'Não temos a pretensão de ser governo', diz Baleia Rossi, presidente do MDB

Deputado disse que legenda não medirá esforços para que pauta econômica tenha sucesso no Congresso.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Agência Câmara
Presidente do MDB, Baleia Rossi disse que criação de uma comissão mista para discutir a proposição deverá avançar nesta semana.

Com o MDB mais próximo do governo Jair Bolsonaro, o presidente nacional do partido, Baleia Rossi (SP), afirmou que a legenda não vai medir esforços para que a pauta econômica do presidente e do ministro Paulo Guedes tenha sucesso no Congresso Nacional, mas ressaltou que o partido não tem a "pretensão de ser governo".

Mesmo tendo um emedebista como titular no Ministério da Cidadania (Osmar Terra) e dois líderes do governo (Fernando Bezerra no Senado e Eduardo Gomes no Congresso), o partido se declara independente. O presidente do MDB diz que isso não vai mudar porque o compromisso é com projetos. Ele nega adotar um alinhamento automático com Bolsonaro e discutir a adesão formal ao governo.

"Interessa que o Brasil dê certo e não vamos medir esforços para que a pauta que está sendo discutida com o ministro Paulo Guedes, com o presidente Bolsonaro e com os líderes do Congresso avance. Se o Brasil der certo, pode ter certeza, o Congresso também terá seu reconhecimento", afirmou o dirigente partidário, líder do MDB na Câmara.

Autor da proposta de reforma tributária na Câmara, Baleia Rossi afirma que a criação de uma comissão mista entre deputados e senadores para discutir a proposição deverá avançar nesta semana. Ele reivindica a relatoria do colegiado para a Câmara, o que faria seu texto ficar na frente do parecer do senador Roberto Rocha (PSDB).

Tags: Baleia Rossi Congresso Nacional pauta econômica
A+ A-