Jornalista acredita em alterações no cenário eleitoral no RN

Partidos ainda estão finalizando as atas para apresentá-las à Justiça Eleitoral.

Fátima Elena Albuquerque,
Fladson Soares/Nominuto.com
Segundo o jornalista Alexandre Cavalcanti, o governador Robinson Faria conseguiu se recuperra do ponto de vista político, e possui a coligação mais forte na disputa.

O cenário eleitoral no Rio Grande do Norte poderá sofrer alterações, segundo o jornalista Alexandre Cavalcanti Neto. Em entrevista nesta segunda-feira (6) ao programa RN acontece, ele disse ter solicitado a um presidente de partido no Estado a nominata de candidatos a deputados federais e estaduais, entretanto, o dirigente pediu que ele aguardasse, pois o partido ainda estava fechando a ata e muita coisa ainda poderia mudar, apesar de não ser garantida a homologação pela Justiça Eleitoral após o prazo estipulado.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), apesar de existir a brecha para a recomposição de candidatos, cada pedido de homologação será analisado de forma individual pelos ministros da Corte após análise detalhada das argumentações apresentadas pelos partidos.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos políticos e coligações formadas para a disputa nas Eleições de 2018 terão até as 19h de 15 de agosto para requerer à Justiça Eleitoral os registros dos candidatos escolhidos nas convenções partidárias.

ALE-h2

Para terem tais registros deferidos pelos Tribunais Eleitorais, os candidatos a presidente da República, a senador, a governador de Estado, a deputados federal, estadual ou distrital devem cumprir todas as condições de elegibilidade e não incorrer em nenhuma das causas de inelegibilidade previstas na legislação eleitoral (Lei Complementar n° 64/90).

Alexandre Cavalcanti também fez uma análise das candidaturas ao governo do Estado e afirmou que o atual governador e candidato à reeleição, Robinson Faria (PSD), está com a coligação mais forte. “Nunca vi um homem com tanta vontade de ganhar a eleição como Robinson Faria”, destacou o jornalista. Para ele, do ponto de vista político, o governador se recuperou e conseguiu atrair 12 partidos em torno de sua candidatura.

Já em relação à candidata Fátima Bezerra (PT), o jornalista acredita que ela seja a que menos tem o desejo de ganhar a eleição deste ano. “Digo isso pela chapa que ela compôs, que é muito fraca, com todo o respeito ao vice, Antenor Roberto, e aos candidatos ao Senado Federal, Alexandre Motta e Zenaide Maia”, disse.


Confira o vídeo: 


AMS

Tags: Alexandre Cavalcanti RN Acontece
A+ A-