Arquidiocese de Natal suspende celebrações com participação dos fiéis

Decreto estabelece que missas sejam transmitidas ao vivo para que os fiéis possam acompanhar de casa.

Da redação,
Arquivo/Arquidiocese de Natal
Missa celebrada pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha, na Catedral Metropolitana de Natal. Celebrações serão transmitidas remotamente.

SELO-CORONA-100A Província Eclesiástica de Natal publicou um decreto com novas orientações pastorais frente à pandemia do novo coronavírus (COVID-19). O texto traz a suspensão, por tempo indeterminado, de todas as celebrações Eucarísticas com a participação do povo.

A medida vale para as Igrejas, Capelas, Santuários e casas de consagrados que se encontram nos territórios da Arquidiocese de Natal e das Dioceses de Mossoró e de Caicó.

O documento determina ainda que as missas sejam celebradas a portas fechadas, na Igreja Catedral e na Matriz de cada paróquia, com uma reduzida equipe de celebração, sendo transmitidas, ao vivo, pela internet e/ou por emissoras de rádio. Os fiéis poderão ainda assistir às missas pelas emissoras de TV de inspiração católica.

Outro artigo do decreto estabelece que as confissões devem ser realizadas somente em caso de real necessidade, tomando os devidos cuidados, assim como o Sacramento da Unção dos Enfermos e a Celebração das Exéquias.

No tocante às celebrações do Sacramento do Matrimônio e do Batismo, a recomendação é que sejam transferidas para um tempo oportuno. Não sendo possível a transferência de Matrimônio, seja celebrado em privado, com reduzido número de pessoas.

Apesar das restrições, os templos devem permanecer abertos para que os fiéis possam fazer as suas orações particulares, respeitando as normas sanitárias já dispostas. O texto reforça o pedido para que principalmente os idosos e o público de risco permaneçam em suas casas como uma medida protetiva, "em espírito quaresmal de oração e penitência".

Tags: Arquidiocese de Natal Coronavírus
A+ A-