Destinos potiguares estão custando mais caro que os paraibanos

Viagens aéreas a partir de João Pessoa chegam a custar 112% a menos que a partir de Natal.

Fátima Elena Albuquerque,

Apesar de o Governo do Estado ter concedido a redução do preço do querosene de aviação, a fim de que as companhias aéreas reduzissem os preços das passagens aéreas, não foi isso o que ocorreu. Para quem pretende viajar pelo Brasil durante o mês de abril, comprar os bilhetes saindo de João Pessoa, ao invés de Natal, vai representar uma economia de 22,5%.

A constatação foi feita pelo jornalista Octávio Santiago, responsável pelo site Agora Eu Voo, especializado em barganhas de viagens. Em entrevista nesta segunda-feira (18) ao programa RN Acontece, ele disse que em algumas datas, a diferença chega a ser de 112%, ficando o trecho R$ 359 mais barato.

“O passo foi dado pelo Governo do Estado, mas as companhias não deram a contrapartida social. Os preços, ao invés de serem reduzidos, acabaram aumentando, acompanhando uma busca maior pelo destino turístico do RN. É a lei da oferta e da procura, ou seja, a demanda pelo Estado acaba encarecendo as passagens”, explicou Octávio Santiago.

O Agora Eu Voo simulou viagens nos 30 dias do mês de abril para São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Brasília, destinos para os quais Natal e João Pessoa possuem voos regulares diretos. Foram 240 simulações ao todo a partir das duas cidades. A capital federal é a que custa menos saindo da Paraíba: as passagens são em média 26,9% mais baratas.

O jornalista disse ainda que Natal possui muito mais voos do que João Pessoa e a demanda de turistas que procuram RN também é bem maior. “O reflexo são preços mais altos das passagens aéreas. Só que há uma renúncia fiscal para que esses preços sejam reduzidos”, destacou.

Na opinião de Octávio Santiago, o Governo do Estado precisa cobrar das empresas aéreas a contrapartida em face da redução do ICMS no preço do querosene de aviação. “A sociedade também precisa questionar. Não faz sentido essa cobrança exagerada nas passagens aéreas para o viajante potiguar”, afirmou.


Confira a entrevista:


Tags: Octávio Santiago RN Acontece
A+ A-