Secretários serão técnicos, mas com sensibilidade política, diz Antenor Roberto

Vice-governador eleito do RN está disposto a colaborar com todas as demandas solicitadas.

Fátima Elena Albuquerque,
Fladson Soares/Nominuto.com
Antenor Roberto explicou que a governadora eleita irá valorizar os partidos políticos, especialmente os que a apoiaram para que alcançasse a vitória.

Perfil do secretariado da governadora eleita do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) será técnico, mas com sensibilidade política. Foi o que afirmou o vice-governador eleito, Antenor Roberto (PcdoB), em entrevista nesta quarta-feira (31) ao programa RN Acontece. Ele disse não estar autorizado a falar sobre nomes que irão integrar o novo governo, a partir de 2019, mas disse estar disposto a colaborar com todas as demandas que lhe forem solicitadas pela futura Chefe do Executivo.

Ele explicou que a governadora eleita irá valorizar os partidos políticos, especialmente os que a apoiaram para que ela alcançasse a vitória. “Entretanto, o que Fátima vai cobrar das indicações que forem feitas é a competência e o critério técnico”.

ANTENOR-H2

Antenor Roberto também falou sobre as contribuições que o PCdoB poderá dar ao governo de Fátima Bezerra. “Nós temos experiência. Já participamos do governo Wilma de Faria na área da reforma agrária, participamos do governo Robinson na área de esportes, já participamos de experiência de região metropolitana e tem os quadros nas áreas de saneamento e de desenvolvimento”, destacou.

Segundo Antenor Roberto, uma característica importante para o governo de Fátima é que ela terá que, ao mesmo tempo ser uma liderança de todo o processo e ter a capacidade de compartilhar as informações. “A governadora tem que se livrar de qualquer tipo de tensionamento e colocar a grande política à frente. A política pública, do direito administrativo e dos interesses republicanos. Ela pode escutar muitos, mas a responsabilidade de decisão é dela”, ressaltou.

O vice-governador disse ainda que uma característica do futuro governo, que irá ajudar a evitar dispersão no grupo, é a capacidade de diálogo. “Fátima está preparada e conhece bem os problemas do Rio Grande do Norte. Foi uma parlamentar que saiu do gabinete de Brasília para as ruas dos municípios do Estado”.


Confira a entrevista:


AMS

Tags: Antenor Roberto RN Acontece
A+ A-