27), outros 40 presos foram mortos na mesma unidade e em outros três estabelecimentos prisionais da capital: Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat); Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM 1) e Unidade Prisional do Puraquequara (UPP).

Tags: Segurança Pública
A+ A-