Nereu Linhares acredita que Estados serão incluídos na reforma da Previdência

Presidente do Ipern disse que governo federal e deputados fizeram um “blefe” na apresentação do relatório na Câmara.

Flávio Oliveira,
Fladson Soares/Nominuto
“Retirar estados e municípios não faria o menor sentido”, disse Nereu Linhares em entrevista para o RN Acontece.

O presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais (Ipern), Nereu Linhares, disse em entrevista para o programa RN Acontece da Band, que acredita que os estados e municípios deverão ser incluídos na reforma discutida em Brasília, pela Câmara dos Deputados.

Linhares acredita que o governo federal e parlamentares fizeram um “blefe” a retirada da medida do parecer apresentado na Comissão Especial pelo relator Samuel Moreira (PSDB-SP). “Eu não acredito que vá ficar fora, não. Eu acredito que isso foi um blefe. Isso é um blefe do governo. Porque a reforma não faz sentido se não incluir estados e municípios. A grande reforma da União, com relação aos servidores públicos da União, já foi feita. Hoje, o servidor da União já tem a previdência complementar. Ele já tem o escalonamento de pensão com as regras de carência. Então, a diferença que faria para essa reforma, em matéria financeira, seria incluir estados e municípios. Ele já prevê a possibilidade de reinserção. Claro que vai inserir”, argumentou o presidente do Ipern.

De acordo com Nereu, os entes federativos aguardam a resolução da questão ainda no Congresso Nacional e mantêm a cautela. “Os governantes de todo e qualquer estado, é óbvio que está esperando que seja resolvida essa questão a nível nacional. Porque não faz sentido um governo estadual de nenhum estado idealizar uma reforma e aguardar que venha a reforma a nível federal, que venha alterando completamente a situação.

nereu-h2

Entre as medidas polêmicas, está a possibilidade de aumento da alíquota de desconto dos servidores, que no caso do Rio Grande do Norte é de 11% dos vencimentos. “Claro que há probabilidade de um aumento de alíquota”, pontua.

Apesar da confiança do presidente do IPERN de que a nova Previdência já inclua os estados, Nereu Linhares afirmou que, na hipótese da necessidade de uma reforma também no RN, o governo deverá buscar um entendimento com os servidores. “O governo espera o que vai ser aprovado. Porque qualquer atitude que for ser tomada no Rio Grande do Norte, já disse a governadora Fátima Bezerra, ela será objeto de discussão com os principais interessados, que são as categorias, são os servidores. Coisa que nunca se fez nesse estado”.


Confira a entrevista na íntegra:


FO.

Tags: Reforma da Previdência RN Acontece
A+ A-