Câmara aprova urgência para votação de projeto de abuso de autoridade

Deputados aprovaram por 342 votos a favor e 83 contrários; projeto havia sido modificado pelo Senado.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Agência Câmara
Projeto já foi analisado pela Câmara, mas como foi modificado pelo Senado em junho, os deputados terão que votá-lo novamente.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (14) a urgência para o projeto de lei que trata da criminalização do abuso de autoridade por 342 votos a favor e 83 contrários.

De acordo com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), há a possibilidade de o plenário votar ainda hoje o texto. Antes, os deputados tentarão que analisar os 14 destaques à medida provisória 881, conhecida como MP da Liberdade Econômica.

O projeto já foi analisado pela Câmara, mas como foi modificado pelo Senado em junho, os deputados terão que votá-lo novamente. Durante a análise do pedido de urgência, o PSL pediu a votação nominal e liberou a sua bancada. O Cidadania e o Novo encaminharam contra o pedido e os demais orientaram a favor.

A proposta prevê punição a juízes e investigadores em uma série de situações e é considerada uma reação da classe política às operações recentes contra corrupção, como a Lava Jato.

Tags: abuso de autoridade criminalização
A+ A-