Servidores da saúde paralisam atividades no Walfredo Gurgel contra atrasos de salários

Apesar da parada de 24h, categoria decide hoje se acata proposta do governo para pagamento dos vencimentos.

Rafael Araújo,
Cedidas/Sindsaúde
Servidores da Saúde realizam "apagão" de 24h em frente ao Hospital Walfredo Gurgel, em protesto contra os salários atrasados.
Os servidores da saúde iniciaram hoje (10) uma paralisação de 24h no Hospital Walfredo Gurgel, maior unidade hospitalar do Estado. Segundo a coordenadora do Sindicato dos Servidores em Saúde (Sindsaúde), Simone Dutra, a suspensão das atividades ocorre também nas demais unidades, mas a greve pode acabar ainda nesta quinta, após assembleia que será realizada pela categoria à tarde.

“A paralisação está sendo realizada em todos os hospitais, mas no Walfredo Gurgel estamos chamando de “apagão”, pois os servidores não estão subindo para fazer a troca de plantão. No entanto, os que estão lá desde ontem estão realizando os atendimentos com o quantitativo que já está lá”, afirmou Simone Dutra.

A paralisação dos servidores da saúde acontece um dia após o Fórum dos Servidores acatar proposta do governo para o pagamento dos salários de janeiro e os encaminhamentos adotados para quitação dos salários atrasados, deixados pela administração anterior.

ProtestoSindsaudeWalfredoGurgel

De acordo com o governo, pela nova proposta ficou decidido que nesta sexta-feira (11) será feita a antecipação de 30% do salário bruto dos ativos, inativos e pensionistas, exceto os servidores da segurança pública, que receberão os salários integrais na quarta-feira (16) e os dos órgãos que têm arrecadação própria.

Apesar do Fórum dos Servidores ter acatado a proposta, o sindicato da saúde irá decidir na tarde desta quinta-feira (10), durante assembleia da categoria, se irá ou não aceitar a proposta oferecida ontem pelo Governo do Estado. Durante reunião, os sindicalistas do Sindsaúde também irão decidir se levam à frente um indicativo de greve a ser iniciado a partir da próxima segunda-feira (14). 

Tags: Rio Grande do Norte
A+ A-