Acidentes com escorpiões podem ser evitados pela população

Cuidar da limpeza da casa e proteger frestas de portas são algumas das medidas de prevenção.

Fátima Elena Albuquerque,
Daniel Dantas/Nominuto.com
Segundo Osmar Policarpo, o aumento do número de acidentes com escorpiões está ligado diretamente à questão da limpeza das residências.

Os períodos chuvosos sempre provocam um maior aparecimento de escorpiões.  No ano passado foram registrados mais de 4 mil acidentes com esse animal peçonhento, dos quais mais de mil em Natal. Para se ter uma ideia, as picadas de escorpiões são responsáveis por mais mortes no Brasil do que as picadas de cobras. O animal, que tem em média 12 cm, é noturno, discreto e prefere se esconder em lugares escuros e úmidos.

De acordo com Osmar Policarpo, coordenador do Centro de Assistência Toxicológica do Rio Grande do Norte (Ceatox), o aumento do número de acidentes com escorpiões está ligado diretamente à questão da limpeza das residências, pois os bichos vivem em entulhos e se alimentam de baratas.  E no inverno, a situação piora. “Isso acontece porque eles são desalojados de suas tocas e também pela utilização de venenos. As pessoas acham que o veneno mata o escorpião, mas não é verdade. Apenas espanta-o e ele acaba entrando nas residências”, explicou o coordenador, durante entrevista nesta terça-feira (17) ao programa RN Acontece.

Rn-H21

Para Osmar Policarpo, o que resolve o problema é limpar o entorno das residências, principalmente os quintais. “Proteger as frestas das portas e janelas, fechar os ralos dos banheiros, cuidar da limpeza e prestar atenção ao vestir roupas e calçar sapatos são medidas que a população pode adotar para se proteger. Onde tem barata, tem escorpião, pois é o alimento preferido dele”, disse.

Para orientar a população sobre o que fazer depois dos acidentes e o tratamento médico, Osmar Policarpo informou que o Ceatox disponibiliza um serviço gratuito de telefone e registra todas as ocorrências: 98803-4140 ou 98132-6526. O Centro também presta orientação sobre todo e qualquer tipo de informação sobre intoxicações.

Em caso de acidentes, a orientação é lavar imediatamente a área com água e sabão e buscar atendimento médico. Outra dica é nunca tentar sugar o sangue do local da picada ou passar alimentos e medicamentos. Apenas uma picada do escorpião, que tem o veneno no ferrão, na ponta da cauda, pode matar pessoas que fazem parte do grupo de risco, como crianças menores de 12 anos e idosos. 


Confira o vídeo:


AMS
Tags: Ceatox Osmar Policarpo RN Acontece
A+ A-