Aldo Medeiros quer transparência sobre as coisas que acontecem na OAB

Presidente eleito disse que esse será um dos pontos essenciais na sua administração.

Fátima Elena Albuquerque,
Fladson Soares
Aldo Medeiros quer pôr em prática as propostas apresentadas à classe durante a campanha, como a busca da independência da OAB como entidade.

Eleito presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte com 41% dos votos válidos, o que representam 2.059 votos, o advogado Aldo Medeiros vai administrar uma entidade com grande representatividade na sociedade e um orçamento de mais de R$ 9 milhões por ano. Para ele, será uma missão que exigirá dedicação e responsabilidade.

Em entrevista nesta sexta-feira (30) ao programa RN Acontece, o presidente eleito da OAB afirmou que a Ordem sempre foi a casa da democracia no país, que tem um papel bem definido pela Constituição Federal na defesa da ordem democrática e da advocacia como instrumento da ampla defesa de todas as pessoas. “É o papel mais nobre que exerce o profissional do Direito que escolhe seguir pelo caminho da advocacia”, afirmou.

RN-H22

Durante sua campanha, Aldo Medeiros defendeu o trabalho com foco na união dos advogados potiguares e o resgate do protagonismo da classe. Passada a eleição, o novo presidente quer pôr em prática as propostas apresentadas à classe. “Primeiramente, buscaremos a independência da OAB como entidade. Temos que estar atrelados apenas ao interesse da advocacia e da democracia”, disse.

O presidente eleito também defende a transparência sobre as coisas que acontecem na OAB, como os atos que a entidade está a praticar e o emprego dos recursos. “Isso é uma questão essencial. Depois da defesa das prerrogativas dos advogados, é o ponto mais importante para a advocacia – saber o que está acontecendo na OAB”, destacou.

Questionado sobre em que a OAB pode ajudar na discussão do cenário político do RN, Aldo Medeiros explicou que o Estado vive um período de dificuldade por causa do radicalismo que se instalou na sociedade. “Temos uma sociedade que vive uma crise ética e isso tem dificultado os caminhos. Mas isso só aumenta a responsabilidade da OAB. Temos que ser uma entidade extremamente transparente e democrática”, afirmou.


Confira a entrevista:


AMS

Tags: Aldo Medeiros OAB RN Acontece
A+ A-