Papa Francisco aceita pedido de demissão de Dom Vilson, bispo de Limeira

Bispo está sob investigação por suspeita de acobertar casos de abuso sexual e extorsão.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Imprensa do Vaticano
Dom Vilson Dias de Oliveira, bispo de Limeira, se encontrou com o papa Francisco no Vaticano em 2014.

O papa Francisco aceitou o pedido de demissão do bispo de Limeira Dom Vilson Dias de Oliveira, informou o Vaticano nesta sexta-feira (17), em um comunicado. O bispo está sob investigação por suspeita de acobertar casos de abuso sexual e extorsão.

Em carta de despedida, o bispo reconheceu suas "limitações", apontando que "nesses últimos meses enfrentamos todo tipo de cruzes, por meio de ataques à nossa Igreja Particular de Limeira, a mim e a vários presbíteros". "Hoje me despeço de vocês como Bispo Diocesano e peço minha renúncia por amor à Igreja de Cristo e pelo bem desta Diocese."

O Vaticano anunciou que Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida, será o administrador apostólico "sede vacante" da diocese.

Em fevereiro, o Vaticano interveio em uma diocese brasileira em razão das denúncias de suposto abuso de coroinhas por um padre e desvio de dinheiro de fiéis por um bispo no interior paulista. Os crimes teriam sido registrados em Americana, Araras e Limeira.

Um dos investigados era Vilson Oliveira, suspeito de fraude e de ser omisso em relação às denúncias de abuso.

Tags: Igreja Católica Papa Francisco
A+ A-