Unicat dispõe de alimentação especial para crianças com APLV

Para quem reside na capital o cadastro é feito no Centro de Saúde do Alecrim.

Da redação, Sesap,

Para as crianças que têm até 2 anos e apresentam alergia à proteína do leite de vaca (APLV), a Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) dispõe de fórmulas especiais para os pacientes com essa doença, que não moram em Natal. Para quem reside na capital o cadastro é feito no Centro de Saúde do Alecrim.

Porém antes de procurar a Unicat, a criança deve passar por uma avaliação clínica com um médico gastropediátrico no Hospital de Pediatria da UFRN (Hosped), que fica por trás da Maternidade Januário Cicco. Com o laudo do médico em mãos, o responsável deve procurar a Unicat para fazer um cadastro, levando também: cópia da certidão de nascimento da criança, cópia do cartão do SUS, cópia do comprovante de residência no nome do pai ou da mãe  e cópia do documento de identificação do pai ou da mãe.

Outra Unidade que faz a avaliação  de criança com APLV é o Hospital Maria Alice, localizado na Zona Norte, no Ambulatório de Alergia Alimentar, que além da avaliação, faz o cadastro e entrega as fórmulas, não precisando que o responsável pelo paciente se desloque até a Unicat.

Segundo a nutricionista da Unicat, Tathianne Cortez,  a alimentação é disponibilizada apenas para as crianças com APLV e não para quem tem intolerância a lactose, que são situações clínicas diferentes. “A alergia ao leite de vaca é uma reação do sistema imunológico à proteína do leite, já a intolerância à lactose é decorrente da falta ou diminuição de enzimas intestinais que digerem o açúcar do leite”.

Tags: alergia alimentação especial APLV proteína do leite de vaca Sesap Unicat
A+ A-