Eleitores podem solicitar transferência temporária do título até 23 de agosto

Pedido pode ser feito em qualquer cartório eleitoral.

Fátima Elena Albuquerque,
Daniel Dantas/Nominuto.com
Segundo Tyronne Dantas, o eleitor em trânsito com o título transferido temporariamente poderá votar em todos os seus candidatos, caso esteja no RN.

Os eleitores que estarão fora do seu domicílio eleitoral no dia 3 de outubro têm até o dia 23 de agosto para solicitar a transferência temporária do título. Com o fato de as eleições este ano serem gerais, com escolha para presidente, governadores, senadores e deputados, o eleitor em trânsito com o título transferido temporariamente poderá votar em todos os seus candidatos, caso esteja dentro do Estado do Rio Grande do Norte. Se estiver em outro Estado, poderá votar apenas para presidente e vice-presidente da República.

A transferência temporária de eleitor foi regulamentada pela Resolução TSE nº 23.554/2017. A norma estabelece que nas eleições gerais é facultada aos eleitores a transferência temporária de seção eleitoral para votação no primeiro turno, no segundo turno ou em ambos, desde que previamente habilitados junto a um cartório eleitoral.

TAY-H4

O coordenador de Logística do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Tyronne Dantas, em entrevista hoje (11) ao programa RN Acontece, explicou que atualmente existem quatro tipos de transferência temporária e uma delas é o voto em trânsito, que também tem alteração. “Não apenas os eleitores que se encontram na capital, mas também os que estão em cidades com mais de 100 mil eleitores vão poder transferir temporariamente o seu título para que possam votar no lugar em que estejam no primeiro ou no segundo turno”.

Aqueles militares que estiverem em serviço no dia da eleição também poderão solicitar transferência temporária para votar em qualquer local de votação, ainda que no mesmo município do seu domicílio eleitoral. Ainda segundo Tyronne Dantas, podem requerer essa transferência os eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida, principalmente aqueles que ainda não tenham solicitado transferência para seção especial. “Eles poderão solicitar transferência temporária para uma seção com acessibilidade dentro do mesmo município de seu domicílio eleitoral”, disse.

Para todos esses tipos de transferência temporária, basta o eleitor comparecer a qualquer cartório eleitoral e indicar em qual das capitais estará presente – de passagem ou em deslocamento – no primeiro e no segundo turno das eleições.


Confira o vídeo:


AMS
Tags: RN Acontece transferência temporária de eleitor TRE Tyronne Dantas
A+ A-