Jean-Paul assina CPIs para investigar a atuação das mineradoras no país

Senador disse ser fundamental apuração de causas de tragédias ambientais, como a de Brumadinho.

Da redação,
Vinícius Borba/Senado Federal
Segundo Jean-Paul, é "fundamental que se apure as causas das tragédias ambientais, como a de Brumadinho".

Em vídeo publicado nesta quarta-feira (6), nas redes sociais, o senador Jean-Paul Prates (PT), confirmou a sua assinatura nas duas comissões parlamentares de inquérito (CPIs) que estão tramitando no Congresso Nacional – uma exclusiva no Senado e outra mista, nas duas casas legislativas – para investigar a atuação das mineradoras no país.

“É fundamental que se apure as causas das tragédias ambientais, como a de Brumadinho, e tenhamos um quadro real sobre a situação das barragens no país”, disse o parlamentar.

Segundo Jean-Paul, a CPI mista é mais ampla do que a CPI do Senado, cujo objeto da investigação se restringe a apontar as causas e as responsabilidades pelo rompimento da barragem da mineradora Vale, em Brumadinho (MG). A CPI do Senado já conta com 32 assinaturas e o requerimento deve ser lido e aprovado pelo plenário da casa na quinta-feira, 7 de fevereiro.

A tragédia de Brumadinho ocorreu em 25 de janeiro, quando rompeu-se a barragem, provocando a morte de pelo menos 150 pessoas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, 194 vítimas ainda estão desaparecidas. O rompimento da barragem provocou o vazamento de 12 milhões de metros cúbicos de rejeitos. É o maior acidente ambiental da história do Brasil.

Confira o vídeo:



AMS

Tags: atuação das mineradoras no país CPIs Jean-Paul Prates
A+ A-