Tradicional Baile de Máscaras abre oficialmente Carnaval em Natal

Segundo o secretário de Cultura, Dácio Galvão, festa vem sendo preparada desde dezembro.

Fátima Elena Albuquerque,
Fladson Soares/Nominuto.com
Segundo Dácio Galvão, o processo de redemocratização do País impulsionou a nação para a rua e o carnaval é uma festa que cresce cada vez mais.

O Carnaval em Natal será aberto nesta quinta-feira (28) com o tradicional Baile de Máscaras, no Largo do Atheneu e a entrega da chave da cidade pelo prefeito Álvaro Dias para o Rei e a Rainha da folia de Momo. A abertura da festa ficará sob o comando da potiguar Nara Costa e do baiano Carlinhos Brown.

Segundo o secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão, a festa vem sendo preparada desde o mês de dezembro. “Nossa expectativa é que o carnaval deste ano será ainda maior que o do ano passado, até porque aumentamos o número de polos carnavalescos. Este ano serão seis, com o acréscimo do polo Nazaré, na zona oeste”, afirmou ele durante entrevista hoje ao programa RN Acontece.

O secretário pontuou que essa era uma demanda dos últimos anos e o prefeito Álvaro Dias, mostrando muita sensibilidade e atendendo a um apelo dos moradores da região, determinou a criação do polo. Para ele, o carnaval de Natal ganhou vida própria e essa fórmula implementada há alguns anos mostrou-se acertada, tendo recebido pequenos ajustes para 2019.

DACIo-H2

Na opinião de Dácio Galvão, o processo de redemocratização do País impulsionou a nação para a rua e o carnaval, que é uma festa popular, vem crescendo em todo o Brasil, e Natal está incluída nisso. “Antigamente, os blocos de elite compartimentavam um segmento da sociedade. Hoje, não. Tem-se todas as classes integradas, participando desse grande fenômeno nacional”, destacou.

Subirão aos palcos montados nos seis polos do Carnaval Multicultural de Natal (Ribeira, Ponta Negra, Petrópolis, Redinha, Centro Histórico e Zona Oeste) artistas locais e nacionais do calibre de Roberta Sá, Alexandre Pires, Margareth Menezes, Antônio de Pádua, Paralamas do Sucesso, Titãs, Monobloco, Ricardo Chaves, Casuarina, Banda Grafith, Sidney Magal, Cavaleiros do Forró, Capilé e Circuito Musical.

De acordo com o secretário, serão mais de 300 músicos se apresentando nos palcos ao lado das atrações nacionais. Nas bandas de frevo e orquestras pé no chão serão outros 1.500 músicos animando a folia nos quatro cantos da cidade. “A contratação de artistas locais em seus diversos estilos e gêneros representa mais de 90% da programação”, disse Dácio Galvão. Ele também ressaltou que os foliões, artistas e produtores têm a disposição toda a logística e infraestrutura com segurança e mobilidade.

Confira a entrevista:


AMS
Tags: Dácio Galvão RN Acontece
A+ A-